Inscrições abertas para o XIII Prêmio de Fotografia-Ciência & Arte do CNPQ

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:19 de janeiro de 2024
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

Na busca pela conexão entre ciência, tecnologia e arte, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), apresenta a 13° edição do Prêmio de Fotografia-Ciência & Arte referente ao ano de 2023.

O concurso, que já se consolidou como uma vitrine para a criatividade visual no universo científico, tem como objetivos fomentar a produção de imagens com a temática de ciência, tecnologia e inovação, contribuir com a divulgação e a popularização da ciência e tecnologia, como também ampliar o banco de imagens do CNPq.

Podem participar maiores de 18 anos que sejam estudantes de graduação e de pós-graduação, graduados e pós-graduados, docentes e pesquisadores brasileiros e estrangeiros com visto permanente no Brasil.

A originalidade, o impacto visual, o domínio da técnica e da estética, a relevância da imagem para a pesquisa e a contribuição para a popularização e divulgação científica e tecnológica, estão entre os critérios a serem avaliados pela Comissão Julgadora multidisciplinar.

O prêmio é composto por duas categorias distintas e acolhe contribuições que utilizem câmeras fotográficas ou instrumentos especiais para capturar a ciência em suas várias facetas.

  • Categoria I – Imagens produzidas por Câmeras Fotográficas (não serão aceitas imagens com tratamento, edição ou manipulação).
  • Categoria II – Imagens produzidas por Instrumentos Especiais (ópticos, eletrônicos e eletromagnéticos), tais como lupa, microscópio, microscópio eletrônico, telescópio, imagem de satélite, raios-x, ultrassom, ressonância magnética, endoscópio, colposcópio, PET Scan e tomografia computadorizada.

Para cada uma das categorias serão premiados até 3 (três) candidatos, distribuídos em 1º, 2º e 3º lugares.

– 1º lugar – R$ 15.000,00 (quinze mil reais)
– 2º lugar – R$ 10.000,00 (dez mil reais), e
– 3º lugar – R$ 5.000,00 (cinco mil reais)

Além do prêmio em dinheiro, os vencedores receberão um diploma e serão contemplados com passagens aéreas e diárias. Esse benefício visa permitir que os agraciados participem da cerimônia presencial de premiação, que será realizada na 76ª Reunião Anual da SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, em Belém/PA entre os dias 07 e 13 de julho de 2024.

O evento que acontecerá na Universidade Federal do Pará, será um ambiente propício para a troca de conhecimento e experiências entre os premiados, cientistas e entusiastas da ciência.

Interessados em concorrer ao  prêmio podem se inscrever até o dia 09 de fevereiro através do site: www.premiofotografia.cnpq.br/web/pfca/home .

A divulgação dos resultados deve feita pelo site do prêmio e/ou pelo portal do CNPq até maio de 2024.

FONTE: CNPq com adaptações.

Continue lendoInscrições abertas para o XIII Prêmio de Fotografia-Ciência & Arte do CNPQ

Edital lançado pela Iniciativa Amazônia+10, em parceria com o CNPq, agora tem fundo total de aproximadamente R$ 94 milhões

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:19 de janeiro de 2024
  • Tempo de leitura:6 minutos de leitura

Reino Unido, Suíça e Alemanha se somam à Chamada Expedições Científicas

Quatro agências estrangeiras passaram a integrar a chamada Expedições Científicas, lançada em novembro pela Iniciativa Amazônia+10 em conjunto com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e que está aberta para inscrições até 29 de abril de 2024. São elas o British Council e o UK Research and Innovation (UKRI), ambas do Reino Unido, a Swiss National Science Foundation (SNSF), da Suíça, e o Centro Universitário da Baviera para América Latina (BAYLAT), da Alemanha.

As instituições vão apoiar pesquisadores dos seus respectivos países a desenvolverem estudos relacionados à Amazônia Brasileira – as informações e os detalhes dos itens financiáveis de cada agência estão descritos no Anexo IX do edital e, no caso dos proponentes ao UKRI, também no Anexo X.

