IFPI Campus Picos realiza “Ciência na Praça” com apoio da FAPEPI

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:25 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), tem incentivado a realização de eventos alusivos à 20° Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em diferentes regiões do território piauiense.

Nos dias 25 e 26 de outubro foi a vez do Instituto Federal do Piauí, Campus Picos, realizar o evento científico intitulado “Ciência na Praça” como parte da programação da SNCT 2023, promovida pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Para incentivar a disseminação do conhecimento e popularizar a ciência na cidade de Picos e região, a FAPEPI direcionou ao IFPI um auxílio Financeiro no valor de R$ 3.000.

Além da cidade de Picos, outros município piauienses como Floriano, São João do Piauí, Cocal, José de Freitas, Teresina, São Raimundo Nonato, Pio IX, Paulistana, Piripiri, Picos e Corrente foram contemplados pelo edital 01/2023 de Apoio à Realização de Eventos Científicos, de Divulgação Cientifica e Tecnológica (PAP) para receberem eventos relacionados a à 20° Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

Continue lendoIFPI Campus Picos realiza “Ciência na Praça” com apoio da FAPEPI

Reunião Estratégica na SEFAZ-PI Discute Parcerias e Investimentos

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:25 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), do Governo Estado e do Conselho de Desenvolvimento Industrial do Piauí (CODIN), estiveram reunidos na sede da Secretaria de Fazenda (SEFAZ-PI), na última segunda-feira (23), em uma reunião importante para o fomento da pesquisa científica e industrial no estado.

O encontro marcou o comprometimento das instituições em promover ações e parcerias que possam alavancar o desenvolvimento científico e industrial no Piauí. Na oportunidade, estiveram presentes o superintendente de Gestão da SEFAZ-PI, Cristovam Cruz, o assessor da FAPEPI, Ciro Sá e o diretor administrativo-financeiro, Ernaldo Vale, bem como o assessor do Governo, Antônio Pereira e o presidente da Comissão de Assessoramento Técnico do CODIN – COTAC, Orisvaldo Teixeira.

O alinhamento estratégico entre SEFAZ-PI, FAPEPI e CODIN promete ser um marco para o Piauí ao abrir portas para investimentos, captação de recursos, execução de projetos e crescimento econômico. A integração de esforços entre as respectivas instituições governamentais e de pesquisa, é um passo importante para que o estado seja um polo de pesquisa e desenvolvimento.

À medida que essas instituições unem forças em prol do desenvolvimento científico e industrial no território piauiense, a expectativa é que o Piauí possa colher os frutos de uma parceria que promete fortalecer sua posição no cenário nacional e internacional, fomentando o progresso e a inovação em terras piauienses.

Continue lendoReunião Estratégica na SEFAZ-PI Discute Parcerias e Investimentos

SBPC abre inscrições para prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:23 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

O avanço da ciência e da pesquisa no Brasil tem impulsionado, ao longo dos anos, o crescimento de uma comunidade diversificada e talentosa de cientistas. As mulheres têm desempenhado um papel fundamental, contribuindo significativamente para a compreensão e inovação nas mais diversas áreas do conhecimento.

Como forma de celebrar as conquistas notáveis das cientistas brasileiras, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), está com inscrições abertas para a 5° edição do Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher até o dia 31 de outubro deste ano.

O prêmio batizado em homenagem a Carolina Bori, psicóloga, pesquisadora e primeira presidente mulher da SBPC, destaca o compromisso da instituição em promover a igualdade de gênero no mundo acadêmico e científico.

A premiação se divide em três categorias correspondentes às grandes áreas do conhecimento: Humanidades; Biológicas e Saúde; e Engenharias, Exatas e Ciências da Terra.

Para participar, as indicações devem ser feitas através de um formulário online pelas sociedades científicas afiliadas à SBPC. Cada inscrição requer a apresentação de um currículo da Plataforma Lattes e uma minibiografia atualizados, bem como uma carta de recomendação que justifique a indicação.

Candidatas de anos anteriores, que não tenham sido contempladas com o prêmio, podem se inscrever novamente em edições posteriores.

