Fapepi apoia workshop para debater o Novo Marco Legal de Ciência Tecnologia e Inovação

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:1 de junho de 2018
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

No próximo dia 06 de junho acontece, em Teresina, o Workshop Novo Marco Legal de Ciência Tecnologia e Inovação, que visa debater sobre as melhorias para a elaboração Lei Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Piauí, bem como discutir a inserção do Brasil na inovação mundial.

O workshop também irá debater a Lei Federal 13.243, 11 de janeiro de 2016, que é regulada pelo Decreto nº 9.283, de 7 de fevereiro de 2018, e dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação.

O evento é resultado de uma ação conjunta da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Instituto Federal do Piauí (IFPI) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e das Câmaras Setoriais de Biotecnologia e de Tecnologia da Informação e Comunicação.

A palestras e mesas redondas irão acontecer na sala de bate papo do Salão do Livro do Piauí (Salipi), na UFPI, das 14h às 19h.

Confira a programação:

width=461

Continue lendoFapepi apoia workshop para debater o Novo Marco Legal de Ciência Tecnologia e Inovação

Aberta as Inscrições de Apoio a eventos técnicos científicos em saúde

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:9 de maio de 2018
  • Tempo de leitura:3 minutos de leitura

Está aberta as inscrições para Chamada Pública de Apoio a Eventos – Técnicos científicos em saúde de 2018, o investimento total da chamada é de um milhão de reais, que serão distribuídos em apoio financeiro 100 e 250 mil reais, a depender da quantidade de participantes dos eventos comtemplados. As inscrições são até as 17hrs do dia 02 de junho de 2018.

Podem participar instituições nacionais, sem fins lucrativos (órgãos da administração pública federal, estadual e municipal, instituições, fundações, associações ou sociedades científicas brasileiras e conselhos da área da saúde), que atendam aos critérios do edital e queiram realizar eventos de caráter técnico-científico na área da saúde entre 20/09/2018 a 15/12/2018.

A chamada pública objetiva disseminar, fortalecer e incentivar a produção científica, tecnológica e a inovação regional, nacional e internacional como subsídio para a tomada de decisão e para o enfrentamento de problemas prioritários de saúde pública, reunindo resultados de pesquisas com capacidade de implementação no sistema público.

As propostas serão avaliadas de acordo com os seus potenciais de priorização de temas estratégicos para o SUS, originalidade e inovação do evento, oferta de espaços de discussão e interação, aperfeiçoamento e qualificação dos atores que atuam no âmbito do SUS, entre outros critérios. A divulgação dos resultados será feita a partir de 11/06/2018.

Os projetos serão financiados por meio de Termo de Cooperação entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS).

Inscrições pelo site: http://eventos.saude.gov.br/

Continue lendoAberta as Inscrições de Apoio a eventos técnicos científicos em saúde

Nota de falecimento

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:3 de maio de 2018
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

É com imensa tristeza que comunicamos o falecimento de Maria do Socorro Lira Monteiro.  

Socorro Lira, foi uma entusiasta do conhecimento científico, se graduou em economia aos 22 anos de idade, se tornou professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), fez mestrado em Economia Rural na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e se tornou doutora pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), além de forte atuação dentro da UFPI, onde ajudou a implantar os programas de mestrado e doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente.

Socorro Lira era membra do Conselho Superior da Fapepi, instituição que reconhece seus esforços em favor do desenvolvimento educacional do Piauí.

Continue lendoNota de falecimento

Pesquisadores apresentam resultados finais do Programa de Popularização da Ciência

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:26 de abril de 2018
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

Teve início nesta quinta-feira (26) e segue até a próxima sexta (27), o Seminário de Avaliação Final do Programa de Popularização da Ciência, promovido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi). Ao todo, 19 pesquisadores irão apresentar os resultados finais das pesquisas coordenadas por eles no âmbito do programa.

O Programa de Popularização da Ciência tem como finalidade fomentar projetos de pesquisas visando despertar vocação para os campos das ciências e as carreiras tecnológicas através do desenvolvimento de pesquisa básica ou aplicada, a fim de incentivar talentos potenciais entre estudantes do Ensino Médio e Profissionalizante da Rede Pública de Ensino do Piauí.

width=460

Para o diretor técnico-científico da Fapepi, Albemerc Moura de Moraes, o programa faz parte de um esforço integrada para promover a popularização da ciência no Piauí.

