Proposta piauiense é aprovada em Chamada CNPq / INCT – 2022

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:8 de dezembro de 2022
  • Reading time:5 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, sob as diretrizes do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações – MCTI tornou pública no dia 29 de julho de 2022 Chamada INCT – CNPq nº 58/2022, que tem por objetivo expandir o Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) por meio de apoio a constituição de novos INCTs a partir do fomento a propostas de pesquisa de alto impacto científico e tecnológico em áreas estratégicas e/ou na fronteira do conhecimento, visando a solução dos grandes desafios nacionais.

Nos termos do edital, os Institutos Nacionais caracterizam-se como estruturas de pesquisa de excelência que desenvolvem articuladamente programas de pesquisa de alto impacto científico e/ou tecnológico na fronteira do conhecimento, em rede, de caráter interdisciplinar, com forte interação com o sistema produtivo e com outros grupos de outros países, com objetivos e metas claramente definidos e mensuráveis, com foco nas áreas estratégicas para o País.

No âmbito desta chamada nacional, uma proposta saída da Universidade Federal do Piauí (UFPI) foi aprovada, sendo o único projeto representante do estado. Intitulado “Polissacarídeos: plataformas versáteis para o desenvolvimento de produtos e tecnologias sustentáveis”, é um projeto onde pretende-se construir uma INCT organizada em rede de cooperação acadêmica nacional, com contribuições também internacionais de grupos com histórico de cooperação com grupos brasileiros, voltada à pesquisa e trabalhos de pós-graduação com polissacarídeos. Essa plataforma visa permitir a realização de eventos híbridos possibilitando ampla participação de pesquisadores da área, aumentando a formação e mobilidade de jovens com capacitação para pesquisa básica e tecnológica com polissacarídeos.

A proposta foi submetida pelo professor Edvani Muniz, professor titular do curso de Química da Universidade Federal do Piauí (UFPI), onde vem atuando com grupos de pesquisa da área de materiais, no programa de pós-graduação em materiais e em química. Anteriormente ele atuou durante 35 anos como docente na Universidade Estadual de Maringá (UEM). “Essa proposta tem um direcionamento de buscar aproveitar a rica biodiversidade do Brasil em termos de polissacarídeos. Já existem vários grupos de pesquisa no país trabalhando com polissacarídeos, e agora estamos propondo uma rede nacional de estudos nesse campo do conhecimento”, conta o professor.

Também estão entre os objetivos da proposta estudar conceitos fundamentais e desenvolver novos produtos baseados ou contendo polissacarídeos, estreitar a academia com o setor industrial para maior e melhor uso de tecnologias de produção e de utilização de fontes renováveis na área, além de promover ações de empreendedorismo, startups e difusão do conhecimento sobre polissacarídeos nos diversos níveis de educação das escolas brasileiras, para a conscientização da importância da conservação da biodiversidade e do melhor uso destas macromoléculas, contribuindo para a preservação de fontes não-renováveis e diminuição de problemas ambientais relacionados ao uso de polímeros não-biodegradáveis.

De acordo com as diretrizes do edital, a equipe de pesquisadores deve ter no mínimo oito pessoas com grau de doutor vinculados a, no mínimo, três instituições distintas, preferencialmente em diferentes unidades da federação. A proposta aprovada propõe a integração de uma equipe de 51 pesquisadores de 15 instituições (14 públicas e uma privada). As 15 IES estão distribuídas em 9 estados da federação, cobrindo todas as 5 regiões geográficas brasileiras e com cooperações de cerca de 20 grupos de pesquisas internacionais da América do Norte, Sul e Europa. A UFPI é a IES que lidera este projeto de INCT. 

“Com a implantação desta INCT no Piauí, a UFPI e o próprio estado passam a ser referência nessa área de estudo, e esperamos que tenhamos sucesso na execução dessa proposta, que é muito importante para o campo de estudo em materiais, na área da química e a própria ciência piauiense. Esperamos também estreitar relações com a FAPEPI na execução deste projeto, finaliza o professor Edvani.  

