FAPEPI participa de visitas técnicas em Minas Gerais e São Paulo para impulsionar estudos sobre Hidrogênio Verde no Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:5 de março de 2024
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Uma delegação composta por pesquisadores, empresários e investidores piauienses, incluindo o assessor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), Ciro Sá, embarcaram nesta segunda-feira (04), em uma jornada rumo ao conhecimento e potenciais parcerias na área do Hidrogênio Verde. O destino principal foi o 1° Centro de Pesquisa em Hidrogênio Verde do Brasil, localizado em Itajubá, Minas Gerais.

O grupo que também inclui os participantes do Núcleo de Estudos em Energias Renováveis do Piauí, teve a oportunidade de testemunhar de perto as inovações em andamento na estação de abastecimento de veículos movidos a hidrogênio, um projeto pioneiro que tem despertado interesse não apenas no Brasil, mas também internacionalmente. Durante a visita, os participantes puderam mergulhar nos estudos que exploram o potencial do hidrogênio verde em processos industriais, geração de energia elétrica e mobilidade urbana, destacando-se o uso desse recurso em ônibus, entre outros.

O Piauí com sua abundância de luz solar e ventos constantes, tem um grande potencial para se tornar um importante produtor de Hidrogênio Verde no Brasil.

Além da visita ao Centro de Pesquisa em Hidrogênio Verde em Itajubá, o itinerário dos participantes também inclui uma série de atividades enriquecedoras, como visitas à sede da AYA Earth Partners, aos ecossistemas de descarbonização e ao HUB COVI-CO, além de encontros estratégicos com gestores de fundos verdes. Essas experiências visam não apenas fortalecer os laços entre as entidades envolvidas, mas também estimular a colaboração e o intercâmbio de conhecimentos para impulsionar ainda mais os estudos sobre o Hidrogênio Verde no Brasil.

No Piauí, a FAPEPI tem desempenhado um papel fundamental como uma das principais entusiastas no estudo do Hidrogênio Verde. Em parceria com instituições de ensino superior como a Universidade Federal do Piauí (UFPI), o Instituto Federal do Piauí (IFPI), a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e a Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPAr), foi estabelecido o “Núcleo de Estudos em Energias Renováveis”. Esse núcleo tem como objetivo promover pesquisas direcionadas à produção de hidrogênio verde, aproveitando o vasto potencial energético do estado.

O Hidrogênio Verde desponta como uma fonte de energia limpa e altamente versátil, com aplicações diversas que incluem transporte, armazenamento de energia e indústrias de base. O Piauí, com sua rica abundância de recursos naturais, especialmente luz solar e ventos constantes, se apresenta como um candidato ideal para se tornar um importante produtor desta energia no Brasil, contribuindo significativamente para a transição para uma economia mais sustentável.

Continue lendoFAPEPI participa de visitas técnicas em Minas Gerais e São Paulo para impulsionar estudos sobre Hidrogênio Verde no Piauí

Reunião na FAPEPI destaca avanços e desafios do projeto de diagnóstico da juventude no Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:4 de março de 2024
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

Representantes da Coordenadoria Estadual de Juventude e do Instituto Federal do Piauí (IFPI) estiveram reunidos com o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), professor João Xavier, para apresentar o balanço do diagnóstico da juventude do Piauí. A iniciativa, executada em parceria com a FAPEPI, visa analisar e compreender as demandas, desafios e potencialidades da juventude piauiense.

Durante o encontro nesta segunda-feira (04), os participantes compartilharam os resultados obtidos até o momento e discutiram estratégias para a continuidade e aprimoramento do projeto. Estiveram presentes os professores do IFPI, Fernando e Ricardo Ramos, o coordenador geral da COJUV, Everton Calisto e sua equipe envolvida na execução do projeto, bem como o diretor administrativo da FAPEPI, Ernaldo Vale e a diretora de desenvolvimento científico e tecnológico, Eliciana Vieira e membros da comunidade acadêmica interessados na temática da juventude.