O anúncio das cientistas premiadas na edição 2023/2024 deve ser feito até o dia 19 de janeiro de 2024, enquanto a cerimônia de premiação acontece dia 06 de fevereiro, durante o evento anual realizado pela SBPC na cidade de São Paulo.

Clique aqui para acessar o edital.

Sobre o prêmio:

O Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher” é uma homenagem da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) às cientistas destacadas e às jovens brasileiras com notório talento para uma carreira científica promissora, que leva o nome de sua primeira presidente mulher, Carolina Martuscelli Bori.

Com esta premiação, a SBPC soma aos prêmios já criados para homenagear personagens da ciência brasileira, um especialmente dedicado a mulheres cientistas brasileiras renomadas e jovens que aspiram ingressar nesse fantástico universo da pesquisa científica. Atualmente, mesmo com todos os avanços em todo o planeta, as mulheres, que representam 50% da população mundial, são apenas 30% dos cientistas.


A premiação é realizada anualmente pela SBPC, no mês de fevereiro, durante o Simpósio Mulheres e Meninas na Ciência, alternando as duas categorias. A data é em celebração ao Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, instituído pela UNESCO.


Carolina Bori foi a primeira cientista mulher a presidir a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, tendo exercido seu mandato entre 1986 e 1989. Sua atuação na SBPC começou em 1969, como membro do Conselho. Lutou por políticas e por investimentos em desenvolvimento científico durante a ditadura militar. No período de redemocratização da sociedade brasileira, em seu mandato na Presidência da entidade, promoveu a divulgação e popularização da ciência por meio de programas de rádio e conferências, para “diminuir a distância entre o conhecimento gerado na academia e o que chega à população”. Bori faleceu em 2004.

Logo, como parte das comemorações dos 70 anos de sua fundação, a SBPC – que já teve três mulheres presidentes – lançou em 2019 essa premiação, cujo objetivo é homenagear as cientistas brasileiras e incentivar as meninas a seguirem nessa carreira. Trata-se de uma ação marcante de sua trajetória histórica, na qual muitas mulheres foram protagonistas de anos de lutas e sucesso da maior sociedade científica do País e da América do Sul.

Fonte: SBPC com alterações

Continue lendoSBPC abre inscrições para prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”

FAPEPI, Fiocruz e UFPI promovem atividades da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em comunidade quilombola

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:24 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:8 minutos de leitura

As atividades da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia estão acontecendo em todo o Brasil, incluindo diferentes cidades do Piauí entre os dias 14 e 20 de outubro. O Quilombo Marinheiro, localizado no município de Piripiri, está entre os locais do território piauiense escolhido como cenário para a popularização da ciência e tecnologia.

As diferentes ações de cunho científico e tecnológico estão sendo desenvolvidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade Federal do Piauí (UFPI). As instituições uniram forças para levar conhecimento e inovação diretamente para a comunidade quilombola.

As atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem despertado esperança no Quilombo Marinheiro, Rosimeyre Damasceno, membro da diretoria dos trabalhadores rurais quilombolas, destaca que as ações realizadas pela FAPEPI, Fiocruz e UFPI geram visibilidade e contribuem para atrair políticas públicas para o local. “Vocês não imaginam a importância dessas pessoas virem para está fortalecendo e trazendo políticas publicas para nosso quilombo. A gente sabe que existem esses direitos, mas a gente não sabe por onde recorrer, as vezes as pessoas não nos ajudam, aqui no nosso quilombo a gente é pobre de informações. Então, vindo essas pessoas nos informando e nos ajudando, é muito importante para o fortalecimento da nossa comunidade. Nosso quilombo é precário de saúde, de educação e de lazer. Nosso lazer é trabalhar de roça, é um futebol que as crianças jogam, as mulheres também jogam, fora isso a gente não tem um incentivo de atividade física, não tem um calçamento, a biblioteca foi uma coisa importante que a Fiocruz trouxe para a comunidade para incentivar a leitura, porque a leitura é tudo na vida da pessoa”, afirmou.

