Abertas submissões para edital de apoio técnico

Estão abertas a partir de hoje (21) as submissões de propostas para o Edital Nº 003/2021 – FAPEPI/SEPLAN-CEPRO. O certame, que tem por objetivo promover a produção de conhecimentos, transferência tecnológica e a inovação em prol do desenvolvimento do estado do Piauí,faz parte do Programa Bolsa de Apoio Técnico (PBAT).

A presente chamada busca conceder apoio financeiro na modalidade de Bolsa de Apoio Técnico de Nível Superior, vinculada ao Programa de Produção de Informações, Pesquisas e Estudos Para o Desenvolvimento Sustentável com Inclusão Social no Piauí DA FAPEPI /SEPLAN.

O edital convoca todos os interessados a apresentarem propostas para avaliação, visando o fortalecimento de atividades de apoio técnico na execução dos estudos e pesquisas. O candidato deverá submeter uma única inscrição para este Edital, via internet, pelo SIGFAPEPI (sistema.fapepi.pi.gov.br), anexando toda a documentação requerida e respeitando as condições e os prazos previstos no edital. 

A recepção de propostas funcionará de 21/04 até as 17h do dia 07/05/2021. O resultado final ocorrerá a partir de 31/05/2021.

Esclarecimentos e informações sobre o conteúdo desta Chamada devem ser obdos pelos endereços eletrônicos: dtc.fapepi@gmail.com, regina@fapepi.pi.gov.br; lara@fapepi.pi.gov.br. Em virtude da pandemia do COVID-19, esclarecimentos e informações adicionais devem ser solicitadas EXCLUSIVAMENTE por meio dos endereços eletrônicos aqui determinados.Para mais detalhes, confira o Edital completo aqui.

Continuar lendoAbertas submissões para edital de apoio técnico

Comissão Europeia lança conjunto de chamadas emergenciais com foco em variantes do SARS-CoV-2

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:15 de abril de 2021
  • Reading time:5 mins read

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – parceiros institucionais da Comissão Europeia (CE) no Brasil – tornam públicas oportunidades para pesquisadores e instituições brasileiras se associarem às chamadas emergenciais lançadas nesta terça-feira (13), pela Comissão Europeia, com foco nas variantes do Coronavírus (SARS-CoV-2).

Foram disponibilizadas quatro chamadas emergenciais, com investimento total de 123 milhões de euros, no contexto do novo programa europeu de Pesquisa & Inovação (P&I), Horizon Europe (2021-2027).

Elegibilidade dos pesquisadores brasileiros

Em uma das quatro chamadas abertas pela Comissão Europeia (chamada 2, vide listagem abaixo), pesquisadores brasileiros estão aptos a receberem financiamento em suas pesquisas por meio do programa Horizon Europe.

Nas demais chamadas (1, 3 e 4, vide listagem abaixo), pesquisadores brasileiros não são elegíveis de forma automática para receberem o financiamento europeu, entretanto, podem submeter propostas, que serão avaliadas pela Comissão Europeia e, caso sejam consideradas essenciais para a realização da ação, poderão excepcionalmente ser financiadas pelo lado europeu.

Os pesquisadores brasileiros também podem consultar diretamente as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) dos seus respectivos Estados e/ou o CNPq para verificarem eventuais possibilidades de cofinanciamento.

A Comissão Europeia espera que os projetos financiados possam:

Estabelecer novos e/ou construir em grande escala existente, multicentros e consórcios regionais ou multinacionais, incluindo grupos além das fronteiras da Europa, que devem promover rapidamente o conhecimento sobre SARS-CoV-2 e suas variantes emergentes.
Desenvolver ainda possíveis terapêuticos ou vacinas promissoras contra o SARS-CoV-2, já tendo concluído o desenvolvimento pré-clínico, em estudos clínicos.
Apoiar infraestruturas de pesquisa para acelerar o compartilhamento de dados e fornecer suporte de pesquisa rápido e eficaz, para enfrentar as variantes do coronavírus e estar pronto para futuras epidemias.
Espera-se também que os consórcios de sucesso colaborem com outras iniciativas e projetos relevantes em nível regional, nacional e internacional para maximizar sinergias e complementaridade e evitar duplicidade dos esforços de pesquisa.

As quatro chamadas emergenciais irão enfrentar a ameaça do coronavírus a curto e médio prazo e, simultaneamente, preparar para o futuro. Também contribuirão para a construção do European Health Emergency Preparedness and Response Authority (HERA), que permitirá à União Europeia antecipar e enfrentar melhor futuras pandemias.

O prazo para submissão de propostas para as chamadas vai até o dia 6 de maio de 2021. As novas soluções devem estar disponíveis e acessíveis a todos, seguindo os princípios estabelecidos pelo Coronavirus Global Response, que é a resposta da Comissão Europeia ao apelo global lançado no ano passado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com governos e parceiros para o acesso universal à vacinação, tratamento e teste de coronavírus à preços acessíveis.

