FAPEPI divulga resultado parcial do Edital de Bolsas de Iniciação Científica

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:17 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí comunica a cada proponente ao Edital FAPEPI Nº 002/2021, do Programa de Bolsas de Iniciação Científica da FAPEPI – PBIC, bem como aos demais interessados, o resultado parcial do certamente. A relação pode ser acessada clicando aqui

O edital recebeu um total de 136 propostas, resultando em 132 projetos avaliados, uma vez que 04 não foram enquadradas. Os resultados detalhados de cada avaliação de propostas serão encaminhados individualmente a cada proponente pelo email cadastrado no SIGFAPEPI. 

De acordo com o Aviso de Prorrogação do Cronograma do Edital FAPEPI Nº 002/2021,  o prazo para interposição de recursos é de 11 a 12/05/2021. Os demais prazos e outras informações podem ser acompanhados na página do edital, que você pode acessar por aqui

Com o objetivo de despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação, com garantia da participação de estudantes mulheres na iniciação científica e tecnológica, matriculadas em Instituição de Ensino Superior (IES), o edital também busca estimular pesquisadores vinculados à instituições de ensino e pesquisa do estado do Piauí a promoverem o acesso de estudantes de graduação aos processos de pesquisa científica, desenvolvimento tecnológico e inovação, assim como na formação de profissionais qualificados.

O valor disponibilizado é de R$480.000,00 oriundos do Tesouro Estadual, o que totaliza 100 bolsas no valor mensal de R$400,00.

Continue lendoFAPEPI divulga resultado parcial do Edital de Bolsas de Iniciação Científica

FAPEPI realiza última oficina de prioridades para PDPG – Semiárido

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:8 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Aconteceu nesta terça-feira, 4 de maio, através da plataforma virtual da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), a terceira oficina de prioridades organizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) para definição das áreas estratégicas para o Programa de Desenvolvimento da Pós-graduação, específico ao apoio e Desenvolvimento da Região Semiárida Brasileira (PDPG – Semiárido, Edital CAPES 04/2021.

A oficina teve a participação de Ciro Gonçalves, Diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da FAPEPI; Eliana Morais, Gerente Técnico-Científica da FAPEPI; Rizalva Cardoso, Gerente de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da FAPEPI; Lidianne Muniz e Raylane Cristian, colaboradores da FAPEPI; como também dos professores Ademir Sérgio de Araújo e Edson Cavalcante, da Universidade Federal do Piauí;  Jand Venes, da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar); Lis Marinho, da UFPI; Rafael de Souza Miranda, da UFPI do Polo de Bom Jesus; Marina Macedo, do Instituto Federal do Piauí.

Esta foi a última oficina realizada em prol do Edital CAPES 04/2021, no qual foi discutido novamente o mapa do semiárido apresentado na segunda oficina que serviu para orientar os estudos, reforçar a finalidade dos projetos de resultar em produtos/serviços com o retorno para o Piauí, através de impactos estratégicos.uma breve exposição e esclarecimento de dúvidas acerca dos formulários a serem preenchidos pelos grupos de Agroindústria e Biotecnologia

Foram agendadas mais duas reuniões, uma dia 10 de maio, às 11h, com o grupo da Biotecnologia e outra dia 11 de maio no mesmo horário, com o grupo da Agroindústria. A FAPEPI informou que a intenção é que a proposta seja submetida no sistema CAPES até as 18h do dia 18 de maio e que, sendo necessário, será marcada outra reunião antes dessa data para as últimas finalizações. Ficou acordado que no dia 15 de maio as propostas serão compartilhadas em grupo, ficando abertas para sugestões e ajustes e que a Fundação está disponível desde já para eventuais dúvidas e esclarecimentos.

Continue lendoFAPEPI realiza última oficina de prioridades para PDPG – Semiárido

Chamada aberta para uso do supercomputador Santos Dumont

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:10 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

O supercomputador Santos Dumont do Laboratório Nacional de Computação Científica – LNCC (unidade de pesquisa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações – MCTI), localizado em Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro, está com chamada aberta para submissão de novos projetos. O prazo para apresentação das propostas de uso é até o dia 27 de novembro. Além do SDumont, as propostas podem ser realizadas em conjunto com o supercomputador Lobo Carneiro – LoboC, instalado no Instituto de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia COPPE da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.

