CNPq, CISB e SAAB AB lançam chamada para bolsas na Suécia

  • Post author:
  • Post category:NotíciaSem categoria
  • Post last modified:1 de dezembro de 2021
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileira (CISB) e a empresa Aeroplano Sueco Limitada (SAAB AB) firmaram acordo de cooperação para o lançamento de chamada para concessão de bolsas nas modalidades Pós-Doutorado no exterior (PDE) e Doutorado-Sanduíche no Exterior (SWE)

Serão 10 bolsas para candidatos desenvolverem parte de suas pesquisas doutorais ou projeto de pós-doutorado na Suécia, em áreas de pesquisa de interesse da SAAB AB. A chamada tem ainda como objetivo ampliar a colaboração científica e tecnológica entre grupos de pesquisa brasileiros e suecos nas áreas de pesquisa indicadas. O período de submissão de propostas segue aberto até o dia 18 de fevereiro de 2022.

Dentre os pré-requisitos para a candidatura estão: ser brasileiro; ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, atualizado até a data limite para submissão da proposta; e estar cursando Doutorado no Brasil, se candidato ao Doutorado-Sanduíche no Exterior, e título de Doutor, se candidato ao Pós-Doutorado no Exterior, incluindo demais critérios de elegibilidade previstos nas normas específicas de cada modalidade, conforme RN-007/2018

As áreas de interesse da SAAB AB nessa chamada são:

Redes de comunicação: Soluções de comunicações e redes para aplicações automatizadas/autônomas.

Sistemas autônomos: Colaborações entre plataformas tripuladas e não tripuladas, incluindo suporte à decisão e replanejamento dinâmico. Conexão com fatores humanos e cockpit de piloto único. Conceitos de operação / Níveis de automação / Inteligência On-board / Sense-and-avoid / Microeletrônica e metodologia para sistemas reconfiguráveis embarcados /Autonomia / aeronavegabilidade / Certificação. Sensores / Fusão de dados de sensores / Gestão de Dados / Inteligência Artificial.

Engenharia Aeronáutica: Metodologias de avaliação de aerodinâmica instável no regime transônico, e uso de tais metodologias em análises aero elásticas e previsão de cargas dinâmicas. Fluxo laminar; Tecnologias ativas para controle de fluxo; Arquiteturas de redes de sensores e acionadores; conceitos de design de asa laminar.

Propulsão: Gestão de energia. Gerenciamento de energia do motor / modelagem eficiente da interação entre o motor e o sistema do veículo. Previsão de fluxo de entrada de aeronaves, previsão de pluma de jato e aeroacústica usando métodos de simulação de fluxo de resolução de turbulência (CFD)

Materiais: Materiais multifuncionais nano-reforçados para aplicações aeronáuticas.

Desempenho humano: incluindo interface homem-máquina, fatores humanos – segurança aérea / carga de trabalho / stress / consciência situacional / cockpits de nova geração / coordenação de tripulação.

Veja aqui a chamada na íntegra.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq, CISB e SAAB AB lançam chamada para bolsas na Suécia

CONFAP e CNPq lançam edital para proteção da biodiversidade e ecossistemas terrestres e marítimos

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:8 de novembro de 2021
  • Reading time:5 minuto(s) de leitura

A Biodiversa+, parceria co-financiada para a biodiversidade desenvolvida em conjunto pela BiodivERsA e a Comissão Europeia, lançou nesta sexta-feira, 1º de outubro, a primeira chamada transnacional conjunta no âmbito do programa de financiamento à pesquisa e inovação Horizon Europe (2021-2027). Com orçamento global estimado em 40 milhões de euros, de 45 agências e instituições de fomento à CT&I sediadas em 33 países, a chamada Biodiversa+ (2021-2022) “European Biodiversity Partnership” é destinada à proteção da biodiversidade e dos ecossistemas terrestres e marítimos.

No Brasil, o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), por meio de suas Fundações, e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) apoiam a iniciativa e irão financiar instituições e pesquisadores brasileiros que atendam às especificações gerais da chamada. O prazo para submissão de propostas será até o dia 30 de novembro. Acesse a íntegra da plataforma da Biodiversa+ para busca de parceiros. Para conferir o Edital Biodiversa+ (2021-2022): clique aqui.

