CNPQ abre inscrições para 42º Edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:6 de abril de 2022
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

Estão abertas as inscrições para o Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Em sua 42ª edição, o Prêmio contempla profissionais e instituições que contribuem de forma significativa para a formação de uma cultura científica no país e para aproximar a ciência, a tecnologia e a inovação da sociedade. Nesta edição, a categoria é a de Pesquisador e Escritor.

Os interessados têm até o dia 6 de maio de 2022 para enviar sua inscrição, que deve ser feita por correspondência, com envio da documentação, portifólio e ficha de inscrição, disponível no site do Premio.

A premiação consiste em valor, em dinheiro, no total de R$ 20 mil e diploma, além de hospedagem e passagem aérea para o agraciado participar da 74ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que deve ocorrer em julho de 2022, em Brasília. Durante a programação da SBPC, o premiado com o Prêmio José Reis ministrará conferência sobre o conjunto dos seus trabalhos.

A divulgação do vencedor está prevista para 8 de junho deste ano.

Informações adicionais sobre o Prêmio e os documentos necessários à inscrição podem ser encontradas no Regulamento, no site do Prêmio.

 O Prêmio

O Prêmio José Reis tem três categorias, que se alternam a cada edição. Além de Pesquisador e Escritor, o Prêmio contempla também as categorias Jornalista em Ciência e Tecnologia e Instituição ou Veículo de Comunicação. A última premiação para a categoria Pesquisador e Escritor ocorreu na 39ª edição do Prêmio, em 2019. O vencedor, Marcelo Knobel, é bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq e  professor titular do Departamento de Física da Matéria Condensada, do Instituto de Física, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Antes dele, a premiada na categoria foi a pesquisadora Luisa Massarani, também bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq e coordenadora do Instituto Nacional de Comunicação Pública em Ciência e Tecnologia, sediado na Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. Ela foi a vencedora da 36ª edição do Prêmio, em 2016.

Fonte: CNPQ

Continue lendoCNPQ abre inscrições para 42º Edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica

UESPI abre inscrições para o I Congresso Internacional de Psicologia Forense/ LAPeP

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:9 de fevereiro de 2022
  • Tempo de leitura:9 minutos de leitura

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), abre inscrições para o I Congresso Internacional de Psicologia Forense (I CIPF), promovido pelo Laboratório de Avaliação e Perícia Psicológica (LAPeP) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). O evento acontecerá no período de 23 a 26 de março de 2022, de forma totalmente remota e online.

O tema que será trabalhado no evento é a “Perspectivas e contextos atuais”, por meio de palestras, mesas redondas e minicursos, O evento contará com a participação de renomados profissionais e pesquisadores, nacionais e internacionais, da Psicologia Forense em suas diversas especialidades.

O objetivo do I Congresso além da troca de experiências e aprendizagem mútua e também a interação entre os participantes dentre ouvintes, organização e todos aqueles que iram apresentar trabalho.

O professor Lucas Dannilo Aragão Guimarães é Doutor em Psicologia com ênfase em Avaliação Psicológica pela Universidade São Francisco (USF) e Professor Adjunto de Psicodiagnóstico da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), ele conta a suas expectativas com relação ao evento em geral, bem como como  os principais pontos a serem debatidos.

“Vamos ter amplas discussões no campus Psicologia Forense enfatizando os aspectos técnicos e práticos da atuação profissional do psicólogo nas diferentes áreas, como a área de família, de infância e juventude, área civil, área criminal e área policial. São contextos onde os psicólogos poderão atuar em demanda que envolve diferentes questões judiciais”, explica.

Participarão do evento, nomes renomados nacionalmente como: Dra. Ana Cristina Resende, o Esp. Anderson Luiz Tamborim, Dra.Beatriz Cattani, Dra. Bruna Barbieri Waquim, Dra. Catula Pelisoli, MSc. Denis Lino, MSc. Denise Maria Perissini da Silva, MSc. Júlia Zamora, MSc. Maria Berenice Dias, Dr. Nelson Hauck Filho, Dra. Paula Inez Cunha Gomide, Dr. Reginaldo Torres Alves Júnior, Dr. Roberto Cruz, Dr. Rui Mateus Joaquim, Dra. Sarah Putin, Dra. Sônia Rovinski, Dra. Vivian de Medeiros Lago e Dr. William Weber Cecconello.

Os convidados internacionais serão: Ph.D. Aldert Vrij, Ph.D. Dora Isabel Fialho Pereira, Ph.D. Francisco Valente Gonçalves, Psy.D. Giselle Hass, Ph.D. Jennifer J. Harman, MSc. Mauro Paulino, Ph.D. Ramón Arce, Ph.D. Ray Bull, Ph.D. Ron Roesch e o Ph.D. Thomas Grisso.