O diagnóstico da juventude tem como objetivo central fornecer subsídios para a formulação de políticas públicas mais eficientes e direcionadas às necessidades reais dos jovens do estado. A partir da coleta e análise de dados socioeconômicos, educacionais, culturais e de saúde, pretende-se construir um panorama abrangente e detalhado da realidade juvenil no Piauí.

Durante a apresentação do balanço, foram destacados os principais desafios enfrentados durante a execução do projeto, bem como os avanços e as perspectivas para os próximos passos. A troca de experiências e o diálogo entre os participantes foram fundamentais para identificar pontos de melhoria e oportunidades de ampliação do alcance do projeto.

” Em breve estaremos elaborando o documento final onde vamos expor todos esses dados e a partir disso ter informações mais precisas, pois até então a gente não tinha muitos dados de juventude e a partir deste documento que a gente está fazendo em parceria com a FAPEPI, a gente começa a ter dados frequentes e consistentes sobre a juventude”, destacou o coordenador geral da COJUV, Everton Calisto.

Durante a reunião, o presidente da FAPEPI, professor João Xavier, ressaltou a importância da parceria entre instituições públicas e da sociedade civil para o desenvolvimento de iniciativas que promovam o bem-estar e o desenvolvimento integral dos jovens piauienses. Segundo ele, investir na juventude é investir no futuro do estado.

Ao final do encontro, ficou estabelecido que novas etapas do projeto serão iniciadas em breve, com a continuidade da coleta e análise de dados, bem como a realização de atividades de mobilização e sensibilização junto aos jovens e suas comunidades. A expectativa é de que os resultados obtidos possam subsidiar políticas públicas mais eficazes e inclusivas, capazes de promover o pleno desenvolvimento da juventude no estado do Piauí.

Continue lendoReunião na FAPEPI destaca avanços e desafios do projeto de diagnóstico da juventude no Piauí

FINEP Day Teresina marca o impulsionamento para tornar o Piauí um polo de Inovação e Empreendedorismo no Brasil

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:1 de março de 2024
  • Tempo de leitura:6 minutos de leitura

Pela primeira vez, Teresina foi palco do FINEP DAY, um importante evento para o debate de oportunidades e investimentos voltados à projetos inovadores e startups.

O evento aconteceu no Blue Tree Hotel nesta sexta-feira (01), e reuniu representantes do poder público, empresários, investidores, membros da comunidade acadêmica, especialistas e entusiastas do cenário tecnológico e empresarial, interessados em conhecer melhor as linhas de fomento ofertadas pela FINEP, FAPEPI, Investe Piauí e Governo do Estado, e assim, contribuir para o impulsionamento da economia e a promoção do desenvolvimento do Piauí através do Empreendedorismo e da Inovação.

“O Piauí tem uma gestão dinâmica, é um estado que vem crescendo muito nos últimos anos formando uma base social e científica muito sólida e está na hora de virar a chave com este governador dinâmico e a gente pisar firme com a FINEP aqui no Piauí”, destacou o presidente da FINEP, Celso Pansera.

Promovido através de uma parceria estratégica entre a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), o Governo do Estado, a Investe Piauí e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), o FINEP Day Teresina também contou com a presença de figuras importantes como o governador do estado, Rafael Fonteles, o presidente da FAPEPI, professor João Xavier, o presidente da FINEP, Celso Pansera e o diretor-presidente da Investe Piauí, Vitor Hugo, além de deputados federais como Merlong Solano, Francisco Costa e Flávio Nogueira.

