Inscrições para o Centelha II Piauí encerram nesta quarta-feira (31)

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:1 de setembro de 2022
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) está selecionando propostas para o programa Centelha com a colaboração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e da Fundação CERTI.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Piauí, por meio de capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. Em maio de 2020, foi lançado o primeiro edital onde 276 ideias foram submetidas, 821 empreendedores participaram das capacitações e 21 startups foram apoiadas. Cada startup recebeu um investimento de até 60 mil reais. As inscrições encerram amanhã às 18h, do dia 31 de agosto.

As inscrições são realizadas pelo site oficial do programa.

Na primeira edição do Centelha PI um dos cases de sucesso foi a startup EcoBfit. A empresa produz alimentos a partir do coco babaçu, derivado de estudos desenvolvidos pela nutricionista e doutorando em Biotecnologia, Lindalva de Moura Rocha. Com a execução do programa Centelha Piauí, a pesquisadora fez uso de suas pesquisas, apresentando uma proposta inovadora para o edital da primeira edição do Centelha Piauí. E com o apoio aprimorou o resultado das suas pesquisas para serem produtos comercializados.

Se você tem uma ideia inovadora, essa é uma grande oportunidade para alavancar a sua ideia e receber aporte financeiro de até R$53 mil. O objetivo é transformar as ideias selecionadas em empreendimentos rentáveis! Além disso, o Programa Centelha oferece bolsas de até R$26 mil, networking e capacitações. Não fique de fora.

Para mais informações acesse o edital.

Continue lendoInscrições para o Centelha II Piauí encerram nesta quarta-feira (31)

UFPI sedia palestra de divulgação do Programa Centelha Piauí, que irá apoiar criação de até 61 startups

  • Autor do post:
  • Categoria do post:CentelhaNotícia
  • Última modificação do post:19 de agosto de 2022
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

Com bolsas de até R$ 53 mil, o Programa Centelha Piauí irá apoiar a criação de até 61 projetos inovadores no estado. Em alinhamento a essa iniciativa, o Campus da UFPI de Teresina recebeu representantes da fundação catarinense responsável pela execução do Programa no Piauí e em mais 24 estados e no DF. Para divulgar as oportunidade no estado, ocorreu nesta quinta-feira (18) a palestra “Por que empreender: Oportunidades de Geração de Negócios”, no Auditório Maria Salomé Cabral, no Centro de Ciências da Educação (CCE/UFPI). No Piauí, as inscrições ao edital do Centelha encerram no dia 31 de agosto. 

Palestra sobre o edital do Programa Centelha acontece no auditório do CCE/UFPIA iniciativa incentiva o empreendedorismo inovador no Brasil, e no Piauí, e já está em sua segunda edição.

Durante o evento, o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Luiz de Sousa Santos Júnior, destacou que a parceria “leva alunos, professores e servidores da UFPI a pensarem e fazerem inovação no Piauí”.

Prof. Luiz de Sousa Júnior, pró-reitor de Pesquisa e Inovação

Para se inscrever ao Centelha Piauí, basta acessar o site programacentelha.com.br e clicar em ‘’Inscrições Abertas’’. Qualquer pessoa maior de idade, que reside no Piauí, pode se inscrever. Empresas também podem concorrer, desde que atendam aos critérios estabelecidos no edital.

Maria Teresa Diniz, coordenadora de projetos da Fundação CERTI, foi a palestrante do evento e apresentou todo o panorama do edital. “Nosso objetivo é ajudar as pessoas que têm uma ideia, mas ainda não sabem o que fazer com ela. Nós tiramos essa ideia do papel e a transformamos num empreendimento de sucesso”, destaca.

Na palestra, Maria Teresa detalhou os resultados esperados do Centelha no Piauí.

Além de conquistar R$ 53 mil, há a oportunidade de receber até R$ 26 mil adicionais por projeto em bolsa de apoio do CNPq, construção de networking e acesso a parceiros e ainda capacitação e suporte aos negócios.  Maria Teresa Diniz, coordenadora de projetos da CERTIPodem ser inscritas ideias de diferentes áreas, como: fabricação de alimentos e bebidas, cerâmica, saúde e bem-estar, tecnologia da informação, borracha e plástico, telecomunicações, marketing e mídia, dentre outros.

Ciro Sá, diretor de inovação da FAPEPI, em palestra na Universidade Federal do Piauí.

Ciro Sá, diretor de inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), participou do evento e destacou os benefícios das parcerias do Programa Centelha. “Muitas vezes é realizada uma pesquisa que possa impactar a comunidade, mas faltam estratégias e os recursos necessários”, conclui.