“A popularização da ciência é uma ação importantíssima, os próprios órgãos de fomento federais estão promovendo isso. Todas essas ações fazem parte de um esforço de tentar mostrar para a população que a ciência é importante no dia a dia de qualquer cidadão”, afirmou.

width=460

O professor doutor Juan Carlos Cisneros foi um dos pesquisadores que apresentou os resultados de seu projeto no Seminário de Avaliação Final. O pesquisador coordena estudos na área da Paleontologia, em Nazária, e através do Programa de Popularização da Ciência conseguiu fomentar entre alunos do ensino médio o gosto pelos estudos na área.

“O nosso projeto tem como objetivo principal popularizar a ciência da Paleontologia no município de Nazária. O Piauí é um estado muito rico em sítios paleontológicos e Nazária é uma das novas fronteiras da Paleontologia no Brasil. Então, a gente quer que a comunidade local tenha conhecimento do que está sendo descoberto lá, a maioria das pessoas não sabem que o município é muito rico em vertebrados da Era Paleozoica, animais como anfíbios, peixes e repteis que viveram há 280 milhões de anos, antes que os dinossauros. Esse edital caiu em um bom momento, em que estamos nos aprofundando nestas pesquisas. Veio dar um apoio muito bom porque o interesse da Fapepi era o mesmo interesse nosso, popularizar a ciência”.

width=460

De acordo com o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, a popularização da ciência é uma das prioridades da fundação, que tem nestas ações a possibilidade de fomentar o gosto pela ciência desde os mais jovens.

“A popularização da ciência é um dos programas mais importantes apoiados pela Fapepi, que além de interiorizar o conhecimento, também busca incentivar o gosto pela ciência a partir da adolescência, é maravilhoso a gente ver o resultado desse incentivo. O que vimos aqui no seminário de avaliação são as pesquisas sendo levadas para os alunos do ensino médio”, afirmou.

Continue lendoPesquisadores apresentam resultados finais do Programa de Popularização da Ciência

Em solenidade na Fapepi, acordo com mais de R$ 33 milhões para pesquisa é lançado

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:27 de março de 2018
  • Tempo de leitura:7 minutos de leitura

Na manhã desta terça-feira (27),  na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) foram lançados os editais vinculados aos convênios com a Coordenação de Aperfeiçoamento Pessoal de Nível Superior (Capes) e com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que visam estimular o desenvolvimento de programas de pós-graduação nas instituições de ensino superior do Piauí, bem como estruturar e modernizar a infraestrutura disponível para a pesquisa científica e tecnológica no estado, além de incentivar o surgimento de novos núcleos de excelência em linhas de pesquisa prioritárias.

Ao todo, os editais devem disponibilizar mais de R$ 33 milhões para o incentivo à pesquisa no Piauí, ao longo do período de cinco anos. O acordo com a Capes inicialmente prevê a concessão de 180 bolsas de mestrado e 100 bolsas de doutorado. O programa também irá abranger bolsas de pós-doutorado.

Estiveram presentes, representantes do Governo do Estado, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), da Universidade Federal do Piauí (UFPI), da Empresa Brasileira para Pesquisa Agropecuária (Embrapa Meio-Norte), das Câmaras Setoriais e da Coordenadoria de Mediação Tecnológica.

A vice-governadora do estado, Margarete Coelho, ressaltou a perseverança da Fapepi em buscar investimentos em meio à crise de recursos.

“Me dá muito orgulho ver como a Fapepi tem contribuído com a pesquisa do estado do Piauí, a evolução de nossas pesquisas e a formação de novos pesquisadores tem uma importância enorme para o Estado. É nos momentos de crise que se revelam os grandes gestores e os grandes pesquisadores. Pesquisar com abundância de recursos é fácil, mas, o desafio de pesquisar com poucos recursos é que faz com que nós inovemos mais, porque nos faz criar soluções para enfrentar a deficiência de recursos”, afirmou.

O presidente da Fapepi, Francisco Guedes, falou sobre a importância de ter o pesquisador como aliado para solucionar os problemas do Estado.

“A evolução da ciência, da tecnologia e inovação no Piauí está caminhando a passos largos e é recente. Em 2004, nós tínhamos um curso de doutorado no Piauí, hoje temos 41. Há 15 anos, nós tínhamos 187 doutores no Piauí, hoje temos 1.311, então há uma grande evolução e é preciso dar apoio para que esses mestres e doutores contribuam mais para o estado do Piauí. O Governo de Estado, desde o início deste mandato do governador Wellington Dias, tem buscado uma maior articulação e tem insistido com os gestores, especialmente da área produtiva, tecnológica, para essa maior articulação do governo com a academia, universidades e instituições de pesquisa, como a Embrapa, com o setor produtivo e com terceiro setor para agilizar o processo de aplicação dos resultados das pesquisas, para beneficiar a sociedade. De pouco adianta ter o mestre ou o doutor que fez uma excelente pesquisa, mas, o resultado dela está engavetado em uma biblioteca ou em um computador.