Todos os ambientes (terrestre, de água doce e marinho) serão elegíveis e a Biodiversa+ irá financiar projetos focados nos seguintes temas:

  • Identificação de áreas de conservação prioritárias, e implantação de redes ecológicas eficazes e resilientes, para o aumento da proteção baseada em espécies e preservação da diversidade genética;
  • Benefícios e custos da biodiversidade e proteção do ecossistema: sinergias e compensações;
  • Gestão eficaz e governança equitativa para entrega de resultados de conservação. 

Os candidatos brasileiros devem consultar as regras específicas de elegibilidade e modalidades de participação via CNPq ou via Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) que aderiram à chamada com os Pontos de Contato das instituições.

Equipes de pesquisadores serão convidadas a formar consórcios de pesquisa transnacionais com parceiros elegíveis de, no mínimo, 3 países participantes da chamada, incluindo no mínimo dois parceiros de Estados-Membros da União Europeia ou países associados ao Horizon Europe.

Cronograma da Chamada:

– Lançamento: 1º de outubro  de 2021.

– Prazo para envio de propostas resumidas: 30 de novembro de 2021 (17h – CET).

– Prazo para envio de propostas completas: 14 de abril de 2022 (17h – CET).

– Início dos projetos aprovados: de dezembro de 2022 até abril de 2023.

Mais informações:

– É possível participar do webinar de esclarecimento de dúvidas sobre a chamada Biodiversa+ que será realizado no dia 12 de outubro de 2021, das 6h às 7h30 (horário de Brasília), clique aqui e inscreva-se

– Questões gerais e técnicas sobre a chamada podem ser esclarecidas com o Ponto de Contato Nacional do CONFAP: Elisa Natola (elisa.confap@gmail.com).

– Questões de elegibilidade e modalidades de participação via CNPq ou Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) podem ser esclarecidas com os Pontos de Contato do CNPq ou das Fundações que aderiram à chamada. Consulte os Pontos de Contato  e  os orçamentos que serão disponibilizados pelas instituições: clique aqui

Continuar lendoCONFAP e CNPq lançam edital para proteção da biodiversidade e ecossistemas terrestres e marítimos

Chamada Pública para projetos multilaterais do BRICS 2021- BRICS STI Framework Programme

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:1 de novembro de 2022
  • Reading time:15 minuto(s) de leitura

O Programa BRICS STI Framework Programme visa apoiar pesquisas de excelência sobre áreas prioritárias, desenvolvidas por pesquisadores dos países do bloco. A iniciativa deve facilitar a cooperação entre os pesquisadores e instituições dos consórcios que consistem de parceiros de pelo menos três países do BRICS.

Como parte da iniciativa, as seguintes organizações de fomento à pesquisa dos países que integram o BRICS concordaram em estabelecer em conjunto um novo esquema de financiamento de cooperativas multilaterais. O prazo para submissão de propostas será até 14 de outubro de 2021, 15:00, horário de Moscou (UTC + 3), e devem ser realizadas clicando neste link.

Brasil:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

Rússia:

Fundação para Assistência a Pequenas Empresas Inovadoras (FASIE)

Ministério da Ciência e Ensino Superior (MSHE)

Índia:

Departamento de Biotecnologia (DBT)

Departamento de Ciência e Tecnologia (DST)

China:

Ministério da Ciência e Tecnologia (MOST)

Fundação Nacional de Ciências Naturais da China (NSFC)

África do Sul:

Departamento de Ciência e Inovação (DSI)

Fundação Nacional de Pesquisa (NRF)

Conselho de Pesquisa Médica da África do Sul (SAMRC)

Agência de Inovação Tecnológica (TIA)

Comissão de Pesquisa Hídrica (WRC)

Objetivo da Chamada Conjunta e Áreas Temáticas

Os Projetos de pesquisa colaborativa multilateral básica, aplicada ou de inovação nas seguintes áreas temáticas podem ser submetidas em resposta à convocatória:

1. Eventos astronômicos transitórios e ciência do Deep Survey;

O programa científico desenvolverá uma rede de telescópios astronômicos, alguns já existentes, e uma rede de dados inteligente associada que é o capacitador para o programa de ciências. Isso irá alavancar os existentes e planejados novo telescópio e instalações cibernéticas dentro dos países do BRICS e também contará com o oportunidades apresentadas por outras instalações espaciais e terrestres de vários comprimentos de onda dentro do grupo BRICS ou acessados ​​por ele.