Continuar lendoProposta piauiense é aprovada em Chamada CNPq / INCT – 2022

Últimos dias para inscrição na Chamada Pública ERC-CONFAP-CNPQ 2022

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:22 de novembro de 2022
  • Reading time:5 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) convidam pesquisadores do Brasil a buscar colaborações de pesquisa com pesquisadores doutores já apoiados por subsídios do Conselho Europeu de Pesquisa (ERC) financiados pela UE. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), receberá as propostas das candidaturas elegíveis no estado do Piauí, e apoiará com suporte financeiro para a viagem de intercâmbio do pesquisador. O prazo máximo para submissão de propostas será até dia 15 de dezembro de 2022.

A chamada é lançada a partir dos acordos de implementação estabelecidos entre a Comissão Europeia e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) para fornecer oportunidades de pesquisa na Europa para pesquisadores brasileiros, assinado em 13 de outubro de 2016. A chamada também é resguardada pelo Acordo Administrativo entre a Comissão Europeia, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), referentes aos mecanismos de apoio à cooperação UE-Brasil em atividades de pesquisa e inovação, assinados em 19 de novembro de 2021. 

Os pesquisadores elegíveis do Brasil

Podem submeter propostas os pesquisadores ativos no Brasil, detentores de título de doutorado, que estejam implementando atividades de pesquisa dentro de universidades, institutos ou centros de pesquisa brasileiros.

Os projetos financiados pelo ERC, buscando acolher os pesquisadores brasileiros, cobrem uma vasta gama de áreas científicas e foram selecionados pela Comissão Europeia e pelo ERC, nos seguintes painéis de avaliação:

  • Biologia Molecular e Estrutural e Bioquímica
  • Genética, Genômica, Bioinformática e Biologia de
  • Sistemas
  • Biologia Celular e do Desenvolvimento
  • Fisiologia, Fisiopatologia e Endocrinologia
  • Neurociências e Distúrbios neurais
  • Imunidade e Infecção
  • Ferramentas Diagnósticas, Terapias e Saúde Pública
  • Biologia Evolutiva, Populacional e Ambiental
  • Ciências da vida aplicadas e biotecnologia não médica
  • Matemática
  • Constituintes Fundamentais da Matéria
  • Física de matéria condensada
  • Ciências Químicas Físicas e Analíticas
  • Química Sintética e Materiais
  • Ciência da Computação e Informática
  • Engenharia de Sistemas e Comunicação
  • Engenharia de Produtos e Processos
  • Ciências do Universo
  • Ciência do Sistema Terrestre
  • Mercados, Indivíduos e Instituições
  • Instituições, Valores, Crenças e Comportamento
  • Meio Ambiente, Espaço e População
  • A mente humana e sua complexidade
  • Culturas e Produção Cultural
  • O estudo do passado humano
  • Sinergia

Os pesquisadores elegíveis deverão acessar o portal on-line, disponível no link, para realizar as inscrições e envio dos documentos exigidos no edital. 

Para mais informações, assistência e suporte entre em contato através do e-mail disponível.

Mais informações sobre “equipes do ERC abertas ao mundo” acesse o link disponível.

Fonte: CONFAP

Continuar lendoÚltimos dias para inscrição na Chamada Pública ERC-CONFAP-CNPQ 2022

CNPq lança nova chamada do Programa de Mestrado e Doutorado para Inovação – MAI/DAI

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:17 de novembro de 2022
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou, nesta quarta, 16, a Chamada Pública CNPq nº 68/2022 – Programa de Mestrado e Doutorado para Inovação – MAI/DAI, que visa à concessão de bolsas de doutorado, mestrado e iniciação tecnológica em projetos a serem apresentados pelas Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação  – ICTs. Os investimentos totais previstos pela chamada são de R$ 50 milhões e a submissão de propostas vai até 2 de janeiro de 2023.

Programa MAI/DAI busca fortalecer a pesquisa, o empreendedorismo e a inovação nas ICTs, por meio do envolvimento de estudantes de graduação e pós-graduação em projetos de interesse do setor empresarial, mediante parceria com empresas.

Desde 2013, quando estabeleceu de forma pioneira o Programa de Doutorado – DAI, o CNPq tem lançado regularmente Chamadas Públicas, com o objetivo de consolidar essa ação.

