UFPI sedia palestra de divulgação do Programa Centelha Piauí, que irá apoiar criação de até 61 startups

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:19 de agosto de 2022
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

Com bolsas de até R$ 53 mil, o Programa Centelha Piauí irá apoiar a criação de até 61 projetos inovadores no estado. Em alinhamento a essa iniciativa, o Campus da UFPI de Teresina recebeu representantes da fundação catarinense responsável pela execução do Programa no Piauí e em mais 24 estados e no DF. Para divulgar as oportunidade no estado, ocorreu nesta quinta-feira (18) a palestra “Por que empreender: Oportunidades de Geração de Negócios”, no Auditório Maria Salomé Cabral, no Centro de Ciências da Educação (CCE/UFPI). No Piauí, as inscrições ao edital do Centelha encerram no dia 31 de agosto. 

Palestra sobre o edital do Programa Centelha acontece no auditório do CCE/UFPIA iniciativa incentiva o empreendedorismo inovador no Brasil, e no Piauí, e já está em sua segunda edição.

Durante o evento, o pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Luiz de Sousa Santos Júnior, destacou que a parceria “leva alunos, professores e servidores da UFPI a pensarem e fazerem inovação no Piauí”.

Prof. Luiz de Sousa Júnior, pró-reitor de Pesquisa e Inovação

Para se inscrever ao Centelha Piauí, basta acessar o site programacentelha.com.br e clicar em ‘’Inscrições Abertas’’. Qualquer pessoa maior de idade, que reside no Piauí, pode se inscrever. Empresas também podem concorrer, desde que atendam aos critérios estabelecidos no edital.

Maria Teresa Diniz, coordenadora de projetos da Fundação CERTI, foi a palestrante do evento e apresentou todo o panorama do edital. “Nosso objetivo é ajudar as pessoas que têm uma ideia, mas ainda não sabem o que fazer com ela. Nós tiramos essa ideia do papel e a transformamos num empreendimento de sucesso”, destaca.

Na palestra, Maria Teresa detalhou os resultados esperados do Centelha no Piauí.

Além de conquistar R$ 53 mil, há a oportunidade de receber até R$ 26 mil adicionais por projeto em bolsa de apoio do CNPq, construção de networking e acesso a parceiros e ainda capacitação e suporte aos negócios.  Maria Teresa Diniz, coordenadora de projetos da CERTIPodem ser inscritas ideias de diferentes áreas, como: fabricação de alimentos e bebidas, cerâmica, saúde e bem-estar, tecnologia da informação, borracha e plástico, telecomunicações, marketing e mídia, dentre outros.

Ciro Sá, diretor de inovação da FAPEPI, em palestra na Universidade Federal do Piauí.

Ciro Sá, diretor de inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), participou do evento e destacou os benefícios das parcerias do Programa Centelha. “Muitas vezes é realizada uma pesquisa que possa impactar a comunidade, mas faltam estratégias e os recursos necessários”, conclui.

Fonte: UFPI

Continuar lendoUFPI sedia palestra de divulgação do Programa Centelha Piauí, que irá apoiar criação de até 61 startups

CAPES abre Chamada Pública para seleção de leitores brasileiros no exterior

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:11 de agosto de 2022
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

Está aberto até as 17h de 30 de setembro o período de inscrições do Edital nº 36/2022, do Programa Leitorado. Por ele, leitores são enviados para universidades estrangeiras com o intuito de difundir a língua portuguesa falada no Brasil e dar visibilidade à literatura, à cultura e aos estudos nacionais.

As candidaturas devem ser apresentadas no Sistema de Inscrições da CAPES (Sicapes). É preciso preencher formulário on-line e enviar a documentação descrita no edital. Caso a instituição não seja cadastrada no Sicapes, é necessário solicitar até as 17h de 23 de setembro, uma semana antes do fim das inscrições.

Para participar, é necessário ser licenciado e mestre nas áreas de Linguística ou Letras. As bolsas serão pagas pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), parceiro da CAPES no Programa, e têm duração inicial de dois anos, prorrogáveis por mais dois. O resultado preliminar sairá até 30 de novembro e o final, em janeiro de 2023. O início das atividades está previsto para março do próximo ano.

São 20 universidades, de 17 países: Alemanha, Argentina, Bélgica, Canadá, Cabo Verde, China, França, Guiné Bissau, Irlanda, Itália, Líbano, Moçambique, Paraguai, Rússia, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Uruguai. Cada uma tem seus próprios requisitos, descritos no anexo do edital.

