CAPES abre inscrições para bolsa de doutorado nos EUA

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:28 de janeiro de 2022
  • Reading time:2 mins read

A CAPES e a Comissão Fulbright lançaram nesta terça-feira, 25 de janeiro, o Edital nº 3/2022, do Programa CAPES-Fulbright de Doutorado Pleno nos EUA. Serão concedidas até 10 bolsas de doutorado, com valores anuais de até US$55 mil e duração máxima de seis anos, nas áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes.

Para concorrer a uma das vagas, é preciso acessar o sistema de inscrições da CAPES. O resultado preliminar está previsto para 31 de maio de 2021 e a realização de entrevistas de 4 a 15 de julho de 2021. O resultado de admissão nas universidades americanas está previsto para 15 de abril de 2023. O início das atividades deve se dar entre agosto e dezembro. O período de inscrições será até as 17h do dia 31 de março de 2021.

Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES, destaca o novo edital como fruto do esforço para se manter os programas internacionais em meio à pandemia. “A internacionalização é chave para a ciência. Mesmo com as limitações das mobilidades acadêmicas internacionais, damos prosseguimento aos editais para que a pesquisa e a pós-graduação brasileiras não parem de evoluir”, afirmou.

Programa CAPES-Fulbright de Doutorado Pleno nos EUA tem como objetivo a maior visibilidade internacional à produção científica, tecnológica e cultural brasileira, além da formação de profissionais de alto nível nos Estados Unidos.

Continuar lendoCAPES abre inscrições para bolsa de doutorado nos EUA

CONFAP e Wallonie-Bruxelles International (WBI) lançam chamada para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre Brasil e Bélgica

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:26 de janeiro de 2022
  • Reading time:4 mins read

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) e a Wallonie-Bruxelles International (WBI), anunciam o lançamento da Chamada CONFAP & Wallonie Bruxelles – Bélgica 2022, para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre o Brasil e a Bélgica.

Lançada no âmbito do Memorando de Entendimento assinado em setembro de 2020, pelo CONFAP e pela WBI, para Cooperação Acadêmica e Científica entre a região da Valônia-Bruxelas (Bélgica) e o Brasil, a chamada tem por objetivo apoiar projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação, missões, mobilidade de pesquisadores, seminários e publicações nas seguintes áreas: 

– Materiais Circulares;
– Inovação em Saúde;
– Inovações para Produção e Projetos ágeis e seguros;
– Sistemas de Energia e Ambientes Sustentáveis;
– Aeronáutica e Espaço; e
– Tecnologias Digitais.

Elegibilidade

Os candidatos brasileiros devem consultar as regras específicas de elegibilidade e modalidades de participação nas respectivas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) que aderiram à chamada (vide listagem abaixo). Projetos de pesquisa elegíveis devem contemplar as regras de elegibilidade do lado brasileiro, via FAP, e do lado belga, via Wallonie-Bruxelles International (WBI), (consulte aqui). Os projetos de pesquisa conjuntos aprovados serão financiados por um prazo máximo de dois anos.

Até o momento, dezoito Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) brasileiras aderiram à chamada e outras fundações ainda podem aderir à chamada.

Submissão de propostas

Após à consulta das regras de elegibilidade e modalidades de participação na FAP do respectivo Estado, os candidatos brasileiros devem preencher o formulário de submissão de propostas (disponível para download aqui); e submeter a proposta por meio da plataforma do CONFAP, disponível no endereço eletrônico wbi.confap.org.br

Para acessar a íntegra da Chamada CONFAP & Wallonie Bruxelles – Bélgica 2022 clique aqui.

Questões gerais e técnicas sobre a chamada podem ser esclarecidas com o Ponto de Contato Nacional do CONFAP: Elisa Natola (elisa.confap@gmail.com).