A programação do evento incluiu painéis temáticos nos quais foram apresentadas as oportunidades de financiamento e apoio oferecidas pela FINEP, os resultados obtidos pela FAPEPI por meio de suas linhas de fomento com programas de bolsas e auxílios e os acordos de cooperação e ao final, os presentes puderam tirar dúvidas, compartilhar suas experiências, conhecimentos e discutir estratégias para fomentar o Empreendedorismo e a Inovação no estado

Durante sua participação no evento, o governador Rafael Fonteles destacou a importância de estimular o surgimento e o crescimento de startups e empreendimentos inovadores no Piauí.

“Estamos batendo em todas a portas que tenham dinheiro para Inovação. Fora o que estamos utilizando do próprio Tesouro Estadual para em termos relativos, ser o estado do Brasil que mais investe em Pesquisa, Ciência, Tecnologia e Inovação. Esse é o nosso plano”.

Em seguida, confirmando seu compromisso em tornar o Piauí um polo de inovação e empreendedorismo no Brasil. O governador Rafael Fonteles e o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos, Celso Pansera, assinaram um acordo entre Governo do Estado e FINEP para liberação de R$ 20 milhões para investimentos em startups piauienses. Deste valor, R$ 12,2 milhões devem ser destinados ao Programa TECNOVA 3, executado pela FAPEPI, para o financiamento de micro, pequenas e médias empresas piauienses interessadas em investir em inovação tecnológica.

O presidente da FAPEPI, professor João Xavier, esteve presente no evento e parabenizou as instituições envolvidas em impulsionar a Inovação e o Empreendedorismo como motores do desenvolvimento econômico e social do Piauí.

“Quero parabenizar o presidente Pansera, toda a sua equipe e o presidente Lula pela grandeza e a luta para recompor os recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia que agora está aportando dez bilhões em ações e editais que nós pudemos presenciar aqui. Editais de recuperação, ampliação e inovação de estrutura de ciência e tecnologia em todo o país. Sem essa ação do governo Lula através da FINEP, não seria possível esse momento que presenciamos de assinatura e lançamento do Programa TECNOVA3”, afirmou.

Com a realização do evento, a expectativa é que novas oportunidades de negócios tenham sido geradas assim como o fortalecimento da rede de contatos e parcerias entre os participantes. O FINEP Day Teresina representou um marco importante para o desenvolvimento tecnológico e econômico do estado ao reunir diversos atores do ecossistema de inovação em um ambiente propício para a troca de ideias e a criação de parcerias, como também o surgimento e crescimento de novos negócios inovadores.

Continue lendoFINEP Day Teresina marca o impulsionamento para tornar o Piauí um polo de Inovação e Empreendedorismo no Brasil

FINEP Day Teresina: impulsionando Inovação e Investimentos na capital piauiense

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:27 de fevereiro de 2024
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A capital piauiense será o epicentro de discussões e oportunidades no campo da inovação e empreendedorismo com a realização do FINEP Day Teresina, sexta-feira, 1º de março. O evento que vai acontecer a partir das 8h30 no Auditório Ipê do Blue Tree Hotel, promete reunir líderes, especialistas e entusiastas do cenário tecnológico e empresarial para debater oportunidades de investimento destinadas a projetos inovadores e startups.

Fruto de uma parceria estratégica entre a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), o Governo do Estado, a Investe Piauí e a FAPEPI (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí), o FINEP Day Teresina surge como um marco na busca por impulsionar a economia baseada no conhecimento e na tecnologia na região.

Com o objetivo de promover o diálogo entre diferentes atores do ecossistema de inovação, o evento contará com a presença destacada do presidente da Finep, Celso Pansera, cuja expertise no campo do financiamento de projetos inovadores promete enriquecer os debates e fornecer insights valiosos para os participantes.

Além disso, representantes do poder público, empresários, investidores e a comunidade acadêmica estarão presentes, compartilhando experiências, conhecimento e discutindo estratégias para fomentar o empreendedorismo e a inovação no estado.

As vagas para o FINEP Day Teresina são limitadas, os interessados em participar podem garantir sua presença gratuitamente através do link de inscrição: https://forms.office.com/r/vxCdEggUUA.