A partir de 2020, com o lançamento da Chamada CNPQ nº 12/2020 – Programa de Mestrado e Doutorado para Inovação – MAI/DAI, o CNPq amplia o escopo do Programa, ao incluir a participação de estudantes de mestrado e de graduação nos projetos apoiados.

Clique aqui e acesse o texto completo da Chamada Pública CNPq nº 68/2022 – Programa de Mestrado e Doutorado para Inovação – MAI/DAI.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq lança nova chamada do Programa de Mestrado e Doutorado para Inovação – MAI/DAI

CNPq lança Chamada Pública para parcerias com Pessoas Jurídicas de Direito Privado

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:25 de outubro de 2022
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulga a Chamada Pública para submissão de propostas de Pessoas Jurídicas de Direito Privado interessadas em apoiar ações e projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação por meio de parcerias, nas seguintes linhas de interesse.

O envio das propostas ao CNPq deverá ser feito ao endereço eletrônico sespi@cnpq.br, com o assunto “Chamamento Público”, até a data limite de 30/12/2022.

• As propostas devem atender a alguns dos seguintes temas:

• Apoio ao desenvolvimento de projetos científicos, tecnológicos e de inovação;

• Formação e qualificação de pessoas para a pesquisa e inovação, no país e/ou no exterior;

• Apoio e ações de prêmios, de divulgação científica, tecnológicas e de inovação; e
Formação de redes de cooperação entre instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTS) e empresas/indústrias, no país e/ou no exterior.

Nas parcerias que envolver recursos financeiros para as ações a serem desenvolvidas, esses serão aportados pela empresa proponente, não havendo limite pré-estabelecido a ser investido.

Benefícios

• Atuação em abrangência nacional com a credibilidade do CNPq.

• Participação na agenda de pesquisa nacional.

• Fomento a ações e projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, a partir da demanda da empresa.

Além dos programas e modalidades de fomento já desenvolvidos e/ou mantidos pelo próprio Conselho, o CNPq tem interesse em outras ações que promovam o conhecimento científico, o desenvolvimento tecnológico e a inovação, com elevado potencial de impacto intelectual, social e econômico para o país e ainda capacidade de projetar mundialmente a ciência produzida no Brasil, observados os parâmetros internacionais de mérito e as boas práticas científicas.

O CNPq comunicará a empresa interessada a respeito da decisão pela abertura ou não de negociação para o estabelecimento da parceria pleiteada em até 45 (quarenta e cinco) dias após o recebimento da proposta.

Acesse aqui a Chamada Pública.

Acesse aqui a lista de propostas recebidas.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq lança Chamada Pública para parcerias com Pessoas Jurídicas de Direito Privado

Inscrições abertas para Chamada pública ERC/CONFAP/CNPQ 2022

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:30 de setembro de 2022
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) convidam pesquisadores do Brasil a buscar colaborações de pesquisa com pesquisadores doutores já apoiados por subsídios do Conselho Europeu de Pesquisa (ERC) financiados pela UE. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), receberá as propostas das candidaturas elegíveis no estado do Piauí, e apoiará com suporte financeiro para a viagem de intercâmbio do pesquisador. O prazo máximo para submissão de propostas será até dia 15 de dezembro de 2022.

A chamada é lançada a partir dos acordos de implementação estabelecidos entre a Comissão Europeia e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) para fornecer oportunidades de pesquisa na Europa para pesquisadores brasileiros, assinado em 13 de outubro de 2016. A chamada também é resguardada pelo Acordo Administrativo entre a Comissão Europeia, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), referentes aos mecanismos de apoio à cooperação UE-Brasil em atividades de pesquisa e inovação, assinados em 19 de novembro de 2021. 

Os pesquisadores elegíveis do Brasil

Podem submeter propostas os pesquisadores ativos no Brasil, detentores de título de doutorado, que estejam implementando atividades de pesquisa dentro de universidades, institutos ou centros de pesquisa brasileiros.