Cronograma

  • Lançamento da chamada: 25 de janeiro de 2022;
  • Prazo para submissão de propostas: 25 de março de 2022;
  • Avaliação das propostas: de 28 de março a 15 de maio de 2022;
  • Comitê Conjunto e seleção final de projetos: primeira quinzena de junho de 2022;
  • Comunicação da seleção final de projetos aos candidatos: segunda quinzena de junho de 2022;
  • Início das atividades dos projetos aprovados: agosto de 2022.
Continuar lendoCONFAP e Wallonie-Bruxelles International (WBI) lançam chamada para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre Brasil e Bélgica

Três empresas apoiadas pela FAPEPI são selecionadas pelo SEBREA para participar do Rio Innovation Week

Três empresas apoiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí(FAPEPI), através de editais que fomentam o aprimoramento e criação de startups, foram selecionadas pelo Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (SEBRAE) para participar do Rio Innovation Week. As empresas são: PrimeGems, Fábrica de Gênios e AQUABIT, elas foram comtempladas no programa InovaPiauí, a primeira pelo edital Tecnova 2 e a última no edital Centelha Piauí.

A cidade do Rio de Janeiro vai sediar o mais completo evento de Inovação e Tecnologia já realizado na América Latina o Rio Innovation Week nos dias 13 a 22 de janeiro. O evento terá 15 palcos simultâneos, mais de 500 palestrantes convidados, 1000 startups e incubadoras fomentando negócios. Serão mais de 190 expositores apresentando inovações e soluções para os setores, mentorias, exposições, descarte de lixo eletrônico, workshops, networking e muitos negócios sendo gerados.

 O Sebrae custeará um estande para as startups selecionadas no Rio Innovation Week, o evento possui diversos espaços onde as empresas se dividirão de acordo com  seu mercado de atuação. A PrimeGems terá um estande no Espaço SDP Submit que reúne startups inovadoras em diversos setores  como Educação Financeira, Energia, Segurança Digital e Novos Mercados. Esse espaço conta com uma mega estrutura que contempla 3 palcos, workshops, VC Square e mentorias, essa área do Rio Innovation Week será, com certeza, uma das mais disputadas.

A startup AQUABIT ficará no espaço AgroRioTec, essa área do evento apresentará a agricultura do futuro, facilitando o acesso às novas tecnologias, fomentando negócios, entregando conhecimento e promovendo a inovação e novas ferramentas. Esse espaço do Rio Innovation Week terá a programação focada no ecossistema agro, com a presença de experts do setor, startups, empresas e o Ministério da Agricultura.

A empresa Fábrica de Gênios terá seu estande no espaço .Futuro que apresentará uma diversidade de pontos de vista e de experiências sobre as novas tendências das profissões, apresentando a evolução do profissional e das oportunidades no mercado de trabalho do amanhã. O futuro das profissões será debatido por executivos e representantes de empresas como Delorean, Resilia, Templo Consultoria, R2 Rio, Enel, Loreal, AIO, Regus/Space, Folha Dirigida, Daniel Law e Mox Digital.

 A Fábrica de Gênios é uma startup formalizada em 2019 e participa do Centelha Piauí. Hoje possui uma plataforma de cursos online na área de tecnologia, assessora alunos para entrar no mercado de trabalho e empresas a encontrar profissionais capacitados. “Conseguimos entrar no programa Like a Boss do SEBRAE e ficamos entre as três primeiras empresas destaque do do Piauí; participamos de uma batalha de startups ficando em terceiro lugar; participamos do Sebrae – ALI; Seu MVP; fomos aprovados no Inovativa e Catalisa e no final do ano nós surpreendemos  com a vocação para participar do Rio Innovation Week foi uma conquista muito boa para fechar 2021 destacando que nossa ideia tem um potencial muito grande”, Artur Veloso Empreendedor desenvolvedor da Fábrica de Gênios comenta sobre os avanços que aconteceram no seu projeto a partir do edital Centelha. 

Conquistas em 2021 da empresa Fabrica de Gênios apoiada pelo edital Centelha.