O CNPq e as 19 Fundações de Amparo à Pesquisa estaduais envolvidas no edital disponibilizaram R$59,2 milhões para o financiamento de pesquisas voltadas à expansão do conhecimento científico da sociobiodiversidade sobre áreas pouco conhecidas da maior floresta tropical do mundo. Com os aportes financeiros das quatro agências internacionais – 30 mil euros, 5 milhões de libras esterlinas (sendo £ 4 milhões aportados pelo UKRI e £ 1 milhão pelo British Council) e 1 milhão de francos suíços –, a chamada Expedições Científicas agora tem um fundo total de aproximadamente R$ 94 milhões.

Além disso, o British Council também vai investir em outras ações em conjunto com a Iniciativa Amazônia+10, entre elas um programa de bolsas de início de carreira para pesquisadores da Amazônia Legal no Reino Unido. São £360 mil para financiar 6 bolsas, em torno de R$2,1 milhões.

E foi lançada, ainda em 2023, a chamada Amazonia BR/UK Workshops Grants, que tinha como objetivo financiar workshops científicos para apoiar a realização de novas pesquisas, projetos e colaborações entre pesquisadores brasileiros e britânicos em temas relacionados à Amazônia. O British Council disponibilizou em torno de £370 mil, aproximadamente R$2,3 milhões, para esta chamada. As propostas enviadas até 7 de janeiro de 2024 estão em fase de avaliação.

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) também assinou Memorandos de Entendimento com a SNSF, o BAYLAT e o UKRI para cooperação no âmbito da Iniciativa Amazônia+10 entre as três entidades internacionais e as FAPs.

Embora a Amazônia seja uma das maiores e mais intactas florestas do mundo, ela é também uma das menos conhecidas em termos biológicos. Seu tamanho imenso, sua diversidade e seus acessos limitados fazem com que a tarefa de documentar sua biodiversidade seja extremamente desafiadora.

O edital tenta justamente preencher duas lacunas, uma geográfica e outra taxonômica, além de também apoiar expedições voltadas a ampliar o conhecimento da diversidade sociocultural dos povos tradicionais da Amazônia. Serão financiadas pesquisas, por exemplo, sobre o patrimônio material e imaterial de povos ancestrais, indígenas e tradicionais, documentação de línguas indígenas e sistemas de conhecimento associados, além da relação entre dinâmicas territoriais de povos tradicionais com o uso sustentável dos recursos naturais da floresta.

Importante ressaltar que a participação de integrantes estrangeiros em pesquisa de expedições científicas requer autorização que deverá ser solicitada aos órgãos competentes pelo colaborador no Brasil (orientações no site do CNPq) e as devidas licenças (de coleta, acesso ao material genético, envio de material para o exterior, etc) devem ser providenciadas pelos pesquisadores brasileiros da equipe. Uma das diretrizes do edital é justamente que o material coletado nas expedições científicas seja catalogado e tombado em instituições amazônicas, como forma de preservação desse patrimônio.

A divulgação do resultado final das propostas contempladas acontecerá em agosto de 2024.

A Iniciativa Amazônia+10 é liderada pelo CONFAP e pelo Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência Tecnologia e Inovação (Consecti), e conta também com a parceria do CNPq. O programa já destinou quase R$100 milhões em recursos para projetos científicos na região, articulando grupos de pesquisa que combinam pesquisadores da Amazônia Legal e de outros Estados brasileiros.

Clique aqui para acessar o Edital.

Clique aqui para acessar o anexo IX

Clique aqui para acessar o anexo X

FONTE: INICIATIVA AMAZÔNIA +10 COM ADAPTAÇÕES

Continue lendoEdital lançado pela Iniciativa Amazônia+10, em parceria com o CNPq, agora tem fundo total de aproximadamente R$ 94 milhões

FAPEPI realiza Seminário de Avaliação Parcial do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional do Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:19 de janeiro de 2024
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A FAPEPI realizará Seminário de Avaliação Parcial do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional do Piauí (PDCTR-PI) – Edital FAPEPI 06/2021 nos dias 23 e 24 de janeiro, em sua sede. Trata-se de uma atividade de acompanhamento na qual os pesquisadores apresentarão os resultados parciais de seus estudos, compartilharão conhecimentos e experiências.