Com uma programação abrangente, a expectativa é que o FINEP Day Teresina não apenas gere oportunidades de negócios, mas também fortaleça a rede de contatos e parcerias entre os participantes.

Diante do cenário desafiador imposto pela atual conjuntura econômica, iniciativas como essa se tornam fundamentais para impulsionar o desenvolvimento regional, alavancar a competitividade e criar um ambiente propício para o surgimento e crescimento de empresas inovadoras.

Não perca a oportunidade de fazer parte desse encontro que promete ser um divisor de águas no caminho da inovação e do empreendedorismo no Piauí. Garanta sua participação e contribua para construir um futuro mais próspero e tecnologicamente avançado para todos.

Continue lendoFINEP Day Teresina: impulsionando Inovação e Investimentos na capital piauiense

FAPEPI marca presença em reunião de alinhamento para I Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:22 de fevereiro de 2024
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

Uma importante reunião de alinhamento marcou os preparativos para a realização da I Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí, na última quarta-feira (21). O encontro, que contou com a presença da comissão organizadora, representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) e da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), teve como objetivo discutir estratégias essenciais para o sucesso do evento, agendado para ocorrer dia 26 de março.

A I Conferência Estadual integra a programação da 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CNCTI), que acontecerá de 4 a 6 de junho de 2024, em Brasília. Este evento representa uma oportunidade ímpar para a comunidade científica e acadêmica do estado do Piauí se conectar e debater questões relevantes para o avanço da ciência, tecnologia e inovação.

Durante a reunião, foram delineadas as próximas etapas que guiarão os esforços até a concretização da Conferência Estadual. Com a participação de instituições como o Instituto Federal do Piauí (IFPI), a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), a Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e a Universidade Federal do Piauí (UFPI), além da colaboração da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz-Piauí) e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC – Regional Piauí), a iniciativa promete uma abordagem abrangente e enriquecedora.

Um dos pontos de destaque é a realização de Conferências Territoriais em diversas cidades estratégicas do Piauí, como Floriano, Picos, Bom Jesus, Parnaíba e Teresina. Esses eventos, que antecedem a conferência estadual, visam envolver atores locais e garantir uma representação diversificada, abrangendo diferentes áreas geográficas e segmentos da sociedade.

Cada instituição de ensino envolvida assumirá a responsabilidade de coordenar ações em territórios específicos, consolidando uma dinâmica participativa e inclusiva. Essa descentralização contribuirá para a ampliação do diálogo e o fortalecimento das redes de colaboração entre as diversas regiões do estado.

A I Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí representa um marco significativo para o desenvolvimento científico e tecnológico da região. Um evento de alto nível, que vai estimular a troca de conhecimento, fomentar a inovação e contribuir para a construção de soluções que atendam às demandas locais e nacionais.

Com a colaboração ativa da FAPEPI e demais instituições parceiras, a expectativa é de que a Conferência Estadual proporcione um ambiente propício para o surgimento de novas ideias, parcerias e projetos que impulsionem o desenvolvimento socioeconômico e sustentável do Piauí e do Brasil como um todo.

Clique aqui para mais informações.

Continue lendoFAPEPI marca presença em reunião de alinhamento para I Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí

Palestra na FAPEPI discute Desafios e Perspectivas da Formação Continuada em Serviço

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:22 de fevereiro de 2024
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), sediou na quarta-feira (21), uma palestra sobre os desafios e perspectivas da formação continuada em serviço. O evento, que teve como público-alvo os servidores da Fundação, foi conduzido pelos professores doutores Eliene Pierote e Damião Rocha.

O tema abordado é de extrema importância em um contexto em que a atualização constante se torna essencial para atender as demandas do serviço público. A palestra proporcionou aos participantes uma oportunidade singular de aprofundamento nas questões relacionadas à formação profissional em um ambiente de trabalho em constante evolução.