Confira abaixo os links para submissão de propostas para as chamadas europeias:

Chamada 1: FAIR and open data sharing in support to European preparedness for COVID-19 and other infectious diseases

Chamada 2: Research infrastructure services for rapid research responses to COVID-19 and other infectious disease epidemics (Pesquisadores brasileiros que submeterem propostas para esta chamada poderão ser financiados por meio do programa Horizon Europe).
Chamada 3: Vaccines & therapeutic clinical trials to boost COVID-19 prevention and treatment

Chamada 4: Cohorts united against COVID-19 variants of concern
*Nos links acima é possível também consultar as perguntas frequentes (FAQs) sobre as chamadas.

Webinar da Comissão Europeia sobre as chamadas: disponível no link.
Apresentações sobre as chamadas: disponíveis no link.
Projetos que a Comissão Europeia já apoiou: disponíveis no link.


Contato para esclarecimentos e/ou mais informações: Elisa Natola, assessora do Confap para Cooperação Internacional entre Brasil-União Europeia (e-mail: elisa.confap@gmail.com)

Fonte: Confap

Continuar lendoComissão Europeia lança conjunto de chamadas emergenciais com foco em variantes do SARS-CoV-2

Programa TECNOVA II recebe propostas até hoje

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:3 de maio de 2021
  • Reading time:2 mins read

Termina hoje (15), às 18 horas, o prazo para envio eletrônico das propostas de inovação das empresas empresas piauienses interessadas a participarem do Programa TECNOVA II Piauí (Subvenção Econômica à Inovação), para obtenção de apoio financeiro na forma de subvenção econômica a seus projetos. O programa é uma parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) e a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).

Serão apoiados projetos de inovação nas áreas da Saúde, Tecnologias da Informação e Comunicação – TICs, Inovação, Diversificação e Competitividade, Cadeia produtiva de alimentos e Gestão Pública e Turismo. O Programa TECNOVA II Piauí tem por objetivo apoiar, por meio da concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis) o desenvolvimento de produtos (bens ou serviços) e/ou processos inovadores. Essas propostas devem ser novas ou significativamente aprimoradas (pelo menos para o mercado nacional).

As propostas de inovação a serem apresentadas por empresas piauienses devem levar em conta o desenvolvimento dos setores considerados estratégicos nas políticas públicas federais e aderentes à política pública estadual de inovação. O objetivo principal é promover um significativo aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade das empresas e da economia do Estado do Piauí e assim, objetiva apoiar projetos de inovação, que envolvam significativo risco tecnológico associado a oportunidades de mercado.

Para saber mais acesse aqui.

Continuar lendoPrograma TECNOVA II recebe propostas até hoje

CAPES apoia projetos estratégicos para o semiárido

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:15 de abril de 2021
  • Reading time:7 mins read

Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa devem submeter as iniciativas até as 17h do dia 20 de maio. Investimento alcança R$13,7 milhões

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) torna público o Edital nº 4/2021 – Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Apoio ao Desenvolvimento da região Semiárida Brasileira. O Edital faz parte do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas nos Estados, instituído pela Portaria Nº 131 de 03/09/2020.

A chamada tem como objetivo apoiar projetos oriundos dos Programas de Pós-Graduação (PPGs) stricto sensu, pertencentes aos estados da região Semiárida e vinculados às Instituições de Ensino Superior (IES) dos estados: Alagoas (AL); Bahia (BA); Ceará (CE); Maranhão (MA); Norte de Minas Gerais (MG); Paraíba (PB); Pernambuco (PE); Piauí (PI); Rio Grande do Norte (RN); e Sergipe (SE). Visando o foco na formação de recursos humanos altamente qualificados e o fomento de pesquisas voltadas ao desenvolvimento social, econômico e tecnológico da região Semiárida brasileira, nos seguintes eixos estratégicos: 

  • a) Agroindústria no Semiárido; 
  • b) Biotecnologia no Semiárido.

O Edital nº 4/2021 também tem o objetivo de contribuir para a redução de assimetrias no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), a partir do aproveitamento e valorização das potencialidades identificadas na região Semiárida do país, com a formação de mestres e doutores e realização de pesquisas nos eixos estratégicos indicados acima. Com ampliação do conhecimento, da produção científica e a adoção de inovações tecnológicas, em temas que sejam considerados como prioritários para o desenvolvimento sustentável da região Semiárida.

Também são metas a serem alcançadas a contribuição para o desenvolvimento econômico e social do Semiárido a partir da geração e apropriação do conhecimento científico e tecnológico pela sociedade, de modo a subsidiar a criação de políticas públicas orientadas à transformação regional, a partir de suas potencialidades e oportunidades, promover a transferência de conhecimentos à sociedade, estimulando a interação entre a comunidade acadêmica especializada e os setores organizados da sociedade que, por meio de oficinas a serem coordenadas pelas FAPs dos respectivos estados, definirão os temas prioritários da região Semiárida.