2. Resistência aos antimicrobianos: tecnologias de diagnóstico e tratamento;

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a Resistência Antimicrobiana (AMR) como uma das 10 principais ameaças à saúde pública global que a humanidade enfrenta (www.who.int). Os países do BRICS reconhecem que este problema de saúde pode prejudicar décadas de progresso no combate a doenças infecciosas e enfatizou a necessidade de implementação da Política Global da OMS em execução de Plano de ação sobre AMR abordando questões de equidade, acessibilidade e acesso sustentável a remédios. O Plano Global apela a uma maior inovação e investimento em operações pesquisa e em P&D de novos medicamentos antimicrobianos, vacinas e ferramentas de diagnóstico especialmente de acordo com o que foi apontado pela OMS em Priorização de Patógenos para orientar a descoberta, pesquisa e desenvolvimento de novos antibióticos para resistentes a medicamentos Infecções bacterianas, incluindo tuberculose.

3. Simulação e análise de big data para medicina de precisão avançada e público cuidados de saúde;

A Big Data está mudando radicalmente a pesquisa biomédica. Os avanços sem precedentes em coleta automatizada de dados clínicos e moleculares em grande escala representam grandes desafios para análise e interpretação de dados, exigindo o desenvolvimento de novas abordagens. A criação de poderosos sistemas de computação de alto desempenho (HPC) para o uso eficaz de Big Data biomédico em medicina personalizada (também conhecida como medicina de precisão) exigirá desenvolvimentos científicos e técnicos significativos, incluindo infraestrutura, engenharia, projetos e gestão financeira. Revisamos aqui como a evolução dos dados métodos dirigidos oferecem a possibilidade de resolver muitos desses problemas, orientando a formulação de hipóteses sobre o funcionamento dos sistemas e a geração de modelos e facilitando o desenho de procedimentos clínicos em Medicina Personalizada. Algumas áreas incluem HPC, tecnologias de dispositivos vestíveis, genômica computacional, IA, modelagem, simulação e análise de big data para medicina de precisão avançada e público saúde, com aplicativos que incluem Genômica e vigilância epidemiológica, design de medicamentos, e design de vacinas.

4. Computação de alto desempenho (HPC) e Big Data para o desenvolvimento sustentável: Resolução de problemas ecológicos, climáticos e de poluição em larga escala;

O objetivo desta chamada é apoiar avanços no desenvolvimento de aplicações de ponta do código HPC para a solução de problemas ecológicos, climáticos e de poluição, importantes para Países do BRICS, cobrindo uma ampla gama de aspectos da base matemática de HPC algoritmos e novas abordagens baseadas em IA, alavancando a previsão do tempo, para o uso eficiente de HPC e Big Data em tarefas específicas de previsão do tempo e ambiente e estimativa de impactos socioeconômicos relacionados. As propostas abrangendo ambos os tópicos de pesquisa fundamentais e aplicativos da vida real são altamente encorajados.

5. Inovação e empreendedorismo em fotônica, nanofotônica e metamateriais para abordar a biomedicina, agricultura, indústria alimentícia e coleta de energia questões;

Esta área temática visa criar, integrar e fortalecer a Cooperação Internacional. Os projetos dentro do BRICS nas áreas de fotônica, nanofotônica e metamateriais, busca promover a geração de conhecimento, pautada nas necessidades da iniciativa privada, para o desenvolvimento de processos, produtos e instrumentação, além de estimular integração, troca de conhecimento, alianças estratégicas e exploração de sinergias entre os países do BRICS para o desenvolvimento de tecnologias. 