Os projetos financiados pelo ERC, buscando acolher os pesquisadores brasileiros, cobrem uma vasta gama de áreas científicas e foram selecionados pela Comissão Europeia e pelo ERC, nos seguintes painéis de avaliação:

  • Biologia Molecular e Estrutural e Bioquímica
  • Genética, Genômica, Bioinformática e Biologia de
  • Sistemas
  • Biologia Celular e do Desenvolvimento
  • Fisiologia, Fisiopatologia e Endocrinologia
  • Neurociências e Distúrbios neurais
  • Imunidade e Infecção
  • Ferramentas Diagnósticas, Terapias e Saúde Pública
  • Biologia Evolutiva, Populacional e Ambiental
  • Ciências da vida aplicadas e biotecnologia não médica
  • Matemática
  • Constituintes Fundamentais da Matéria
  • Física de matéria condensada
  • Ciências Químicas Físicas e Analíticas
  • Química Sintética e Materiais
  • Ciência da Computação e Informática
  • Engenharia de Sistemas e Comunicação
  • Engenharia de Produtos e Processos
  • Ciências do Universo
  • Ciência do Sistema Terrestre
  • Mercados, Indivíduos e Instituições
  • Instituições, Valores, Crenças e Comportamento
  • Meio Ambiente, Espaço e População
  • A mente humana e sua complexidade
  • Culturas e Produção Cultural
  • O estudo do passado humano
  • Sinergia

Os pesquisadores elegíveis deverão acessar o portal on-line, disponível no link, para realizar as inscrições e envio dos documentos exigidos no edital. 

Acesse aqui as Diretrizes da FAPEPI para submissão de propostas.

Para mais informações, assistência e suporte entre em contato através do e-mail disponível.

Mais informações sobre “equipes do ERC abertas ao mundo” acesse o link disponível.

Continuar lendoInscrições abertas para Chamada pública ERC/CONFAP/CNPQ 2022

FAPEPI, CONFAP e CNPq participam da Chamada Biodiversa

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:20 de setembro de 2022
  • Reading time:5 minuto(s) de leitura

Biodiversa+, Parceria Europeia de Biodiversidade implementada no âmbito do programa de pesquisa e inovação Horizon Europelançou nesta quinta-feira, 08/09, a Chamada Transnacional Conjunta Biodiversa+ 2022-2023/ BiodivMon.

A chamada tem por objetivo apoiar projetos de pesquisa e inovação sobre o monitoramento transnacional da biodiversidade e mudança do ecossistema para a ciência e a sociedade, promovendo a integração das ciências naturais, ciências técnicas e ciências humanas.

Participam desta chamada transnacional conjunta 48 instituições de 34 países e a Comissão Europeia, com orçamento total de 40 milhões de euros, considerando todos os países envolvidos. No Brasil, o apoio será concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pelas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) que aderiram à chamada (vide listagem abaixo). O orçamento disponível no Brasil é de aproximadamente 1 milhão de euros. (confira os orçamentos confirmados até o momento).

Relação de FAPs que aderiram à chamada:

  1. Fundação Araucária (Paraná);
  2. FAPDF (Distrito Federal);
  3. FAPEAL (Alagoas);
  4. FAPEAM (Amazonas);
  5. FAPEAP (Amapá); 
  6. FAPEG (Goiás);
  7. FAPEMA (Maranhão);
  8. FAPEMAT (Mato Grosso);
  9. FAPEPI (Piauí);
  10. FAPERGS (Rio Grande do Sul);
  11. FAPERJ (Rio de Janeiro);
  12. FAPES (Espírito Santo);
  13. FAPESB (Bahia);
  14. FAPESC (Santa Catarina);
  15. FAPESPA (Pará);
  16. FAPESQ (Paraíba);
  17. FAPT (Tocantins);
  18. FUNCAP (Ceará);
  19. FUNDECT (Mato Grosso do Sul);
  20. FAPERO (Rondônia).

*Outras FAPs ainda podem aderir à Chamada.

