Publicado o resultado preliminar da fase 3 do Centelha Piauí

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:26 de janeiro de 2023
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), divulga nesta quinta-feira (19) o Resultado final da 3ª Fase do Edital nº002/2022 – Centelha II Piauí.

O Programa é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (FAPEPI).

Como funciona

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

No endereço eletrônico, é possível obter mais informações sobre o programa e seu edital detalhado em todos os estados.

Continuar lendoPublicado o resultado preliminar da fase 3 do Centelha Piauí

Resultado divulgado da Chamada de proposta – Amazônia +10

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:22 de novembro de 2022
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

Está disponível o resultado da Chamada de Propostas nº 003/2022 – Iniciativa Amazônia+10. O anúncio dos projetos aprovados foi realizado nesta quinta-feira, 17 de novembro, em evento online transmitido ao vivo pelo canal do YouTube da Agência FAPESP. O Presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), Antonio Cardoso do Amaral, participou da reunião da através de plataforma virtual.

A Chamada de Propostas da Iniciativa Amazônia +10 foi lançada em junho de 2022, e tem por objetivo apoiar a pesquisa científica e o desenvolvimento tecnológico em instituições de ensino e pesquisa e em empresas sobre os problemas atuais da Amazônia, que tenham como foco o estreitamento das interações natureza-sociedade para um desenvolvimento sustentável e inclusivo da região.

Ao todo, foram contempladas 39 propostas de 18 Estados e do Distrito Federal, e os investimentos das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) totalizam R$ 41.982.844,23.

Além dos investimentos das FAPs, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) anunciou o aporte de R$ 12.000.000,00 em bolsas de pesquisa para os projetos aprovados dos estados que compõem a região da Amazônia Legal.

Para saber mais acesse o link disponível.

Continuar lendoResultado divulgado da Chamada de proposta – Amazônia +10

Resultado parcial da Chamada CONFAP-CNPq-UK Academies 2022

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:25 de outubro de 2022
  • Reading time:1 minuto(s) de leitura

Está disponível o resultado parcial da Chamada CONFAP-CNPq-UK Academies 2022, lançada em 25 de maio, pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com as instituições britânicas The Royal Society, The Academy of Medical Sciences e The British Academy.

O objetivo da chamada é fomentar a vinda de pesquisadores britânicos para trabalharem em conjunto com pesquisadores brasileiros, em institutos de pesquisa e universidades sediadas no Brasil.

Confira o resultado parcial.

Continuar lendoResultado parcial da Chamada CONFAP-CNPq-UK Academies 2022

FAPEPI divulga resultado preliminar da Chamada Pública Tecnova II

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:3 de maio de 2021
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

O edital FAPEPI/FINEP/FNDCT 001/2021 para obtenção de subvenção econômica à inovação – Tecnova II, divulgou o resultado preliminar da chamada. Nessa primeira etapa da chamada foram contemplados 17 projetos.

O objetivo da chamada é apoiar, através de concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis) o desenvolvimento de produtos (bens ou serviços) e/ou processos inovadores – novos ou significativamente aprimorados (pelo menos para o mercado nacional) – de empresas piauienses para o desenvolvimento dos setores econômicos considerados estratégicos nas políticas públicas federais e aderentes à política pública estadual de inovação.

A Chamada quer promover um significativo aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade das empresas e da economia do Estado do Piauí e assim, objetiva apoiar projetos de inovação, que envolvam significativo risco tecnológico associado a oportunidades de mercado.

Para saber mais acesse o link.

Clique aqui para acessar o Resultado Preliminar.

Para saber mais entre em contato através do e-mail: fapepi.ddct@gmail.com.

Continuar lendoFAPEPI divulga resultado preliminar da Chamada Pública Tecnova II

Pesquisas amparadas pela FAPEPI impactam no combate à COVID-19

  • Post author:
  • Post category:Covid-19Notícia
  • Post last modified:25 de fevereiro de 2021
  • Reading time:6 minuto(s) de leitura

Ocorreu no final da segunda semana deste 2021 a apresentação dos resultados do Edital Emergencial 001/2020 da FAPEPI – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí. Ele contemplou projetos de pesquisa sobre ideias inovadoras e reflexivas de ações revolucionárias de ver, pensar e agir sobre a doença no Piauí.

O Edital 001/2020 foi lançado em abril do ano passado com a destinação de R$ 200.000,00 em recursos. Teve seu resultado em maio contemplando sete projetos de pesquisa e abrangendo grupos e ações inovadoras de todas as quatro instituições públicas de ensino superior do estado: o IFPI – Instituto Federal do Piauí, a UESPI – Universidade Estadual do Piauí, a UFDPar – Universidade Federal do Delta do Parnaíba e a UFPI – Universidade Federal do Piauí. Os contemplados foram de unidades daquelas instituições nas cidades de Parnaíba (no Norte do Estado), de Picos (no Semiárido) e de Teresina (capital).

As pesquisas duraram quase sete meses, envolveram quase 200 membros, entre professores, servidores técnico-administrativos e alunos de graduação e pós-graduação. Esses trabalhos abrangeram a produção de compostos inovadores, a reflexão de ideias e a produção de materiais para o combate à pandemia que continua fazendo vítimas e preocupando a ciência. As pesquisas foram respostas a essas preocupações.

Um dos projetos aprovados foi o que visa a adaptação de um ventilador mecânico para a assistência simultânea de múltiplos pacientes infectados com a Covid-19, coordenado pelo professor-doutor do curso de Engenharia Elétrica da UFPI, Otacílio da Mota Almeida. A pesquisa visou baratear os recursos dos respiradores, um dos aparelhos vitais para a manutenção da vida de pessoas em estado grave acometidas pela doença.