Os proponentes ao uso dos supercomputadores serão notificados sobre a aceitação do projeto à medida que as propostas forem avaliadas (em processo de fluxo contínuo). A previsão é de o processo de avaliação dure aproximadamente dois meses. Já a implementação tem prazo médio de 15 dias após a aprovação do projeto. Cada proposta enviada para avaliação deverá ser autocontida, justificando a necessidade de uso dos recursos e demonstrando clareza do objetivo almejado.

Os pesquisadores interessados em utilizar os recursos computacionais do SDumont e do LoboC devem (pesquisador principal) ter vínculo empregatício com instituição de ensino ou de pesquisa no Brasil, além de apresentar carta de anuência da instituição em que permanecerá, durante a vigência do projeto. São elegíveis profissionais pós-doutorandos, professor visitante, pesquisador visitante, pesquisador/professor especial (aposentado, mas que mantém algum vínculo não-remunerado com a instituição). Além disso, as propostas submetidas devem demonstrar relevância científica ou tecnológica, explicitando seus aspectos transformadores, o impacto científico esperado e as possíveis inovações e aplicações práticas.

O SDumont é uma ferramenta científica, que figura no ranking dos 500 supercomputadores mais rápidos do mundo (o mais rápido da América Latina com seus 5,1 petaflops, entre os supercomputadores voltados para o uso científico). Atualmente, cerca de 230 projetos de pesquisas, incluindo estudos sobre a exploração de petróleo e gás, carvão mineral, energias renováveis e fenômenos climáticos, além de pesquisas sobre o vírus Zika, HIV, Dengue e Coronavírus, utilizam a capacidade de processamento do supercomputador.

Tanto o SDmunont, quanto o LoboC fazem parte do Sistema Nacional de Processamento de alto Desempenho – SINAPAD, uma infraestrutura de computação de alto desempenho disponível a instituições brasileiras, públicas ou privadas, para suporte a atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento. Todo pesquisador vinculado a uma instituição brasileira, com um problema relevante e que demande um sistema computacional de larga escala, pode submeter propostas para utilizar os recursos computacionais do SINAPAD. O SDumont é o nó principal dessa infraestrutura e, por esse motivo, apresenta um processo de avaliação de propostas próprio.

Para mais informações, acesse o link.

Fonte: Confap / LNCC

Continue lendoChamada aberta para uso do supercomputador Santos Dumont

UESPI realiza evento em comemoração aos 10 anos do PPGL

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:6 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

Há dez anos o Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL), da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) oferece fomento à área de Letras no nosso estado. Para comemorar essa data, a coordenação do programa está realizando o seminário “Produzindo conhecimento e formando pesquisadores”. O evento iniciou hoje (3) e ocorre até amanhã (4), através do canal no YouTube da UESPIOficial.

O PPGL foi o primeiro mestrado acadêmico da UESPI. O programa, vinculado ao Centro de Ciências Humanas e Letras da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), sempre teve como objetivo de desenvolver-se e firmar-se dentro do universo da pesquisa acadêmica em literatura e em linguística no Brasil.Na abertura do evento foi exibido um vídeo com o histórico do PPGL e uma homenagem (in memoriam) à professora Silvana Calixto. O Seminário visa destacar essas conquistas e perspectivas futuras do programa no Piauí.

As coordenadoras do programa de mestrado, Prof Bárbara Melo e Silvana Pantoja, destacam que objetivo principal da gestão é continuar o trabalho dos coordenadores anteriores do programa, além de sempre buscar a excelência em pesquisa e educação.

“Todo o seminário foi pensando entre é o corpo docente, discente e técnico, que são membros essenciais na construção do Mestrado. Nesse momento em que estamos vivendo incertezas. Estamos produzindo e acreditando na ciência. Além disso, confirmando que a educação pública de qualidade, significa a emancipação de um povo, e essa sempre será a nossa bandeira”, pontua a professora Barbara Melo.