Fonte: UFPI

Continue lendoUFPI sedia palestra de divulgação do Programa Centelha Piauí, que irá apoiar criação de até 61 startups

CNPq e MCTI lançam Chamada Pública para o setor de transporte

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:30 de agosto de 2022
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), lançam Chamada Pública para o setor de transporte e convida os interessados a apresentarem propostas.

O objetivo é apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País, na área de transporte.

São objetivos e diretrizes desta chamada: o fomento a projetos de pesquisa em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT & I) na área de Transporte em conformidade com o disposto nesta Chamada, e nas linhas de pesquisa.

O escopo dos projetos submetidos deve ser aderente a uma das seguintes Linhas de pesquisa:

  • Inovações no transporte, incluindo os sistemas inteligentes e integrados de passageiros e carga, a automação e a robótica integrada ao transporte, e o processo produtivo (indústria 4.0, manufatura aditiva, novos materiais e reciclagem).
  • Transporte inteligente no contexto brasileiro, incluindo os veículos autônomos, as cidades inteligentes e sustentáveis e as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) para o trânsito (IoT, redes de sensores, 5/6G, aplicações de IA, MaaS, estruturação de bases de dados).
  • Inovações em tecnologias de infraestrutura e superestrutura rodoviária e ferroviária, com foco em novos materiais e suas tecnologias de produção, novos processos construtivos e melhoria de desempenho de materiais e processos construtivos convencionais, observado os aspectos referentes à sustentabilidade e à redução de custos.
  • Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação nos setores de transporte com foco no planejamento, intermodalidade e regulação, objetivando maior eficiência da rede.

Submissão de proposta

O prazo para submissão de proposta encerrará no dia 31/08/2022, conforme edital. O período de Julgamento será de 19 a 30/09/2022. A divulgação do resultado preliminar do julgamento no Diário Oficial da União, por extrato, e na página do CNPq na internet em 14/10/2022. O prazo final para interposição de recurso administrativo será 24/10/2022. A divulgação da decisão no Diário Oficial da União, por extrato, e na página do CNPq na internet será 28/11/2022.

Critérios de Elegibilidade

O responsável pela apresentação da proposta deverá, obrigatoriamente ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, atualizado até a data limite para submissão da proposta; possuir o título de Doutor; ser o coordenador do projeto; ter vínculo formal com a instituição de execução do projeto.

Vínculo formal é entendido como toda e qualquer forma de vinculação existente entre o proponente, pessoa física, e a instituição de execução do projeto.

A instituição de execução do projeto deverá estar cadastrada no Diretório de Instituições do CNPq, devendo ser uma Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT). A instituição de execução do projeto é aquela com a qual o proponente deve apresentar vínculo.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global de R$ 16.100.000,00 (dezesseis milhões e cem mil reais) oriundos do FNDCT/Fundos Setoriais, a serem liberados de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq e na forma pactuada entre as partes.

As propostas deverão ser submetidas em uma das seguintes Faixas:

  • Faixa A – Grupos de Pesquisa prioritariamente em colaboração com empresas e agentes do setor com limite máximo de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) por projeto;
  • Faixa B – Grupos de pesquisa obrigatoriamente em colaboração com empresas e entes do setor produtivo com limite máximo de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) por projeto; e
  • Faixa C – Grupos de pesquisa obrigatoriamente em colaboração com empresas e entes do setor produtivo com limite máximo de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por projeto.

Para mais informações acesse a página do CNPq.

Edital da Chamada disponível aqui.

Fonte: CNPq

Continue lendoCNPq e MCTI lançam Chamada Pública para o setor de transporte

CAPES abre Chamada Pública para seleção de leitores brasileiros no exterior

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:11 de agosto de 2022
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Está aberto até as 17h de 30 de setembro o período de inscrições do Edital nº 36/2022, do Programa Leitorado. Por ele, leitores são enviados para universidades estrangeiras com o intuito de difundir a língua portuguesa falada no Brasil e dar visibilidade à literatura, à cultura e aos estudos nacionais.

As candidaturas devem ser apresentadas no Sistema de Inscrições da CAPES (Sicapes). É preciso preencher formulário on-line e enviar a documentação descrita no edital. Caso a instituição não seja cadastrada no Sicapes, é necessário solicitar até as 17h de 23 de setembro, uma semana antes do fim das inscrições.