A programação da 20° Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Quilombo Marinheiro foi iniciada com uma roda de conversa no último domingo, 15 de outubro. Com o tema “Saberes e Vivências da Terra”, os participantes trocaram experiências e conhecimentos, mostrando a importância de preservar a sabedoria ancestral e integrá-la à ciência contemporânea.

Na segunda-feira, 16 de outubro, aconteceu um marco na história do Quilombo Marinheiro. Um projeto inovador foi lançado, a implantação de uma biblioteca comunitária que promete transformar o acesso à informação na comunidade. A iniciativa contou com o apoio da Fiocruz, FAPEPI e UFPI, e faz parte de um esforço conjunto de várias pesquisadoras e bolsistas vinculados à Fiocruz Piauí como: Liana Ibiapina, Elaine Nascimento, Kerla Monteiro, Maria Luísa Pires, Amanda Melo e Luís Carlos Costa.

A biblioteca comunitária tem o potencial de se tornar um centro de aprendizado e cultura para os habitantes do Quilombo Marinheiro, estimulando a educação, a leitura e a pesquisa. Além disso, fornecerá acesso a uma vasta coleção de livros, promovendo o crescimento intelectual e social da comunidade.

Além da inauguração da biblioteca, o dia 16 também foi marcado por uma série de oficinas que exploraram a importância da biblioteca como um centro de difusão do conhecimento. Houve também a apresentação do “Projeto Mulheres e Meninas na Ciência 2023”, destacando a relevância da igualdade de gênero na ciência. E por fim, o estágio de vivência, em que as mulheres quilombolas participaram de uma roda de conversa, compartilhando suas experiências e conhecimentos únicos.

As ações no Quilombo Marinheiro chegaram ao fim na última terça-feira, 17 de outubro. A FAPEPI esteve presente representada pela diretora de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Eliciana Vieira. O último dia foi repleto de atividades como oficinas de leitura que proporcionaram momentos de descoberta e aprendizado, enquanto o encontro com as mulheres quilombolas foi a oportunidade para compartilhar vivências e dificuldades sofridas pelo Quilombo Marinheiro. Uma das pautas mais relatadas foi a dificuldade de acesso à ponte que liga a comunidade quilombola em Piripiri ao município de Capitão de Campos, em período de cheia a estrutura de sustentação da ponte é levada pela força da chuva impossibilitando a passagem e circulação das pessoas e veículos.

Para finalizar a semana repleta de atividades enriquecedoras e interações significativas, a programação de encerramento também envolveu uma roda de conversa sobre o Projeto Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que tinha como tema “Vida, Ciência e Sustentabilidade”.

A 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Quilombo Marinheiro não apenas demonstrou a importância da ciência, mas também evidenciou como as instituições acadêmicas e de pesquisa podem desempenhar um papel ativo na promoção da educação e do desenvolvimento comunitário. A colaboração entre a Fiocruz, UFPI e FAPEPI é um testemunho da capacidade de trazer mudanças significativas para as comunidades, capacitando-as com conhecimento e oportunidades para um futuro mais brilhante.

Continue lendoFAPEPI, Fiocruz e UFPI promovem atividades da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em comunidade quilombola

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia: FAPEPI, Fiocruz e UFPI levam conhecimento e cultura ao Quilombo Marinheiro em Piripiri

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:18 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:6 minutos de leitura

Em uma emocionante cerimônia realizada no Quilombo Marinheiro, situado a 30 km do município de Piripiri, no estado do Piauí, uma biblioteca foi inaugurada como parte da celebração da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Este projeto pioneiro contou com o apoio direto da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), e da Universidade Federal do Piauí (UFPI). A biblioteca é fruto do esforço conjunto de diversas pesquisadoras e bolsistas, incluindo Liana Ibiapina, Elaine Nascimento, Kerla Monteiro, Maria Luísa Pires, Amanda Melo e Luís Carlos Costa, todos vinculados à Fiocruz Piauí.