“O programa centelha foi essencial para criarmos coragem e botar o negócio para frente, sem o Centelha iríamos demorar muito mais a para conseguir chegar onde chegamos e ter maturidade e iniciativa. O programa[Centelha] ajudou a dar um start no nosso projeto de uma forma séria e robusta. Quando se tem uma ideia para empreender são muitos gastos e com o Centelha isso foi facilitado sem muito impacto financeiro e as consultorias do programa nos ajudaram ficar mais maduros e transformar essa ideia em um negócio de verdade, sou muito grato ao Centelha e a FAEPI. Espero futuramente participar de novos programas e recomendo fortemente que as pessoas  que têm ideias e querem empreender a participar dos próximos editais” Por fim Artur destaca a importância do apoio do Centelha e da FAPEPI na seu empresa. 

Continuar lendoTrês empresas apoiadas pela FAPEPI são selecionadas pelo SEBREA para participar do Rio Innovation Week

CNPq lança 19ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:12 de janeiro de 2022
  • Reading time:3 mins read

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) abriu as inscrições para a 19ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica. O objetivo é estimular bolsistas de Iniciação Científica (IC) e de Iniciação Tecnológica (IT) cujos relatórios finais se destacam pela relevância e qualidade, e as instituições que contribuíram para alcançar os objetivos do programa.

Para submeter as propostas, as coordenações dos Programas Institucionais de Iniciação Científica e Tecnológica –  PIBIC e do PIBITI das universidades e das instituições de pesquisa devem encaminhar ao CNPq, por e-mail, até o dia 18 de março de 2022, os melhores relatórios, classificados ou premiados pelo comitê interno ou externo nas jornadas, salões ou seminários, realizados no  2º semestre de 2021.

Para cada uma das categorias – Bolsista de Iniciação Científica e Bolsista de Iniciação Tecnológica – serão premiados até três bolsistas, sendo um para cada grande área do conhecimento – Ciências da Vida; Ciências Exatas, da Terra e Engenharias; e Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes.

As inscrições das instituições do PIBIC para concorrer na categoria Mérito Institucional serão automáticas, desde que apresentem bolsistas do PIBIC, PIBIC AF ou oriundos de quota do pesquisador, inscritos na categoria Bolsista de Iniciação Científica.

Os bolsistas vencedores receberão R$ 7 mil em dinheiro (valor bruto), bolsas de mestrado ou de doutorado e diploma. A instituição agraciada na categoria Mérito institucional receberá cotas adicionais de bolsas PIBIC/PIBITI e um troféu.

Todos os premiados e o representante da instituição agraciada com o Mérito Institucional recebem passagens aéreas e diárias para participar da próxima Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a ser realizada em julho de 2022, na Universidade de Brasília (UnB), em data a ser definida.

O resultado será divulgado pelo CNPq até 30 de junho de 2022.

Para mais informações, acesse a página do Prêmio .

Continuar lendoCNPq lança 19ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica

CNPq lança Chamada 25/2021 de Bolsas no País

  • Post author:
  • Post category:EditaisNotícia
  • Post last modified:12 de janeiro de 2022
  • Reading time:2 mins read

OConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI), lança chamada de concessão de bolsas no país em seis modalidades em cronograma único. A Chamada 25/2021 prevê R$ 40 milhões e beneficia, principalmente, jovens pesquisadores, com bolsas para recém-doutores, além de bolsas para atuação em empresas. Serão concedidas bolsas em todas as áreas do conhecimento nas modalidades Pós-Doutorado Junior – PDJ, Pós-Doutorado Sênior – PDS, Pós-Doutorado Empresarial – PDI, Pesquisador Visitante – PV, Doutorado Sanduíche Empresarial – SWI e Doutorado Sanduíche no País – SWP. As bolsas devem ter início de junho de 2022 a maio de 2023.

Essa chamada se soma à chamada de bolsas no exterior lançada na segunda-feira, 20, contemplando as modalidades Doutorado-Sanduíche no Exterior (SWE) e Pós-Doutorado no Exterior (PDE).