O objetivo do Programa (PDCTR-PI) é estimular a fixação de recursos humanos com experiência em ciência, tecnologia e inovação e/ou reconhecida competência profissional em instituições ou empresas públicas ou privadas, de ensino superior e/ou pesquisa científica, tecnológica e de inovação.

Atualmente, 13 projetos de pesquisa nas áreas de Antropologia, Farmácia/Farmacologia, Agronomia, Ecologia, Zootecnia, Arqueologia e Ciências da Computação estão em fase de execução na Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Instituto Federal do Piauí (IFPI) e Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). Os estudos abrangem diversos territórios do Piauí, entre os quais a Planície Litorânea, Entre Rios, Cocais, Carnaubais, Tabuleiros do Alto Parnaíba, Vale do Rio Guaribas, Vale dos Rios Piauí e Itaueiras e Chapada das Mangabeiras.

Os projetos são financiados pela FAPEPI e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), para os quais foram destinados um total de R$ 2.830.800,00, sendo R$ 210.000,00 da FAPEPI e R$ 2.620.800,00 do CNPq, para auxílio financeiro aos projetos e pagamento de bolsas na modalidade DCR.

Continue lendoFAPEPI realiza Seminário de Avaliação Parcial do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional do Piauí

Em parceria com a Amazônia+10, British Council lança chamada de apoio a workshops científicos

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:5 de dezembro de 2023
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura
Amazonia BR/UK Workshops Grants vai disponibilizar aproximadamente R$2 milhões para financiar propostas
que ampliem o conhecimento sobre sociobiodiversidade e biodiversidade na região.

O British Council, por meio do Fundo de Parcerias Internacionais em Ciências (ISPF) do governo do Reino Unido, se uniu à Iniciativa Amazônia+10 para lançar o programa Amazonia BR/UK Workshops Grants, voltado para pesquisadores do Reino Unido e do Brasil. O objetivo da chamada é financiar workshops científicos para apoiar a realização de novas pesquisas, projetos e colaborações entre pesquisadores brasileiros e britânicos em temas relacionados à Amazônia.

A Iniciativa Amazônia+10 é liderada pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo a Pesquisas (Confap) e pelo Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência Tecnologia e Inovação (Consecti), e conta também com a parceria do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O programa já destinou quase R$100 milhões em recursos para projetos científicos na região, articulando grupos de pesquisa que combinam pesquisadores da Amazônia Legal e de outros Estados brasileiros.

No caso do Amazonia BR/UK Workshops Grants, também existe a mesma premissa de estabelecer novos vínculos, ao incentivar a reunião de pesquisadores em início de carreira de ambos os países.

As propostas devem incluir um Proponente Principal no Reino Unido e um Proponente Principal no Brasil – este, obrigatoriamente, vinculado a uma instituição de pesquisa localizada na Amazônia Legal. Cada projeto pode atingir até £53,2 mil, com um fundo total de £320 mil disponível para esta chamada – em torno de R$330 mil e R$2 milhões, respectivamente. O prazo de envio é 12h, horário do Reino Unido, em 7 de janeiro de 2024.

Sobre os workshops

A duração mínima de um workshop é de três dias e eles devem ser realizados em qualquer um dos nove estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), entre 15 de março e 31 de julho de 2024.

Cada workshop científico será coordenado pelos dois Proponentes Principais e deverá expandir o conhecimento sobre sociobiodiversidade e biodiversidade amazônica em qualquer disciplina ou área multidisciplinar (incluindo as ciências naturais, ciências sociais, artes e humanidades).