Parceria Fiocruz, FAPEPI e UFPI possibilitou a criação de uma biblioteca com coleção diversificada de livros, revistas e outros materiais de leitura.

A implantação da biblioteca no Quilombo Marinheiro é um exemplo inspirador de como a pesquisa científica e o compromisso social podem se unir para transformar vidas e comunidades. O projeto se destacou não apenas por fornecer acesso à informação, mas também por preservar a rica herança cultural do quilombo e promover o desenvolvimento sustentável da região.

História e Cultura do Quilombo Marinheiro

O Quilombo Marinheiro é uma comunidade historicamente significativa no Piauí, cuja história está entrelaçada com a resistência à escravidão e a preservação das tradições afro-brasileiras. Ao longo dos anos, o quilombo manteve viva sua cultura, música, dança e culinária, tornando-se um símbolo da identidade afrodescendente na região.

Entretanto, as limitações de acesso a recursos educacionais, como livros e materiais didáticos, representava um desafio significativo para as futuras gerações do quilombo. Isso criava uma disparidade de oportunidades educacionais que a equipe da Fiocruz Piauí estava determinada a combater.

Um Projeto de Parceria e Compromisso Social

A parceria Fiocruz, FAPEPI e UFPI possibilitou a criação de uma biblioteca que abriga uma coleção diversificada de livros, revistas e outros materiais de leitura. Além disso, o espaço servirá como um centro de aprendizagem com acesso à internet e a orientação de profissionais que ajudarão os moradores a aproveitar ao máximo os recursos disponíveis.

Liana Ibiapina, pesquisadora da Fiocruz Piauí, enfatiza a importância do projeto: “Esta biblioteca é uma ferramenta essencial para o desenvolvimento educacional e cultural do Quilombo Marinheiro. Estamos comprometidos em fortalecer as raízes culturais desta comunidade enquanto investimos em seu futuro.”

Elaine Nascimento, outra pesquisadora envolvida no projeto, destaca que o acesso à informação é fundamental para o empoderamento das pessoas. “Queremos proporcionar às crianças e jovens do quilombo a oportunidade de sonhar e construir um futuro melhor, sem perder de vista sua história e identidade.”

A Biblioteca e o Futuro

A biblioteca não é apenas um local de leitura; é um símbolo de esperança para o Quilombo Marinheiro. Com a ajuda de voluntários, assim como bolsistas e pesquisadores comprometidos, como Amanda Melo e Luís Carlos Costa, a comunidade poderá desenvolver habilidades de leitura, pesquisa e aprendizado que impulsionarão o progresso e a igualdade de oportunidades para todos.

Maria Luísa Pires, auxiliar de pesquisa, ressalta: “Este é um marco importante para o quilombo e para todos nós que trabalhamos nesse projeto. Estamos ansiosos para ver o impacto positivo que terá nas vidas das pessoas daqui.”

A inauguração da biblioteca no Quilombo Marinheiro, como parte da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, é um testemunho da importância da colaboração entre instituições de pesquisa e comunidades locais. Este projeto exemplar demonstra como o conhecimento pode ser uma ferramenta poderosa na promoção da igualdade e na preservação das tradições culturais.

A comunidade do Quilombo Marinheiro, com o apoio da Fiocruz, FAPEPI e UFPI, está pronta para escrever um novo capítulo em sua história, com a biblioteca como um farol de conhecimento, esperança e oportunidade. A inauguração deste espaço é um lembrete de que, com dedicação e compromisso, é possível superar desafios e transformar vidas para melhor.

Continue lendoSemana Nacional de Ciência e Tecnologia: FAPEPI, Fiocruz e UFPI levam conhecimento e cultura ao Quilombo Marinheiro em Piripiri

FAPEPI incentiva Semana Nacional de Ciência e Tecnologia com apoio ao Workshop Luso-Brasileiro de Tecnologias Aplicadas

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:11 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), tem apoiado Instituições de Ensino Superior piauienses, como a Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Instituto Federal do Piauí (IFPI), para realização de eventos científicos alusivos à 20° Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Ao todo, 15 eventos científicos apoiados pela FAPEPI serão realizados em diferentes municípios do estado, como Floriano, São João do Piauí, Cocal, José de Freitas, Teresina, São Raimundo Nonato, Pio IX, Paulistana, Piripiri, Picos e Corrente.