6. Ciência dos materiais e nanotecnologia para abordar o meio ambiente, o clima mudança, questões agrícolas, alimentares e de energia;

Atualmente, uma das tendências dominantes reconhecidas pela comunidade mundial é a conquista do desenvolvimento sustentável, incluindo o uso de recursos naturais e o direção do desenvolvimento científico e tecnológico que fortaleceria o atual e capacidade futura de atender às necessidades e aspirações humanas. Ao mesmo tempo, em muitos aspectos, falamos em garantir a qualidade de vida das pessoas. A base para o desenvolvimento de tecnologias nessa direção é a pesquisa e criação de novos materiais avançados que poderiam formar a base de uma nova economia que pode cumprir os objetivos de sustentabilidade e desenvolvimento. As inscrições em resposta à chamada podem ser enviadas para qualquer tipo de materiais e nanotecnologias, incluindo materiais magnéticos e ferroelétricos avançados, que desenvolvam a ciência e a tecnologia mundiais na direção de mitigar as mudanças climáticas e preservando o meio ambiente, otimizando o balanço de carbono, evitando desastres climáticos, desenvolver produtos agrícolas e alimentos seguros, desenvolver energia livre de carbono (baixo carbono) e transporte.

7. Energia renovável, incluindo integração com rede inteligente;

A vida humana no século 21 depende inteiramente da energia do dia-a-dia, desde acordar com um alarme em um smartphone para dormir em um quarto com ar-condicionado, não se pode viver sem eletricidade. O mundo ainda não encontrou maneiras sustentáveis ​​de conservar este energia para as gerações futuras. As formas convencionais de produção de energia provaram ser extremamente prejudiciais para a Terra e agravam rapidamente o ritmo global de aquecimento, levando a mudanças climáticas e outros problemas relacionados com o clima. É a necessidade de a hora de descarbonizar e conduzir pesquisas para encontrar adaptável, conveniente, sustentável, e meios baratos para produzir energia. Tópicos sugeridos:

Energia renovável

Tecnologias de bateria

Tecnologias de grade

8. Ciência e tecnologia oceânica e polar;

Com a importância cada vez maior do oceano e das regiões polares, os países do BRICS, que são lavados por todos os oceanos do mundo, estão profundamente engajados no desenvolvimento do oceano e da ciência e tecnologia polares. Hoje em dia, o oceano e os sistemas polares estão sujeitos a efeitos das mudanças climáticas e aumento das pressões antropogênicas. Os últimos incluem não apenas emissões de gases de efeito estufa, mas também poluição de diferentes tipos. Esses estressores como mediada por complexas trocas oceano-atmosfera, interações mar-gelo-ar e as interações terra-mar são particularmente ativas em regiões de alta latitude e áreas costeiras no mundo todo. Além disso, os sistemas marinhos de transição (por exemplo, manguezais e pântanos) são conhecidos pela alta produtividade primária e armazenamento de carbono. A previsibilidade das mudanças que virão nas próximas décadas depende fortemente da disponibilidade e qualidade dos dados observacionais (incluindo aqueles coletados nas profundezas abissais) e capacidades de prognóstico numérico modelos para assimilá-los. Além disso, a Década de Ciência Oceânica das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e o ODS 14 da ONU (Vida abaixo da água) representam uma ótima oportunidade de aprofundar a cooperação entre os BRICS nessas áreas.

Com base nas considerações gerais acima mencionadas, os candidatos são convidados a abordar os seguintes tópicos:

Oceanografia operacional, incluindo observações, previsões de modelo e dados

assimilação em modelos numéricos;

Poluição marinha, prevenção de desastres, mitigação, restauração e carbono azul;

Pesquisa em alto mar, incluindo infiltrações frias e térmicas, fontes hidrotermais e

montes marinhos;

Pesquisa de ambientes extremos – permafrost, anoxia, corpos d’água hipersalinos, etc.;

Impactos da variabilidade do clima e das mudanças climáticas no ambiente polar e no teleconexões com áreas tropicais;

Processos costeiros e de plataforma e interações oceano-terra;

Estrutura e propriedades físicas do gelo marinho em observações e modelos;

Pesquisa polar, incluindo paleoceanografia, dinâmica do gelo marinho e ecossistema evolução;

Biotecnologia marinha.