Eles abordaram os mais diversos campos da psicologia jurídica bem como as práticas desenvolvidas por Psicólogos onde podem ser de avaliação psicológica, perícia, assessoramento, orientação, aconselhamento, encaminhamento, mediação, participação ativa na articulação de políticas públicas de atendimento em rede, atendimento psicológico com a família e/ou com alguns de seus membros, formulação de quesitos, elaboração de laudos, pareceres, informes e relatórios, trabalho com grupos, entre outros.

O professor Lucas Dannilo Aragão Guimarães destaca três desfechos importantes para chegar ao tema proposto como: a inserção do Psicólogo no âmbito jurídico e a interface com o Judiciário, o segundo os marcos legais mais recentes, principalmente aqueles relacionados às populações consideradas mais vulneráveis e o terceiro decretação da pandemia de SARS-COVID-19.

Programação

23 de Março de 2022
8:30 h – Minicursos e Apresentação de Trabalhos Científicos
12:00 – Intervalo
14:00 h – Abertura do I CIPF
14:30 h – Conferência Magna Internacional
15:00 h – Conferência Magna Nacional
16:00 h – Mesa Redonda “Psicopatia: um construto em construção”
18:00 h – Intervalo
18:15 h – Conferência Internacional
19:30 h – Encerramento

24 de Março de 2022
8:30 h – Minicursos e Apresentação de Trabalhos Científicos
12:00 – Intervalo
14:00 h – Mesa Redonda “Avaliação e Detecção da Violência Doméstica”
16:00 h – Mesa Redonda “Desafios para Atuação do Assistente Técnico”
18:00 h – Intervalo
18:15 h – Mesa Redonda “Psicologia na Investigação Criminal: Análise Comportamental e Perfilamento Criminal”
19:30 h – Encerramento

25 de Março de 2022
8:30 h – Minicursos e Apresentação de Trabalhos Científicos
12:00 – Intervalo
14:00 h – Mesa Redonda “Entrevista Forense: Abordagem Metodológica e Prática”
16:00 h – Mesa Redonda “Alienação Parental: Um Debate Necessário”
18:00 h – Intervalo
18:15 h – Conferência Internacional “Psicologia Forense na Abordagem de Gênero, Multietnicidade e Raça”
19:30 h – Encerramento

26 de Março de 2022
8:30 h – Mesa Redonda “Atuação Multidisciplinar nas Demandas Contemporâneas de Família”
10:00 h – Mesa Redonda “Práticas Forenses nas Demandas Cíveis”
12:00 h – Intervalo
14:00 h – Mesa Redonda “Análise da Credibilidade da Declaração”
16:00 h – Mesa Redonda “Psicologia Forense no Contexto Criminal”
18:00 h – Encerramento do I CIPF

Minicursos

Para participar dos minicursos ofertados na grade de programação o estudante deve esta atendo as seguintes regras:

  1. Os minicursos irão acontecer online e ao vivo do dia 23 ao dia 25 de março do corrente ano no período da manhã de 8:30 às 11:30h e cada um terá a carga horária de 3 horas.
    2. Cada participante poderá inscrever-se em apenas um minicurso por dia, ou seja, se no dia 23 de março tiver 4 minicursos acontecendo ao mesmo tempo, online e ao vivo, o participante poderá inscrever-se apenas em um único no dia 23 de março.
    3. A quantidade de vagas está limitadas a apenas 20 vagas para cada minicurso online e ao vivo.
    4. Até o dia 16/03/2022 será enviado um link para o e-mail dos participantes para que possam se inscrever nos minicursos online e ao vivo oferecidos nos 3 dias de evento.
    5. Os minicursos que puderem ser gravados ficarão disponíveis do dia 02/04/2022 ao dia 01/05/2022 para os participantes que tiverem interesse em inscrever-se neles e assisti-los integralmente. Estes minicursos terão certificação apenas se o participante inscrever-se neste e assisti-lo em formato gravado.
    6. Atenção: Fiquem atentos as datas de cada minicurso, pois nenhum participante poderá se inscrever em dois ou mais minicursos oferecidos online e ao vivo no mesmo dia. Caso isso ocorra à inscrição será automaticamente cancelada.