Em Teresina, nos dias 25 e 26 de outubro, o auditório do Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI) vai ser o palco de discussões sobre tecnologias aplicadas com foco no desenvolvimento sustentável. O “Workshop Luso-Brasileiro de Tecnologias Aplicadas” vai reunir a comunidade científica para debater tecnologias de grande relevância para o estado do Piauí, com ênfase no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Agenda 2030 das Nações Unidas.

Os temas que serão tratados durante o workshop estão diretamente relacionados a tecnologias viáveis, alinhadas com parte dos ODS da ONU. Esta iniciativa é resultado de esforços conjuntos de pesquisadores da Universidade do Minho, de Portugal e dos programas de pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente; Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação; e Ciência e Engenharia dos Materiais da UFPI.

A programação conta com palestras sobre temas importantes para o desenvolvimento sustentável, incluindo: a conexão digital a serviço da conexão humana: as mídias sociais digitais e os ODS; Tecnologias e aplicações no desenvolvimento de materiais compósitos, e Tecnologia de agricultura com baixa emissão de carbono para contribuir com a redução dos efeitos das mudanças climáticas.

Além disso, acontecerão mesas redondas que devem discutir tópicos como a produção de hidromel, uma alternativa para aproveitar integralmente a cadeia do mel, e o hidrogênio verde como a energia do futuro.

O evento gratuito é destinado a comunidade acadêmica e ao meio produtivo, e não há restrição a participação, uma forma de incentivar a abordagem interdisciplinar para a busca de soluções sustentáveis. Após o evento, será disponibilizado certificado.

O “Workshop Luso-Brasileiro de Tecnologias Aplicadas” representa um passo importante na busca de soluções tecnológicas que promovem o desenvolvimento sustentável no Piauí. Espera-se que o evento inspire a comunidade acadêmica e o setor produtivo a abraçar a inovação como uma ferramenta poderosa para construir um futuro mais promissor e sustentável.

Para fazer sua inscrição, clique aqui.

Programação “Workshop Luso-Brasileiro de Tecnologias Aplicadas”.

Continue lendoFAPEPI incentiva Semana Nacional de Ciência e Tecnologia com apoio ao Workshop Luso-Brasileiro de Tecnologias Aplicadas

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia: Instituições de Ensino Superior promovem eventos científicos com apoio da FAPEPI

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:10 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:8 minutos de leitura

A 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia está se aproximando e este ano celebra as ciências básicas para o desenvolvimento sustentável.

O evento tem o objetivo de mobilizar a população em torno da importância da ciência como ferramenta para geração de valor, de inovação, de riquezas, de soluções para os desafios nacionais, de inclusão social e melhoria da qualidade de vida.

Por reunir mentes brilhantes, instituições renomadas e apoiadores comprometidos em disseminar as conquistas da ciência e tecnologia, este evento anual é um marco no calendário nacional e no estado do Piauí.

A FAPEPI enquanto instituição comprometida com o financiamento e o incentivo à pesquisa científica e tecnológica no território piauiense, desempenha um papel importante na promoção da ciência e da inovação em todo o estado. Por meio de seus programas de fomento à pesquisa, oferta de bolsas de estudos, parcerias estratégicas e editais de apoio à eventos científicos e tecnológicos, a Fundação tem contribuído para o avanço e popularização da ciência no Piauí.

Em 2023, por meio do edital 01/2023 de Apoio à Realização de Eventos Científicos, de Divulgação Cientifica e Tecnológica (PAP), a Fundação direcionou cerca de R$72.003,59 de auxilio financeiro para Instituições de Ensino Superior piauienses realizarem eventos no âmbito da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

As atividades acontecem em diferentes regiões do estado e abordam uma ampla gama de tópicos, desde a física e a química até a biologia e a matemática, demonstrando como essas disciplinas fundamentais contribuem para um futuro mais sustentável.

