FAPEPI participa de Seminário de Acompanhamento do Programa de Desenvolvimento da Pós-graduação no semiárido

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:11 de outubro de 2022
  • Reading time:5 mins read

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES realizou nesta sexta-feira (07) em João Pessoa o 1° Seminário de Acompanhamento dos projetos aprovados no âmbito do Edital nº 04/2021 – Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Apoio ao Desenvolvimento da Região Semiárida Brasileira, no formato presencial, entre os dias 6 e 7 de outubro de 2022, das 9h às 18h, no auditório do Sesc, Cabo Branco. O evento indicou as vocações e potencialidades identificadas na região semiárida em que se realiza o projeto e como se dará a formação de mestres e doutores e realização de pesquisas.

O representante do Piauí no evento foi o Presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), Antônio Cardoso do Amaral, que compareceu , em conjunto com os Coordenadores dos Programas de Pós-graduação (PPG) amparados pela instituição. Eles apresentaram seus projetos:

Bioprospecção de meios para produção in vitro de embriões caprinos e ovinos: uma necessidade biotecnológica para o semiárido piauiense;

Tecnologia sustentável para o semiárido piauiense: uso de bactérias promotoras de crescimento para otimizar o desenvolvimento, fisiologia e produtividade da palma forrageira para alimentação animal;

Do semiárido para o semiárido: desenvolvimento biotecnológico de hidrogéis superabsorvente provenientes de fontes vegetais para uso eficiente de água e de nutrientes.

Eixos Estratégicos

Os projetos aprovados tiveram Programas de Pós-Graduações (PPG’s) associados aos Eixos Estratégicos:  Agroindústria no Semiárido e Biotecnologia no semiárido.

As Bolsas que foram disponibilizadas a partir dos investimentos do edital correspondem, respectivamente:

  • 7 bolsas de mestrado;
  • 8 bolsas de doutorado;
  • 9 bolsas de pós-doutorado;

Ampliar o conhecimento, a produção científica e a adoção de inovações tecnológicas que contribuem para o desenvolvimento sustentável da região Semiárida é o foco do evento. O potencial de oferecer subsídios à criação de políticas públicas orientadas à transformação regional, a partir de suas potencialidades e oportunidades, e as ações e os resultados que contribuem para o desenvolvimento econômico e social do Semiárido a partir da geração e apropriação do conhecimento científico e tecnológico pela sociedade.

O intuito é o diálogo entre os participantes sobre a necessidade que as instituições têm de garantir à redução das assimetrias no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), por meio da formação de recursos humanos de alto nível, valorização das vocações e potencialidades identificadas na região Semiárida do país e realização de pesquisas nos eixos estratégicos, que viabilizadas através de editais.

A programação teve início às 9 horas, e contou com as presenças da presidente da CAPES, Cláudia Mansani Queda de Toledo, Roberto Germano Costa. Confirmaram presença a diretora de Programas e Bolsas no País – Profa. Zena Martins, o coordenador-geral de Programas Estratégicos – Júlio Piffero, o coordenador de Programas Especiais da CAPES – Márcio de Castro; a coordenadora de Programas e Projetos da FAPESQ, Patrícia Costa; representantes das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa de vários estados, representantes de institutos de pesquisa do país e pesquisadores. Fazem parte da programação também as pesquisas desenvolvidas nos estados de Pernambuco, Bahia, Alagoas, Paraíba, Sergipe, com ações Inovadoras para valorização e sustentabilidade do Semiárido em seus estados.

Continuar lendoFAPEPI participa de Seminário de Acompanhamento do Programa de Desenvolvimento da Pós-graduação no semiárido

Projetos Piauienses são aprovados em Edital CAPES de Desenvolvimento da Pós-Graduação no Semiárido

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:22 de setembro de 2021
  • Reading time:3 mins read

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), divulgou nesta segunda-feira (13) o resultado final do Edital 004/2021 do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG – Semiárido). A lista de aprovados já está disponível no site da CAPES e no Diário Oficial da União. 