Programação dos Minicursos

23/03/2022 – 8:30 às 11:30 h

Entrevista Forense: desafios em oitivas de testemunha
Esp. Anderson Tamborim

Avaliação de Simulação com o Uso do Rorschach (Restrito a estudantes de psicologia e psicólogos)
Dra. Ana Cristina Resende

Psicologia Investigativa: Possibilidades de Atuação
MSc. Denis Lino

24/03/2022 – 8:30 às 11:30 h

Elaboração de laudos periciais
Dra. Vivian Medeiros Lago

Perícia em questões de guarda compartilhada.
MSc. Denise Maria Perissini da Silva

25/03/2022 – 8:30 às 11:30 h

Princípios da escuta protegida de crianças e adolescentes
Dra. Cátula Pelisoli

Melhorando as entrevistas forenses: a classificação funcional de elocuções
Dr. Reginaldo Alves Filho

Avaliação Neuropsicológica da Personalidade: quando, como e porque?
Dr. Rui Mateus Joaquim

Trabalhos Científicos

O processo de envio de propostas de trabalhos será totalmente online, através do preenchimento do Formulário para Submissão de Trabalho no ato da inscrição. Para submissão de trabalho a plataforma estará aberta com as  submissão de trabalhos científicos do dia 01 novembro de 2021  a 16 de fevereiro de 2022.

Acompanhe todas as diretrizes das inscrições, bem como as modalidades de trabalhos acadêmicos e suas modalidades de apresentação através do site do evento.

Inscrições

As inscrições serão através da plataforma Sympla. Após o cadastro, será enviado um e-mail de confirmação e, posteriormente, o link de acesso às atividades.

Poderão participar do evento, estudantes e profissionais de Psicologia, Direito, Serviço Social e áreas afins. Será cobrado um taxa referente a cada categoria, dentre elas: Estudantes de Graduação da UESPI, estudantes de pós-graduação da UESPI, estudante de graduação de outras instituições, estudantes de pós-graduação de outras instituições e profissionais.

Acompanha todas as novidades na página oficial do evento.

Fonte: UESPI

Continue lendoUESPI abre inscrições para o I Congresso Internacional de Psicologia Forense/ LAPeP

Instituto Serrapilheira e CONFAP realizam nova parceria para apoio conjunto a jovens cientistas

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:2 de fevereiro de 2022
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

Instituto Serrapilheira e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa – CONFAP anunciam uma nova parceria para apoio conjunto a projetos de ciência. Duas pesquisas de Santa Catarina já foram selecionadas pelo acordo de cooperação e receberão um financiamento total de R$ 1,3 milhões da Fapesc (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina).

A parceria entre o CONFAP, que congrega todas as FAP’s do Brasil, e o Serrapilheira, o primeiro instituto privado de fomento à ciência do país, se dá de duas formas. Uma é o cofinanciamento, em que cada uma das instituições concede uma parcela dos recursos aos projetos. Na outra, as fundações aproveitam os processos de seleção das chamadas públicas do Serrapilheira para financiar cientistas que foram muito bem avaliados, mas que não puderam ser contemplados pela limitação de recursos do instituto.

Foi desta última forma que foi concedido o apoio à bióloga Karim Hahn Lüchmann, professora da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), e ao cientista da computação Edroaldo Lummertz da Rocha, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em dezembro, o CONFAP recebeu do Serrapilheira uma lista com 35 candidatos que foram finalistas da 4ª chamada pública do instituto, mas que não ficaram entre os 12 contemplados, e os nomes foram distribuídos às FAP’s. A partir daí, a Fapesc selecionou Lüchmann e Rocha, que receberão, respectivamente, R$ 646 mil e R$ 675 mil.

Edroaldo Lummertz da Rocha, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (Foto: divulgação)

As chamadas públicas de apoio à ciência do Serrapilheira selecionam projetos de pesquisa que buscam responder perguntas fundamentais. Em seu projeto, Edroaldo Rocha pretende gerar um modelo computacional baseado em biologia de sistemas para entender a evolução do câncer. Ele vai investigar como tumores primários alteram órgãos distantes para estabelecer nichos pré-metastáticos antes da chegada efetiva de uma metástase.

Já Karim Lüchmann pesquisará o impacto da ecotoxicologia aquática na saúde humana. Ela quer descobrir se doenças podem ser previstas a partir da influência da poluição química antropogênica na saúde dos organismos aquáticos e de seus consumidores. Para isso, avaliará níveis de contaminantes, resposta de biomarcadores, preferências alimentares e a ocorrência de doenças em golfinhos-roazes e pescadores artesanais.

Karim Luchmann, Universidade do Estado de Santa Catarina – UESC (Foto: divulgação)

“Parcerias público-privadas efetivas são um bom caminho para o avanço da ciência, pois somamos a flexibilidade do financiamento privado à relevância do investimento público para o desenvolvimento do país”, afirma a diretora de Ciência do Instituto Serrapilheira, Cristina Caldas. “Estes R$ 1,3 milhões a mais para pesquisas de excelência neste primeiro passo de nossa parceria são um excelente começo de amplificação do apoio a jovens cientistas”.