As propostas serão avaliadas de acordo com os critérios de cada um dos 48 comitês assessores, descritos no anexo da Chamada, e devem ser submetidas pelo próprio candidato à bolsa, exceto para as modalidades a seguir:

  • Bolsa Pesquisador Visitante – PV: a proposta deverá ser submetida pelo supervisor vinculado à instituição executora.
  • Bolsa Doutorado-Sanduíche no País – SWP: a proposta deverá ser submetida pelo orientador da instituição de origem.
  • Bolsa Doutorado-Sanduíche Empresarial – SWI a proposta deverá ser submetida pelo orientador da instituição de origem.

O prazo de submissão vai até 7/02/22.

Leia aqui a chamada na íntegra.

Continuar lendoCNPq lança Chamada 25/2021 de Bolsas no País

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO RESULTADO PRELIMINAR DO EDITAL Nº 006/2021 FAPEPI\CNPQ-PDCTR

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí  (FAPEPI) vem por meio desta  nota apresentar retificação  no Resultado Preliminar  do Edital nº 006/2021 FAPEPI\CNPQPDCTR divulgado em 20.12.2021, em razão de problemas operacionais na confecção da fórmula aplicada para o cômputo da pontuação de mérito com o da produção científica. A fórmula deveria ser: MP (NMTCx7+NPCx3)/10  com base nos itens 8.3.3 e 8.3.4 do supra citado Edital,  entretanto  foi aplicada MP(NMTCx7 x NPCx3)/10. Após o recebimento de recursos de alguns candidatos com solicitação de esclarecimentos sobre o resultado informado, a Equipe de TI identificou a troca do sinal (+) pelo asterisco (*), o que explicou as inconsistências produzidas.
Diante do exposto, a FAPEPI procedeu as correções necessárias no Resultado Preliminar, republicando-o e reabriu o prazo para recursos desta etapa do processo (acompanhar o novo cronograma publicado na página da FAPEPI)

Esclarece-se, por oportuno, que as notas de mérito do projeto e a pontuação da  produção científica dos candidatos, não sofreram danos com o referido problema operacional.

A Fapepi ao tempo em que lamenta o ocorrido e agradece a compreensão de todos (as), coloca-se a disposição para sanar qualquer dúvida a esse respeito através do telefone (86) 995245345 ou pelo e-mail dtc.fapepi@gmail.com.

Continuar lendoNOTA DE ESCLARECIMENTO DO RESULTADO PRELIMINAR DO EDITAL Nº 006/2021 FAPEPI\CNPQ-PDCTR

Finep/MCTI publica chamada pública que vai apoiar a implantação e operação de Parques Tecnológicos

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:13 de dezembro de 2021
  • Reading time:4 mins read

A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP/MCTI) lançou hoje, dia 13 de dezembro de 2021, a CHAMADA PÚBLICA MCTI/FINEP/FNDCT/CT-VERDE AMARELO – PARQUES TECNOLÓGICOS – SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA O APOIO FINANCEIRO A PARQUES TECNOLÓGICOS EM IMPLANTAÇÃO E EM OPERAÇÃO – 01/2021, que irá destinar R$ 180 milhões de recursos não reembolsáveis do Fundo Verde Amarelo a projetos de parques em implantação ou em operação.

O objetivo da chamada é selecionar propostas para concessão de recursos financeiros não reembolsáveis destinados a Parques Tecnológicos em implantação ou em operação, como forma de incentivar o desenvolvimento tecnológico, o aumento da competitividade e a interação entre empresas e Insituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), bem como promover o desenvolvimento de ecossistemas de inovação e da sociedade do conhecimento.

Serão duas as linhas de apoio: Parques Tecnológicos em Operação (linha A) – à qual serão designados R$ 80 milhões do total de recursos do edital –, se destina a parques já em plena atividade, com empresas instaladas, equipe gestora e infraestrutura operacional consolidadas que permitam seu funcionamento.

E Parques Tecnológicos em Implantação (linha B) – à qual correspondem os R$ 100 milhões restantes –, objetiva parques que integrem um programa formal de desenvolvimento econômico regional e já tenham iniciado obras de infraestrutura, construção ou reformas da sede e outros edifícios do parque e que possuam estrutura gestora para sua implantação.

Serão levados em conta na análise, a capacidade em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) dos parques, seu portifolio de novos produtos, o conjunto de empresas âncoras e a integração do tecido empresarial, bem como sua capacidade de atração de investimentos.