Nesses editais, nós insistimos muito com a Capes e com o CNPq para colocar como recomendação a priorização da solução dos problemas da população do estado do Piauí, daí a importância de se pesquisar soluções para a apicultura, a cajucultura, fruticultura, o polo de saúde, a biotecnologia. São 25 cadeias produtivas, priorizadas nas câmaras setoriais, e dessas, cada uma escolheu três prioridades e esses editais são voltados exatamente para atender a essas demandas”, explicou.

width=460

O convênio assinado entre Fapepi e CNPq visa apoiar projetos de pesquisas a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica nas instituições de ensino superior, visando dar suporte à fixação de jovens pesquisadores e formação de novos grupos de pesquisa, em quaisquer áreas do conhecimento, no Piauí.

O acordo com o CNPq também engloba o apoio a execução de projetos de grupos emergentes, a fim de permitir a consolidação de linhas de pesquisa prioritárias, induzindo a formação de novos núcleos de excelência, visando dar suporte financeiro aos estudos destes grupos. Juntos, os dois programas irão disponibilizar R$ 3,2 milhões.

width=460

Durante a cerimônia, os editais foram lançados online, através de um smartphone conectado ao sistema de gerenciamento da Fapepi. O público assistiu ao lançamento sendo feito pelo presidente da Fapepi, Francisco Guedes e a vice-governadora, Margarete Coelho.

Acordo de cooperação com a Embrapa

Na oportunidade, a Fapepi e Embrapa firmaram um convênio visando a geração de tecnologias para o cultivo sustentável da cajazeira. O termo que estabelece o incentivo à pesquisas e atividades que visem a criação de novas tecnologias para melhoria no cultivo do cajá no Piauí.

O investimento da Fapepi será de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) para ser utilizado na forma de bolsas e auxílios financeiros.  A Embrapa contribuirá com a importância de R$ 1.169.708, 00 (Um milhão cento e sessenta e nove mil e setecentos e oito reais) para empregar na infraestrutura e custos de seu pessoal envolvido.

width=460

O Chefe Adjunto de Pesquisa da Embrapa Meio-Norte, Edvaldo Sagrilo, falou sobre a superação dos obstáculos para continuar apoiando o desenvolvimento do Estado.

“O Governo do Estado, por intermédio da Fapepi, tem feito um grande esforço para tentar sobrepor as dificuldades e mesmo assim viabilizar recursos para a gente dar continuidade as nossas atividades e alavancar o estado no ponto de vista cientifico e tecnológico. Esses lançamentos de editais representam muito bem isso, mostra que mesmo diante das dificuldades, a gente procurar sempre formas de reverter essa situação”, apontou.

 
Continue lendoEm solenidade na Fapepi, acordo com mais de R$ 33 milhões para pesquisa é lançado

Governo lança novo edital para vestibular da UAPI na sexta-feira (23)

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:21 de março de 2018
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

 

O Governo do Estado lançará, na próxima sexta-feira (23), um novo edital para o vestibular da Universidade Aberta do Piauí (UAPI). O anúncio foi feito nesta terça-feira (20) pelo governador Wellington Dias, após audiência realizada no Palácio de Karnak com os gestores da Secretaria de Educação (Seduc), Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapepi).

O lançamento será realizado em conjunto com a posse do reitor reeleito da Uespi, Nouga Cardoso. Esta é a segunda etapa do projeto, na qual mais 60 municípios serão contemplados. Tem ainda a etapa final que prevê a inclusão de 63 cidades. Ao final, conseguiremos universalizar o ensino superior no nosso estado, disse o governador Wellington Dias. 

Uapi
A Uapi é um programa de ensino voltado para o desenvolvimento da modalidade de educação a distância com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no Piauí. A instituição está integrada ao Sistema de Universidade Aberta do Brasil (UAB) e já possui autorização da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes) para funcionamento dos novos polos.

 

Continue lendoGoverno lança novo edital para vestibular da UAPI na sexta-feira (23)

Selecionados no Edital Fapepi/Cepro assinam termos de compromisso

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:28 de fevereiro de 2018
  • Tempo de leitura:2 minutos de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) realizou na manhã desta quarta-feira (28) solenidade para assinatura de termos de compromisso dos selecionados no Edital 12/2017 vinculado ao Programa de Produção de Informações, Pesquisas e Estudos para o Desenvolvimento Sustentável com Inclusão Social no Piauí da Fapepi /Cepro.

