FAPEPI divulga retificação do Resultado final da Etapa I do Edital 008/2022 – PAPE

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:22 de março de 2023
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

A Diretoria Técnico-Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) torna público nesta quarta-feira (22), retificação do Resultado Final da Etapa I – Habilitação dos projetos submetidos ao Edital 008/2022 – PROGRAMA DE APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO (PAPE) e pode ser conferido no link abaixo:

RESULTADO RETIFICADO EDITAL Nº 008-2022

Para mais informações acesse o edital.

Continue lendoFAPEPI divulga retificação do Resultado final da Etapa I do Edital 008/2022 – PAPE

Rafael Fonteles dobra investimentos e reajusta bolsas da Fapepi e Uespi

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:17 de março de 2023
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

O governador Rafael Fonteles anunciou, nesta quinta-feira (16), o reajuste nos valores e o aumento no número de bolsas oferecidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), em sessão no Palácio de Karnark.

Governador Rafael Fonteles e Presidente da Fapepi – João Xavier. Foto/ Ascom -Governo do Piauí

Todas as bolsas passam por reajuste em seus valores, já neste mês de março. As de iniciação científica saltam de R$ 400,00 para R$ 700,00. As de Mestrado, de R$ 1.500,00 para R$ 2.100,00. Já as de Doutorado, de R$ 2.200,00 para R$ 3.100,00. Por fim, as de pós-doutorado estão sendo reajustadas de R$ 4.100,00 para R$ 5.200,00.

Em relação ao aumento de bolsas, a FAPEPI aumentará todas as modalidades de bolsas oferecidas, desde as de Iniciação Científica, com aumento de 2 bolsas; As de Mestrado aumentarão em 56; as de doutorado terão um aumento de 22 e as de pós-doutorado, por sua vez terão um acréscimo de 4. Com esta ação, a quantidade de bolsa passará de 516 para 600.

Governador Rafael Fonteles e Gestores. Foto: Ascom-Governo do Piauí.

“É um investimento que reforça o nosso compromisso com a ciência, tecnologia e inovação no Piauí. Queremos, a partir desses reajustes, contribuir ainda mais com a exploração das potencialidades do nosso estado e com a resolução de problemáticas existentes”, afirmou o governador.

Governador Rafael Fonteles, apoiadores e pesquisadores. Foto: Ascom-Governo do Piauí

“A Fapepi tem o dever de fomentar pesquisas, tecnologias e inovações que resolvam os problemas do Piauí, de forma que melhore a qualidade de vida da nossa população. Com esse reajuste e ampliação de vagas, a ciência no estado ganha ainda mais força”, disse o presidente da Fapepi, professor João Xavier.

A bolsista Idlla Holanda, mestranda em Engenharia de Materiais pelo Instituto Federal do Piauí, ressalta que o aumento das bolsas acontece como um momento crucial. “Esse reajuste serve de incentivo para novos estudantes que queiram adentrar nessa área da pesquisa, da ciência, para agregar no cenário científico do Estado, como o próprio governador falou e para nós que somos bolsistas e nessa vivência acadêmica sabemos que muitas vezes são onerosas, são dificultosas”, disse.

Idlla Holanda – Pesquisadora. Foto: Luan Rodrigues

Idlla relembra as dificuldades que um estudante enfrenta para conseguir se manter firme no caminho da ciência. “Muitas vezes nós nos custeamos, o nosso sustento, a mobilidade, alimentação, então tudo isso, é importante para esse aumento, para todos, inclusive da pesquisa em si, pois eu particularmente já tive que encaminhar amostras para fora do Estado, porque minha Instituição não supria dessa economia de ponta que pudesse caracterizar os meus materiais, então essa bolsa é importantíssima para que eu e todos os bolsistas como um todo possamos ter esse fomento, possamos realizar um bom desempenho da pesquisa com ele, e que a gente possa concluir, como também nos custear, a gente sabe que o custo de vida aumentou”, disse a pesquisadora.