A atividade foi o resultado de uma colaboração entre a FAPEPI, a Escola de Governo do Piauí e o Programa Estadual Pró-equidade de Raça, Gênero e Diversidade, demonstrando o compromisso com a promoção da igualdade e a capacitação profissional.

Na oportunidade, além da riqueza de conteúdo trazida pelos palestrantes, o evento também contou com a presença da diretora do Núcleo da Escola de Governo Antonino Freire (NUFAF), Naiara Moraes que divulgou a agenda de cursos do NUFAF e ressaltou a importância da formação constante para o desenvolvimento profissional e pessoal dos servidores públicos.

Da esquerda para a direita: Naiara Moraes, diretora do Núcleo da Escola de Governo Antonino Freire (NUFAF), Ernaldo Vale, diretor administrativo da FAPEPI, professores Eliene Pierote e Damião Rocha.

O evento reafirmou a importância de investimentos em capacitação e desenvolvimento pessoal como estratégias fundamentais para aprimorar os serviços prestados à comunidade e promover o avanço institucional.

“A gente está numa perspectiva da cultura da formação continuada em serviço. Então nesse sentido, ganha o servidor, ganha a comunidade, ganha a sociedade quando o servidor compreende qual é a sua função e como é que ele pode desempenhar melhor. Então, a necessidade da formação ela parte muito do que o servidor compreende como necessidade formativa dele para prestar um melhor serviço para a sociedade e consequentemente ele também se sentir bem”, destacou a professora Eliene Pierote.

Para o professor Damião Rocha, o servidor precisa entender que está fazendo um trabalho e que não é somente um emprego. Pois um trabalho ao ser completado pelo servidor, ele também se realiza nos outros e para os outros.

No encerramento do evento, ficou evidente a importância de investimentos contínuos em formação profissional para o desenvolvimento individual e institucional. A educação continuada não apenas capacita os profissionais para enfrentar os desafios do presente, mas também os prepara para os desafios futuros, contribuindo assim para o progresso da sociedade como um todo.

Continue lendoPalestra na FAPEPI discute Desafios e Perspectivas da Formação Continuada em Serviço

FAPEPI e UESPI lançam edital para Bolsistas Produtividade em Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:22 de fevereiro de 2024
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A Reitoria da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) foi palco de um momento significativo para a comunidade acadêmica e científica do estado. O Vice-Reitor, Professor Jesus Antônio de Carvalho, liderou o lançamento dos Editais para Bolsistas de Produtividade em Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI).


O evento, aconteceu no Palácio Pirajá, sede da Reitoria da UESPI, na manhã da terça-feira (21), e contou com a presença de pró-reitores, bolsistas, técnico-administrativos e representantes da FAPEPI, incluindo Ciro Gonçalves, que representou o presidente da fundação, João Xavier.


O destaque do lançamento foram os 12 editais disponíveis para Bolsistas de Produtividade, visando impulsionar a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico no estado. Essas bolsas representam um compromisso sério e tangível com o avanço da ciência e inovação, promovendo o crescimento acadêmico e tecnológico no Piauí.


A presença marcante da professora Bárbara, além de outros nomes importantes da comunidade acadêmica, evidenciou o apoio e entusiasmo da UESPI em relação a iniciativas que fortalecem a pesquisa e a inovação. A parceria estabelecida com a FAPEPI demonstra a união de esforços para impulsionar o desenvolvimento científico e tecnológico no estado.

FAPEPI e UESPI em colaboração para o desenvolvimento do estado.


Esses editais representam mais do que oportunidades individuais; são investimentos concretos no avanço do conhecimento e na construção de um futuro mais promissor para o Piauí. O evento reforçou a importância da colaboração entre instituições acadêmicas e órgãos de fomento, destacando o comprometimento com o desenvolvimento do estado.