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) e o Instituto Federal do Piauí (IFPI), foram as instituições beneficiadas com recursos financeiros. Entre os municípios onde devem ocorrer eventos científicos relacionados a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, estão: Floriano, São João do Piauí, Cocal, José de Freitas, Teresina, São Raimundo Nonato, Pio IX, Paulistana, Piripiri, Picos e Corrente.

Acompanhe a seguir alguns dos eventos que devem acontecer em diferentes cidades piauienses durante a 20° Semana Nacional de Ciência e Tecnologia:

José de Freitas

FEIRA DE CIÊNCIAS SNCT 2023- IFPI – Campus José de Freitas

O evento visa a interação entre estudantes, docentes, pesquisadores e comunidade de conhecimentos aplicados ao desenvolvimento sustentável através de minicursos, palestras e apresentação dos projetos realizados na instituição.

Data: 16/10-18/10

Local: IFPI – Campus José de Freitas

Para se inscrever e acessar a programação completa, acesse: https://www.even3.com.br/snct2023-ifpicajfr/

Teresina

I Feira de Ciências do CADIR

Seguindo o tema nacional: “Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável”, a ser realizado dentro da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o evento trata-se de uma proposta inter/transdisciplinar que visa estimular a produção e divulgação científica à população da região do Grande Dirceu, em Teresina.

Data: 16/10 – 18/10

Local: IFPI Campus Avançado Dirceu – Teresina

Para se inscrever e acessar a programação completa, acesse: https://www.even3.com.br/i-feira-de-ciencias-do-cadir-398980/

Feira de Inovação e Popularização de Ciências (FIPeC-PI )

Com apoio do CNPQ e FAPEPI, o evento é promovido pelo Grupo de Inovação em Ciências e Tecnologia em conjunto com várias instituições de educação situadas na cidade de Teresina e Pedro II.

Teresina

Data:17/10-18/10

Local: Departamento de Biofísica e Fisiologia – UFPI

Pedro II

Data: 10,11 e 12/10

Locais: Praça Domingos Mourão Filho /Auditório do campus do IFPI de Pedro II

Para se inscrever e acessar a programação completa, acesse: https://sites.google.com/ufpi.edu.br/snct2023/p%C3%A1gina-inicial

São Raimundo Nonato

MUV: Ciência em Movimento

Em sua primeira realização, o MUV tem o intuito de incentivar e mobilizar as comunidades interna e externa a discutirem os resultados de pesquisas, ações de ensino e extensão realizados por docentes e discentes do IFPI e demais instituições de ensino.

Data: 25/10-27/10

Local: IFPI- Campus São Raimundo Nonato

Para se inscrever e acessar a programação completa, acesse: https://www.even3.com.br/muv-ciencia-em-movimento/

A colaboração entre as Instituições de Ensino Superior e a FAPEPI reflete o compromisso compartilhado de promover a pesquisa científica e tecnológica como motores do desenvolvimento sustentável. Esses eventos proporcionam um espaço valioso para a troca de conhecimento, networking e o fortalecimento de parcerias entre IES, pesquisadores e a indústria.

Aguardando atualizações…

Continue lendoSemana Nacional de Ciência e Tecnologia: Instituições de Ensino Superior promovem eventos científicos com apoio da FAPEPI

UESPI, TJ/PI e FAPEPI se unem para lançar a plataforma “SE CUIDA” que visa acompanhamento da saúde de servidores

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:6 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura
Plataforma “SE CUIDA”, promete ser uma ferramenta estratégica e de apoio para a comunidade judiciária do Piauí.

Na busca por promover o bem-estar e a saúde integral dos magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ/PI), uma parceria inovadora foi estabelecida entre a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), o TJ/PI e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI). O resultado dessa colaboração é a plataforma “SE CUIDA”, um projeto ambicioso que visa fornecer ações de prevenção e suporte para a saúde mental da comunidade judiciária.