Os Proponentes Principais podem identificar até quatro Pesquisadores Líderes adicionais, dois de cada país – no caso brasileiro, os pesquisadores podem ser de qualquer estado que integre a Iniciativa Amazônia+10 –, para se envolverem no workshop e atuarem como mentores. É importante lembrar que o British Council incentiva a participação de pesquisadoras líderes mulheres e/ou daqueles pertencentes a grupos minoritários.

Os demais participantes do workshop devem ser pesquisadores em estágio inicial de carreira (ECR, na sigla em inglês). O número máximo de pessoas no evento é 40, incluindo Proponentes Principais, mentores e pesquisadores em início de carreira.

Para esta chamada, foi definido como “ECR” alguém que concluiu ou está prestes a concluir o doutorado, potencialmente aguardando defesa oral final, que deve ser aprovada antes de receber o financiamento. Se um pesquisador não possui um doutorado, mas tem experiência de pesquisa equivalente a um doutorado e trabalha em uma área onde um doutorado não é um pré-requisito para atividade de pesquisa estabelecida, ele ainda pode ser considerado elegível. Participantes de organizações com fins lucrativos não podem receber financiamento.

Saiba mais detalhes e outras informações no site do British Council: https://www.britishcouncil.org.br/atividades/educacao/ispf/amazonia

Sobre o British Council

O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Apoiamos a paz e a prosperidade construindo conexões, entendimento e confiança entre as pessoas no Reino Unido e em países do mundo todo. Fazemos isso por meio de nosso trabalho em Artes e Cultura, Educação e Língua Inglesa. Trabalhamos com pessoas em mais de 200 países e territórios e estamos presentes em mais de 100 países. No ano fiscal de 2022-23 atingimos 600 milhões de pessoas.

FONTE: INICIATIVA AMAZÔNIA+10

Continue lendoEm parceria com a Amazônia+10, British Council lança chamada de apoio a workshops científicos

Divulgado o Resultado Final da 2° rodada de credenciamento de empresas para aceleração de startups piauienses

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:29 de novembro de 2023
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí “Professor Afonso Sena Gonçalves” – (FAPEPI), torna público o resultado final da Chamada Pública FAPEPI/MCTI/FINEP nº 03/2023, referente ao credenciamento de Empresas para Aceleração de Startups Piauienses no Tecnova 3 Piauí: Programa INOVAPIAUÍ de Apoio à Inovação Tecnológica.

Do total de 12 propostas submetidas, 05 estão habilitadas.

Clique aqui para acessar o resultado.

Continue lendoDivulgado o Resultado Final da 2° rodada de credenciamento de empresas para aceleração de startups piauienses

Em parceria com a Mary Immaculate College, CAPES abre seleção para capacitar educadores brasileiros na Irlanda

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:21 de novembro de 2023
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), anunciou a abertura de um novo edital para o Programa de Desenvolvimento Profissional de Educadores na Irlanda. A iniciativa visa capacitar e aprimorar educadores brasileiros por meio de uma experiência internacional enriquecedora.

O programa, resultado de uma parceria entre a CAPES e instituições de ensino superior irlandesas, oferece a oportunidade para educadores brasileiros realizarem cursos de curta duração na Irlanda. Este ano, a seleção está ofertando a especialização em Liderança e Gestão Educacional a ser realizada na Mary Immaculate College (MIC), em Limerick, a partir de agosto de 2024.

Além do aprimoramento em língua inglesa, a proposta pedagógica do curso tem por objetivo o desenvolvimento de habilidades em liderança e gestão educacional.

Podem participar professores, coordenadores e supervisores pedagógicos, gestores escolares e profissionais das secretarias de Educação que exerçam atividades de gestão educacional ou relacionadas à formação de professores. Desde que estejam atuando na rede pública de educação do País.

São oferecidas 28 vagas, uma por estado mais o Distrito Federal e uma para ampla concorrência em nível nacional.

Entre os benefícios estão: passagens aéreas nacional e internacional (ida e volta), auxílio instalação, ajuda de custo mensal, seguro saúde, deslocamento na Irlanda (aeroporto/universidade/aeroporto), hospedagem (em acomodação compartilhada), taxas escolares e materiais didáticos do curso, além de hospedagem para participação na orientação pré-partida, se houver.