Continue lendoFAPEPI e UESPI lançam edital para Bolsistas Produtividade em Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico

I Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí (I CECTI): rumo a um Piauí Justo, Sustentável e Desenvolvido

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:22 de fevereiro de 2024
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

No próximo dia 26 de março, a Universidade Federal do Piauí, em Teresina, será palco da I Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí (I CECTI), um evento que promete impulsionar o desenvolvimento científico e tecnológico no estado nordestino. Sob a temática “Para um Piauí justo, sustentável e desenvolvido,” a conferência visa reunir diferentes setores da sociedade para refletir e construir políticas que impulsionem o progresso da região.


A iniciativa é mediada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) e organizada por instituições de renome, como o Instituto Federal do Piauí (IFPI), a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), a Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar), e a Universidade Federal do Piauí (UFPI). Contando ainda com a participação da Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ-Piauí) e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC – Regional Piauí), o evento se destaca pela abrangência de representantes de órgãos públicos e privados, bem como de organizações da sociedade civil.

Para João Batista Lopes, coordenador geral da conferência no Piauí, este evento representa uma oportunidade ímpar para o estado. “A I CECTI é um espaço de convergência de ideias e ações que moldarão o futuro do Piauí. Queremos a participação ativa de todos os piauienses, para que juntos possamos indicar as políticas e estratégias que impulsionarão nosso desenvolvimento, construindo um Piauí mais justo, sustentável e inovador.


Antecedendo a conferência estadual, serão realizadas Conferências Territoriais em cidades estratégicas do Piauí, como Floriano, Picos, Bom Jesus, Parnaíba e Teresina. Estas conferências preparatórias têm como objetivo envolver as comunidades locais, autoridades, especialistas, acadêmicos e representantes da sociedade civil, proporcionando a construção de propostas significativas a serem discutidas e deliberadas durante o evento principal.


O resultado dessas discussões culminará na produção de um documento contendo as propostas do Estado do Piauí. Esse material será levado para a 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CNCTI), que ocorrerá de 4 a 6 de junho de 2024, em Brasília. Com o tema “Para um Brasil justo, sustentável e desenvolvido”, a CNCTI visa elaborar a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI) para o período de 2024 a 2030.


É com grande satisfação que convidamos todos os interessados a participarem desse processo crucial para o futuro do Piauí. Ao unir forças e ideias, a conferência visa indicar as políticas e estratégias necessárias para impulsionar o desenvolvimento do estado, promovendo um ambiente mais justo, sustentável e inovador.


A I Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí representa uma oportunidade única para todos os setores da sociedade piauiense contribuírem ativamente na construção do futuro do estado. A participação de cada cidadão é essencial para assegurar que as propostas e estratégias refletirão verdadeiramente as necessidades e potencialidades do Piauí, levando-o a um patamar mais elevado de desenvolvimento.

Clique aqui para mais informações.

Continue lendoI Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí (I CECTI): rumo a um Piauí Justo, Sustentável e Desenvolvido

FAPEPI marca presença no lançamento da plataforma “SE CUIDA”

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:8 de fevereiro de 2024
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

O lançamento da plataforma “Se Cuida” ocorreu na quarta-feira (07), contando com a presença da diretora de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da FAPEPI, professora Eliciana Vieira, que representou a Fundação durante o evento. Também estiveram presentes o presidente do TJ-PI, desembargador Hilo de Almeida, e o vice-reitor da UESPI, professor Jesus Abreu, demonstrando o apoio institucional e a relevância atribuída ao projeto.

Resultado de uma parceria estratégica entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) e a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) , a iniciativa visa promover o bem-estar e a saúde mental de servidores e magistrados do Judiciário piauiense.

As atividades do projeto “Se Cuida”, iniciaram nesta quinta-feira (08). Serão desenvolvidas ações permanentes de educação, promoção da saúde e atenção à saúde mental no ambiente laboral do TJ-PI. As atividades estão agendadas para ocorrer às terças e quintas, a partir das 9h, na sala multiuso do prédio administrativo do Palácio da Justiça, proporcionando um espaço dedicado ao autocuidado e à busca pelo equilíbrio emocional.