9. Tecnologia de tratamento de água;

Os tópicos da chamada são baseados nas Nações Unidas Metas de Desenvolvimento Sustentável, especificamente as metas da Meta 6: Água limpa e saneamento. Gestão integrada de recursos hídricos: gestão sustentável de recursos hídricos e governança, incluindo o uso eficiente da água, conservação da água, água transfronteiriça relações e diplomacia da água; garantir o acesso à água potável para todos; garantindo o acesso a saneamento e higiene adequados e equitativos para todos; tecnologias de controle de evaporação; novas abordagens, métodos e instrumentos para análise do conhecimento existente sobre e mudanças espaciais nos padrões de inundação em várias regiões; monitoramento e prevenção de desastres relacionados à água; gestão sustentável de ecossistemas aquáticos; TIC e big data ferramentas para gestão e governança de recursos hídricos; teste e distribuição de barato tecnologias de dessalinização de água; promoção de tecnologias eficientes de nexo alimento-água-energia; melhorar a gestão da água e do saneamento a nível local. Tratamento da poluição da água: avaliação abrangente do impacto negativo na qualidade da água em corpos d’água naturais; tratamento de poluição de águas residuais industriais e agrícolas, proporcionando qualidade e quantidade de água adequadas; tecnologias inovadoras de água doméstica (doméstica) e tratamento de águas residuais, tratamento de águas pluviais e escoamento urbano; uso economicamente viável de tecnologias de tratamento de água sem cloro e nanotecnologia para controle de poluição e dessalinização; tratamento de água potável para poluentes emergentes; reutilização de água multiuso e reciclar tecnologias; controle da poluição marinha, incluindo derramamentos de óleo, lixo marinho, lastro tratamento de água e sistemas de tratamento de resíduos de portos marítimos.

10. Pesquisa em aeronáutica e aeroespacial;

Os tópicos priorizados incluem:

Pesquisa de aeronaves de aviação moderna. Para estabelecer método numérico altamente preciso e vento tecnologia de verificação de teste de túnel, para desenvolver tecnologia de design aerodinâmico para aeronaves de aviação, como aeronaves de transporte de decolagem e aterrissagem curtas com elevador motorizado sistema.

Pesquisa de comportamento de dano composto. Para estabelecer uma detecção ultrassônica de alta resolução método e dispositivo para defeito e comportamento prejudicial de compósitos, para obter comportamento e mecanismo de falha, desenvolvimento de material e otimização de processo, segurança estrutural e avaliação da vida útil de compósitos na aviação e em outros campos.

Para mais informações acesse a página do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) ou através dos contatos disponibilizados na página de inscrição.

Continuar lendoChamada Pública para projetos multilaterais do BRICS 2021- BRICS STI Framework Programme

CNPq e MCTI lançam nova chamada RHAE

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:15 de outubro de 2021
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em parceria com o Ministério da Ciência Tecnologia e Inovações (MCTI) lançam Chamada Pública para o Programa de Recursos Humanos em Áreas Estratégicas (RHAE). As inscrições estão abertas até o dia 28 de outubro de 2021. A chamada  busca apoiar a inserção de pesquisadores em empresas inovadoras e startups. 

O RHAE, através do Desenvolvimento e Inovação (P,D&I), tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico, a inovação e o empreendedorismo no Brasil, por meio da inserção de pesquisadores em empresas inovadoras e startups, em áreas tecnológicas prioritárias estabelecidas pelo MCTI (Portaria nº 5.109/21), Especialmente nas áreas de Tecnologias Estratégicas e Habilitadoras, GovTechs e Negócios de Impacto.

A iniciativa representa um investimento de R$ 43,1 milhõeS, o que representa cerca de 160 projetos projeto sejam amparados pelo edital, com recursos do MCTI/FNDCT, em duas linhas distintas:

Linha 1 – Apoio a projetos de P,D&I de empresas inovadoras.

Esta linha atende empresas de qualquer porte ou faturamento. Os projetos deverão ter aderência a pelo menos uma das áreas prioritárias estabelecidas pela Portaria nº 5.109/21. Serão priorizados projetos nas áreas/temas de Tecnologias Estratégicas, Tecnologias Habilitadoras, GovTechs e Negócios de Impacto. Valor máximo de concessão: R$ 400 mil. Contrapartida mínima das empresas de 20% do valor do projeto. Duração dos projetos: até 36 meses.