Tátila é doutoranda no programa de pós-graduação de Ciência e Engenharia de Materiais pelo Instituto Federal do Piauí e Bolsista da Fapepi, a jovem também recebeu os reajustes das bolsas com bastante otimismo. “É um reajuste muito importante, vejo como uma forma de incentivar os alunos piauienses, a enxergar a ciência como um campo de pesquisa e também como um campo de trabalho, e é importante também porque demonstra o interesse do Governo em incentivar o desenvolvimento tecnológico e cientifico do nosso Estado”, disse a pesquisadora.

Tátila – Pesquisadora. Foto: Luan Rodrigues
Continue lendoRafael Fonteles dobra investimentos e reajusta bolsas da Fapepi e Uespi

FAPEPI participa de Sessão Especial da SBPC em homenagem a Batalha Jenipapo em Campo Maior

Leia mais sobre o artigo FAPEPI participa de Sessão Especial da SBPC em homenagem a Batalha Jenipapo em Campo Maior
Foto: Vivian Costa.
  • Autor do post:
  • Categoria do post:Homenagem
  • Última modificação do post:15 de março de 2023
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Nesta quarta-feira (15), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), participou da Sessão Especial com a temática: “Duzentos anos após a Batalha do Jenipapo: Qual o próximo legado para refundar o Brasil nos próximos duzentos anos?” Evento promovido pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

O evento foi realizado no Instituto Federal do Piauí – Campus Campo Maior, em representação pela passagem dos 200 anos da Batalha do Jenipapo, na última segunda (13), pois foi no dia 13 de março de 1823 que acontecia em Campo Maior umas das mais sangrentas e importantes lutas para a emancipação do nosso Piauí e do Brasil. A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) promoveu o evento para relembrar e colocar em evidência a importância desse momento histórico.

A SBPC busca promover e levantar importantes debates sobre a Ciência no Brasil e em cada Estado Brasileiro. Levar e incentivar o conhecimento. Além do corpo docente e dos palestrantes convidados, durante o evento aconteceu uma apresentação do Reisado de Boa Hora, importante manifestação cultural local, e uma visita ao Monumento Heróis do Jenipapo.

O encontro deixou várias reflexões reproduzidas pelo IF-Campo Maior: Uma sessão que nos traz um importante questionamento. Nossos ancestrais batalharam pela nossa independência, e paira a pergunta: qual o legado que deixaremos? Qual a herança que nossa sociedade deixará para o futuro? São perguntas que só seremos capazes de responder através do enfrentamento às muitas lutas que travamos diariamente, através da Ciência e do conhecimento.

Continue lendoFAPEPI participa de Sessão Especial da SBPC em homenagem a Batalha Jenipapo em Campo Maior

FAPEPI participa de Solenidade de Abertura da Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no Piauí

Leia mais sobre o artigo FAPEPI participa de Solenidade de Abertura da Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no Piauí
Mesa de Honra da solenidade
  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:16 de março de 2023
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

Nesta segunda-feira (13), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), participou da Solenidade de Abertura da Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no Piauí. Este ano, o evento aborda o tema “Território ancestral e promissor: ciência para o desenvolvimento sustentável e inclusivo do Piauí”. Na ocasião, estiveram presentes o Vice-Reitor da UFPI no exercício da reitoria, Viriato Campelo e o Presidente da SBPC, Renato Janine Ribeiro.

A edição deste ano busca debater como o desenvolvimento econômico sustentável pode melhorar a vida das populações excluídas por questões de gênero, etnia ou pobreza. Para o Vice-Reitor, o evento tem o papel de fortalecer o desenvolvimento regional com a colaboração da ciência. “Todos os temas são pertinentes, como arqueologia e paleontologia, nos quais nosso estado cada dia mais se faz presente no cenário mundial. Estamos prontos para essa jornada de trabalho”, comentou.