Para participar, é necessário ser licenciado e mestre nas áreas de Linguística ou Letras. As bolsas serão pagas pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), parceiro da CAPES no Programa, e têm duração inicial de dois anos, prorrogáveis por mais dois. O resultado preliminar sairá até 30 de novembro e o final, em janeiro de 2023. O início das atividades está previsto para março do próximo ano.

São 20 universidades, de 17 países: Alemanha, Argentina, Bélgica, Canadá, Cabo Verde, China, França, Guiné Bissau, Irlanda, Itália, Líbano, Moçambique, Paraguai, Rússia, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Uruguai. Cada uma tem seus próprios requisitos, descritos no anexo do edital.

Fonte: CCS – CAPES

Continue lendoCAPES abre Chamada Pública para seleção de leitores brasileiros no exterior

FAPEPI apoia pesquisa para motivação do tratamento da hipertensão arterial

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:18 de agosto de 2022
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é um dos principais fatores de risco modificáveis para as doenças cardiovasculares com elevados custos de saúde e socioeconômicos. De acordo com o professor José Wictor Pereira Borges, responsável pelo projeto de pesquisa – Construção de banco de itens sobre motivação ao tratamento da hipertensão arterial – a baixa adesão ao tratamento é um dos principais fatores que dificultam o efetivo controle da pressão arterial. Cerca de 40% a 60% dos pacientes não fazem uso da medicação anti-hipertensiva prescrita, havendo um aumento dessa porcentagem nos países de renda baixa e em desenvolvimento.

Essa pesquisa é um recorte do projeto de “Instrumento de motivação ao tratamento da hipertensão arterial: desenvolvimento e validação”. Ele se caracteriza como estudo metodológico ancorado na Psicometria que segue três grandes pólos: teórico, empírico e analítico. E está sendo executada através do Programa de Bolsas de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), o projeto de pesquisa foi contemplado no Edital 002/2021. A equipe de pesquisa, é coordenada pelo professor José Wictor Pereira Borges, e conta com a pesquisadora assistente Haylla Simone Almeida Pacheco, os bolsistas Rebeca dos Santos Miranda de Oliveira e Leonardo da Conceição Pereira.

O panorama de altos índices de morbimortalidade e a baixa adesão ao tratamento no cenário tem alavancando reflexões de enfermeiros sobre o desenvolvimento e a utilização de estratégias de cuidado, prevenção, promoção da saúde e monitoramento. O pesquisador destaca que a adesão ao tratamento requer do indivíduo decisões compartilhadas e corresponsabilização com a família, profissionais e serviço de saúde, além da rede social de apoio. Desse modo, é necessário que haja motivação para essas tomadas de decisões.

“É um projeto de longo tempo, o método é composto por 7 etapas. A primeira foi desenvolvida com uma aluna do mestrado em saúde e comunidade. A segunda fase foi desenvolvida no primeiro ano de bolsa PBIC FAPEPI. A terceira estamos iniciando agora com a prorrogação da bolsa. A expectativa é que algum desses bolsistas de IC entre no mestrado para fazer as outras etapas como dissertação.” destaca o coordenador do projeto.  

O projeto se reveste de originalidade ao propor outra ótica para trabalhar com a adesão ao tratamento da HAS. Ao observar o contexto da adesão pela ótica da motivação ao tratamento, novos elementos de cuidado se apresentam a partir de um viés da psicologia positiva, e mostra outros caminhos que possam ser trilhados no cuidado às pessoas com HAS. Esse estudo ganha força com a aplicação da teoria da autodeterminação que permite compreender os reguladores de comportamento envolvidos na decisão de seguir ou não o tratamento. 

Ao final do projeto de bolsas, um banco de itens com qualidades conceituais e teóricas deve ser um instrumento de avaliação da motivação ao tratamento da HAS. O instrumento desenvolvido ao final do projeto será uma tecnologia avaliativa revestida de validação que poderá ser utilizada pelos enfermeiros no acompanhamento dessas pessoas. Os indicadores poderão direcionar o delineamento de ações de cuidado mais efetivas impactando na melhora da adesão terapêutica. O estudo servirá de referência para outros pesquisadores, nacionais e internacionais, por ser pioneiro na área e instrumento avaliativo mensurador da motivação ao tratamento da HAS. Essa pesquisa traz reconhecimento a uma tecnologia desenvolvida no Piauí.