“O amparo à pesquisa se torna ainda mais relevante quando conseguimos estabelecer sinergia entre diferentes instituições”, destaca o presidente do CONFAP, Odir Dellagostin. “O Instituto Serrapilheira vem fazendo um trabalho altamente qualificado na seleção de projetos com potencial de gerar grande impacto para a sociedade. É muito bom podermos somar esforços e com isso ampliar o número de projetos contemplados.”

“Parcerias como essa são extremamente importantes para que possamos ampliar as oportunidades de apoio à pesquisa e inovação que a Fapesc já vem promovendo em Santa Catarina”, destaca o presidente da fundação, Fábio Zabot Holthausen. “Nessa chamada nacional, pudemos contemplar grupos de pesquisa de duas universidades conceituadas, que foram referenciados e agora vão desenvolver projetos com impacto para Santa Catarina e para todo o país.”

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Serrapilheira / CONFAP

Continue lendoInstituto Serrapilheira e CONFAP realizam nova parceria para apoio conjunto a jovens cientistas

CONFAP e Wallonie-Bruxelles International (WBI) lançam chamada para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre Brasil e Bélgica

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Editais
  • Última modificação do post:26 de janeiro de 2022
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) e a Wallonie-Bruxelles International (WBI), anunciam o lançamento da Chamada CONFAP & Wallonie Bruxelles – Bélgica 2022, para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre o Brasil e a Bélgica.

Lançada no âmbito do Memorando de Entendimento assinado em setembro de 2020, pelo CONFAP e pela WBI, para Cooperação Acadêmica e Científica entre a região da Valônia-Bruxelas (Bélgica) e o Brasil, a chamada tem por objetivo apoiar projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação, missões, mobilidade de pesquisadores, seminários e publicações nas seguintes áreas: 

– Materiais Circulares;
– Inovação em Saúde;
– Inovações para Produção e Projetos ágeis e seguros;
– Sistemas de Energia e Ambientes Sustentáveis;
– Aeronáutica e Espaço; e
– Tecnologias Digitais.

Elegibilidade

Os candidatos brasileiros devem consultar as regras específicas de elegibilidade e modalidades de participação nas respectivas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) que aderiram à chamada (vide listagem abaixo). Projetos de pesquisa elegíveis devem contemplar as regras de elegibilidade do lado brasileiro, via FAP, e do lado belga, via Wallonie-Bruxelles International (WBI), (consulte aqui). Os projetos de pesquisa conjuntos aprovados serão financiados por um prazo máximo de dois anos.

Até o momento, dezoito Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) brasileiras aderiram à chamada e outras fundações ainda podem aderir à chamada.

Submissão de propostas

Após à consulta das regras de elegibilidade e modalidades de participação na FAP do respectivo Estado, os candidatos brasileiros devem preencher o formulário de submissão de propostas (disponível para download aqui); e submeter a proposta por meio da plataforma do CONFAP, disponível no endereço eletrônico wbi.confap.org.br

Para acessar a íntegra da Chamada CONFAP & Wallonie Bruxelles – Bélgica 2022 clique aqui.

Questões gerais e técnicas sobre a chamada podem ser esclarecidas com o Ponto de Contato Nacional do CONFAP: Elisa Natola (elisa.confap@gmail.com).

Cronograma

  • Lançamento da chamada: 25 de janeiro de 2022;
  • Prazo para submissão de propostas: 25 de março de 2022;
  • Avaliação das propostas: de 28 de março a 15 de maio de 2022;
  • Comitê Conjunto e seleção final de projetos: primeira quinzena de junho de 2022;
  • Comunicação da seleção final de projetos aos candidatos: segunda quinzena de junho de 2022;
  • Início das atividades dos projetos aprovados: agosto de 2022.
Continue lendoCONFAP e Wallonie-Bruxelles International (WBI) lançam chamada para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre Brasil e Bélgica

Confap abre Chamada Transnacional Conjunta: ERAPerMed 2022

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:17 de janeiro de 2022
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

ERAPerMed é uma iniciativa co-financiada pela Comissão Europeia (CE), no âmbito do programa de fomento à Pesquisa & Inovação – Horizon 2020 (ERA-Net Cofund), apoiada por 32 parceiros, de 23 países, incluindo o Brasil.

Com o tema “Prevenção em Medicina Personalizada” esta é a quinta Chamada Transnacional Conjunta ERAPerMed, que apoiará projetos colaborativos de pesquisa e inovação, com duração de três anos. O objetivo geral da chamada é o desenvolvimento de estratégias específicas para a prevenção de doenças e progressão das doenças, em três níveis:

a) medidas preventivas diminuindo a taxa de incidência (prevenção primária);

b) detecção precoce para aumentar a eficácia de terapias preventivas, mesmo antes do desenvolvimento de sintomas (prevenção secundária);

c) intervenções para prevenir a recorrência da doença ou melhorar o atendimento e a qualidade de vida dos pacientes (prevenção terciária).