Outro projeto, de igual potencial inovador e reflexivo, foi coordenado pelo professor-doutor João Marcelo de Castro e Sousa, do departamento de Bioquímica e Farmacologia da UFPI. Ele e uma equipe de dezenas de profissionais de saúde, pesquisadores e acadêmicos e graduação e pós-graduação, realizaram uma série de ações no sentido de produção de um manual multiprofissional na área de segurança do trabalho. O grupo também produziu e divulgou ações educativas e reflexivas sobre a pandemia em várias plataformas virtuais. Esse projeto ganhou proporção, inclusive, fora do Piauí.

O professor-doutor Orlando Maurício de Carvalho Berti, do curso de Jornalismo da UESPI, criou a Rede de Segurança do Trabalho no Combate e Prevenção à Pandemia de Covid-19 entre empresas públicas e privadas nos Territórios de Desenvolvimento do Piauí, a @piauisemcovid, e fez convergências entre profissionais e o público em geral, por meio de dispositivos virtuais, em todos os 224 municípios do estado e seus 12 territórios de desenvolvimento.

Os trabalhos das pesquisas coordenadas pelos professores João Marcelo Castro e Orlando Berti geraram o livro “Atualidades de condutas para segurança do trabalho em época de Covid-19”, obra também coordenada pelo professor da UFPI, Leonardo Torres e que reúne reflexões de quase 70 pesquisadores de mais de dez áreas do conhecimento. O livro está sendo lançado pela Editora da Universidade Estadual do Piauí.

O professor-doutor, da área de Geoprocessamento, do IFPI, Reurysson Chagas de Sousa Morais, coordenou o desenvolvimento do SIGCovid19, que é uma maneira inovadora de monitoramento e modelagem geoespacial da ocorrência do coronavírus no estado do Piauí. Por meio de dispositivos informacionais o SIGCovid19 proporciona, via mapas de calor, fluxos e incidência de casos da doença em todo o estado.

O professor-doutor da UFPI, campus de Picos, Antonio Oseas de Carvalho Filho, do curso de Sistemas da Informação, desenvolveu o Mapa da COVID-19. Por meio de Ciência dos Dados criou ferramenta computacional de informações sobre a doença com dados específicos por municípios e regiões do Piauí.

Diretamente da UFDPar, em Parnaíba (litoral do Piauí), o professor-doutor Fábio José Nascimento Motta, da área de Biossegurança, propôs, e conseguiu, agir sobre o projeto de elaboração de protocolos para desinfecção massiva de baixo custo para ambientes públicos e privados de grande circulação de pessoas. Esse projeto é emblemático para todas as instituições do estado.

A professora-doutora Telma Maria Evangelista de Araújo, do curso de Enfermagem da UFPI, desenvolveu projeto de mapeamento epidemiológico da infecção pelo SARS-CoV2 em territórios piauiense e mostrou empiricamente como tem dado esses casos, fazendo reflexões e trazendo lições sobre as consequências da doença para o Piauí.

Todas as pesquisas desse edital foram concluídas. Mas a maioria tem desdobramentos via pesquisas de iniciação científica, trabalhos de conclusão de curso e ações em mestrados e doutorados, já que a maioria dos professores envolvidos têm fortes ligações com todas essas áreas.

As pesquisas também geraram quase 20 artigos científicos e, pelo menos, cinco livros, todos em forma de e-books e compartilhados gratuitamente com toda a sociedade piauiense, cumprindo uma das funções básicas da pesquisa, que é o oferecimento de respostas e reflexões sobre os problemas prementes da sociedade.

Continuar lendoPesquisas amparadas pela FAPEPI impactam no combate à COVID-19

Centelha Piauí divulga resultados de ideias aprovadas na Fase 1

  • Post author:
  • Post category:Centelha
  • Post last modified:24 de junho de 2020
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O Programa Centelha Piauí, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (FAPEPI), divulgou hoje (10) as 200 propostas de negócio aprovadas para a fase 2, provenientes de 22 municípios.

Das 200 propostas, 71 estão em estágio de ideia, 55 contam com protótipo conceitual, 43 têm protótipo testado, 15 já estão com protótipo finalizado e 16 estão no estágio de comercialização financeira.

A região do Piauí Entre Rios foi a que mais originou ideias aprovadas, com um total de 121 propostas. A Planície Litorânea ficou em segundo lugar, com 42 ideias.

A temática mais abordada entre as propostas aprovadas foi a de Tecnologia Social, abrangendo 33,5% do resultado final. TI e Telecom foi a segunda temática mais abordada, abrangendo 14,5% das propostas aprovadas. Entre os setores de aplicação das ideias, Saúde e Bem Estar se destaca com 67 delas.

Confira o resultado final clicando aqui

Como funciona

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

No endereço eletrônico www.programacentelha.com.br, no qual é possível obter mais informações sobre o programa e seu edital detalhado em todos os estados. 

Próximos Passos:

Na segunda fase os 200 proponentes que foram selecionadas deverão, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

A terceira fase – pela qual passam até 100 das propostas ainda em jogo – consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas são oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio.

Ao final, até 28 projetos serão contemplados, cada um com R$ 60 mil em subvenção econômica, além de outros benefícios oferecidos por parceiros do programa. Ainda, durante seis meses, essas empresas passarão por um processo de pré-incubação com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

O Programa Centelha contribuirá para o estabelecimento da ponte entre academia e indústria no Piauí, já que muitas das ideias vêm de pessoas ainda na universidade, tanto de cursos de graduação como de pós-graduação. Além disso, o Programa Centelha abre espaço para participação de todos os cidadãos do estado, tanto para inscrever suas ideias como para interagir com os empreendedores e consolida uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador.

/

Continuar lendoCentelha Piauí divulga resultados de ideias aprovadas na Fase 1