Cada Fundação de Amparo à Pesquisa (FAP) pôde submeter até quatro projetos. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) obteve a aprovação de três propostas nos segmentos de Biotecnologia e Agroindústria: 

  • Bioprospecção de meios para produção in vitro de embriões caprinos e ovinos: uma necessidade biotecnológica para o semiárido piauiense; (Biotecnologia)
  • Tecnologia sustentável para o semiárido piauiense: uso de bactérias promotoras de crescimento para otimizar o desenvolvimento, fisiologia e produtividade da palma forrageira para alimentação animal; (Agroindústria)
  • Do semiárido para o semiárido: desenvolvimento biotecnológico de hidrogéis superabsorvente provenientes de fontes vegetais para uso eficiente de água e de nutrientes. (Biotecnologia)

A próxima etapa, obedecendo ao cronograma do edital,  será  a assinatura, pela CAPES e por cada uma das FAPs parceiras, dos acordos de cooperação. A vigência de cada um será de 48 meses.

O PDPG – Apoio ao Desenvolvimento da Região Semiárida Brasileira busca fomentar a formação de pessoal qualificado e apoia a execução de projetos voltados ao desenvolvimento social, econômico e tecnológico da região, assim, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do Semiárido a partir da geração e apropriação do conhecimento científico e tecnológico pela sociedade. O investimento previsto é de até R$13.716.000,00. Ao todo, nove estados serão beneficiados. Oito são do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe; o nono é Minas Gerais, que tem sua parte norte no semiárido.

Fonte: Redação CCS/CAPES

Continuar lendoProjetos Piauienses são aprovados em Edital CAPES de Desenvolvimento da Pós-Graduação no Semiárido

FAPEPI realiza oficina para submissão de propostas para PDPG no Semiárido

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:3 de maio de 2021
  • Reading time:3 mins read

A FAPEPI realiza hoje (27) oficina para submissão de propostas para o Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) no Semiárido. Esse é o mais novo programa estratégico induzido da CAPES em parceria com o Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI). A oficina ocorrerá através da plataforma virtual da Rede Nacional de Pesquisa (RNP) às 15h.

A iniciativa direciona investimentos para áreas específicas e programas de pós-graduação (PPGs) emergentes ou em consolidação. Por esse modelo, as instituições tem estimulado pesquisas como o combate à pandemia e apoio à pós-graduação na Amazônia Legal.

A divulgação do resultado preliminar no Diário Oficial da União deve ocorrer a partir de 30 de junho. E os cinco dias seguintes à publicação são o período para uma nova fase de recursos.

O resultado final sairá a partir de 20 de julho. Também em julho estão previstas as assinaturas dos acordos de cooperação, com vigência de 48 meses, que autorizam o início da implementação dos projetos.

Esta é a segunda cooperação entre CAPES/CONFAP/FAPEPI. Assim como ocorre no PDPG – Parcerias Estratégicas nos Estados. O objetivo é formar pessoal altamente qualificado e fomentar pesquisas que apoiem o desenvolvimento social, econômico e tecnológico na região.

Até 30 projetos serão financiados pela CAPES, cada FAP que compõem a região Semiárida (a parte norte de Minas Gerais e nove estados nordestinos: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) poderá enviar até 4 projetos. Cada um terá até R$457.200,00 para implementar bolsas — três de pós-doutorado, com duração de 12 meses, três de doutorado, de 36 meses, e duas de mestrado, de 24 meses. Caso o programa de pós-graduação não possua curso de doutorado, são até cinco bolsas de mestrado e três de pós-doutorado, com financiamento de até R$ 327.600,00.

Para saber mais acesse nosso site através do link.

Fonte:  CCS/CAPES

Continuar lendoFAPEPI realiza oficina para submissão de propostas para PDPG no Semiárido