O orçamento aproximado para esta chamada é de 29 milhões de euros. Cada agência de fomento possui orçamento e regras de elegibilidade próprias. Pesquisadores brasileiros podem submeter propostas por meio das *Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) que aderiram à Chamada ERAPerMed 2022.

Fundações de Amparo à Pesquisa, como a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), ainda podem aderir à Chamada ERAPerMed 2022; o orçamento alocado por cada FAP é detalhado no “Guidelines for Applicants” no site da chamada. 

Cronograma:

– Publicação da chamada: 1º de dezembro 2021. 

– Prazo para envio de pré-propostas: 17 de fevereiro de 2022.

– Prazo para envio de propostas completas: 14 de junho de 2022.

– Os projetos aprovados podem ter início no final de 2022 ou início de 2023.

Clique aqui e acesse o Edital (em inglês) e os Formulários da Chamada Transnacional Conjunta EraPerMed 2022.

Mais informações

– Questões gerais e técnicas sobre a chamada podem ser esclarecidas com o Ponto de Contato Nacional do CONFAP: Elisa Natola (elisa.confap@gmail.com)

– Questões de elegibilidade e modalidades de participação via Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) podem ser esclarecidas com os Pontos de Contato das Fundações que aderiram à chamada (consulte aqui).

Fonte: Confap

Continue lendoConfap abre Chamada Transnacional Conjunta: ERAPerMed 2022

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO RESULTADO PRELIMINAR DO EDITAL Nº 006/2021 FAPEPI\CNPQ-PDCTR

  • Autor do post:
  • Categoria do post:EditaisNotícia
  • Última modificação do post:8 de janeiro de 2022
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí  (FAPEPI) vem por meio desta  nota apresentar retificação  no Resultado Preliminar  do Edital nº 006/2021 FAPEPI\CNPQPDCTR divulgado em 20.12.2021, em razão de problemas operacionais na confecção da fórmula aplicada para o cômputo da pontuação de mérito com o da produção científica. A fórmula deveria ser: MP (NMTCx7+NPCx3)/10  com base nos itens 8.3.3 e 8.3.4 do supra citado Edital,  entretanto  foi aplicada MP(NMTCx7 x NPCx3)/10. Após o recebimento de recursos de alguns candidatos com solicitação de esclarecimentos sobre o resultado informado, a Equipe de TI identificou a troca do sinal (+) pelo asterisco (*), o que explicou as inconsistências produzidas.
Diante do exposto, a FAPEPI procedeu as correções necessárias no Resultado Preliminar, republicando-o e reabriu o prazo para recursos desta etapa do processo (acompanhar o novo cronograma publicado na página da FAPEPI)

Esclarece-se, por oportuno, que as notas de mérito do projeto e a pontuação da  produção científica dos candidatos, não sofreram danos com o referido problema operacional.

A Fapepi ao tempo em que lamenta o ocorrido e agradece a compreensão de todos (as), coloca-se a disposição para sanar qualquer dúvida a esse respeito através do telefone (86) 995245345 ou pelo e-mail dtc.fapepi@gmail.com.

Continue lendoNOTA DE ESCLARECIMENTO DO RESULTADO PRELIMINAR DO EDITAL Nº 006/2021 FAPEPI\CNPQ-PDCTR

Chamada Pública MCTI/FINEP – Doenças Negligenciadas, Tropicais e transmitidas por Vetores e outras doenças com populações desassistidas

  • Autor do post:
  • Categoria do post:NotíciaSem categoria
  • Última modificação do post:15 de dezembro de 2021
  • Tempo de leitura:9 minutos de leitura

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) divulgou chamada pública para concessão de recursos financeiros para amparo de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação, em projetos que envolvam risco tecnológico para o diagnóstico e tratamento de pessoas com Doenças Negligenciadas, Tropicais e transmitidas por Vetores (DNTs) e outras doenças infecciosas afetando populações negligenciadas. O objetivo do edital é reduzir a incapacidade causada por essas doenças, além de contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e seus familiares e também melhorar o acesso aos serviços de saúde. O prazo para submissão de proposta será até às 17h00 (horário de Brasília) do dia 11 de março de 2022. Os interessados devem acessar o formulário eletrônico para o preenchimento de sua proposta, destacando claramente o produto, processo ou serviço inovador a ser feito com os recursos solicitados.