Submissão de Proposta

– Acesse a íntegra da Chamada Transnacional Conjunta Biodiversa+ 2022-2023/ BiodivMon, as Perguntas Frequentes e a plataforma de submissão de proposta no link: www.biodiversa.org/2017 (consulte no link as Diretrizes Nacionais dos Países envolvidos)

– Acesse a plataforma da Biodiversa+ para busca de parceiros no link: proposals.etag.ee/biodiversa/2022/partner-search

– No dia 20 de setembro, às 10h (BRT), a Biodiversa+ realizará o webinar para esclarecimento de dúvidas sobre a chamada. Para participar, inscreva-se no link

Mais informações

Questões específicas de elegibilidade e modalidades de participação via CNPq ou via FAPs podem ser esclarecidas com os Pontos de Contato das instituições.Consulte aqui os contatos e orçamentos que serão disponibilizados pelas instituições brasileiras

Questões gerais e técnicas sobre a chamada podem ser esclarecidas com o Ponto de Contato Nacional do CONFAP: Elisa Natola (elisa.confap@gmail.com) ou do CNPq: Dileine Cunha (dileine.cunha@cnpq.br).

Cronograma

  • Lançamento da Chamada: 8 de setembro de 2022;
  • Prazo para submissão de pré-propostas: 9 de novembro 2022;
  • Prazo para submissão de propostas completas: 5 de abril 2023;
  • Prazo para início dos projetos: a partir de 1º de dezembro de 2023 até 1º de abril de 2024.

Assessoria de Comunicação – CONFAP

Continuar lendoFAPEPI, CONFAP e CNPq participam da Chamada Biodiversa

FAPEPI e CNPq lançam edital para apoio à Fixação de Jovens Doutores

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:8 de setembro de 2022
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

Foi lançado hoje (08) o edital 007-2022, de Apoio à Fixação de Jovens Doutores no Brasil. A seleção é uma iniciativa do Governo do Estado do Piauí, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Serão concedidas 22 bolsas de Pós-Doutorado Júnior (PDJ) e Pós-Doutorado Empresarial (PDI) com duração de até 24 (vinte e quatro) meses, sob responsabilidade do CNPq, e auxílio à pesquisa (custeio e/ou capital) no valor de R$50.000,00 (cinquenta mil reais), sob responsabilidade da FAPEPI.

O objetivo é apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País, por meio da concessão de bolsas e auxílio à pesquisa  para jovens doutores em todas as áreas do conhecimento.

Além de criar condições favoráveis para que jovens doutores possam prosseguir com suas atividades de pesquisa junto a grupos e redes de reconhecida excelência no Estado do Piauí e contribuir para a retenção de jovens doutores em Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs) e empresas, em áreas consideradas de vanguarda científico-tecnológica e/ou em temas estratégicos para o desenvolvimento sócio econômico do Estado do Piauí.

Interessados deverão apresentar propostas de  projetos de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e de inovação para obtenção de apoio  financeiro no âmbito do Programa de Apoio à Fixação de Jovens Doutores no Brasil, seguindo o cronograma do Edital.

Comunicações sobre o edital devem ser feitas através do e-mail dtc.fapepi2@gmail.com. Confira a chamada na íntegra visitando a página clicando aqui.

Continuar lendoFAPEPI e CNPq lançam edital para apoio à Fixação de Jovens Doutores

CNPq e MCTI lançam Chamada Pública para o setor de transporte

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:30 de agosto de 2022
  • Reading time:5 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), lançam Chamada Pública para o setor de transporte e convida os interessados a apresentarem propostas.

O objetivo é apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País, na área de transporte.

São objetivos e diretrizes desta chamada: o fomento a projetos de pesquisa em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT & I) na área de Transporte em conformidade com o disposto nesta Chamada, e nas linhas de pesquisa.

O escopo dos projetos submetidos deve ser aderente a uma das seguintes Linhas de pesquisa:

  • Inovações no transporte, incluindo os sistemas inteligentes e integrados de passageiros e carga, a automação e a robótica integrada ao transporte, e o processo produtivo (indústria 4.0, manufatura aditiva, novos materiais e reciclagem).
  • Transporte inteligente no contexto brasileiro, incluindo os veículos autônomos, as cidades inteligentes e sustentáveis e as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) para o trânsito (IoT, redes de sensores, 5/6G, aplicações de IA, MaaS, estruturação de bases de dados).
  • Inovações em tecnologias de infraestrutura e superestrutura rodoviária e ferroviária, com foco em novos materiais e suas tecnologias de produção, novos processos construtivos e melhoria de desempenho de materiais e processos construtivos convencionais, observado os aspectos referentes à sustentabilidade e à redução de custos.
  • Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação nos setores de transporte com foco no planejamento, intermodalidade e regulação, objetivando maior eficiência da rede.