Poderão se candidatar órgãos da administração pública direta ou indireta assim como entidades privadas sem fins lucrativos.  As propostas devem observar o limite de valores especificado por tema. Para a linha A – Parques em Operação, a Finep concederá valor mínimo de R$ 8 milhões e máximo de R$ 15 milhões por projeto. E na linha B – Parques em Implantação, o mínimo de R$ 4 milhões e o máximo de R$ 10 milhões de recursos.  Para ambas, o convenente, a executora ou o interveniente deverão apresentar, no mínimo, 25% do valor dos recursos solicitados à FINEP. As instituições federais também deverão ser integrantes do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI).

O Formulário de Apresentação de Propostas (FAP) está disponível a partir de hoje, através do link: http://www.finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/665

A data final para recebimento eletrônico do FAP no sistema da Finep será as 18h do dia 18 de fevereiro de 2022. A divulgação do resultado final, após todos os trâmites, ocorrerá no dia 14 de junho de 2022.

Os dados da proposta deverão ser enviados para o sistema da Finep até a data e horário limite estabelecidos acima, por meio do FAP específico para esta Seleção Pública, disponível na página da Finep no endereço: https://forms.finep.gov.br/forms/externo/

Para mais detalhes do Edital, acesse o link: http://www.finep.gov.br/images/chamadas-publicas/2021/13_12_2021_Edital_Parques_Tecnologicos_2021.pdf

Continuar lendoFinep/MCTI publica chamada pública que vai apoiar a implantação e operação de Parques Tecnológicos

Divulgado o resultado final do Edital Nº 004/2021 – JORNALISMO CIENTÍFICO

  • Post author:
  • Post category:EditaisNotícia
  • Post last modified:8 de novembro de 2021
  • Reading time:2 mins read

A Fundação de Amparo à Pesquisa no Piauí (FAPEPI) torna público o resultado final referente ao EDITAL FAPEPI N° 004/2021 – JORNALISMO CIENTÍFICO 2021.

O I Prêmio FAPEPI de Jornalismo Científico é uma iniciativa da FAPEPI em parceria com o governo do Estado no âmbito do Programa de Divulgação e Popularização da Ciência – SAPIÊNCIA, com o objetivo de disseminar o jornalismo científico no Estado do Piauí e incentivar a publicação e divulgação de matérias de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) em conjunto com a comunidade científica e instituições de ciência e tecnologia do Estado;

As propostas selecionadas contarão com apoio financeiro nas diferentes categorias de Jornalismo Científico presentes no edital, em temáticas relevantes contextualizadas sobre a CT&I publicadas no Estado do Piauí.

Confira o resultado final aqui: http://www.fapepi.pi.gov.br/wp-content/uploads/2021/05/SEI_GOV-PI-2670025-Edital-004-resultado.pdf

Para mais detalhes sobre a iniciativa e o edital, confira na página: http://www.fapepi.pi.gov.br/edital/edital-fapepi-n-004-2021-jornalismo-cientifico-2021/

Continuar lendoDivulgado o resultado final do Edital Nº 004/2021 – JORNALISMO CIENTÍFICO

CAPES lança edital para pesquisas sobre impactos da pandemia

As consequências e os reflexos sociais, econômicos, culturais e históricos decorrentes da pandemia da COVID-19 serão alvo de estudos. O Edital nº 12/2021, trata do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Impactos da Pandemia, foi lançado nesta segunda-feira, 27 de setembro de 2021. Os projetos, que terão vigência de até 48 meses, devem ser apresentados pelo Sistema de Inscrições da CAPES (Sicapes), entre os dias 4 de outubro e 22 de novembro de 2021. Até 40 receberão investimento da CAPES. A implementação está prevista para março de 2022.