O reitor fala sobre a importância social do programa

O reitor Evandro Alberto ressalta a importância do programa para a formação de profissionais de qualidade que atuarão no ensino público do Piauí. “A UESPI se orgulha muito do Mestrado Acadêmico em Letras pelos seus dez anos de trajetória e formação de grandes profissionais. Além do ensino, o programa também promove eventos de grande porte Nacional e Internacional, que fomentaram a socialização do saber. Parabéns a todos os envolvidos nesse processo!”.Todo o evento é destinado aos estudantes, e professores que fazem parte da história da história do PPGL. A pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da UESPI e professora do mestrado, Ailma Nascimento, acompanhou todo o processo da construção do programa até os dias de hoje. “Nós estamos onde estamos hoje pelo constante apoio da Administração superior ao incentivo à pesquisa e pós-graduação e também pelo empenho de todos. Desde a implantação, até os resultados dos nossos egressos”, enfatiza.

Programação

O Seminário iniciou sua programação com a conferência “Área de Linguística e da Literatura na consolidação da pós-graduação no Brasil”. O conferencista convidado foi o professor José Sueli de Magalhães (UFU), representante de área de Linguística e Literatura da CAPES.O professor sinalizou sua reflexão em três pontos: Produzindo conhecimento e formando pesquisadores; Linguística e Literatura na Pós-graduação: formando cientistas das linguagens e Inclusão e Respeito.

O conferencista apontou as principais reflexões acerca da área de Linguística no país“

A área de Linguística e Literatura é uma área em crescimento em todo o Brasil. Ao longo da minha fala coloquei pontos a serem discutidos dentro da pós-graduação para a conquista da excelência em ensino. O que o PPGL da UESPI acredita? O que o PPGL da UESPI objetiva? É importante que o programa entenda e situe bem esses questionamentos para o oferecimento de uma educação de qualidade. Além disso, também o acompanhamento do egresso (empregabilidade, responsabilidade social, estatura profissional atingida, entre outros), é essencial para melhorias e crescimento”.Após a conferência, o cronograma continuou com a realização da palestra “O PPGL e a Pós-Graduação Stricto Sensu na UESPI: trajetórias, desafios e perspectivas”, com Profa. Dra. Ailma do Nascimento Silva (UESPI).As atividades do Seminário continuam nessa tarde e seguem até terça-feira (4). Confira a programação completa.

Fonte: Por Priscila Fernandes / UESPI

Continue lendoUESPI realiza evento em comemoração aos 10 anos do PPGL

Academia Austríaca abre chamada para pesquisadores doutores

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:6 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Academia Austríaca de Ciências (ÖAW), disponibilizou chamada no contexto do programa JESH (Joint Excellence in Science and Humanities) para pesquisadores de 55 países, dentre eles o Brasil, interessados em realizar estudos na Áustria.

Elegibilidade

São elegíveis candidatos que tenham concluído o doutorado há, no máximo, dez anos e que estejam afiliados a universidade ou instituição de pesquisa no país de origem.

Apoio financeiro

Os candidatos aprovados receberão apoio financeiro mensal no valor de dois mil e setecentos euros (€ 2.700,00), pelo período de realização da pesquisa na Áustria, que deve ser entre um (1) e seis (6) meses.

Os contemplados terão, também, os custos do transporte desde o país de origem cobertos pela Academia Austríaca de Ciências. Todas as instituições públicas de pesquisa da Áustria estão habilitadas a receber os pesquisadores internacionais do programa JESH.

Submissão de propostas

O prazo para submissão de propostas para o programa vai até o dia 20/05/2021. Mais informações sobre o programa podem ser encontradas no site da Academia Austríaca de Ciências.

fonte: Confap

Continue lendoAcademia Austríaca abre chamada para pesquisadores doutores

FAPEPI divulga resultado preliminar da Chamada Pública Tecnova II

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:3 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

O edital FAPEPI/FINEP/FNDCT 001/2021 para obtenção de subvenção econômica à inovação – Tecnova II, divulgou o resultado preliminar da chamada. Nessa primeira etapa da chamada foram contemplados 17 projetos.