Fonte: CCS – CAPES

Continuar lendoCAPES abre Chamada Pública para seleção de leitores brasileiros no exterior

CAPES divulga seleção para cátedra na Universidade de Tübingen

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:20 de setembro de 2022
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

A CAPES divulgou seleção para a concessão de uma bolsa na modalidade Cátedra, na Universidade de Tübingen(Alemanha). Fruto do acordo assinado com a Eberhard Karls Universität Tübingen (Ekut), o Edital nº 31/2022 foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) da terça-feira, 02.

A bolsa, no valor de € 52.710, é voltada, prioritariamente, para pesquisa sobre o hemisfério Sul, nas áreas de Geografia Humana, Antropologia, Estudos de Comunicação e História. Com vigência que variável entre três e 12 meses, o benefício destina-se a professor ou doutor de notório reconhecimento pela comunidade acadêmica e científica do Brasil.

Os interessados podem esclarecer eventuais dúvidas junto à CAPES, até o dia 09 de setembro, pelo e-mail ekut@capes.gov.br. As propostas poderão ser apresentadas até o dia 16 do mesmo mês. Esse prazo compreende a inscrição, preenchimento do formulário e envio da documentação obrigatória. O resultado final está previsto para janeiro de 2023 e o início das atividades para março daquele ano.

Sobre o Programa
Programa Cátedra Tübingen incentiva o intercâmbio científico e a mobilidade acadêmica, assim como aumenta a cooperação entre instituições de ensino superior e centros de pesquisa brasileiros e alemães. Além disso, impulsiona o conhecimento naquela instituição sobre as contribuições de pesquisadores e educadores do Brasil, dando maior visibilidade internacional à produção acadêmica, científica, tecnológica e cultural dos catedráticos brasileiros.

Fonte: CCS – CAPES

Continuar lendoCAPES divulga seleção para cátedra na Universidade de Tübingen

Projeto quer transformar o Piauí em grande exportador de frutas

Read more about the article Projeto quer transformar o Piauí em grande exportador de frutas
MINOLTA DIGITAL CAMERA
  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:20 de setembro de 2022
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

Dentro de quatro anos, o Estado do Piauí pode se consolidar como um dos grandes produtores e exportadores de frutas do Nordeste, a exemplo da Bahia, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. A Embrapa Meio-Norte (Teresina/PI) já começou a implantar um projeto de transferência de tecnologias e inovação em fruticultura, o ProFruti, nos polos dos Tabuleiros Litorâneos (Parnaíba), Platôs de Guadalupe (Guadalupe), Marrecas-Jenipapo (São João do Piauí) e Alto Canindé-Barragem Joaquim Mendes (Conceição do Canindé).

A acerola já é produzida em grande escala no polo Tabuleiros Litorâneos. Foto: Léa Cunha / EMBRAPA

A meta maior do projeto é aumentar em pelo menos 30% a produtividade e a produção de frutas, impactando positivamente, em cerca de 10%, o desenvolvimento regional. As áreas, segundo o pesquisador Valdemício Ferreira, que coordena o ProFruti, já estão sendo preparadas para instalações das unidades de referência tecnológicas. “O trabalho está avançando com o arado, gradagem, correção do solo, instalação dos sistemas de irrigação e preparação das mudas das fruteiras”, anunciou.

Já começaram também os treinamentos dos técnicos da extensão rural e de produtores. Serão realizados oito cursos, capacitando no mínimo 100 multiplicadores de informações tecnológicas. A previsão do pesquisador é de que até novembro deste ano as 23 unidades de referência tecnológicas estejam instaladas nos quatro polos. “O projeto quer transformar o Estado num grande polo produtor de frutas da região, como acerola, banana, goiaba, maracujá e uva”, espera.

Financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), com apoio direto da Câmara Setorial Estadual de Fruticultura, o projeto tem 13 planos de ação e uma equipe de 13 pesquisadores, dois analistas e três assistentes técnicos, além de parceiros especialistas em melhoramentos de plantas, irrigação e drenagem , fitopatologia, entomologia, pós-colheita, solo e nutrição de plantas e métodos quantitativos.

Os quatro polos de produção de frutas no Piauí estão instalados estrategicamente nas regiões norte, centro-sul e sudeste, com milhares de hectares explorados com milho, feijão e frutas. A ideia do ProFruti é adaptar e transferir tecnologias de cultivo, manejo, produção e agregação de valor às fruteiras tropicais ali cultivadas, para o desenvolvimento integrado e sustentável com inovação.
  