As inscrições gratuitas podem ser realizadas até o dia 22 de dezembro, por meio de formulário eletrônico em http://inscricao.capes.gov.br .

Para efetuar a candidatura, o interessado precisa se cadastrar ou atualizar o currículo na Plataforma Freire, disponível em freire.capes.gov.br .

A oportunidade oferecida pela CAPES representa um passo significativo para o aprimoramento profissional dos educadores brasileiros, possibilitando a vivência em um ambiente educacional internacionalmente reconhecido e fomentando a internacionalização do conhecimento.

Clique aqui para mais informações.

Continue lendoEm parceria com a Mary Immaculate College, CAPES abre seleção para capacitar educadores brasileiros na Irlanda

FAPEPI divulga Resultado Final de seleção do Edital nº 003/2023 – PAPCTI

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:17 de novembro de 2023
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), por meio da Diretoria Técnico-Cientifica (DTC), divulga o Resultado Final da seleção de propostas do Edital nº 003/2023, de Apoio a Jovens Cientistas no Estado do Piauí, no âmbito do Programa de Apoio à Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação (PAPCTI).


As propostas contemplam os três eixos que abrangem o Edital: Agro, Meio Ambiente e Tecnologia da Informação. Beneficiam projetos de duas Instituições públicas de Ensino Superior: UFPI e UFDPar.


Os coordenadores dos projetos aprovados receberão e-mail, via sistema SIGFAPEPI e deverão estar atentos aos prazos estabelecidos pela FAPEPI, bem como às exigências estabelecidas no Edital que rege o certame para a contratação de bolsa e auxílio ao projeto.


Para acessar o Resultado – clique aqui

Continue lendoFAPEPI divulga Resultado Final de seleção do Edital nº 003/2023 – PAPCTI

FAPEPI divulga Resultados de Recursos e da Avaliação de Mérito das propostas concorrentes ao Edital nº 003/2023

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:14 de novembro de 2023
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), por meio da Diretoria Técnico-Cientifica (DTC), divulga resultados da interposição de recurso e da Etapa II – Avaliação de Mérito Após Recursos – das propostas submetidas ao Edital nº 003/2023, de Apoio a Jovens Cientistas no Estado do Piauí, no âmbito do Programa de Apoio à Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação (PAPCTI).

Os pareceres estão disponíveis aos proponentes no sistema SIGFAPEPI e o resultado final da seleção será publicado até o dia 17 de novembro, conforme cronograma do Edital.

Para acessar o Resultado dos Recursos – clique aqui

Para acessar o Resultado da Análise de Mérito Após-Recursos – clique aqui

Continue lendoFAPEPI divulga Resultados de Recursos e da Avaliação de Mérito das propostas concorrentes ao Edital nº 003/2023

FAPEPI divulga Resultado Preliminar da Análise de Mérito do edital de bolsas do PAPCTI

  • Autor do post:
  • Categoria do post:EditaisSem categoria
  • Última modificação do post:10 de novembro de 2023
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), por meio da Diretoria Técnico-Cientifica (DTC), divulga o resultado preliminar da Etapa II – Avaliação de Mérito – das propostas submetidas ao Edital nº 003/2023, de Apoio a Jovens Cientistas no Estado do Piauí, no âmbito do Programa de Apoio à Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação (PAPCTI).
A seleção visa beneficiar jovens pesquisadores que atuam em áreas estratégicas para o desenvolvimento tecnológico e de inovação do Estado do Piauí. Para tanto, a FAPEPI concederá 05 bolsas e auxílio financeiro à pesquisa em dois perfis distintos de concorrência: ampla e autodeclarados negros e/ou indígenas.