O objetivo da chamada é apoiar, através de concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis) o desenvolvimento de produtos (bens ou serviços) e/ou processos inovadores – novos ou significativamente aprimorados (pelo menos para o mercado nacional) – de empresas piauienses para o desenvolvimento dos setores econômicos considerados estratégicos nas políticas públicas federais e aderentes à política pública estadual de inovação.

A Chamada quer promover um significativo aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade das empresas e da economia do Estado do Piauí e assim, objetiva apoiar projetos de inovação, que envolvam significativo risco tecnológico associado a oportunidades de mercado.

Para saber mais acesse o link.

Clique aqui para acessar o Resultado Preliminar.

Para saber mais entre em contato através do e-mail: fapepi.ddct@gmail.com.

Continue lendoFAPEPI divulga resultado preliminar da Chamada Pública Tecnova II

FAPEPI participa de web evento em celebração aos 15 anos de Confap

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:3 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Em comemoração aos 15 anos do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), foi realizado um web evento comemorativo com representantes de 26 instituições de amparo à pesquisa.

A fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) esteve presente, representada pelo Diretor de Desenvolvimento Técnico Científico (DTC), Prof. Ciro Sá. O evento ocorreu virtualmente com transmissão ao vivo através dos canais do Confap no YouTube e Facebook.

A programação especial contou com a participação do prof. Jorge Bounassar Filho (ex-presidente do Confap, 2006-2007); prof. Odenildo Sena (ex-presidente do Confap, 2007-2009); prof. Mario Neto Borges (ex-presidente do Confap, 2009-2013); prof. Sérgio Luiz Gargioni (ex-presidente do Confap, 2013-2017); profª. Maria Zaira Turchi (ex-presidente do Confap, 2017-2019); prof. Evaldo Ferreira Vilela (ex-presidente do Confap, 2019-2020); prof. Fábio Guedes Gomes (ex-presidente do Confap, 2020) e do prof. Odir Antônio Dellagostin (atual presidente do Conselho Nacional das FAPs, 2021-2023).

O Confap tem por objetivo promover uma melhor articulação dos interesses das agências estaduais de fomento à pesquisa científica, tecnológica e de inovação no Brasil. A instituição foi criada em 28 de abril de 2006, e trabalha como parte ativa do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, congregando 26 Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs).

fonte: Confap

Continue lendoFAPEPI participa de web evento em celebração aos 15 anos de Confap

FAPEPI realiza oficina para submissão de propostas para PDPG no Semiárido

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:3 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A FAPEPI realiza hoje (27) oficina para submissão de propostas para o Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) no Semiárido. Esse é o mais novo programa estratégico induzido da CAPES em parceria com o Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI). A oficina ocorrerá através da plataforma virtual da Rede Nacional de Pesquisa (RNP) às 15h.

A iniciativa direciona investimentos para áreas específicas e programas de pós-graduação (PPGs) emergentes ou em consolidação. Por esse modelo, as instituições tem estimulado pesquisas como o combate à pandemia e apoio à pós-graduação na Amazônia Legal.

A divulgação do resultado preliminar no Diário Oficial da União deve ocorrer a partir de 30 de junho. E os cinco dias seguintes à publicação são o período para uma nova fase de recursos.

O resultado final sairá a partir de 20 de julho. Também em julho estão previstas as assinaturas dos acordos de cooperação, com vigência de 48 meses, que autorizam o início da implementação dos projetos.

Esta é a segunda cooperação entre CAPES/CONFAP/FAPEPI. Assim como ocorre no PDPG – Parcerias Estratégicas nos Estados. O objetivo é formar pessoal altamente qualificado e fomentar pesquisas que apoiem o desenvolvimento social, econômico e tecnológico na região.

Até 30 projetos serão financiados pela CAPES, cada FAP que compõem a região Semiárida (a parte norte de Minas Gerais e nove estados nordestinos: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) poderá enviar até 4 projetos. Cada um terá até R$457.200,00 para implementar bolsas — três de pós-doutorado, com duração de 12 meses, três de doutorado, de 36 meses, e duas de mestrado, de 24 meses. Caso o programa de pós-graduação não possua curso de doutorado, são até cinco bolsas de mestrado e três de pós-doutorado, com financiamento de até R$ 327.600,00.