Fonte: Fernando Sinimbu (654 MTb/PI) / Embrapa Meio-Norte

Continuar lendoProjeto quer transformar o Piauí em grande exportador de frutas

CNPq e MCTI lançam Chamada Pública para pesquisas destinadas ao Combate à poluição no mar

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:30 de agosto de 2022
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lançam a Chamada Pública CNPq/MCTI-FNDCT CT-Petro Nº 43/2022, para concessão de bolsas e auxílio financeiro para pesquisas destinadas ao Combate à poluição no mar e ambientes marinhos causada pelo plástico e seus subprodutos. 

A ideia é apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País em consonância com o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar (PNCLM). Os objetivos e diretrizes desta chamada são: 

  • Desenvolver diagnóstico e estratégias tecnológicas para combater a poluição no mar e ambientes marinhos causada pelo plástico e seus subprodutos em consonância com o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar – PNCLM.
  • Promover ações de educação, popularização e/ou divulgação científica para diferentes tipos de público, alcançando amplos setores da sociedade em articulação com especialistas, grupos e instituições que atuam nas áreas de educação formal e não formal. 

O prazo para submissão de propostas será até, às 23h59, do dia 05 de setembro. Os interessados devem realizar a inscrição, exclusivamente via Internet, através do Formulário de Propostas online disponível na Plataforma Integrada Carlos Chagas.

Serão selecionados projetos integrados ou redes de pesquisa em três distintas Linhas de Pesquisa:

Linha 1: Quantificação e tipificação do plástico. O objetivo desta linha é o de estabelecer o desenvolvimento de banco de dados com informações sobre os tipos de resíduos, fontes de origem, quantidades e distribuição do lixo no mar brasileiro com a finalidade de monitorar a efetividade das intervenções práticas e políticas para o combate ao lixo no mar. 

Linha 2: Tecnologias para decomposição, tratamento e substituição do plástico. O objetivo desta linha é o de fomentar projetos de inovação tecnológica para o aproveitamento do plástico recolhido do ambiente marinho, propiciar o desenvolvimento de materiais avançados para redesenho de produtos e substituição do plástico, com a finalidade de reduzir gradativamente o lixo presente nas praias brasileiras e nas águas do mar, atuando para que os impactos gerados por esses resíduos sejam minimizados. 

Linha 3: Redes de monitoramento da cadeia produtiva do plástico incluindo descarte e reciclagem. O objetivo desta linha é subsidiar o monitoramento da poluição causada pelo plástico na costa brasileira conforme previsto no PNCLM. Para tanto é necessário a realização de estudos da cadeia produtiva do plástico e seus subprodutos que forneçam dados e informações com metodologia científica padronizada, promovendo maior conhecimento e capacidade de pesquisa para subsidiar a tomada de decisão.  

Para saber mais acesse o link disponível.

Para consultar o edital acesse o link disponível.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq e MCTI lançam Chamada Pública para pesquisas destinadas ao Combate à poluição no mar

Pesquisa monitora saúde das abelhas no Piauí

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:13 de julho de 2022
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

A importância do mel para o Piauí vem cada vez mais sendo evidenciada. Entre janeiro e agosto de 2021, o estado foi o maior exportador do produto em todo o Brasil, conforme um levantamento do Ministério da Saúde. O estudo contabiliza números de exportação. No período, o Piauí realizou 29,1% das exportações de mel do país. Estados Unidos, Europa e Ásia e África são os maiores consumidores do produto piauiense.

Professora e alunos durante pesquisa em campo. Foto: Divulgação.

O Grupo de Estudos sobre Abelhas do Semiárido Piauiense (Geaspi) se destaca nas pesquisas deste setor. Coordenado pela professora Juliana do Nascimento Bendini, que pesquisa há 23 anos apicultura, está localizado no campus Senador Helvídio Nunes de Barros, em Picos e realiza, desde 2015, diversos trabalhos de pesquisa e extensão. 

Em execução através do Programa de Bolsas de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), o projeto “Monitoramento do nível de infestação de Varroa destructor em colônias de abelhas africanizadas de apiários do semiárido piauiense”, contemplado no Edital 002-2021, ressalta a preocupação da ciência com o acompanhamento da saúde das abelhas no Piauí. 

Visita aos apiários de produtores de mel no Piauí. Foto: Divulgação.