Linha 2 – Apoio a projetos de P,D&I de Startups.

As empresas inscritas nesta linha devem ser caracterizadas como start-ups, de acordo com o disposto na Lei Complementar nº 182/2021. Os projetos deverão ter aderência a pelo menos uma das áreas prioritárias estabelecidas pela Portaria MCTI nº 5.109/21/20. Serão priorizados projetos nas áreas/temas de Tecnologias Estratégicas, Tecnologias Habilitadoras, GovTechs e Negócios de Impacto. Valor máximo de concessão: R$ 200 mil. Contrapartida mínima das empresas de 10% do valor do projeto. Duração dos projetos: até 36 meses.

Clique aqui para acessar o edital.

Para mais informações, entre em contato através do e-mail atendimento@cnpq.br ou pelo telefone (61) 3211-4000.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq e MCTI lançam nova chamada RHAE

CNPq lança edital para concessão de bolsas de estudo em pesquisas sobre Inteligência artificial

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:13 de setembro de 2021
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), através do edital CNPq/MCTI/SEMPI Nº 14/2021, convida os estudantes da graduação em Ciência da Computação ou áreas correlatas no campo das Tecnologias da Informação e Comunicação (Matemática ou Engenharias), cuja pesquisa tenha como foco o tema Inteligência artificial, e que estejam matriculados na turma do 7º, 8º ou 9º semestre, para concessão de bolsas de estudo.

O objetivo do edital é estimular o interesse pelo tema Inteligência Artificial entre os estudantes de graduação, além de ampliar o contingente de profissionais no campo das Tecnologias da Informação e Comunicação com formação em Inteligência Artificial. O edital busca também fomentar a vocação para empreendedorismo com foco em Inteligência Artificial, e estimular o interesse pela busca de formação continuada por meio de estudos em nível de pós-graduação lato e stricto sensu, além de fortalecer fundamentos e aplicações em Inteligência Artificial que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País. 

O prazo para submissão de proposta encerra às 23h59 desta terça-feira (14), e deve ser realizado pela internet, através da Plataforma Integrada Carlos Chagas.

Para mais informações acesse aqui o edital. Esclarecimentos e informações adicionais acerca desta Chamada poderão ser obtidas pelo endereço eletrônico atendimento@cnpq.br ou através do telefone (61) 3211-4000.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq lança edital para concessão de bolsas de estudo em pesquisas sobre Inteligência artificial

CNPq e MCTI lançam Chamada Pública universal

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:17 de setembro de 2021
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) tornam pública a Chamada Pública CNPq/MCTI/FNDCT Nº 18/2021 – UNIVERSAL e convidam os interessados a apresentarem propostas.

O objetivo da Chamada Pública é apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País, em qualquer área do conhecimento. 

As propostas deverão ser inseridas nas seguintes categorias: 

Faixa A – Grupos Emergentes: destinada a equipes de pesquisa que possuam, dentre seus membros, no mínimo, três doutores, sendo um deles o coordenador do projeto. Os projetos são limitados a R$165.000,00. Para a Faixa A, o proponente/coordenador do projeto não poderá ser beneficiário de bolsa de Produtividade em Pesquisa ou de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora.

Faixa B – Grupos Consolidados: destinada a equipes de pesquisa que possuam, dentre seus membros, no mínimo, 5 (cinco) doutores, de ao menos duas instituições distintas, sendo um deles o coordenador do projeto. Os projetos são limitados a R$275.000,00.

O prazo para submissão de propostas será até às 23h59 do dia 30 de setembro. As propostas devem ser encaminhadas ao CNPq exclusivamente via Internet, utilizando-se o Formulário de Propostas online disponível na Plataforma Integrada Carlos Chagas.

Para esclarecimentos e informações adicionais acerca desta Chamada podem ser obtidas pelo endereço eletrônico atendimento@cnpq.br ou pelo telefone (61) 3211-4000. 

Para conferir o edital acesse o link.