Continue lendoFAPEPI apoia pesquisa para motivação do tratamento da hipertensão arterial

FAPEPI lança editais de bolsas de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:2 de julho de 2022
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) mais uma vez garante oportunidade de bolsas para graduandos, mestrandos e doutorandos, e torna público nesta sexta-feira (01) o lançamento de editais para concessão de bolsas de apoio às atividades de pesquisa científica, tecnológica e inovação.

A FAPEPI convida pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino e Pesquisa sediadas no Estado do Piauí a apresentarem propostas para obtenção de bolsas na modalidade Iniciação Científica (IC) para estudantes de Graduação no âmbito do Programa de Bolsas de Iniciação Científica da FAPEPI – PBIC, e para mestrandos e doutorandos, no âmbito do Programa de Apoio à Pós-graduação Stricto Sensu (PAPG). Os editais podem ser conferidos clicando aqui.

Os programas visam contribuir para a formação de pesquisadores em todas as áreas do conhecimento, através da concessão de bolsas de iniciação científica a alunos de graduação (PBIC), mestrado e doutorado (PAPG). 

Para mais informações acesse nossas redes ou entre em contato pelo e-mail fapepi@fapepi.pi.gov.br.

Continue lendoFAPEPI lança editais de bolsas de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado

FINEP e MCTI lançam edital para fomento de projetos de inovação – Cidades Inteligentes e Sustentáveis

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:14 de junho de 2022
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) em parceira com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lançam chamada pública para Seleção Pública visando o fomento de projetos de inovação na temática de Cidades Inteligentes e Sustentáveis.

O objetivo da chamada é conceder recursos de subvenção econômica para o desenvolvimento de produtos, processos e/ou serviços inovadores dentro do escopo das linhas temáticas apresentadas no edital. Serão destinados recursos para apoiar projetos de interesse de municípios brasileiros que executem programa ou iniciativa de absorção de soluções inovadoras visando uma abrangente reorganização e transformação territoriais de modo a otimizar a eficiência das operações urbanas, o uso de recursos, o meio ambiente e a qualidade de vida da população nas áreas de mobilidade urbana, iluminação pública e gestão de resíduos.

Espera-se que os projetos resultantes desta ação contribuam para atingir os objetivos estratégicos estabelecidos na “Carta Brasileira de Cidades Inteligentes”, na “Política Nacional de Desenvolvimento Urbano-PNDU”, no “Plano Nacional de Mobilidade Urbana” e na “Política Nacional de Resíduos Sólidos”.

As propostas devem ser submetidas por empresas concessionárias de serviço público municipais, estaduais ou federais até o limite de R$ 7.500.000,00 (sete milhões e quinhentos mil reais), preferencialmente em parceria com ICTs e/ou demais instituições de pesquisa públicas ou privadas, mediante apresentação de contrapartida financeira e prazo de duração do projeto de até 36 (trinta e seis meses).

O valor solicitado à FINEP/FNDCT na proposta deverá ser de, no mínimo, R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais) até, no máximo, R$ 7.500.000,00 (sete milhões e quinhentos mil reais) exclusivamente para o desenvolvimento do projeto.

Para saber mais acesse o site da Finep.

Continue lendoFINEP e MCTI lançam edital para fomento de projetos de inovação – Cidades Inteligentes e Sustentáveis

Prazo de inscrições para Bolsas de Doutorado Fora do Estado se encerra nesta sexta-feira

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Editais
  • Última modificação do post:14 de junho de 2022
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Encerram nesta sexta-feira, dia 3 de junho, as inscrições para o edital de Bolsas de Doutorado Fora do Estado (EDITAL 001/2022). Os interessados devem submeter suas propostas exclusivamente on-line, via SIGFAPEPI, no endereço eletrônico seguinte: http://sistema.fapepi.pi.gov.br/, até às 23h59 do dia 03 de junho de 2022. O resultado final será divulgado no dia 12 de julho de 2022. Os resultados parcial e final serão publicados na página da FAPEPI (www.fapepi.pi.gov.br), sendo que o resultado final será publicado em forma de extrato, no DOE-PI.

O referido Edital integra o Programa de Bolsas de Doutorado Fora do Estado (PBD), definido como uma das áreas de atuação da FAPEPI, possuindo foco na formação de recursos humanos qualificados e destina-se à servidores efetivos de órgãos públicos do Piauí, instituições de ensino e pesquisa, empresas públicas ou privadas sem fins lucrativos, sediadas no Estado, que estejam matriculados em Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu de instituições brasileiras públicas ou privadas sem fins lucrativos, sediadas fora do Estado do Piauí, nos termos do presente Edital.