“Com o intuito de se garantir os índices de produção de mel na região semiárida do Piauí, necessário se faz a realização de monitoramentos periódicos referentes à sanidade dos apiários, bem como de ações educativas para que os apicultores e apicultoras possam reconhecer os sintomas de varroatose e alertar quanto à possíveis níveis elevados de infestação pelo ácaro em seus apiários”, destaca o projeto submetido pela professora Juliana. 

No estado do Piauí, a apicultura tem criado oportunidades de trabalho e renda para famílias de pequenos e médios produtores, especialmente na região semiárida. “O Piauí tem na produção e comercialização de mel uma das três maiores atividades responsáveis pelo Produto Interno Bruto do Estado. A apicultura não colabora apenas para o crescimento econômico, mas também para o desenvolvimento humano, posto que garante renda distribuída às comunidades rurais, sem desapropriá-las, nem destruir as matas”, afirmou a professora Juliana Bendini.

De acordo com a pesquisadora Juliana Bendini, a importância das abelhas para ecossistemas é imensurável, pois cerca de 87% das plantas com flores dependem dos animais para produzir frutos e sementes.

Com informações do G1-PI.

Continuar lendoPesquisa monitora saúde das abelhas no Piauí

Dia nacional da Ciência, da Pesquisadora e do Pesquisador científico

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:11 de julho de 2022
  • Reading time:1 minuto(s) de leitura

Neste 8 de julho é comemorado o Dia Nacional da Ciência e o Dia Nacional da Pesquisadora e do Pesquisador Científico.

A FAPEPI tem um grande prazer de estar no cotidiano de centenas de pesquisadores e aproveita a data para reiterar o orgulho da pesquisa piauiense e parabenizar as pesquisadoras e pesquisadores do Piauí.

Este dia homenageia a criação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em 8 de julho de 1948. Desde então, esta entidade se tornou um dos pilares para professores, alunos e pesquisadores de todo o país.

A data tem como objetivo chamar a atenção para a produção científica do país, estimular o gosto dos jovens pela ciência e divulgar o saber científico para a sociedade.

Continuar lendoDia nacional da Ciência, da Pesquisadora e do Pesquisador científico

FAPEPI investirá mais de 8,3 milhões em bolsas com editais recém-lançados

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:11 de julho de 2022
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

Fundação investe mais ampliando número de vagas; inscrições podem ser feitas direto no site 

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) ampliou o valor do investimento destinado a bolsas de estudo para o Piauí em 2022, na comparação com 2021. Nesta sexta-feira (01), a FAPEPI lançou editais de bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado, que somados totalizam um investimento de mais de R$ 8,3 milhões oriundos do Tesouro Estadual. Em 2021, a Fundação pagou 1,1 milhão com recursos estaduais. 

Nos dois editais, que podem ser conferidos clicando aqui, serão oferrtadas 40 bolsas para doutorado, 60 para mestrado e 200 para a graduação. O valor das bolsas é de R$ 2.200,00 para doutorado, R$ 1.500,00 para mestrado e R$ 400,00 para iniciação científica.

O aumento no orçamento para bolsas reflete a valorização que o Governo do Estado está dando ao setor de pesquisa e inovação do Piauí, de forma a promover o conhecimento e também incentivar o empreendedorismo. “É por meio da pesquisa que a humanidade cria inovações no ramo da tecnologia e isso vira empreendedorismo, que é o meio que gera dinheiro para a economia”, explica o presidente da Fapepi, Antônio Cardoso do Amaral.

O investimento da FAPEPI nas bolsas vem num momento em que o Governo Federal tem reduzido drasticamente o orçamento destinado a bolsas, tanto na Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) quanto no CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Dados da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), por exemplo, mostram que Capes e CNPq perderam aproximadamente 51% da verba para financiar pesquisas nos últimos dez anos.

Historicamente, as FAPs (Fundações de Amparo à Pesquisa Estaduais) sempre pagaram bolsas com parte dos recursos do Governo Federal, porém em 2022, com o corte do CNPq e Capes, desta vez a FAPEPI vai pagar as bolsas com recursos 100% do Governo do Piauí.

Continuar lendoFAPEPI investirá mais de 8,3 milhões em bolsas com editais recém-lançados

FAPEPI lança editais de bolsas de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:2 de julho de 2022
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) mais uma vez garante oportunidade de bolsas para graduandos, mestrandos e doutorandos, e torna público nesta sexta-feira (01) o lançamento de editais para concessão de bolsas de apoio às atividades de pesquisa científica, tecnológica e inovação.