Vale lembrar que o referido edital concede bolsas de apoio técnico à pesquisa para desenvolvimento de atividades de estudos e pesquisas da Fundação Cepro nas áreas estratégicas de planejamento do estado do Piauí. Assim,  visa ainda contribuir para a melhoria do desenvolvimento dos setores produtivos do estado no âmbito dos estudos macroeconômicos, conjuntura econômica e social, cadeias produtivas do agronegócio, do turismo e energias renováveis, e políticas públicas regionais e territoriais, conforme previsto.

Antônio José Medeiros, presidente da Cepro, ressaltou que além dos planos de trabalho dos novos pesquisadores, já existe uma demanda inicial para os mesmos colaborarem. “Nesses dois primeiros meses estamos canalizando os esforços para uma importante publicação chamada Piauí em Números. Ela deve sair até o final do próximo mês e vai trazer um levantamento completo dos últimos 15 anos”, comentou.

width=680

width=680

Já o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, aproveitou o momento para falar dos projetos e parcerias que estão sendo trabalhados e incentivou o maior envolvimento possível dos novos bolsistas. “É fundamental a parceria entre a instituição de pesquisa e o bolsista-pesquisador. O crescimento é mútuo, mas o grande beneficiado sempre será a sociedade piauiense”.

Continue lendoSelecionados no Edital Fapepi/Cepro assinam termos de compromisso

Governo assegura sede para a Academia Piauiense de Ciências

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:28 de fevereiro de 2018
  • Tempo de leitura:1 minutos de leitura

Em reunião no Palácio de Karnak nesta segunda (26), a governadora em exercício, Margarete Coelho, renovou o compromisso do Estado para a cessão de prédio público para a Academia Piauiense de Ciências. O Governo do Estado já garantiu cerca de R$ 300 mil reais para reforma do antigo auditório Hebert Parente, que deverá abrigar a sede da academia.

Os recursos deverão ser aplicados através da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi). A exemplo da Academia Brasileira de Ciências, a Academia Piauiense de Ciências reúne grandes nomes da pesquisa local que publicam seus estudos através de seus periódicos.

“A Academia de Ciências tem uma possibilidade muito grande de oferecer matéria-prima para o nosso planejamento. Temos de apoiar as nossas pesquisas e os nossos cientistas para garantir a autonomia para as pesquisas do nosso estado”, acredita Margarete.width=1280

Continue lendoGoverno assegura sede para a Academia Piauiense de Ciências

Publicado resultado da Chamada Confap-MRC

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:20 de fevereiro de 2018
  • Tempo de leitura:4 minutos de leitura

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), no conjunto de suas Fundações, e o Medical Research Council, no contexto do Fundo Newton, tornam público o resultado da Chamada Pública Confap-MRC: Health Systems Research Networks. Foram aprovadas oito propostas, envolvendo 10 estados brasileiros na parceria com instituições britânicas, com o objetivo de promover melhorias no sistema de saúde e nos cuidados com a saúde de populações vulneráveis no Brasil, por meio da pesquisa científica, tecnológica e de inovação.

 

Do lado brasileiro, as propostas financiadas serão fomentadas por suas respectivas Fundações nos estados de Alagoas (Fapeal), Distrito Federal (FAPDF), Ceará (Funcap), Goiás (Fapeg), Maranhão (Fapema), Mato Grosso do Sul (Fundect), Minas Gerais (Fapemig), Paraíba (Fapesq), Pernambuco (Facepe) e São Paulo (Fapesp). Do lado britânico, as propostas receberão fomento do Fundo Newton.

 

Foram selecionadas propostas que gerem impactos positivos na melhoria do sistema de saúde, sobretudo nas evidências que influenciem tomadores de decisão nas políticas públicas e práticas ligadas à saúde pública. Os projetos também deveriam sugerir intervenções baseadas nas evidências de pesquisa tanto em nível local, quanto nacional, de modo a orientar o caminho para a adoção de novas rotinas nos cuidados com as populações carentes. Foram reconhecidas, ainda, as necessidades de colaborações interdisciplinares, com contribuições das ciências sociais, da biomedicina e outras disciplinas para os desafios complexos relacionados ao crescimento do sistema de saúde.

