Oficina na Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí visa moldar o futuro da Pós-Graduação no Brasil

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:4 de setembro de 2023
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

No cenário desafiador da educação e da pesquisa no Brasil, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI) promove na próxima terça-feira (05), uma Oficina de Construção da Agenda Nacional de Formação de Recursos Humanos de Alto Nível e de prospecção sobre Inovações na Pós-Graduação. O evento marca o início de uma iniciativa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível Superior (CAPES), que deve percorrer todas as 27 Unidades da Federação com o objetivo de compor o novo Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG) para o período de 2024 a 2028.

A oficina, a ser realizada na sede da FAPEPI, vai reunir uma gama diversificada de representantes estratégicos da comunidade científica, do setor público, do setor empresarial e da sociedade civil organizada, com o objetivo de compartilhar o compromisso de promover o avanço da educação e da ciência no Estado do Piauí e em todo o país.


Segundo o convite oficial, o evento vai proporcionar um espaço para diálogos significativos sobre os temas prioritários para o Estado do Piauí, que demandam investimentos na formação e fixação de mestres e doutores, além da atração de pós-doutores. Na oportunidade, também serão discutidas potenciais inovações necessárias na pós-graduação brasileira, visando fortalecer ainda mais o sistema de pesquisa e educação superior do país.


A presença dos convidados é vista como fundamental para enriquecer os debates e compartilhar valiosas perspectivas de cada setor representado. A expectativa é que a oficina contribua significativamente para moldar o futuro do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), uma peça fundamental no desenvolvimento do país.


A iniciativa da FAPEPI é recebida com entusiasmo por aqueles que se preocupam com o avanço da pesquisa e da educação superior no Brasil. A construção de um PNPG robusto e atualizado é vista como um passo crucial para enfrentar os desafios do século XXI e promover o desenvolvimento sustentável em todas as regiões do país.


Agradecendo antecipadamente pelo interesse e engajamento dos participantes, a FAPEPI reforça a importância desta iniciativa e destaca o potencial transformador que a Oficina de construção da Agenda Nacional de Formação de Recursos Humanos de Alto Nível e de prospecção sobre Inovações na Pós-Graduação pode ter para o futuro da educação e da pesquisa no Brasil.

Continue lendoOficina na Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí visa moldar o futuro da Pós-Graduação no Brasil

Revista Sapiência lança sua 47ª edição com o tema Ciência é Saúde

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:21 de agosto de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A aguardada 47ª edição da Revista Sapiência chega aos leitores, trazendo à luz conteúdos diversificados que unem conhecimento científico a questões de saúde e bem-estar humano, a revista reafirma seu compromisso em promover a compreensão pública e democratizar o acesso ao saber.

Com a temática “Ciência é Saúde”, a edição apresenta um mosaico de artigos, entrevistas e análises que destacam os avanços científicos mais recentes e seu impacto direto na melhoria da saúde humana. A revista procura desvendar termos técnicos e complexidades, oferecendo uma perspectiva clara e acessível para leitores de todas as idades e níveis de conhecimento.

Destaques da edição:

  • Entrevista com a professora Lilian Catenacci, doutora em Epidemiologia pelo Instituto Evandro Chagas (PA) e ganhadora do prêmio “Para Mulheres na Ciência – 2021” (For Women in Science).
  • Reportagem sobre as estatísticas dos acidentes de trânsito no Piauí e ações do Centro de Inteligência em Agravos Tropicais, Emergentes e Negligenciados (CIATEN), no combate e redução destas fatalidades.
  • Artigo especial sobre a importância do CIATEN para os desafios modernos em saúde
  • Depoimentos
  • Dicas de livros

A Sapiência é a revista de Popularização Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), e há anos tem sido uma voz influente no diálogo entre a ciência e o público. Sua 47ª edição reforça esse compromisso, atuando como uma ponte entre pesquisadores, especialistas e o cidadão comum, enriquecendo a compreensão mútua e fomentando a tomada de decisões informadas.

Clique aqui para acessar a revista.

Continue lendoRevista Sapiência lança sua 47ª edição com o tema Ciência é Saúde

Primeira reunião do Conselho Superior da FAPEPI marca discussões sobre indicadores, desafios e metas da Fundação

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:17 de agosto de 2023
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

O Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (CONSU-FAPEPI), esteve reunido na última terça-feira (15), para o primeiro encontro de conselheiros do ano de 2023. A reunião transcorreu normalmente em meio ao apagão que afetou o Piauí e vários estados do Brasil.