A execução do projeto deverá ser de no máximo três anos (36 meses), podendo ser prorrogado, justificadamente, a critério da Finep. O valor total solicitado pelas propostas à Finep deverá enquadrar-se dentro dos seguintes valores mínimos e máximos, em cada proposta:

Linha temática 1 – O valor solicitado para execução das propostas deverá ser de R$ 500.000,00 até R$ 1.000.000,00. Na Linha temática 2 o valor poderá ser de R$ 1.000.000,00 até R$ 4.000.000,00; e na Linha temática 3 esse valor deverá ser entre R$ 1.000.000,00 até R$ 3.000.000,00.  

Serão selecionados projetos de inovação nas demandas específicas descritas abaixo e será contratado o primeiro colocado de cada subtema para apoio com os recursos a serem concedidos.

Linha temática 1 – Demandas Específicas

Doença de Chagas 

  • Desenvolvimento de teste diagnóstico para identificação da viabilidade do protozoário em amostras de alimentos contaminados por Trypanosoma cruzi (T. cruzi). Objetivo: Apoiar estudos de desenvolvimento e/ou padronização de métodos diagnósticos, aplicáveis à implementação no SUS, que permitam responder às lacunas sobre: 
    • a viabilidade de formas infectantes de T. cruzi em alimentos; 
    • tratamentos consistentes nos alimentos para eliminar esta possível chance de transmissão oral da doença ao homem; 
    • compreender a variabilidade genotípica envolvida na transmissão oral do T. cruzi. 
  • PCR para diagnóstico da doença de Chagas. Objetivo: Apoiar estudos de avaliação de métodos, para padronização e validação da PCR para diagnóstico confirmatório da doença Chagas, com diferenciação da fase diagnosticada (aguda ou crônica), a partir de kits com registro na ANVISA.

Leishmaniose 

  • Avaliação da eficácia e segurança do Complexo Lipídico de Anfotericina B no tratamento das Leishmanioses Visceral e Tegumentar. Objetivo: Apoiar estudos de Fase III para avaliação da eficácia e segurança do Complexo Lipídico de Anfotericina B no tratamento das Leishmanioses Visceral e Tegumentar, objetivando a ampliação do uso deste medicamento para o tratamento de pessoas com diagnóstico de leishmanioses no âmbito do SUS. 

Leishmaniose tegumentar 

  • Avaliação de técnicas imunológicas para diagnóstico de leishmaniose tegumentar. Objetivo: Apoiar o desenvolvimento de estudos para validar técnicas imunológicas com kits comerciais, registrados na Anvisa, para diagnóstico da leishmaniose tegumentar. 

Paracoccidioidomicose 

  • Dispositivo Point-of-care para diagnóstico sorológico da Paracoccidioidomicose. Objetivo: apoiar estudos em fases avançadas para desenvolvimento e/ou validação de um teste comercial point-of-care para diagnóstico e/ou prognóstico de Paracoccidioidomicose. 

Tuberculose pediátrica 

  • Desenvolvimento de testes diagnósticos para tuberculose pediátrica. Objetivo: apoiar estudos para desenvolvimento, adaptação e/ou validação de testes para diagnóstico rápido de tuberculose em pessoas com até 10 anos de idade, utilizando amostras de fezes, urina, sangue ou outras de fácil obtenção (exceto escarro). 

Hanseníase 

  • Desenvolvimento de teste rápido para Hanseníase paucibacilar e multibacilar. Objetivo: Apoiar estudos que contemplem o desenvolvimento e/ou a validação de um teste para o diagnóstico ou apoio ao diagnóstico precoce dos casos suspeitos de hanseníase e o desenvolvimento de testes diagnósticos para a hanseníase com possibilidade de uso em contatos de caso confirmado, incluindo testes no ponto de atendimento (Point-of-Care Testing) considerando a possibilidade de uso no SUS. 

Toxoplasmose congênita

  • Apresentação pediátrica de Sulfadiazina e Pirimetamina para o tratamento de toxoplasmose congênita. Objetivo: Apoiar estudos de elaboração de apresentações pediátricas do esquema terapêutico para tratamento de toxoplasmose congênita destinados ao SUS e realizados conforme normativas para futuro registro junto à Anvisa.   

Linha temática 2 – Complexo Industrial da Saúde

Leishmaniose 

  • Desenvolvimento nacional da formulação do medicamento Antimoniato de Meglumina 300 mg/mL na forma de solução injetável. Objetivo: apoiar o parque farmacêutico nacional a fim de estimular o desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde e atender necessidades da assistência farmacêutica dos usuários do SUS. 2.2.2 Toxoplasmose Desenvolvimento nacional da formulação pediátrica dos medicamentos Espiramicina 1.500.000 UI e Sulfadiazina + Pirimetamina + Ácido Folínico, em atendimento às demandas do SUS. 

Hanseníase 

  • Desenvolvimento nacional da formulação associada de comprimido de Clofazimina + Dapsona, em atendimento às demandas do SUS. Objetivo: apoiar o parque farmacêutico nacional a fim de estimular o Complexo Industrial da Saúde no desenvolvimento de formulações voltadas ao atendimento dos pacientes portadores da Hanseníase. 