Continuar lendoCNPq e MCTI lançam Chamada Pública universal

CNPq e MCTI lançam chamada para apoiar projetos e cursos de curta duração em Biotecnologia

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:31 de agosto de 2021
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lançaram chamada pública Chamada CNPq/MCTI Nº 17/2021 para apoiar projetos e cursos de curta duração em Biotecnologia no âmbito do centro Latino-americano. 

O  objetivo do programa é apoiar propostas que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País na área de Biotecnologia, por meio da seleção de projetos de pesquisa e cursos de curta duração, visando expandir o conhecimento básico e aplicado em temas avançados de Biotecnologia, de interesse do Brasil, da Argentina e do Uruguai, no âmbito do Centro Latino-Americano de Biotecnologia (CABBIO).

As submissões devem atender a uma das três linhas de apoio: 

  • Projetos de pesquisa científica, tecnológica e/ou de inovação obrigatoriamente em colaboração com equipes da Argentina e/ou do Uruguai no tema: Biotecnologia para enfrentamento da COVID-19.  
  •  Cursos presenciais de curta duração (40 horas de aulas: 60% práticas e 40% teóricas), relacionados à ciência, tecnologia e/ou inovação, em nível de pós-graduação, abordando pelo menos um dos seguintes temas, a serem realizados no Brasil durante o ano de 2022, em cooperação com a Argentina, o Uruguai e outros países parceiros: Biotecnologia aplicada à saúde, em especial para o enfrentamento da COVID-19; Biotecnologia agrícola e aquicultura; Biotecnologia ambiental; Biotecnologia industrial; Biotecnologia marinha; Biotecnologia genômica.
  • Cursos de curta duração na modalidade à distância/online (30 horas de aulas: 100% teóricas), relacionados à ciência, tecnologia e/ou inovação, em nível de pós-graduação, abordando pelo menos um dos seguintes temas, a serem realizados durante o ano de 2022, em cooperação com a Argentina, o Uruguai e outros países parceiros, no âmbito do CABBIO: Biotecnologia aplicada à saúde, em especial para o enfrentamento da COVID-19; Biotecnologia agrícola e aquicultura; Biotecnologia ambiental; Biotecnologia industrial; Biotecnologia marinha; Biotecnologia genômica.

Propostas relacionadas ao tema COVID-19 terão prioridade em relação às demais, no que se refere especificamente à área de Biotecnologia aplicada à saúde humana.

O prazo para submissão de proposta será até às 23h59 do dia 04 de outubro de 2021, e deve ser realizada na Plataforma Carlos Chagas. O resultado preliminar será divulgado no Diário Oficial da União e em outros canais do CNPq a partir do dia 11 de novembro de 2021.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global de R$ 750.000,00, oriundos do MCTI, que será liberado em uma única parcela, de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq e na forma pactuada no respectivo Termo de Execução Descentralizada. 

Para mais informações acesse o link da chamada pública. Outros esclarecimentos e informações adicionais acerca desta Chamada poderão ser obtidas pelo endereço eletrônico atendimento@cnpq.br ou pelo telefone (61) 3211-4000. 

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq e MCTI lançam chamada para apoiar projetos e cursos de curta duração em Biotecnologia

CNPq divulga novos prazos para submissão de proposta na Plataforma Integrada

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:17 de agosto de 2021
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) informa o restabelecimento da Plataforma Integrada Carlos Chagas (PICC) nesta segunda-feira (16). Com o retorno da plataforma, as submissões de propostas às chamadas que estavam em andamento antes da indisponibilidade dos sistemas serão retomadas, com os prazos prorrogados, como já anunciado.

As propostas submetidas até o dia 23 de julho, quando iniciou a indisponibilidade, estão resguardadas. 

Seguem, abaixo, as novas datas para submissão de propostas. O novo cronograma completo será divulgado ao longo da semana.