A FAPEPI convida pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino e Pesquisa sediadas no Estado do Piauí a apresentarem propostas para obtenção de bolsas na modalidade Iniciação Científica (IC) para estudantes de Graduação no âmbito do Programa de Bolsas de Iniciação Científica da FAPEPI – PBIC, e para mestrandos e doutorandos, no âmbito do Programa de Apoio à Pós-graduação Stricto Sensu (PAPG). Os editais podem ser conferidos clicando aqui.

Os programas visam contribuir para a formação de pesquisadores em todas as áreas do conhecimento, através da concessão de bolsas de iniciação científica a alunos de graduação (PBIC), mestrado e doutorado (PAPG). 

Para mais informações acesse nossas redes ou entre em contato pelo e-mail fapepi@fapepi.pi.gov.br.

Continuar lendoFAPEPI lança editais de bolsas de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado

FAPEPI participa de Chamada de projetos de inovação tecnológica entre o Brasil e a Espanha

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:30 de junho de 2022
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), no conjunto de suas Fundações, e o Centro de Desenvolvimento Tecnológico Industrial (CDTI) da Espanha, lançaram nesta segunda-feira (27/06), a Chamada CONFAP & CDTI 2022-2023, para apoiar projetos de colaboração em pesquisa e inovação tecnológica entre o Brasil e a Espanha.

Os participantes dos projetos selecionados poderão ser apoiados pelo CDTI, na Espanha, e pelas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) participantes da chamada no Brasil (vide listagem abaixo). Esta chamada abrange propostas de qualquer setor de atividades. Os projetos terão a duração de 12 a 36 meses.

Elegibilidade 

Os consórcios que desenvolverão as propostas deverão ser constituídos no Brasil de acordo com os seguintes requisitos: 

– É necessária a participação de uma entidade brasileira (empresa, universidade ou centro de pesquisa, dependendo dos requisitos de elegibilidade da FAP envolvida) junto com uma empresa espanhola, associados por meio de um Acordo de Colaboração (Carta de Intenções). Podem participar parceiros de outros Estados no mesmo projeto. 

– As Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) podem solicitar critérios de elegibilidade adicionais, que, em tais casos, as diretrizes específicas de cada FAP serão publicadas em seus respectivos sites. 

– Os participantes do Brasil devem verificar as regras de elegibilidade e modalidades de participação das suas respectivas FAPs.

Veja a relação das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa – FAPs participantes da chamada:

  1. Fundação Araucária – Paraná;
  2. FAPAC – Acre;
  3. FAPDF – Distrito Federal;
  4. FAPEAM – Amazonas;
  5. FAPEAP – Amapá;
  6. FAPEG – Goiás;
  7. FAPEMA – Maranhão;
  8. FAPEMAT – Mato Grosso;
  9. FAPEPI – Piauí;
  10. FAPERGS – Rio Grande do Sul;
  11. FAPERJ – Rio de Janeiro;
  12. FAPES – Espírito Santo;
  13. FAPESB – Bahia;
  14. FAPESC – Santa Catarina;
  15. FAPESPA – Pará;
  16. FAPESQ – Paraíba;
  17. FAPT – Tocantins;
  18. FUNCAP – Ceará;
  19. FUNDECT – Mato Grosso do Sul;
  20. FAPERO – Rondônia.

Submissão de propostas

As entidades participantes no Brasil devem enviar suas propostas ao CONFAP e verificar se a proposta deve ser também submetida na plataforma da respectiva FAP.

A plataforma para submissão das propostas do CONFAP será disponibilizada a partir do dia 22 de agosto de 2022, no link.

Cronograma

– Lançamento da chamada: 27 de junho de 2022.

– A chamada terá três prazos distintos para submissão das propostas: 16 de setembro de 2022; 20 de abril de 2023; e 15 de setembro de 2023.

Mais informações:

– Para o esclarecimento de dúvidas gerais relacionadas à chamada e participação das FAPs brasileiras, envie um e-mail para: elisa.confap@gmail.com;

– Para o esclarecimento de dúvidas relacionadas ao apoio do CDTI aos projetos brasileiros, envie um e-mail para: mariapilar.demiguel@cdti.es.

Acesse a íntegra da Chamada CONFAP & CDTI 2022-2023.

Assessoria de Comunicação do CONFAP

Continuar lendoFAPEPI participa de Chamada de projetos de inovação tecnológica entre o Brasil e a Espanha