Febre Maculosa Brasileira 

  • Desenvolvimento nacional da apresentação pediátrica de doxiciclina 100 mg, solução injetável, do esquema terapêutico para tratamento da febre maculosa, em atendimento às demandas do SUS. Objetivo: apoiar o parque farmacêutico nacional a fim de estimular o Complexo Industrial da Saúde no desenvolvimento de formulações voltadas ao atendimento das necessidades de pacientes pediátricos.

Tratamento Oncológico 

  • Desenvolvimento nacional da formulação do medicamento Bussulfano, para pacientes que necessitam de transplante de medula óssea, em atendimento às demandas do SUS. Objetivo: apoiar o parque farmacêutico nacional a fim de estimular o Complexo Industrial da Saúde no desenvolvimento de formulações voltadas ao atendimento dos pacientes que necessitam de transplante de medula óssea. 

Linha temática 3 – Inovação em Diagnóstico e Abordagem terapêutica de DNTs

  • Estudos clínicos para a descoberta e validação de biomarcadores para diagnóstico e prognóstico de DNTs, incluindo estudos observacionais que contribuam diretamente para apoiar esses estudos clínicos;
  • Desenvolvimento e/ou validação de testes diagnósticos para DNTs, incluindo testes no ponto de atendimento (Point of Care Testing);
  • Desenvolvimento de ensaios de diagnóstico multiplex (que permitam a detecção de duas ou mais DNTs em um único ensaio);
  • Desenvolvimento de ferramentas de tecnologia da informação para uso em telemedicina, incluindo Teleconsulta e Telediagnóstico de pacientes com DNTs;
  • Desenvolvimento de novas terapias para prevenção e tratamento de DNTs, incluindo as etapas de descoberta de moléculas e de desenvolvimento pré-clínico;
  • Estudos de reposicionamento de drogas e medicamentos biológicos para DNTs;
  • Desenvolvimento de novas formulações farmacêuticas com o objetivo de aumentar o acesso a tratamentos existentes para DNTs, incluindo pacientes pediátricos e pacientes graves com limitações em tratamentos orais;
  • Estudos de implementação, acesso e logística às tecnologias em saúde para o tratamento de pacientes com DNTs.

Para saber mais acesse a Página da Finep ou o Edital da Chamada Pública.

Fonte: Finep

Continue lendoChamada Pública MCTI/FINEP – Doenças Negligenciadas, Tropicais e transmitidas por Vetores e outras doenças com populações desassistidas

Finep/MCTI publica chamada pública que vai apoiar a implantação e operação de Parques Tecnológicos

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Editais
  • Última modificação do post:13 de dezembro de 2021
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP/MCTI) lançou hoje, dia 13 de dezembro de 2021, a CHAMADA PÚBLICA MCTI/FINEP/FNDCT/CT-VERDE AMARELO – PARQUES TECNOLÓGICOS – SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA O APOIO FINANCEIRO A PARQUES TECNOLÓGICOS EM IMPLANTAÇÃO E EM OPERAÇÃO – 01/2021, que irá destinar R$ 180 milhões de recursos não reembolsáveis do Fundo Verde Amarelo a projetos de parques em implantação ou em operação.

O objetivo da chamada é selecionar propostas para concessão de recursos financeiros não reembolsáveis destinados a Parques Tecnológicos em implantação ou em operação, como forma de incentivar o desenvolvimento tecnológico, o aumento da competitividade e a interação entre empresas e Insituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), bem como promover o desenvolvimento de ecossistemas de inovação e da sociedade do conhecimento.

Serão duas as linhas de apoio: Parques Tecnológicos em Operação (linha A) – à qual serão designados R$ 80 milhões do total de recursos do edital –, se destina a parques já em plena atividade, com empresas instaladas, equipe gestora e infraestrutura operacional consolidadas que permitam seu funcionamento.

E Parques Tecnológicos em Implantação (linha B) – à qual correspondem os R$ 100 milhões restantes –, objetiva parques que integrem um programa formal de desenvolvimento econômico regional e já tenham iniciado obras de infraestrutura, construção ou reformas da sede e outros edifícios do parque e que possuam estrutura gestora para sua implantação.

Serão levados em conta na análise, a capacidade em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) dos parques, seu portifolio de novos produtos, o conjunto de empresas âncoras e a integração do tecido empresarial, bem como sua capacidade de atração de investimentos.