CHAMADAS PÚBLICAS EM ANDAMENTOPrazo originalNovo prazo de submissão
Chamada Pública CNPq Nº 3/2021 – Bolsas de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora – DT31/07/202123/08/2021
Chamada Pública CNPq Nº 04/2021 – Bolsas de Produtividade em Pesquisa – PQ16/08/202108/09/2021
 Chamada Pública CNPq Nº 05/2021 – Bolsas de Produtividade em Pesquisa Sênior – PQ Sênior16/08/202108/09/2021
Chamada CNPq/MCTI Nº 06/2021 – Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT 202120/08/202123/08/2021
Chamada Nº 08/2021 – CNPq/Fundação Oswaldo Cruz – Casa Oswaldo Cruz30/07/202123/08/2021
Chamada Nº 11/2021 CNPq/DECIV/SEPEF/MCTI – Terapias Avançadas19/08/202123/08/2021
Chamada Nº 12/2021 – ARC Eventos Científicos28/07/202123/08/2021
Chamada Nº 13/2021 CNPq/Petrogal Brasil S.A.25/07/202120/08/2021

A íntegra de todas as chamadas está disponível aqui.

Importante ressaltar que o prazo para indicação de novos bolsistas no mês de agosto também será prorrogado e uma nova data será comunicada em breve.

Lembramos que a Plataforma Lattes foi restabelecida na semana passada, conforme comunicado no dia 07 de agosto.

Qualquer dúvida, entrar em contato com a Central de Atendimento pelo telefone 61 3211 4000 ou pelo e-mail atendimento@cnpq.br

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq divulga novos prazos para submissão de proposta na Plataforma Integrada

CNPq informa que Plataforma Lattes está disponível

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:17 de agosto de 2021
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgou nesta terça-feira (3) novo informe sobre disponibilidade do sistema. Podem ser acessados os currículos da Plataforma Lattes nas seguintes condições:

  • Por meio do acesso direto ao currículo a partir do ID Lattes, escrevendo, no campo de endereço do seu navegador: lattes.cnpq.br/[número do ID]
  • Por meio de busca textual pelo endereço: buscatextual.cnpq.br/buscatextual
  • A base de dados conta com atualizações feitas até às 18h do dia 23 de julho, dia de início da indisponibilidade dos sistemas.
  • Não será possível, neste momento, fazer atualizações dos currículos, mas está disponível a opção de impressão e download.
  • O trabalho de restauração dos acessos ainda está em andamento, incluindo novas atualizações da base de dados, que serão feitas nos próximos dias, incluindo, nos currículos, as fotos e o número de citações.

O CNPq lembra que devido ao elevado número de acessos que a base provavelmente terá, o sistema pode apresentar alguma lentidão.

Em caso de dúvidas ou dificuldades de acesso, entrem em contato com o CNPq por meio da Central de Atendimento, pelo telefone 61 3211 4000 ou pelo e-mail cnpq@mctic.gov.br

Fonte: Assessoria de Comunicação – CNPq

Continuar lendoCNPq informa que Plataforma Lattes está disponível

CNPq divulga novo informe sobre indisponibilidade de sistema

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:3 de agosto de 2021
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgou nesta segunda-feira (2) novos informes quanto à indisponibilidade dos sistemas do CNPq. De acordo com a instituição, ainda está em andamento a verificação completa, realizada pelo fabricante e a equipe do CNPq, no equipamento que apresentou problemas. Os dados estão resguardados tanto no equipamento em uso quanto no novo equipamento, como backup.

Essa verificação envolve uma série de testes, que foram realizados ao longo de todo final de semana, com pontuais instabilidades que estão sendo ajustadas para restabelecer a capacidade completa do storage. Também foi informado que não foi identificada nenhuma perda de dados.

Para garantir a segurança, a estabilidade e o bom funcionamento do equipamento, o CNPq optou por estender os testes até ser possível oferecer esse cenário seguro para disponibilização dos sistemas.

A instituição informa que o pagamento das bolsas não será prejudicado, pois não depende da restauração dos sistemas para realização do pagamento aos bolsistas.

Os prazos do CNPq serão prorrogados, e os novos calendários serão divulgados assim que for restabelecido os acessos.

Novas informações serão divulgadas, exclusivamente, através dos canais oficiais: site e redes sociais do CNPq.

Fonte: Assessoria de Comunicação – CNPq

Continuar lendoCNPq divulga novo informe sobre indisponibilidade de sistema