Um momento importante de aproximação com a nova gestão, em que conselheiros e equipe FAPEPI definiram as metas que nortearão suas ações futuras e dialogaram sobre os desafios e indicadores da Fundação.

Conselho Superior da FAPEPI e servidores da Fundação em reunião para direcionar as ações do Conselho 2023-2026.

Durante o encontro estiveram presentes representantes de diferentes órgãos que compõe o Conselho Superior da Fundação, como Cristovam Colombo (SEFAZ), Liége Moura (SEPLAN), Edivan Vieira (FÓRUM – PPG/ UFPI), Olívia Pérez (SBPC), João de Deus (ALEPI), além da equipe FAPEPI: presidente, João Xavier, o diretor administrativo e financeiro, Ernaldo Vale, o diretor técnico-científico, Pedro Soares, a diretora de desenvolvimento científico e tecnológico, Eliciana Vieira e demais servidores da instituição.

A primeira reunião do Conselho Superior da FAPEPI deixou claro o compromisso da Fundação em buscar soluções para desafios presentes e futuros, ao mesmo tempo em que mantém o foco no fortalecimento da pesquisa científica e tecnológica do Piauí. A expectativa é que essas discussões repercutam positivamente nas ações da instituição, contribuindo para um cenário promissor de desenvolvimento no estado.

Membros do Conselho Superior FAPEPI- 2023-2026

Continue lendoPrimeira reunião do Conselho Superior da FAPEPI marca discussões sobre indicadores, desafios e metas da Fundação

FAPEPI divulga nono resultado preliminar do edital de Apoio à Realização de Eventos Científicos, de Divulgação Científica e Tecnológica

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:10 de agosto de 2023
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), por meio da Diretoria Técnico-Científica (DTC), divulga o nono Resultado Preliminar de Habilitação e Mérito das propostas submetidas no período de 30 junho a 24 de julho, ao Edital N° 001/2023, no âmbito do Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos, de Divulgação Científica e Tecnológica (PAP).


O objetivo da chamada é apoiar financeiramente, durante o intervalo de tempo previsto no Edital, propostas de realizações de eventos de reconhecida relevância científica e/ou tecnológica para o desenvolvimento do Estado do Piauí.


Para eventuais recursos contra a referida etapa ou dúvidas sobre o edital, entre em contato através do e-mail: dtc@fapepi.pi.gov.br .


Clique aqui para acessar o resultado.

Continue lendoFAPEPI divulga nono resultado preliminar do edital de Apoio à Realização de Eventos Científicos, de Divulgação Científica e Tecnológica

FAPEPI e IFPI em Ação: Desenvolvimento Científico e Tecnológico na 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:31 de julho de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI) desempenhou um papel fundamental no apoio às ações do Instituto Federal do Piauí (IFPI) para a realização da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, com a submissão de nove propostas para a Chamada CNPq/MCTI Nº 01/2023. Essa chamada, promovida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), tem como objetivo apoiar eventos gratuitos e abertos à comunidade, com o propósito de contribuir significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do país, bem como promover a divulgação e popularização da ciência.

FAPEPI e IFPI elaboram ações para a realização da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia


O Presidente da FAPEPI, professor João Xavier da Cruz Neto, deu um importante respaldo para a realização dessas propostas, demonstrando o comprometimento da instituição com o desenvolvimento da ciência e tecnologia no estado do Piauí. Além disso, as Coordenações de Pesquisa dos campi e os servidores do IFPI, juntamente com outras instituições parceiras, contribuíram de forma significativa para o sucesso das iniciativas apresentadas.


As nove propostas submetidas pelos instituições foram distribuídas de maneira estratégica, abrangendo diferentes linhas de atuação, a fim de ampliar o impacto das atividades propostas. Foram seis propostas na linha C, voltada para eventos de abrangência escolar, que envolviam os campi de Parnaíba, Campo Maior, Floriano, São João do Piauí, Oeiras e Uruçuí. Além disso, duas propostas foram apresentadas na linha B, para eventos de abrangência intermunicipal, nos campi de Piripiri e Cocal. E, por fim, uma proposta de abrangência estadual, liderada pelo IFPI em conjunto com outras instituições parceiras, como a FAPEPI, UESPI, EMBRAPA e SENAI.