Submissão de proposta

O prazo para submissão de proposta encerrará no dia 31/08/2022, conforme edital. O período de Julgamento será de 19 a 30/09/2022. A divulgação do resultado preliminar do julgamento no Diário Oficial da União, por extrato, e na página do CNPq na internet em 14/10/2022. O prazo final para interposição de recurso administrativo será 24/10/2022. A divulgação da decisão no Diário Oficial da União, por extrato, e na página do CNPq na internet será 28/11/2022.

Critérios de Elegibilidade

O responsável pela apresentação da proposta deverá, obrigatoriamente ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, atualizado até a data limite para submissão da proposta; possuir o título de Doutor; ser o coordenador do projeto; ter vínculo formal com a instituição de execução do projeto.

Vínculo formal é entendido como toda e qualquer forma de vinculação existente entre o proponente, pessoa física, e a instituição de execução do projeto.

A instituição de execução do projeto deverá estar cadastrada no Diretório de Instituições do CNPq, devendo ser uma Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT). A instituição de execução do projeto é aquela com a qual o proponente deve apresentar vínculo.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global de R$ 16.100.000,00 (dezesseis milhões e cem mil reais) oriundos do FNDCT/Fundos Setoriais, a serem liberados de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq e na forma pactuada entre as partes.

As propostas deverão ser submetidas em uma das seguintes Faixas:

  • Faixa A – Grupos de Pesquisa prioritariamente em colaboração com empresas e agentes do setor com limite máximo de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) por projeto;
  • Faixa B – Grupos de pesquisa obrigatoriamente em colaboração com empresas e entes do setor produtivo com limite máximo de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) por projeto; e
  • Faixa C – Grupos de pesquisa obrigatoriamente em colaboração com empresas e entes do setor produtivo com limite máximo de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por projeto.

Para mais informações acesse a página do CNPq.

Edital da Chamada disponível aqui.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq e MCTI lançam Chamada Pública para o setor de transporte

CNPq e MCTI lançam Chamada Pública para pesquisas destinadas ao Combate à poluição no mar

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:30 de agosto de 2022
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lançam a Chamada Pública CNPq/MCTI-FNDCT CT-Petro Nº 43/2022, para concessão de bolsas e auxílio financeiro para pesquisas destinadas ao Combate à poluição no mar e ambientes marinhos causada pelo plástico e seus subprodutos. 

A ideia é apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País em consonância com o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar (PNCLM). Os objetivos e diretrizes desta chamada são: 

  • Desenvolver diagnóstico e estratégias tecnológicas para combater a poluição no mar e ambientes marinhos causada pelo plástico e seus subprodutos em consonância com o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar – PNCLM.
  • Promover ações de educação, popularização e/ou divulgação científica para diferentes tipos de público, alcançando amplos setores da sociedade em articulação com especialistas, grupos e instituições que atuam nas áreas de educação formal e não formal. 

O prazo para submissão de propostas será até, às 23h59, do dia 05 de setembro. Os interessados devem realizar a inscrição, exclusivamente via Internet, através do Formulário de Propostas online disponível na Plataforma Integrada Carlos Chagas.

Serão selecionados projetos integrados ou redes de pesquisa em três distintas Linhas de Pesquisa:

Linha 1: Quantificação e tipificação do plástico. O objetivo desta linha é o de estabelecer o desenvolvimento de banco de dados com informações sobre os tipos de resíduos, fontes de origem, quantidades e distribuição do lixo no mar brasileiro com a finalidade de monitorar a efetividade das intervenções práticas e políticas para o combate ao lixo no mar. 

Linha 2: Tecnologias para decomposição, tratamento e substituição do plástico. O objetivo desta linha é o de fomentar projetos de inovação tecnológica para o aproveitamento do plástico recolhido do ambiente marinho, propiciar o desenvolvimento de materiais avançados para redesenho de produtos e substituição do plástico, com a finalidade de reduzir gradativamente o lixo presente nas praias brasileiras e nas águas do mar, atuando para que os impactos gerados por esses resíduos sejam minimizados. 