Para solicitação de bolsas à FAPEPI é necessário que o proponente tenha vínculo formal empregatício ou funcional permanente em instituições de educação superior e pesquisa, públicas ou privadas sem fins lucrativos, órgãos públicos ou empresas públicas, sediados no Estado do Piauí e ter liberação expressa da instituição, empresa ou órgão ao qual está vinculado para a realização do Doutorado Fora do Estado. No total serão concedidas 30 (trinta) bolsas de doutorado para alunos matriculados em cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu sediados fora do Estado do Piauí, em Programas com funcionamento regular ou na modalidade de Doutorado Interinstucional (Dinter).

Os esclarecimentos e informações sobre o conteúdo deste edital podem ser obtidos no site da FAPEPI: www.fapepi.pi.gov.br e ainda pelo endereço eletrônico: dtc.fapepi@gmail.com. Documentos necessários, cronograma completo e outros detalhes podem ser conferidos no Edital aqui: https://www.fapepi.pi.gov.br/wp-content/uploads/2022/04/SEI_GOV-PI-4110058-Edital-1.pdf

Continue lendoPrazo de inscrições para Bolsas de Doutorado Fora do Estado se encerra nesta sexta-feira

Edital de Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos segue em fase de contratação

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:9 de junho de 2022
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

A Fundação de Amparo À Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), divulgou na última sexta-feira (03) o resultado final do Edital Nº 009/2021 – APOIO À EDITORAÇÃO E PUBLICAÇÃO DE PERIÓDICOS CIENTÍFICOS. Sete propostas foram aprovadas e foram informadas por e-mail da atual fase do Edital.

As contratações das propostas começam a partir do dia 08 de junho.

Para conferir a lista do resultado final acesse o link disponível.

Para consultar a Retificação do Cronograma do edital acesse o link disponível.

Para mais informações sobre o edital acesse o link.

Continue lendoEdital de Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos segue em fase de contratação

CAPES oferece 60 mil bolsas para formação de professores

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:2 de maio de 2022
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

A CAPES publicou nesta sexta-feira, 29 de abril, os editais (aqui e aqui) dos programas Institucional de Iniciação à Docência (Pibid) e Residência Pedagógica, que irão oferecer 61.680 bolsas para formação de professores da educação básica. Nesta fase, serão selecionadas propostas de 250 instituições de ensino superior para cada um dos programas. O prazo para apresentação dos projetos vai até 10 de junho.

Pibid oferece aos alunos da primeira metade do curso uma aproximação prática com o cotidiano da escola. Já o Residência Pedagógica atende estudantes que estão na segunda metade da licenciatura, com atividades que contribuam para a formação teórica e prática e o aperfeiçoamento profissional. Nos dois programas, as atividades dos bolsistas são desenvolvidas na rede pública de educação básica.  

O processo seletivo dos bolsistas é realizado pelas próprias instituições. Ao todo, serão cerca de 30 mil bolsas pelo Pibid e outras 30 mil pelo Residência Pedagógica, beneficiando, aproximadamente, 60 mil alunos de licenciatura. Também há concessão de benefícios  a professores das instituições de ensino superior e das escolas públicas de educação básica participantes dos projetos.

Todas as unidades da Federação serão atendidas pelos Pibid e Residência Pedagógica. A quantidade maior de benefícios irá  para o Nordeste: 19.734. Em seguida vem o Sudeste, com 15.654. O Sul receberá 11.613 bolsas, o Norte 7.572, e o Centro-Oeste 7.107. “Esses investimentos demostram o efetivo compromisso da CAPES como a educação básica brasileira e com qualidade da formação não só de professores, mas também de crianças e jovens que serão agentes de desenvolvimento do nosso País”, destaca Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES. “Continuaremos atuando para propiciar um maior investimento e a correção das assimetrias regionais e educacionais do nosso País”, acrescenta.

A duração do benefício é de até 18 meses. Podem participar instituições públicas, privadas e comunitárias, que devem apresentar, no máximo, uma proposta para cada programa, com detalhamento das ações e atividades previstas. As inscrições são feitas pelo Sicapes.

O resultado com a relação dos projetos selecionados nos dois programas está previsto para ser publicado em 5 de agosto. Em seguida, iniciam-se as atividades e as concessões de bolsas. As diretrizes dos editais do Pibid e Residência Pedagógica foram discutidas pelo público de interesse dos programas em seminário promovido pela CAPES nos dias 8 e 9 de março deste ano.

Fonte: Redação – CCS/CAPES

Continue lendoCAPES oferece 60 mil bolsas para formação de professores