Com o edital, a CAPES apoiará projetos voltados à formação de profissionais qualificados e ao desenvolvimento de pesquisas acadêmico-científicas sobre questões emergenciais de abrangência nacional.  Os trabalhos deverão considerar fatores surgidos ou agravados no contexto pandêmico, como: violência, saúde e adoecimento social, reestruturação da arquitetura urbana, novas ou adaptadas estruturas de trabalho e de ensino, e agravamento de diferenças entre os estados.

A CAPES dispõe de, aproximadamente, R$25,1 milhões para o programa, sendo até R$21,1 milhões para a concessão de bolsas e o restante para recursos de custeio. Cada projeto contará com até quatro bolsas de mestrado, três de doutorado e três de pós-doutorado. Todas serão pagas diretamente aos beneficiários por meio do Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios (SCBA). 

Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES, explica que os projetos devem estar em sintonia com a realidade do País. “A CAPES concederá bolsas para diagnóstico e para soluções sobre os reflexos da COVID-19 no território nacional. Serão projetos interdisciplinares, pois temos reflexos em todas as áreas”, disse. Cada iniciativa deverá resultar da parceria entre pelo menos três programas de pós-graduação (PPG) de diferentes regiões brasileiras.

O proponente deve ser professor ou pesquisador vinculado a um programa de pós-graduação (PPG) recomendado pela CAPES, estar cadastrado na Plataforma Sucupira, possuir título de doutor e ter currículo cadastrado e atualizado na Plataforma Lattes. Este coordenará o projeto, e o PPG ao qual estiver vinculado será considerado o principal, sendo vedada a submissão de outra iniciativa pelo mesmo programa de pós-graduação.

O PDPG – Impactos da Pandemia é o quarto edital do Programa de Combate a Epidemias, que tem a finalidade de incentivar estudos voltados à prevenção e ao enfrentamento da COVID-19 e outras doenças. A estruturação do Programa de Combate a Epidemias é baseada em duas dimensões: Ações Estratégicas Emergenciais Imediatas e Ações Estratégicas Emergenciais Induzidas em Áreas Específicas. Nos três editais anteriores, 109 projetos de pesquisa e formação de pessoal foram selecionados e contam com a participação de 1.248 pesquisadores.

Mais informações podem ser obtidas pelos canais:  impactos.pandemia@capes.gov.br  e (61) 2022-6310.

Informações de: (Brasília – Redação CCS/CAPES)

Continuar lendoCAPES lança edital para pesquisas sobre impactos da pandemia

Abertas as inscrições para o Prêmio Nacional de Inovação

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) lançaram a sétima edição do Prêmio Nacional de Inovação, com patrocínio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). O Prêmio destina-se às empresas industriais, aos pequenos negócios de todos os setores e aos ecossistemas de inovação de todo o território nacional. As inscrições poderão ser realizadas por meio do site do Prêmio até o dia 02 de outubro. O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) é parceiro institucional do Prêmio.

Os vencedores serão anunciados no dia 08 de março de 2022. A premiação inclui participação em duas imersões em ecossistemas de inovação, sendo uma nacional e outra internacional, além de vagas no curso de Master in Business Innovation (MBI) do SENAI. Devido à pandemia da covid-19, o processo de avaliação será feito online e a etapa de validação, que antes era realizada por meio de visitas in loco nas instalações dos semifinalistas, será feita de forma virtual.

Para a diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Gianna Sagazio, é importante reconhecer a importância do trabalho de pesquisa, desenvolvimento e inovação que tem sido feito pelas empresas, principalmente nesse período da pandemia.

“Temos a oportunidade de mostrar que a inovação é a chave para a retomada do crescimento do país. E premiar essas práticas é uma forma de incentivar as empresas a continuarem buscando novas tecnologias, além de compartilhar essas experiências que têm dado certo. A inovação é o caminho para o crescimento do país”, afirma.

Gianna Sagazio, diretora de Inovação da CNI

As empresas irão concorrer nas categorias de Inovação em Produto, Processo, Sustentabilidade e Gestão da Inovação. No momento da inscrição, as empresas deverão preencher um cadastro que é obrigatório e aquelas que desejarem concorrer, também, na categoria Gestão da Inovação devem concordar em participar e responder um questionário adicional. Além das categorias apresentadas acima, as empresas concorrem a um reconhecimento para as práticas inovadoras em Saúde e Segurança no Trabalho (SST), que poderá ser concedido para uma empresa finalista em cada modalidade.