A edição deste ano busca debater como o desenvolvimento econômico sustentável pode melhorar a vida das populações excluídas por questões de gênero, etnia ou pobreza. Para o Vice-Reitor, o evento tem o papel de fortalecer o desenvolvimento regional com a colaboração da ciência. “Todos os temas são pertinentes, como arqueologia e paleontologia, nos quais nosso estado cada dia mais se faz presente no cenário mundial. Estamos prontos para essa jornada de trabalho”, comentou. 

Estiveram presentes também: o Chefe do Gabinete do Governo do Estado do Piauí, Pedro Rocha Filho, a Secretária Geral da SBPC, Cláudia Linhares Sales, a Coordenadora local da SBPC, Olívia Perez representando o Governador do estado; o Superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, representando o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa; e o Diretor Técnico-Científico da FAPEPI, professor Pedro Antônio Soares Júnior.

Programação

Um dos objetivos da Reunião Regional é popularizar e valorizar a produção científica nacional, para inseri-la no cotidiano dos cidadãos. Além da sessão de abertura, durante os dias 13 e 14, o evento na UFPI contará com três conferências, incluindo a de encerramento, oito mesas-redondas e uma sessão especial.

As temáticas abordarão temas como a “Batalha do Jenipapo”, “Desafios do ensino superior e da pós-graduação” e “A construção de uma sociedade sustentável”. Entre as mesas-redondas, estão programadas discussões sobre “Avanço do agronegócio e da mineração e suas consequências no estado do Piauí”, “Perspectivas para uma economia sustentável no Piauí”, “Território ancestral: desafios nacionais da arqueologia e da paleontologia”, “Qual inclusão social queremos? Que políticas efetivas integram indígenas, quilombolas, mulheres e LGBTQIA+, entre outros?” e “Superação da pobreza (acesso à água, saneamento e geração de riquezas)”.

Já a sessão especial trará uma reflexão sobre “Violência contra as mulheres: como proteger as Janaínas?”. No dia 15/3, a programação segue em Campo Maior, com o tema “Duzentos anos após a Batalha do Jenipapo: qual o legado para refundar o Brasil dos próximos 200 anos”.

Fonte: UFPI

Continue lendoFAPEPI participa de Solenidade de Abertura da Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no Piauí

FAPEPI reajusta bolsas de pós-graduação e iniciação científica

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:16 de março de 2023
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), informa que foi decretado pelo Governo Estado do Piauí, e publicado no Diário Oficial n°43 – Suplementar, o reajuste das bolsas de pós-graduação e iniciação científica.
A FAPEPI solicitou ao governo do estado a equiparação do reajuste feito pelo Governo Federal no dia 16 de fevereiro, implantadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
A FAPEPI destaca que o último reajuste foi realizado em 2013. O aumento é importante para garantir amparo aos discentes que realizam suas atividades em prol do desenvolvimento científico e tecnológico do estado. As bolsas auxiliam os discentes nas modalidades de iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado, com recursos oriundos do tesouro estadual, e auxiliam a permanência dos bolsistas e custeio de itens essenciais como aluguel, alimentação, saúde, cultura, etc.
As bolsas tiveram reajuste de 75% para a iniciação científica, 40% mestrado e doutorado, e de 25% para pós-doutorado.

Reajuste
• Bolsas de iniciação científica: R$ 400,00 para R$ 700,00

• Bolsas de mestrado: R$ 1500,00 para R$ 2100,00;

• Bolsas de doutorado: R$ 2100,00 para R$ 3100,00;

• Bolsas de pós-doutorado: R$ 4100,00 para R$ 5200,00

O reajuste das bolsas será a partir da competência do mês de março de 2023.

Continue lendoFAPEPI reajusta bolsas de pós-graduação e iniciação científica

CAPES prorroga prazo para inscrições em Bolsa Cátedra na Alemanha até dia 17 de março

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:16 de março de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) prorrogou o prazo para inscrição no Programa Cátedra Brasil da Universidade de Münster, na Alemanha. A alteração no Edital nº 39/2022, foi divulgada no dia 01º de março. O novo texto amplia o prazo para envio de candidaturas até o dia 17 de março, as 17 horas.