Essas propostas, uma vez aprovadas, contarão com financiamento por parte do Governo Federal e seguirão o tema “Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável”. Essa abordagem mostra o compromisso do IFPI e da FAPEPI em direcionar esforços para a busca de soluções científicas e tecnológicas que sejam sustentáveis e contribuam para o desenvolvimento do estado e do país como um todo.


Dessa forma, a participação ativa e o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí fortalecem o cenário científico e tecnológico do estado, bem como reforçam o compromisso das instituições envolvidas em promover o conhecimento, a inovação e o progresso socioeconômico da região.

Continue lendoFAPEPI e IFPI em Ação: Desenvolvimento Científico e Tecnológico na 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Workshop do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil” promove intercâmbio de conhecimentos no assentamento Marrecas, em São João do Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:19 de julho de 2023
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

O assentamento Marrecas, localizado no município de São João do Piauí, foi palco de uma importante oficina do workshop do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil”. O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), João Xavier, juntamente com pesquisadores da Embrapa Meio-Norte, Valdemício Ferreira e Eugênio Emérito, e da Embrapa Uvas e Vinho, Patrícia Rischel e João Dimas, visitaram in loco e participaram ativamente da troca de conhecimentos com os produtores locais.

Workshop realizado no assentamento Marreca é uma iniciativa importante para o impulsionamento da fruticultura no Piauí.

A oficina faz parte do Programa de Fruticultura do Piauí (Profruti), financiado pela FAPEPI com um investimento de cerca de 4 milhões de reais, e tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento da produção de uvas no estado, por meio de ações de melhoramento genético, capacitação técnica e intercâmbio de experiências.

Lurdinha, proprietária e uma das produtoras beneficiadas do Profruti no assentamento Marrecas, recebeu a visita dos representantes do programa e compartilhou suas experiências e desafios no cultivo de uvas. A troca de conhecimentos entre os pesquisadores da Embrapa Meio-Norte e Embrapa Uvas e Vinho com os produtores locais foi fundamental para identificar as necessidades específicas da região e fornecer orientações e soluções adequadas.

São João do Piauí é conhecida como capital da uva e o intuito do evento foi fomentar o desenvolvimento da produção de uva na região.

Durante o workshop, foram abordadas diversas temáticas relacionadas ao melhoramento genético das uvas, como seleção de variedades mais adaptadas às condições climáticas do Piauí, técnicas de manejo, controle de pragas e doenças, colheita e pós-colheita, além de estratégias para a melhoria da qualidade e produtividade das vinícolas locais.

O presidente da FAPEPI, juntamente com os pesquisadores da Embrapa, destacou a importância do investimento em pesquisa e inovação para o fortalecimento da fruticultura no estado. A parceria entre as instituições e o intercâmbio de conhecimentos entre os produtores e especialistas foram enaltecidos como elementos fundamentais para impulsionar o desenvolvimento sustentável da produção de uvas no Piauí.

A oficina realizada no assentamento Marrecas, com a participação do presidente da FAPEPI, professor João Xavier, reafirma o compromisso das instituições envolvidas em promover o desenvolvimento agrícola sustentável no Piauí. A troca de conhecimentos entre os pesquisadores da Embrapa, os produtores locais e as ações do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil” são passos importantes para impulsionar a fruticultura no estado, gerando emprego, renda e oportunidades para os agricultores piauienses.

Autoridades, pesquisadores da Embrapa e produtores locais marcando presença em workshop no assentamento Marrecas.
Continue lendoWorkshop do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil” promove intercâmbio de conhecimentos no assentamento Marrecas, em São João do Piauí

Presidente da FAPEPI destaca a importância do seminário de produção e exportação de uva nos territórios Serra da Capivara e Vale do Canindé

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:17 de julho de 2023
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

O município de São João do Piauí, sediou um importante seminário sobre o polo de produção e exportação de uva nos territórios Serra da Capivara e Vale do Canindé no último dia 11 de julho. Diversas autoridades estiveram presentes no evento, como o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), professor João Xavier, o prefeito da cidade, Ednei Amorim, e o superintendente Anísio Ferreira Lima Neto.

Presidente da FAPEPI, professor João Xavier destaca o papel da instituição no apoio à pesquisa científica e tecnológica no estado do Piauí.


O evento, realizado com o intuito de fomentar o desenvolvimento da produção de uva na região, também reuniu produtores, pesquisadores, técnicos e representantes do setor público para discutir estratégias e oportunidades de fortalecimento da cadeia produtiva da uva nos territórios da Serra da Capivara e do Vale do Canindé.