A reunião que aconteceu nesta sexta-feira (06), no gabinete da presidência da FAPEPI, contou com a presença de figuras-chave, incluindo Vinícios Oliveira, professor de Medicina da UESPI; Pedro Leopoldino, Superintendente de Gestão de Saúde e Qualidade de Vida do TJ/PI; e João Xavier, presidente da FAPEPI. Durante o encontro, foram discutidos os objetivos e a importância dessa parceria para a saúde e o bem-estar daqueles que trabalham no sistema judiciário piauiense.

O Presidente da FAPEPI, João Xavier, destacou a relevância dessa iniciativa para a comunidade judiciária e para a sociedade como um todo. “A FAPEPI acredita que a ciência e a tecnologia podem ser ferramentas poderosas para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Esta parceria com a UESPI e o TJ/PI demonstra o nosso compromisso em apoiar projetos que têm um impacto positivo direto na saúde e no bem-estar da nossa comunidade.”


O Professor de Medicina da UESPI, Vinícios Oliveira, ressaltou a abordagem holística da plataforma “SE CUIDA”. Esta plataforma é um passo importante em direção a uma abordagem mais completa da saúde. Não estamos apenas focando na prevenção de doenças físicas, mas também reconhecendo a importância da saúde mental. É crucial que magistrados e servidores tenham acesso a recursos que os ajudem a lidar com os desafios do trabalho no sistema judiciário. A parceria com o TJ/PI e a FAPEPI nos permite combinar conhecimentos médicos com tecnologia para oferecer um suporte mais abrangente à saúde.”


A plataforma “SE CUIDA” promete ser uma ferramenta valiosa para a comunidade judiciária do Piauí, contribuindo para a promoção de uma vida mais saudável e equilibrada. Esta parceria entre a UESPI, o TJ/PI e a FAPEPI reforça o compromisso das instituições com o bem-estar daqueles que dedicam suas vidas à busca pela justiça.

Continue lendoUESPI, TJ/PI e FAPEPI se unem para lançar a plataforma “SE CUIDA” que visa acompanhamento da saúde de servidores

Parceria inédita entre FAPEPI, SADA e EMBRAPA busca revolucionar a produção de leite no Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:6 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Em uma iniciativa inovadora para impulsionar a produção de leite no estado do Piauí, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI), a Secretaria da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (SADA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) firmaram uma parceria estratégica. O objetivo dessa colaboração é promover o desenvolvimento sustentável da produção leiteira, melhorando a qualidade do leite e impulsionando a economia local.


A reunião inicial aconteceu na última quinta-feira (05), no gabinete da FAPEPI, e contou com a presença de autoridades, incluindo o Secretário da SADA, Fábio Abreu, e o Coordenador do Programa representando a EMBRAPA, Sergio Vilela, além do Presidente da FAPEPI, João Xavier. Durante o evento, foram discutidos os detalhes desse projeto que promete transformar a realidade da produção leiteira no Piauí.

Presidente da FAPEPI, João Xavier, destacou a importância desta parceria para o estado do Piauí: “esta parceria é um marco para o nosso estado. Sabemos que a produção de leite desempenha um papel fundamental na economia rural e na vida de muitas famílias piauienses. Com o apoio da SADA e da EMBRAPA, estamos confiantes de que poderemos elevar a qualidade do leite produzido no Piauí a níveis nunca antes vistos. Além disso, esse projeto também visa promover práticas sustentáveis e agregar valor à cadeia produtiva do leite. Estamos comprometidos em fornecer os recursos necessários para o sucesso deste empreendimento, que beneficiará diretamente nossos produtores e a economia do estado.”


O Secretário da SADA, Fábio Abreu, ressaltou o compromisso do governo estadual em fortalecer o setor agropecuário:
“Estamos determinados a apoiar nossos produtores rurais e a impulsionar a produção de leite no Piauí. A parceria com a FAPEPI e a EMBRAPA é um passo importante para alcançar esse objetivo. Queremos garantir que nossos produtores tenham acesso às melhores práticas de manejo, tecnologia e assistência técnica para melhorar a qualidade do leite e aumentar sua produtividade. Com trabalho duro e cooperação mútua, estamos confiantes de que podemos fazer do Piauí um grande polo de produção leiteira no país.”