A relação das inscrições recebidas será publicada em até cinco dias úteis após o encerramento do prazo e a análise das propostas seguirá até 31 de maio.  O resultado da seleção será divulgado até 30/6 e o início das atividades na Alemanha está previsto para acontecer entre setembro e novembro de 2023 ou em janeiro de 2024.

Todas as informações sobre o Programa Cátedra Brasil da Universidade de Münster podem ser obtidas no link.

Os estudos deverão ser realizados na Universidade de Münster e serão financiados pela CAPES.  Serão selecionados até dois candidatos na modalidade Cátedra. Eles poderão indicar um bolsista de pós-doutorado e outro de doutorado-sanduíche.  A vigência das bolsas é de seis a 18 meses, na modalidade Cátedra, e de seis a 12 meses para pós-doutorado e doutorado-sanduíche. A Fundação poderá, ainda, redistribuir o número de benefícios entre as modalidades previstas, em consenso com a instituição anfitriã. Cada chamada será apoiada com até R$ 628 mil. 

Sobre o Programa
Programa Cátedra Brasil da Universidade de Münster apoia a cooperação acadêmica entre instituições de ensino superior e centros de pesquisa brasileiros e alemães, bem como entre pesquisadores que atuam no Brasil e seus pares da instituição anfitriã.

Fonte: Redação – CGOM/CAPES

Continue lendoCAPES prorroga prazo para inscrições em Bolsa Cátedra na Alemanha até dia 17 de março

FAPEPI divulga Resultado Preliminar de Habilitação e Mérito do Edital 001/2023 – Divulgação Científica – PAP

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:27 de fevereiro de 2023
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), por meio da Diretoria Técnico-Científica (DTC), divulga nesta segunda-feira (27) o Resultado Preliminar da Habilitação e Mérito das propostas submetidas ao Edital FAPEPI 001/2023, no âmbito do Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos, de Divulgação Científica e Tecnológica (PAP).

O objetivo da chamada é apoiar financeiramente, durante o intervalo de tempo previsto no Edital, propostas de realizações de eventos de reconhecida relevância científica e/ou tecnológica para o desenvolvimento do Estado do Piauí.

Para eventuais recursos contra a referida etapa ou dúvidas sobre o edital, entre em contato através deste e-mail: dtc@fapepi.pi.gov.br

Acesse o resultado preliminar através deste link.

Acesse o edital através deste link.

Continue lendoFAPEPI divulga Resultado Preliminar de Habilitação e Mérito do Edital 001/2023 – Divulgação Científica – PAP

FAPEPI recebe Coordenadoria Estadual da Juventude

Leia mais sobre o artigo FAPEPI recebe Coordenadoria Estadual da Juventude
Foto: Luan Rodrigues
  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:14 de fevereiro de 2023
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Nessa terça-feira (14), o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), João Xavier da Cruz Neto, reuniu-se com o Coordenador Estadual da Juventude Everton Calisto e demais diretores, visando alinhar uma futura parceria e ações em prol da juventude do Estado.

Foto: Luan Rodrigues

“Estivemos aqui para uma reunião muito produtiva com a Coordenadoria Estadual da Juventude e a FAPEPI, junto ao Professor Xavier, e o Diretor Ernaldo, além de nossos diretores da Coordenadoria da juventude, no qual pudemos tratar de um assunto muito importante para a juventude piauiense que é o diagnóstico da juventude em parceria com a FAPEPI. Já iniciamos as conversas para desenvolver esse diagnóstico e consequentemente a elaboração do produto final que é o plano Estadual da juventude”, afirma Everton Calisto.

Segundo o Calisto, a FAPEPI se mostrou muito parceira para fazer o intermédio dessas mediações entre a Coordenadoria da Juventude e os demais órgãos que atuam para a elaboração desse plano e do Diagnóstico da Juventude.