De acordo com o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, o Prêmio é uma excelente oportunidade para os pequenos negócios mostrarem o quanto conseguiram inovar em um momento tão crítico da economia e para os Ecossistemas demostrarem como estão conseguindo atuar em rede e unidos para apoiar cada vez mais o Brasil.

“Temos discutido bastante sobre o que são Ecossistemas de Inovação e como eles são importantes para o estabelecimento de empresas mais inovadoras. Nesse sentido, a existência de um prêmio que revele os esforços existentes em todo o Brasil, é muito importante para a retomada da economia do país”, destacou.

Bruno Quick, diretor técnico do Sebrae

Nesta sétima edição, uma das novidades é a categoria destinada aos Ecossistemas de Inovação, que irá premiar redes de cooperação locais, que integram organizações da hélice tripla e que têm a inovação como elo. Também há novidades relacionadas à atualização do Manual de Oslo que impactam o regulamento. No ato da inscrição, todas as empresas devem preencher um questionário obrigatório sendo possível concorrer simultaneamente às categorias de inovação em produto, processo e sustentabilidade. Caso haja interesse na candidatura à de Gestão da Inovação, é preciso preencher um questionário adicional.

Sobre o Prêmio Nacional de Inovação:

O Prêmio Nacional de Inovação é voltado para a indústria, com exceção dos pequenos negócios, que podem ser do setor industrial, de comércio, de serviço ou agronegócio. Não é necessário inscrever um projeto específico de inovação para cada categoria. A empresa se inscreve uma única vez e é avaliada como um todo, podendo ser selecionada em mais de uma categoria ou subcategoria. No entanto, é preciso que as inovações desenvolvidas tenham acontecido, no máximo, nos últimos dois anos e estejam implantadas no momento da inscrição.

Desde 2011, foram realizadas seis edições que, somadas, tiveram 11.300 inscritos, reunindo empresas de todos os portes e do país inteiro. A última edição, realizada em 2019, contou com a participação de 1.746 empresas. Destas, 26 foram finalistas e 15 vencedoras. Para a edição 2021/2022, espera-se um crescimento de 20% no número de inscrições, levando em consideração a nova categoria voltada aos Ecossistemas de Inovação.

O Prêmio Nacional de Inovação é uma iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) e é realizado pela CNI e o Sebrae, com o patrocínio exclusivo da FINEP e em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL). A premiação visa contribuir no processo de aprendizado, auxiliando empresas e ecossistemas de inovação a identificarem seus pontos fortes e oportunidades de melhorias em inovação.

Conheça mais sobre as categorias do Prêmio Nacional de Inovação:

  • Gestão da Inovação: contempla organizações que, por meio da implementação de processos, métodos, técnicas e ferramentas produziram um ambiente profícuo à geração de inovações. A avaliação identifica, simultaneamente: (1) o nível da capacidade de inovação, em função da aderência a um conjunto de fundamentos; e (2) o grau de resultados efetivos obtidos pela organização.
  • Inovação em Produto: avalia a introdução de novos bens e serviços ou significativamente melhorados, em termos de suas características ou usos previstos, que proporcionaram positivos impactos ao negócio.
  • Inovação em Processos: avalia implementação de métodos de produção e/ou métodos de distribuição novos ou significativamente melhorados, que proporcionaram impactos positivos ao negócio.
  • Inovação em Sustentabilidade: avalia introdução de inovações que preservaram o meio ambiente e/ou que proporcionaram benefícios sociais.
  • Ecossistemas de Inovação: avaliação contempla o fortalecimento do ecossistema de inovação por meio da demonstração do esforço realizado, dos resultados obtidos, dos impactos gerados e da evolução da rede, nos últimos dois anos.

Para mais informações sobre o Prêmio, acesse: www.premiodeinovacao.com.br

Continuar lendoAbertas as inscrições para o Prêmio Nacional de Inovação