Linha 3: Redes de monitoramento da cadeia produtiva do plástico incluindo descarte e reciclagem. O objetivo desta linha é subsidiar o monitoramento da poluição causada pelo plástico na costa brasileira conforme previsto no PNCLM. Para tanto é necessário a realização de estudos da cadeia produtiva do plástico e seus subprodutos que forneçam dados e informações com metodologia científica padronizada, promovendo maior conhecimento e capacidade de pesquisa para subsidiar a tomada de decisão.  

Para saber mais acesse o link disponível.

Para consultar o edital acesse o link disponível.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq e MCTI lançam Chamada Pública para pesquisas destinadas ao Combate à poluição no mar

CNPq lança Chamada Pública para concessão de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas

  • Post author:
  • Post category:NotíciaSem categoria
  • Post last modified:24 de junho de 2022
  • Reading time:5 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou a Chamada Pública para apresentação de propostas de instituições interessadas em participar do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (PIBIC-Af).

O Programa irá conceder bolsas de Iniciação Científica (IC). A concessão das bolsas ocorrerá em dois ciclos de 12 meses: 01 de setembro de 2022 a 31 de agosto de 2023 e 01 de setembro de 2023 a 31 de agosto de 2024. O objetivo é selecionar Instituições de Ensino Superior (IESs) públicas que tenham política de pesquisa científica institucionalizada e que tenham implementadas políticas de ação afirmativa para o ingresso de estudantes de grupos historicamente excluídos no Ensino Superior, além de promover a formação de estudantes de graduação beneficiários de políticas de ações afirmativas das IESs públicas no método científico e em outros conceitos fundamentais para a produção do conhecimento científico. O programa também visa contribuir para a formação de recursos humanos para a ciência dentre beneficiários de políticas de ações afirmativas das IESs públicas. Dessa forma, o programa visa possibilitar o acesso e a integração dos estudantes beneficiários de políticas de ações afirmativas para ingresso no ensino superior de grupos historicamente excluídos do ambiente acadêmico à cultura científica.

Os critérios de elegibilidade são obrigatórios e a ausência de qualquer um deles resultará no indeferimento da proposta.

  • O responsável pela apresentação da proposta deverá, obrigatoriamente:
    • a) estar cadastrado como Representante Institucional de Iniciação Científica no Diretório de Instituições (DI) do CNPq;
    • b) ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, atualizado até a data limite para submissão da proposta, e
    • c) ter vínculo formal com a instituição de execução da proposta.
  • Vínculo formal é entendido como toda e qualquer forma de vinculação existente entre o proponente, pessoa física, e a instituição de execução da proposta.
  • Na inexistência de vínculo empregatício ou funcional, o vínculo deverá estar caracterizado por meio de documento oficial que comprove haver concordância entre o proponente e a instituição de execução da proposta para o desenvolvimento da atividade de pesquisa e/ou ensino, documento que deverá ficar em poder do proponente, não sendo necessária a remessa ao CNPq.
  • No formulário de submissão da proposta, o proponente deverá declarar, para os devidos fins de direito, que não possui qualquer inadimplência com o CNPq e com a Administração Pública Federal, direta ou indireta, sob pena de indeferimento.
  • Caso constatada, a qualquer tempo, a falsidade da declaração, o CNPq adotará as providências cabíveis diante dos indícios de crime de falsidade ideológica.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global da ordem de R$ 8.000.000,00, sendo este total oriundo do orçamento do CNPq, a ser liberado de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq.

As propostas deverão ser encaminhadas ao CNPq exclusivamente via Internet, utilizando-se o Formulário de Propostas online disponível na Plataforma Integrada Carlos Chagas. O horário limite para submissão das propostas ao CNPq será até às 23h59, horário de Brasília, do dia 01 de agosto de 2022.

A divulgação do resultado preliminar do julgamento no Diário Oficial da União, por extrato, e na página do CNPq na internet.

Para mais informações acesse o link.

Para acessar a Chamada Pública clique aqui.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq lança Chamada Pública para concessão de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas