Inscrições para parcerias com estados (PDPG) vão até novembro

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:22 de novembro de 2022
  • Reading time:3 mins read

A CAPES prorrogou até as 23h59 de 23 de novembro o prazo para apresentação de projetos na seleção do Edital nº 38/2022, do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas com os Estados III. O procedimento deve ser feito pelo Sistema de Inscrições da CAPES (Sicapes).

Publicada na edição desta quarta-feira, 26 de outubro, do Diário Oficial da União, a atualização do edital também altera o cronograma previsto para 2023. No próximo ano haverá divulgação dos resultados preliminar – a partir de 20 de janeiro –,  e final, em 10 de fevereiro. As assinaturas dos acordos de cooperação técnica, também devem ocorrer nesse mês, e o início de fato dos projetos, em março.

O valor destinado ao edital será de R$ 126,1 milhões. Deste total, R$21,2 milhões são para bolsas de mestrado, R$ 92,9 milhões para as de doutorado e R$ 11,9 milhões para pós-doutorado. As Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAP) devem entrar com contrapartida na forma de custeio de, pelo menos, 30% do montante destinado pela CAPES às bolsas, em cada projeto.

Já as instituições de ensino superior (IES) que tomarão a frente da parceria nos casos em que as FAP não manifestaram interesse em participar, devem apresentar demonstrativo de contrapartida não financeira. Isso se dá pela oferta de benefícios aos pesquisadores ou por melhorias estruturais para o fomento à formação de pessoal e à pesquisa.

Sobre o PDPG – Parcerias Estratégicas com os Estados III
Pelo Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas com os Estados III, a CAPES e as FAP ou instituições de ensino superior (IES) atuam em conjunto para ampliar a formação de pessoal qualificados em temas prioritários para os estados. As próprias FAP ou IES são as responsáveis por definir os eixos temáticos que promoverão o desenvolvimento econômico, educacional e social local. Serão financiados até 81 projetos, no limite de quatro por proponente.

Fonte: Redação – CCS/CAPES

Continuar lendoInscrições para parcerias com estados (PDPG) vão até novembro

CAPES lança edital do PDPG – Emergências climáticas

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:26 de abril de 2022
  • Reading time:2 mins read

Interessados no Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Emergências Climáticas têm mais um mês para submeter os projetos pelo sistema de inscrições da CAPES (Sicapes). As propostas podem ser apresentadas até 03 de maio. O Edital nº 15/2022, prevê um investimento de até R$4,2 milhões em, no máximo, 12 propostas. Os trabalhos devem oferecer soluções para as regiões atingidas por enchentes e deslizamentos ocorridos no País desde 2021.

O Programa contribui para a formação de pessoal qualificado, com linhas de pesquisas voltadas a assuntos como conservação da biodiversidade, políticas públicas preventivas e assistenciais, impactos sobre a organização social e a saúde pública, entre outros. Serão concedidas até 72 bolsas, sendo 36 de pós-doutorado, 24 de mestrado e 12 de doutorado.

O PDPG Emergências Climáticas é a primeira seleção do Programa Emergencial de Prevenção e Enfrentamento de Desastres Relacionados a Emergências Climáticas, Eventos Extremos e Acidentes Ambientais, criado em março deste ano. Com a iniciativa, a CAPES pretende promover a troca de conhecimento entre a academia e o poder público. A Fundação quer estimular o desenvolvimento de produtos, serviços, tecnologias, materiais didáticos e mecanismos que ajudem a solucionar problemas relacionados aos desastres.

A divulgação do resultado final está prevista para ocorrer a partir de 26 de julho.

Fonte: Redação – CCS/CAPES

Continuar lendoCAPES lança edital do PDPG – Emergências climáticas

Projetos Piauienses são aprovados em Edital CAPES de Desenvolvimento da Pós-Graduação no Semiárido

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:22 de setembro de 2021
  • Reading time:3 mins read

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), divulgou nesta segunda-feira (13) o resultado final do Edital 004/2021 do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG – Semiárido). A lista de aprovados já está disponível no site da CAPES e no Diário Oficial da União. 

Cada Fundação de Amparo à Pesquisa (FAP) pôde submeter até quatro projetos. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) obteve a aprovação de três propostas nos segmentos de Biotecnologia e Agroindústria: 

  • Bioprospecção de meios para produção in vitro de embriões caprinos e ovinos: uma necessidade biotecnológica para o semiárido piauiense; (Biotecnologia)
  • Tecnologia sustentável para o semiárido piauiense: uso de bactérias promotoras de crescimento para otimizar o desenvolvimento, fisiologia e produtividade da palma forrageira para alimentação animal; (Agroindústria)
  • Do semiárido para o semiárido: desenvolvimento biotecnológico de hidrogéis superabsorvente provenientes de fontes vegetais para uso eficiente de água e de nutrientes. (Biotecnologia)

A próxima etapa, obedecendo ao cronograma do edital,  será  a assinatura, pela CAPES e por cada uma das FAPs parceiras, dos acordos de cooperação. A vigência de cada um será de 48 meses.

O PDPG – Apoio ao Desenvolvimento da Região Semiárida Brasileira busca fomentar a formação de pessoal qualificado e apoia a execução de projetos voltados ao desenvolvimento social, econômico e tecnológico da região, assim, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do Semiárido a partir da geração e apropriação do conhecimento científico e tecnológico pela sociedade. O investimento previsto é de até R$13.716.000,00. Ao todo, nove estados serão beneficiados. Oito são do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe; o nono é Minas Gerais, que tem sua parte norte no semiárido.

Fonte: Redação CCS/CAPES

Continuar lendoProjetos Piauienses são aprovados em Edital CAPES de Desenvolvimento da Pós-Graduação no Semiárido

FAPEPI realiza oficina para submissão de propostas para PDPG no Semiárido

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:3 de maio de 2021
  • Reading time:3 mins read

A FAPEPI realiza hoje (27) oficina para submissão de propostas para o Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) no Semiárido. Esse é o mais novo programa estratégico induzido da CAPES em parceria com o Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI). A oficina ocorrerá através da plataforma virtual da Rede Nacional de Pesquisa (RNP) às 15h.

A iniciativa direciona investimentos para áreas específicas e programas de pós-graduação (PPGs) emergentes ou em consolidação. Por esse modelo, as instituições tem estimulado pesquisas como o combate à pandemia e apoio à pós-graduação na Amazônia Legal.

A divulgação do resultado preliminar no Diário Oficial da União deve ocorrer a partir de 30 de junho. E os cinco dias seguintes à publicação são o período para uma nova fase de recursos.

O resultado final sairá a partir de 20 de julho. Também em julho estão previstas as assinaturas dos acordos de cooperação, com vigência de 48 meses, que autorizam o início da implementação dos projetos.

Esta é a segunda cooperação entre CAPES/CONFAP/FAPEPI. Assim como ocorre no PDPG – Parcerias Estratégicas nos Estados. O objetivo é formar pessoal altamente qualificado e fomentar pesquisas que apoiem o desenvolvimento social, econômico e tecnológico na região.

Até 30 projetos serão financiados pela CAPES, cada FAP que compõem a região Semiárida (a parte norte de Minas Gerais e nove estados nordestinos: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) poderá enviar até 4 projetos. Cada um terá até R$457.200,00 para implementar bolsas — três de pós-doutorado, com duração de 12 meses, três de doutorado, de 36 meses, e duas de mestrado, de 24 meses. Caso o programa de pós-graduação não possua curso de doutorado, são até cinco bolsas de mestrado e três de pós-doutorado, com financiamento de até R$ 327.600,00.

Para saber mais acesse nosso site através do link.

Fonte:  CCS/CAPES

Continuar lendoFAPEPI realiza oficina para submissão de propostas para PDPG no Semiárido