Poderão se candidatar órgãos da administração pública direta ou indireta assim como entidades privadas sem fins lucrativos.  As propostas devem observar o limite de valores especificado por tema. Para a linha A – Parques em Operação, a Finep concederá valor mínimo de R$ 8 milhões e máximo de R$ 15 milhões por projeto. E na linha B – Parques em Implantação, o mínimo de R$ 4 milhões e o máximo de R$ 10 milhões de recursos.  Para ambas, o convenente, a executora ou o interveniente deverão apresentar, no mínimo, 25% do valor dos recursos solicitados à FINEP. As instituições federais também deverão ser integrantes do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI).

O Formulário de Apresentação de Propostas (FAP) está disponível a partir de hoje, através do link: http://www.finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/665

A data final para recebimento eletrônico do FAP no sistema da Finep será as 18h do dia 18 de fevereiro de 2022. A divulgação do resultado final, após todos os trâmites, ocorrerá no dia 14 de junho de 2022.

Os dados da proposta deverão ser enviados para o sistema da Finep até a data e horário limite estabelecidos acima, por meio do FAP específico para esta Seleção Pública, disponível na página da Finep no endereço: https://forms.finep.gov.br/forms/externo/

Para mais detalhes do Edital, acesse o link: http://www.finep.gov.br/images/chamadas-publicas/2021/13_12_2021_Edital_Parques_Tecnologicos_2021.pdf

Continue lendoFinep/MCTI publica chamada pública que vai apoiar a implantação e operação de Parques Tecnológicos

Edital de Apoio à Editoração e Publicação de periódicos vai até dia 22 de dezembro

  • Autor do post:
  • Categoria do post:NotíciaSem categoria
  • Última modificação do post:11 de janeiro de 2022
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Com o objetivo de apoiar a consolidação e a qualificação dos periódicos científicos vinculados às instituições sediadas no estado do Piauí, a FAPEPI mantem aberto até o dia 22 de dezembro o edital de número 008/2021.

Os periódicos devem estar enquadrados no sistema Qualis Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A chamada ainda contempla periódicos novos indexados, com, pelo menos, dois números publicados de forma regular até a data da inscrição

O edital é parte do Programa de Apoio à Participação e Realização de Eventos Científicos, de Divulgação Científica e Tecnológica (PAP-Divulgação Científica). O objetivo do programa é promover a produção de conhecimentos, transferência tecnológica e a inovação em prol do desenvolvimento do estado do Piauí.

Estão habilitados os periódicos promovidos por Instituições de Ensino Superior Públicas (IES), Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTIs) e Entidades Científicas de natureza pública e privadas sem fins lucrativo, sediadas no Piauí, de acordo com as regras do Edital.

Confira o edital.

Continue lendoEdital de Apoio à Editoração e Publicação de periódicos vai até dia 22 de dezembro

UESPI realiza Simpósio de Produção e Seminário de Iniciação Científica

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:1 de dezembro de 2021
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

O XXI Simpósio de Produção Científica e o XX Seminário de Iniciação Científica (SPC & SIC 2021) da Universidade Estadual do Piauí começa na próxima quarta-feira (01). Serão três dias de evento com programação virtual: palestras, mesas redondas, apresentação de vídeo-pôster e premiação. Neste ano, mais de 700 pessoas realizaram a inscrição.

O SPC & SIC tem como objetivo divulgar as pesquisas científicas desenvolvidas na UESPI através do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI); bem como dar visibilidade a outros projetos que são produzidos na instituição.

Programação completa

Dia 01|12 

9h – Solenidade de abertura: XXI Simpósio de Produção Científica e XX Seminário de Iniciação Científica (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

9h30 às 10h30 – Palestra – Investimentos em Ciência e Tecnologia no cenário pandêmico: desafios e perspectivas (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

14h às 16h – Sessões assíncronas de vídeo-pôsteres (Salas do Google Classroom).

16h às 18h – Mesa Redonda: O potencial e os impactos da pesquisa para a UESPI e para a sociedade (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

Dia 02|12  

9h – Palestra: Propriedade Industrial com ênfase em Patentes (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

10h30 às 12h – Videoconferências (Salas do Google meet).

14h às 16h – Sessões assíncronas de vídeo-pôsteres (Salas do Google Classroom).

16h às 18h – Mesa Redonda – A Iniciação científica e a Pandemia: múltiplos olhares (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

Dia 03|12 

9h às 10h30 – Palestra- Planejamento in silico de moléculas bioativas para inibir o SARS-CoV-2 (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

10h30 às 12h – Palestra – Tecnologia e Saúde: impactos e inovação em sistemas inteligentes (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

14h às 16h – Videoconferências (Salas do Google meet).

16h às 18h – Palestra de encerramento: Os desafios do Piauí no desenvolvimento da Ciência e da Tecnologia (Transmissão: canal da UESPI no YouTube).

Continue lendoUESPI realiza Simpósio de Produção e Seminário de Iniciação Científica