A Interposição de recursos ao Resultado da Etapa II – Avaliação de Mérito, será, exclusivamente, via SIGFAPEPI, até às 23 horas e 59 minutos do dia 13 de novembro de 2023, em formulário eletrônico específico, disponível na área restrita do proponente, dentro do quadro da proposta submetida, no ícone referenciado como “Recursos”. Para acessar os pareceres, clique no ícone “Informações” e em seguida “Informações”.

Clique aqui para acessar o resultado

Continue lendoFAPEPI divulga Resultado Preliminar da Análise de Mérito do edital de bolsas do PAPCTI

SBPC abre inscrições para prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Notícia
  • Última modificação do post:23 de outubro de 2023
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

O avanço da ciência e da pesquisa no Brasil tem impulsionado, ao longo dos anos, o crescimento de uma comunidade diversificada e talentosa de cientistas. As mulheres têm desempenhado um papel fundamental, contribuindo significativamente para a compreensão e inovação nas mais diversas áreas do conhecimento.

Como forma de celebrar as conquistas notáveis das cientistas brasileiras, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), está com inscrições abertas para a 5° edição do Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher até o dia 31 de outubro deste ano.

O prêmio batizado em homenagem a Carolina Bori, psicóloga, pesquisadora e primeira presidente mulher da SBPC, destaca o compromisso da instituição em promover a igualdade de gênero no mundo acadêmico e científico.

A premiação se divide em três categorias correspondentes às grandes áreas do conhecimento: Humanidades; Biológicas e Saúde; e Engenharias, Exatas e Ciências da Terra.

Para participar, as indicações devem ser feitas através de um formulário online pelas sociedades científicas afiliadas à SBPC. Cada inscrição requer a apresentação de um currículo da Plataforma Lattes e uma minibiografia atualizados, bem como uma carta de recomendação que justifique a indicação.

Candidatas de anos anteriores, que não tenham sido contempladas com o prêmio, podem se inscrever novamente em edições posteriores.

O anúncio das cientistas premiadas na edição 2023/2024 deve ser feito até o dia 19 de janeiro de 2024, enquanto a cerimônia de premiação acontece dia 06 de fevereiro, durante o evento anual realizado pela SBPC na cidade de São Paulo.

Clique aqui para acessar o edital.

Sobre o prêmio:

O Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher” é uma homenagem da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) às cientistas destacadas e às jovens brasileiras com notório talento para uma carreira científica promissora, que leva o nome de sua primeira presidente mulher, Carolina Martuscelli Bori.

Com esta premiação, a SBPC soma aos prêmios já criados para homenagear personagens da ciência brasileira, um especialmente dedicado a mulheres cientistas brasileiras renomadas e jovens que aspiram ingressar nesse fantástico universo da pesquisa científica. Atualmente, mesmo com todos os avanços em todo o planeta, as mulheres, que representam 50% da população mundial, são apenas 30% dos cientistas.


A premiação é realizada anualmente pela SBPC, no mês de fevereiro, durante o Simpósio Mulheres e Meninas na Ciência, alternando as duas categorias. A data é em celebração ao Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, instituído pela UNESCO.


Carolina Bori foi a primeira cientista mulher a presidir a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, tendo exercido seu mandato entre 1986 e 1989. Sua atuação na SBPC começou em 1969, como membro do Conselho. Lutou por políticas e por investimentos em desenvolvimento científico durante a ditadura militar. No período de redemocratização da sociedade brasileira, em seu mandato na Presidência da entidade, promoveu a divulgação e popularização da ciência por meio de programas de rádio e conferências, para “diminuir a distância entre o conhecimento gerado na academia e o que chega à população”. Bori faleceu em 2004.

Logo, como parte das comemorações dos 70 anos de sua fundação, a SBPC – que já teve três mulheres presidentes – lançou em 2019 essa premiação, cujo objetivo é homenagear as cientistas brasileiras e incentivar as meninas a seguirem nessa carreira. Trata-se de uma ação marcante de sua trajetória histórica, na qual muitas mulheres foram protagonistas de anos de lutas e sucesso da maior sociedade científica do País e da América do Sul.

Fonte: SBPC com alterações

Continue lendoSBPC abre inscrições para prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”