Durante sua participação no seminário, o presidente da FAPEPI, professor João Xavier, ressaltou a importância da parceria entre os setores público, privado e acadêmico para impulsionar o crescimento da produção de uva na região. Ele enfatizou a necessidade de investimentos em pesquisa e inovação, a fim de melhorar a qualidade e competitividade dos produtos locais no mercado nacional e internacional.


Xavier também destacou o papel da FAPEPI no apoio à pesquisa científica e tecnológica no estado do Piauí. Ele mencionou o compromisso da fundação em fornecer recursos e suporte aos pesquisadores locais, estimulando a geração de conhecimento e o desenvolvimento de soluções inovadoras para os desafios enfrentados pelo setor agrícola.


O prefeito Ednei Amorim enfatizou a relevância do evento para a economia local, ressaltando que a produção de uva representa uma importante fonte de renda para os agricultores da região. Ele destacou o empenho da prefeitura em criar condições favoráveis para o desenvolvimento da agricultura e a busca por parcerias que viabilizem a capacitação técnica dos produtores e o acesso a recursos para investimentos na cadeia produtiva da uva.


Já o superintendente Anísio Ferreira Lima Neto enfatizou a necessidade de fortalecer a infraestrutura de apoio à produção e exportação de uva nos territórios da Serra da Capivara e do Vale do Canindé. Ele mencionou a importância de investimentos em logística, armazenamento e comercialização, a fim de garantir a qualidade dos produtos e facilitar o escoamento da produção para outros mercados.

Durante o evento participantes tiveram espaço para troca de ideias e experiências.


O seminário também proporcionou um espaço para a troca de experiências entre os produtores locais e a apresentação de casos de sucesso na produção e exportação de uva. Dessa forma, os participantes puderam conhecer boas práticas e estratégias que podem ser adotadas para impulsionar o setor na região.


Com a realização desse seminário, o município de São João do Piauí demonstra seu compromisso em promover o desenvolvimento sustentável da agricultura local, valorizando os recursos naturais da região e buscando oportunidades para o crescimento econômico. A participação do presidente da FAPEPI, professor João Xavier, reforça a importância da pesquisa e inovação como ferramentas fundamentais para o fortalecimento da produção de uva nos territórios da Serra da Capivara e do Vale do Canindé, contribuindo para a geração de emprego, renda e desenvolvimento regional.

Continue lendoPresidente da FAPEPI destaca a importância do seminário de produção e exportação de uva nos territórios Serra da Capivara e Vale do Canindé

Norma sobre acúmulo de bolsas e atividades remuneradas é flexibilizada pela CAPES

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:12 de julho de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A partir de 1° de outubro, entra em vigor a portaria que flexibiliza as normas estabelecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), referente ao acúmulo de bolsas de mestrado, doutorado ou pós-doutorado com atividades remuneradas ou outros rendimentos.


As instituições de ensino superior e pesquisa e os programas de pós-graduação terão liberdade para regulamentar ou atualizar os critérios para permissão ou vedação do acúmulo de bolsas em seus regimentos internos. A única proibição é ter mais de uma bolsa de mesmo nível (mestrado, doutorado ou pós-doutorado) financiadas com recursos federais, ou seja, pela própria Fundação ou pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).


Desde 2010, somente era permitido ser beneficiário de uma agência pública de fomento por vez. Para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, as novas regras facilitam ao aluno a possibilidade de ter acesso a mais benefícios. A alteração pode atrair pesquisadores para regiões como Norte, Nordeste e Centro-Oeste com o acúmulo de um auxílio da CAPES e complementação de uma Fundação Estadual de Amparo à Pesquisa (FAP) ou outra organização, por exemplo.


O texto da portaria divulgada nesta quarta-feira (12), apresenta revogações de portarias conjuntas da CAPES e do CNPq, bem como alterações de portarias específicas de diversos Programas da Fundação. São eles os de Demanda Social (DS), de Excelência Acadêmica (Proex), de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particulares (Prosup), de Suporte à Pós-Graduação de Instituições Comunitárias de Educação Superior (Prosuc) e Nacional de Pós-Doutorado (PNPD).


Com a atualização as instituições de ensino superior e pesquisa e os programas de pós-graduação terão mais autonomia. Podem, a partir de agora, desenvolver regulamentações próprias visto que estão mais próximos às demandas locais e às realidades das diferentes áreas do conhecimento.