Além das intervenções presenciais semanais, o programa incorporará atividades complementares, tanto presenciais quanto virtuais, valendo-se do auxílio da inteligência artificial e do uso de chatbots para mensurar a variação de humor e comportamento dos participantes. Essa abordagem inovadora permitirá um acompanhamento mais próximo e personalizado, contribuindo para a identificação precoce de possíveis sinais de estresse ou sobrecarga emocional.

O “Se Cuida” representa um passo significativo na valorização da saúde mental no ambiente de trabalho, reconhecendo a importância do bem-estar dos colaboradores para a eficiência e qualidade dos serviços prestados pelo Tribunal de Justiça do Piauí. Ao promover um ambiente mais saudável e acolhedor, o projeto reafirma o compromisso das instituições envolvidas com o cuidado integral daqueles que dedicam suas habilidades e esforços ao serviço público.

FONTE: TJ-PI com adaptações.

Continue lendoFAPEPI marca presença no lançamento da plataforma “SE CUIDA”

Parceria entre FAPEPI e LACEN pode potencializar análises de saúde pública no Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:8 de fevereiro de 2024
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

Em uma iniciativa que promete otimizar o diagnóstico e monitoramento de saúde pública no estado do Piauí, o Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) está buscando uma parceria estratégica com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI). O objetivo principal é viabilizar o funcionamento de um laboratório específico dentro do LACEN, equipado com tecnologia de ponta, que requer expertise técnica especializada para sua operação.

O laboratório em questão abriga um equipamento de última geração, comumente encontrado em institutos de pesquisa e universidades, altamente especializado e voltado para estudos avançados. No entanto, sua implementação operacional no âmbito do LACEN representa um desafio, dada a necessidade de profissionais qualificados para garantir seu pleno funcionamento.

Em reconhecimento dessa demanda, o diretor geral do LACEN, Fabrício Amaral, esteve reunido com o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí, professor João Xavier, o Assessor da FAPEPI, Ciro Sá, a Diretora de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Eliciana Vieira, o Diretor Técnico-Científico, Pedro Soares e o professor do curso de Farmácia da UFPI, Maurício Amaral na terça-feira (06), para solicitar uma parceria com a Fundação, visando obter apoio na forma de bolsas de pesquisa, contratação de pesquisadores ou suporte técnico especializado. Essa colaboração tem o potencial de alavancar não apenas o desempenho do LACEN, mas também o desenvolvimento científico e tecnológico no estado.

Para isso, será elaborado um projeto que envolve também a Universidade Federal do Piauí (UFPI) e a Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Estas instituições de ensino superior possuem um corpo docente e técnico altamente capacitado, que poderá contribuir significativamente para suprir a demanda técnica identificada no LACEN.

A implementação eficaz desse projeto é de extrema importância para a saúde pública do estado do Piauí. Como o principal laboratório de análises voltado para a saúde pública, o LACEN desempenha um papel vital na detecção e prevenção de doenças, bem como na promoção de políticas de saúde baseadas em evidências.

Segundo o diretor geral do LACEN, Fabrício Amaral, ao colocar em funcionamento o equipamento específico mencionado, o Laboratório estará em condições de fornecer um suporte ainda mais robusto à Vigilância Sanitária do estado. Isso, por sua vez, contribuirá diretamente para a proteção e promoção da saúde da população, garantindo a eficácia das políticas de saúde pública implementadas no estado do Piauí.

Diante desse cenário, a colaboração entre a FAPEPI, o LACEN e as universidades locais emerge como um passo crucial para fortalecer a infraestrutura de saúde e pesquisa no estado, bem como para garantir um serviço de saúde pública de qualidade e eficaz para todos os cidadãos piauienses.

Continue lendoParceria entre FAPEPI e LACEN pode potencializar análises de saúde pública no Piauí