Para saber mais acesse nosso site através do link.

Fonte:  CCS/CAPES

Continue lendoFAPEPI realiza oficina para submissão de propostas para PDPG no Semiárido

FAPEPI realiza primeira oficina de prioridades para PDPG – Semiárido

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:3 de maio de 2021
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Aconteceu nesta terça-feira (20), através da plataforma virtual da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), a primeira oficina de prioridades organizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) para definição das áreas estratégicas para o Programa de Desenvolvimento da Pós-graduação, específico ao apoio e Desenvolvimento da Região Semiárida Brasileira (PDPG – Semiárido).

A oficina contou com a participação de representantes, como Antonio do Amaral, Diretor Presidente da FAPEPI, colaboradores, como Ciro Sá, Diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da FAPEPI, Rizalva Cardoso, Gerente de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da FAPEPI e de representantes de diversas instituições. 

A oficina teve como foco a discussão sobre Biotecnologia e a Agroindústria. As duas áreas são eixos estratégicos de desenvolvimento sustentável que devem ser levados em conta na elaboração de projetos que serão submetidos no edital do PDPG – Semiárido.

O encontro virtual debateu as atividades agroindustriais  e biotecnológicas no estado do Piauí e a necessidade de alinhá-las aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Discutiu-se ainda a necessidade de pesquisas voltadas para o incentivo das práticas sustentáveis. 

A meta da oficina foi estimular a discussão sobre o desenvolvimento socioeconômico piauiense sem abrir mão do desenvolvimento sustentável a fim de que novas ideias surgissem para as propostas. Para falar sobre os temas foram convidados Sérgio Viana, que tratou da temática da Agroindústria e Rômulo Vieira, que discutiu sobre Biotecnologia.

Lista de instituições participantes:

Câmara Setorial de Biotecnologia

Cooperativa dos Produtores de Cajuína do Piauí (Cajuespi)

Cooperativa Mista de Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes (COMAPI)

Embrapa Meio-Norte

Instituto Federal do Piauí (IFPI – Campus Picos)

Instituto Federal do Piauí (IFPI – Campus Valença)

Instituto Federal do Piauí (IFPI- Campus Teresina)

Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) 

Secretaria Estadual da Agricultura Familiar (SAF)

Superintendência de estudos econômicos e sociais (CEPRO/SEPLAN)

Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar)

Universidade Federal do Piauí (UFPI – Bom Jesus)

Universidade Federal do Piauí (UFPI – Teresina)

Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)

Continue lendoFAPEPI realiza primeira oficina de prioridades para PDPG – Semiárido

Abertas até maio inscrições para chamada BiodivRestore

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:21 de abril de 2021
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

Prazo para submissão de propostas completas para a  Chamada Transnacional Conjunta – BiodivRestore 2020-2021 se encerra no dia 3 de maio de 2021.

A Chamada, realizada pela Water JPI e a BiodivERsA, em parceria com a  União Europeia e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) que foi lançada em 5 de outubro de 2020 está nos últimos dias do prazo para a submissão de propostas, que tem o objetivo de selecionar projetos de Pesquisa & Inovação em “Conservação e Restauração de Ecossistemas Degradados e sua Biodiversidade, incluindo o foco em Sistemas Aquáticos”.

A chamada irá abranger os seguintes temas: 

Estudar os processos biológicos e biofísicos em jogo para conservação e restauração e suas interações, avaliar trocas e sinergias entre alvos, benefícios e políticas para conservação e restauração, melhorar a eficácia e aumentar as ações de conservação e restauração. A chamada conjunta inclui um foco em sistemas aquáticos de água doce, mas todos os ambientes são elegíveis.

O prazo para o início dos trabalhos será final de 2021 ou início de 2022 (dependendo do número de pré-propostas recebidas).

A Fundação de Amparo à Pesquisa no Piauí já conta com 3 projetos cadastrados na chamada conjunta, mas ainda cabem outras duas dentro do orçamento total da FAPEPI para este projeto.

Para mais informações, confira a ficha informativa da Chamada para o Brasil.

Continue lendoAbertas até maio inscrições para chamada BiodivRestore