A parceria entre FAPEPI, SADA e EMBRAPA representa um passo significativo em direção a um futuro mais promissor para a produção de leite no Piauí, com benefícios diretos para agricultores e para a economia local. A expectativa é que essa iniciativa traga não apenas melhorias na qualidade do leite, mas também aumente a competitividade do estado no cenário agropecuário nacional.

Continue lendoParceria inédita entre FAPEPI, SADA e EMBRAPA busca revolucionar a produção de leite no Piauí

Secretário Nacional da Pesca Artesanal visita FAPEPI para fortalecer parcerias em prol do desenvolvimento sustentável

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:6 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI) recebeu, nesta quinta-feira (5), a visita do Secretário Nacional da Pesca Artesanal, Cristiano Ramalho, do Ministério da Pesca e Aquicultura. A visita demonstrou a importância da colaboração entre diferentes esferas do governo em prol do desenvolvimento sustentável da pesca e aquicultura no Brasil.


O encontro foi marcado por discussões produtivas sobre como a pesquisa científica e a inovação podem desempenhar um papel crucial na promoção da pesca artesanal sustentável e no desenvolvimento de tecnologias adequadas para o setor. A reunião contou com a presença do assessor Especial do Governo, Antônio Pereira, do presidente da FAPEPI, João Xavier, e membros-chave da fundação, Eliciana Vieira, Diretora de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Pedro Soares, Diretor Técnico-Científico; e Ernaldo Vale, Diretor Administrativo Financeiro.

O Secretário Nacional da Pesca Artesanal, Cristiano Ramalho, destacou a importância da parceria entre o Ministério da Pesca e Aquicultura e instituições de pesquisa como a FAPEPI. Ele enfatizou a necessidade de trabalhar em conjunto para promover a preservação dos recursos naturais e o fortalecimento da pesca artesanal, garantindo assim um futuro sustentável para as comunidades costeiras e ribeirinhas. Segundo Cristiano, o Piauí encontra-se entre os cinco estados do Brasil com maior numero de comunidades pesqueiras artesanais.

“É com grande entusiasmo que visito a FAPEPI hoje. A pesquisa científica desempenha um papel fundamental na busca por soluções que garantam a conservação dos nossos ecossistemas aquáticos e o sustento das comunidades que dependem da pesca artesanal. Estou certo de que, ao unirmos esforços com instituições de pesquisa como a FAPEPI, podemos criar políticas e projetos que beneficiarão não apenas o setor da pesca, mas também a biodiversidade marinha e fluvial de nosso país.”


Por sua vez, o presidente da FAPEPI, João Xavier, agradeceu a presença do Secretário Nacional e expressou seu compromisso em colaborar ativamente para o desenvolvimento da pesca artesanal no Piauí e em todo o Brasil. “É uma grande honra receber o Secretário Nacional da Pesca Artesanal, Cristiano Ramalho, em nossa instituição. A FAPEPI está empenhada em apoiar a pesquisa e a inovação em prol do desenvolvimento sustentável do setor pesqueiro. Acreditamos que, ao unirmos nossos esforços e conhecimentos, podemos alcançar resultados significativos que beneficiarão não apenas o estado do Piauí, mas todo o país.”


A visita do Secretário Nacional da Pesca Artesanal à FAPEPI representa um passo importante na construção de parcerias estratégicas entre o governo e as instituições de pesquisa para promover a pesca artesanal sustentável, a exemplo do programa Povos da Pesca Artesanal lançado em agosto, irá beneficiar aproximadamente um milhão de pescadores e pescadoras em todas as regiões do país e próspero e equitativo para as comunidades costeiras e ribeirinhas do Brasil.

Continue lendoSecretário Nacional da Pesca Artesanal visita FAPEPI para fortalecer parcerias em prol do desenvolvimento sustentável