O objetivo do TECNOVA é criar condições financeiras favoráveis e apoiar a inovação – por meio de recursos de subvenção econômica – para o crescimento rápido de um conjunto significativo de empresas de micro e pequeno porte, com foco no apoio à inovação tecnológica e com o suporte aos parceiros estaduais.

O Programa Nacional de apoio à Inovação Tecnológica – TECNOVA, na sua 3ª edição, tem como público alvo empresas com faturamento de até R$ 16 milhões, para criação de condições financeiras favoráveis – por meio de subvenção econômica – à Inovação Tecnológica. A nova edição traz como novidades o apoio à aceleração e à internacionalização das empresas.

Será concedido, às empresas, o valor mínimo de R$250 mil à R$ 400 mil em recursos FNDCT/Finep e adicionalmente recursos oriundos dos Estados, a serem aportados pelos parceiros. À empresa apoiada caberá aportar contrapartida financeira que varia entre 2,5% e 10% do valor recebido como Subvenção Econômica a depender da receita operacional bruta da empresa.

Empresas beneficiárias dos Programas Centelha I e II da Finep e Catalisa, do Sebrae, que tenham finalizado seus projetos e possuam carta de adimplência emitida pelo parceiro estadual responsável, terão pontuação extra de 0,5 ponto em sua média final. A Finep busca, assim, promover a integração de seus instrumentos de apoio, estruturados como etapas complementares de uma sequência de estímulos à cultura do empreendedorismo inovador em todo o território nacional, através da mobilização e articulação dos atores locais.

Em sua terceira edição, o Tecnova traz novidades. Serão concedidos recursos adicionais FNDCT/Finep de R$ 50 mil + recurso do tesouro estadual de R$ 10 mil (Por empresa/projeto selecionado via edital e contratado via Termo de Outorga) para ação de aceleração, uma vez que estejam adimplentes técnica e financeiramente.

O Programa de Aceleração vai agregar conhecimento e articulação com foco em marketing e vendas, auxiliando as empresas na revisão e/ou adequação de sua proposta de valor e seu modelo de negócios, bem como na identificação de oportunidades de mercado com fornecedores, parceiros e clientes. Isso alinhado a um processo de capacitação visando construir uma estratégia de comercialização de seus produtos e serviços que irá contribuir para o sucesso de seus projetos inovadores.

A outra novidade diz respeito a um aporte adicional FNDCT – Finep/ tesouro estadual – Governo do Estado do Piauí – recursos de Subvenção Econômica – da ordem de R$22 mil, para a internacionalização das empresas. Os recursos serão utilizados para contratar as chamadas Trilha Básica e Trilha Avançada de Internacionalização. A Trilha Básica é um programa composto por: webinars sobre como estruturar um plano de inserção ou expansão internacional; curso em estratégia de internacionalização para negócios inovadores e duas horas de mentoria individual com especialistas. Ao término dessa trilha básica, as empresas serão submetidas a uma análise de seu estágio de preparação para a internacionalização. Conforme os resultados objetivos, elas poderão se candidatar a outros programas, como internacionalização avançada.

________________________________________________________________________________________________________________________________________

ACESSE O SITE DA FINEP

VERSÃO ANTERIOR – TECNOVA II