Continue lendoFAPEPI recebe Coordenadoria Estadual da Juventude

FAPEPI realiza reunião para definir Acordo de Cooperação com CFQ

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:3 de fevereiro de 2023
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

Nesta quarta-feira (01) foi realizada reunião na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), com professores da Universidade Federal do Piauí, Prof. Dr. João Sammy e o Prof. Dr. José Ribeiro dos Santos Júnior representante do Conselho Federal de Química (CFQ). Com o objetivo de apresentar um proposta de acordo de cooperação entre a FAPEPI e o CFQ, representado pelo Prof. Dr. José Ribeiro, professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e conselheiro do CFQ.

A Assessora de Gabinete da FAPEPI, Eliana Abreu, falou sobre o interesse da instituição para a implantação desse acordo.

“Nós fomos procurados pelo Conselho Federal de Química, na pessoa do Professor José Ribeiro, para firmarmos um acordo de cooperação técnica para algumas atividades na área de Química. E nesse sentido, a FAPEPI foi muito receptiva e estamos aguardando, agora, os termos do acordo para que a gente possa conduzir as negociações até firmar esse acordo”, destaca Eliana Abreu.

O Prof. Dr. José Ribeiro dos Santos Júnior, destacou a importância desse acordo para o Piauí e para essa área do conhecimento científico.

“Considerando, a priori, que a gente vai fazer depende de química, seja desinfetante, detergentes, corantes, jeans, tudo tem um pedaço da química. Borracha, polímero. E como aqui no estado tem três instituições que trabalham com química, a Universidade Federal, Estadual e o Instituto Federal, a gente acha que o caminho para ajudar a desenvolver, a trazer mais profissionais e melhorar a qualidade dos profissionais seria um convênio para fomentar na sociedade esse processo de química. Seja o professor que vai dar aula de química, para desmistificar aquela ideia de que a química é um bicho-papão. Não é nada disso. Então, para isso, você treina o professor. Como também criar a consciência de que desmistificando ainda mais uma vez o quê as pessoas têm da química, que é ruim, não é. Química é o bem. Sem a química, a gente não conseguiria fazer, porque adubo para poder fazer defensivos agrícolas, para aumentar a produção. Então, tudo praticamente tá envolvendo química e é nesse sentido que a gente acha que divulgar, congregar a sociedade vai fazer um trabalho bem interessante”, destaca o professor.

O professor também destacou que a ideia de firmar este acordo vem a partir de um planejamento que teve seu surgimento no fim do ano de 2022.

“Essa ideia de trazer para o Estado foi a partir de uma discussão no Conselho Federal de Química, em que o conselho se propôs a ajudar a realizar um evento dessa natureza de divulgação e conhecimento dessa área para a sociedade. Essa ideia nasceu no fim do mês de outubro e novembro do ano passado. Tomei a iniciativa de conversar com o presidente da FAPEPI, Professor Xavier, e aí ver o quê que a gente pode fazer”, acrescenta.

O acordo ainda não foi firmado, mas as partes interessadas estão dialogando para sua efetiva celebração. 

“Para a implantação e quais são os tipos de recursos ou materiais ainda será discutido, porque a gente só está criando as bases para isso. Como essas coisas dependem de recurso, e a gente tem que ver no conselho federal qual a disponibilidade que eles podem trazer. Isso é bom para a gente, pois seria um piloto para o Conselho Federal, também seria interessante fazer um piloto, para depois estender ao resto do país”, finaliza.

Continue lendoFAPEPI realiza reunião para definir Acordo de Cooperação com CFQ

Publicado o resultado preliminar da fase 3 do Centelha Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:CentelhaNotícia
  • Última modificação do post:26 de janeiro de 2023
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), divulga nesta quinta-feira (19) o Resultado final da 3ª Fase do Edital nº002/2022 – Centelha II Piauí.

O Programa é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (FAPEPI).

Como funciona

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

No endereço eletrônico, é possível obter mais informações sobre o programa e seu edital detalhado em todos os estados.

Continue lendoPublicado o resultado preliminar da fase 3 do Centelha Piauí