 

Cada projeto foi estruturado em uma rede que envolva áreas interdisciplinares e pesquisadores de, no mínimo, duas FAPs que aderiram ao edital (máximo quatro FAPs) e de um parceiro no Reino Unido. Para esta Chamada são disponibilizados recursos de até dois milhões de libras esterlinas por parte do Reino Unido e até dois milhões de libras esterlinas como fomento equivalente das Fundações brasileiras. Os recursos das FAPs poderão cobrir despesas com viagens dos membros brasileiros, seguro de viagem, diárias e itens de consumo, bolsas, equipamentos e serviços, de acordo com critérios estabelecidos pela Fundação equivalente.

 

Seleção

A seleção dos projetos foi feita em etapas que incluíram reuniões entre representantes das FAPs e do MRC, em Brasília, entre os dias 31 de janeiro e 02 de fevereiro, na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Haviam sido recebidas 18 propostas elegíveis, das quais 8 foram aprovadas pelo painel de avaliação formado por representantes das instituições envolvidas. As propostas aprovadas contemplam cinco projetos envolvendo a região Nordeste, 3 envolvendo a Região Centro-Oeste e 2 envolvendo a região Sudeste.

 

Acesse aqui o resultado da Chamada Pública Confap-MRC – Health Systems Research Networks: http://confap.org.br/news/wp-content/uploads/2018/02/CONFAP-MRC_-Resultado.pdf

 

Coordenação de Comunicação Social do Confapwidth=640

Continue lendoPublicado resultado da Chamada Confap-MRC

Fapepi disponibiliza R$ 580 mil em editais de auxílio à pesquisas desenvolvidas no Piauí

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Sem categoria
  • Última modificação do post:19 de fevereiro de 2018
  • Tempo de leitura:5 minutos de leitura

Nesta sexta-feira (16), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) lançou seus três primeiros editais do exercício de 2018. Foram lançados os editais dos programas de auxílio à participação em eventos científicos, de auxílio à organização de eventos científicos e de auxílio a publicações científicas.

A solenidade aconteceu na sede da Fundação e contou com a presença da vice-governadora do Estado, Margarete Coelho, do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí, Francisco Guedes, dos reitores da Universidade Federal do Piauí e do Instituto Federal do Piauí, José de Arimateia Dantas Lopes e Paulo Henrique Gomes de Lima, respectivamente.

O edital de auxílio à participação em eventos disponibilizará R$ 180 mil para apoiar a apresentação trabalho científico resultante de pesquisa científica, aprovado em evento científico, tecnológico ou de inovação realizados em outros estados brasileiros ou no exterior.

width=460

Já o edital para auxílio à organização de eventos científicos, que tem como objetivo apoiar a organização de eventos científico, tecnológico e/ou de inovação a serem realizados exclusivamente no Estado do Piauí, dispõe de recursos de R$ 250 mil.

Além disso, foi lançado o edital de auxílio à publicação científica, que visa viabilizar a publicação de livros impresso ou digital e de artigos científicos pesquisa que exponham resultados originais de pesquisa desenvolvidas no Estado do Piauí. Os recursos para este edital são de R$ 150 mil.

width=460

 

De acordo com o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, apesar das dificuldades econômicas vividas pelos estados brasileiros, o Piauí tem conseguido ampliar seus investimentos nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“Em um período de dificuldades, nós precisamos buscar alternativas, não podemos ficar apenas lamentando. Na Fapepi, nós aplicamos R$ 12 milhões no ano passado e neste ano o investimento irá passar de R$ 20 milhões. Apesar de todas as dificuldades, o governador Wellington Dias entende a importância dos investimentos nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação e é por isso que estamos avançando cada vez mais. Nós estamos na contramão da história do Brasil”, afirmou o presidente da Fapepi.

width=460

Ao todo, os três editais somam R$ 580 mil em recursos do tesouro estadual, que serão disponibilizados aos pesquisadores que atuam no Piauí até o dia 31 de julho de 2018, ou até o limite da aplicação destes recursos.

Para a vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho, o incentivo aos pesquisadores que atuam no Piauí repercute positivamente para a autoestima do povo piauiense e destacou que é preciso que sejam criadas mais oportunidades para atuação científica no Estado.

width=460

“Precisamos cuidar dos nossos pesquisadores, criar pautas para que eles se exuberem, apresentem seus trabalhos e a partir daí elevem a nossa autoestima e nossa posição em relação às demais instituições. A gente reclama muito de falta de estrutura, mas, tenho convicção que a única estrutura que não nos pode faltar é a estrutura intelectual e esta eu tenho absoluta certeza que os nossos pesquisadores têm”, afirmou.

width=460

 

CONFIRA OS EDITAIS AQUI

Continue lendoFapepi disponibiliza R$ 580 mil em editais de auxílio à pesquisas desenvolvidas no Piauí