Clique aqui para acessar a portaria.


Fonte: CAPES com adaptações

Continue lendoNorma sobre acúmulo de bolsas e atividades remuneradas é flexibilizada pela CAPES

FAPEPI marca presença em workshop do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil”

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:11 de julho de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Acontece entre os dias 10 e 11 de julho no município de São João do Piauí, o workshop do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil”. O evento faz parte da programação do ProFruti, projeto financiado pela FAPEPI para incentivar o aumento da produtividade e produção de frutas no Piauí.


O workshop é resultado da parceria entre o Instituto Federal do Piauí (IFPI), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), Embrapa Meio Norte e Prefeitura de São João do Piauí.

Workshop do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil”, é uma oportunidade para apresentação de resultados dos projetos executados na região de São João do Piauí.


A FAPEPI marca presença representada pela presidente, João Xavier que esteve na companhia do coordenador do ProFruti, Valdemecio Ferreira, da secretária de desenvolvimento rural sustentável, Lariza Coutinho e dos pesquisadores da EMBRAPA, Patrícia Ritschel e João Dimas.


O Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil é voltado para a obtenção de cultivares de uvas para mesa, sucos e vinhos, especialmente adaptadas às diferentes condições brasileiras no que se refere ao clima, solo, relevo e temperatura.
Atualmente já foram lançadas 20 cultivares que têm como características uma elevada produtividade, diferentes ciclos de produção e alta resistência às doenças que atacam a cultura da videira, como o míldio e o oídio.


O evento realizado na cidade de São João do Piauí, conhecida como capital da uva, abre espaço para troca de ideias, experiências e apresentação de resultados dos projetos de fruticultura executados naquela região.

Continue lendoFAPEPI marca presença em workshop do Programa de Melhoramento Genético “Uvas do Brasil”

Projeto da UFPI para estudar drogas ilícitas no Piauí é tema de reunião na FAPEPI

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:28 de junho de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Professores do departamento de farmácia da Universidade Federal do Piauí (UFPI), propõem projeto para estudar o mercado piauiense de drogas ilícitas . A iniciativa tem o intuito de aprofundar o conhecimento sobre o cenário das drogas no estado, seus impactos sociais e propor estratégias efetivas a serem desenvolvidas em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública e Secretaria de Saúde.

Presidente da FAPEPI, João Xavier e professor Maurício Amaral dialogam sobre projeto para estudar o mercado piauiense de drogas ilícitas


Nesta terça-feira (27), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí recebeu o professor do curso de farmácia da UFPI, Maurício Amaral, para tratar junto ao presidente da FAPEPI, João Xavier, sobre o projeto, sua importância e os requisitos necessários para que possa receber o apoio da instituição.


O consumo de drogas ilícitas e seus impactos é motivo de preocupação. O projeto proposto pelo professores da UFPI apesar de estar em suas discussões iniciais, tem muito a contribuir, em especial, na elaboração de políticas públicas mais eficazes no combate às drogas.


“A ideia é avaliar a qualidade das substâncias, se estão ficando cada vez mais capazes de causar dependência, qual é o grau de dependência de substâncias e fazer esse monitoramento químico e biológico. Justamente para auxiliar tanto a Secretaria de Segurança Pública quanto a Secretaria de Saúde nas decisões políticas a respeito desse tema”, destacou o professor Maurício Amaral.


Para que o projeto aconteça são necessários recursos, espaço e equipamentos. A FAPEPI enquanto instituição de fomento à ciência e a pesquisa no Piauí, tem interesse em contribuir com o estudo, como destaca o presidente, João Xavier: “estamos recebendo o professor Maurício que está nos apresentando um projeto bastante interessante pra sociedade piauiense. É de interesse da FAPEPI fazer o financiamento como também procurar parcerias não só com a Universidade Federal, mas também com a Secretaria de Segurança Pública e com a Secretaria de Saúde. Desde já, colocamos nosso engajamento para viabilizar as parcerias que são necessárias pra execução desse projeto”, afirmou.


A reunião desta terça-feira na sede da FAPEPI, marca mais um passo importante para o avanço das discussões e definição de estratégias conjuntas para o estudo e combate às drogas no estado do Piauí. Demonstrando que além da autoridades, pesquisadores e estudiosos também buscam contribuir com métodos para lidar com essa questão complexa.

Continue lendoProjeto da UFPI para estudar drogas ilícitas no Piauí é tema de reunião na FAPEPI