O presente Edital passa a convocar os Programas de Pós-Graduação (PPGs) stricto sensu, vinculados às Instituições de Ensino Superior (IES) integrantes dos estados que compõem a região Semiárida, a apresentarem projetos, por intermédio das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAP), vinculadas ao Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa (CONFAP), por meio de seus dirigentes superiores.

Conforme o Art. 5º da Portaria nº 131 de 3 de setembro de 2020, cada FAP deverá organizar oficinas de atividades com atores estaduais oriundos do governo, Instituições de Ensino Superior (IES), da iniciativa privada ou terceiro setor com o objetivo de definir os temas prioritários que integrarão o projeto a ser submedo no âmbito deste edital. Cada FAP poderá pré-selecionar e submeter no âmbito deste edital até 04 (quatro) projetos dentro dos eixos estratégicos definidos acima e vinculados aos temas prioritários definidos nas oficinas a serem realizadas. Serão financiados até 30 (trinta) projetos no âmbito deste edital. 

As inscrições iniciaram no dia 5 de abril de 2021; os projetos deverão ser submetidos à CAPES até as 17h, horário de Brasília, do dia 20 de maio de 2021. O resultado final está previsto para 20 de julho.

Os projetos deverão ser submetidos exclusivamente por meio de sistema eletrônico, em formulário específico, disponível no endereço: https://inscricao.capes.gov.br/individual, conforme o cronograma.

O Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas nos Estados tem como objetivo promover a capilarização das ações de formação de recursos humanos altamente qualificados, para desenvolver e fortalecer a pós-graduação e a pesquisa nos Estados, por meio do trabalho conjunto entre o Governo, a universidade, a iniciativa privada ou o terceiro setor, propiciando o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do país. 

O PDPG também se propõe a:

  • Promover o desenvolvimento de Programas de Pós-Graduação Emergentes, em áreas prioritárias de âmbito regional;
  • Apoiar Programas de Pós-Graduação em consolidação em áreas prioritárias de âmbito regional;
  • Apoiar o desenvolvimento de Programas de Pós-Graduação consolidados, em áreas prioritárias de âmbito regional.

Os Programas de Pós-Graduação emergentes são programas de pós-graduação stricto sensu recomendados pela CAPES criados a partir de 2013 e que passaram por apenas 1(um) ciclo avaliativo realizado pela CAPES. Os Programas de Pós-Graduação em consolidação são programas stricto sensu, recomendados pela CAPES, que tenham permanecido com nota igual ou inferior a 4, consecutivamente, nos últimos ciclos de avaliação. Já os Programas de Pós-Graduação consolidados são aqueles programas stricto sensu recomendados pela CAPES, que tenham recebido nota igual ou superior a 5 no último ciclo de avaliação quadrienal da CAPES.

As Áreas Prioritárias são definidas como lacunas e potencialidades para a formação de recursos humanos e pesquisas para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação nos estados. A definição destas Áreas Prioritárias foi levada a efeito por meio de oficinas organizadas pelas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), envolvendo os demais atores estaduais oriundos do governo, das Instituições de Ensino Superior (IES), da iniciativa privada ou do terceiro setor, realizadas para definir os indicadores de acompanhamento dos resultados, em conjunto com a CAPES.

No dia 8 de setembro de 2020 a CAPES tornou público o Edital Nº 18/2020 – Apoio aos Programas de Pós-Graduação emergentes e em consolidação em áreas prioritárias nos estados, primeiro Edital fruto do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG). Com o objetivo de selecionar as Fundações de Apoio que tenham interesse em participar do PDPG – Parcerias Estratégicas nos Estados. Para participar, as FAPs interessadas apresentaram seus respectivos Planos de Desenvolvimento (PD-FAP) dos Programas de Pós-Graduação (PPG) stricto sensu emergentes e em consolidação, explicados acima.

Continuar lendoCAPES apoia projetos estratégicos para o semiárido

Brasil e Suécia lançam chamada para intercâmbio

O Brasil, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e a Suécia, por meio do Conselho de Pesquisas da Suécia (SRC), lançam chamada conjunta para intercâmbio de pesquisadores em “Doenças infecciosas emergentes e a ameaça de resistência antimicrobiana”. A chamada é uma das ações previstas no Memorando de Entendimento mantido entre as agências de fomento dos dois países.

A iniciativa recebe candidaturas para apoio a pesquisadores visitantes brasileiros à Suécia e suecos ao Brasil por períodos de até 12 meses, com incentivo a propostas de intercâmbio recíproco. A previsão, por parte do CNPq, é de concessão de até cinco bolsas na modalidade pós-doutorado no Exterior (PDE).

As propostas devem ser submetidas a partir de 14 de Abril até 25 de Maio deste ano, exclusivamente à Agência Sueca, seguindo as orientações dispostas em : https://www.vr.se/english/applying-for-funding/calls/2020-10-19-research-collaboration-brazil-sweden-grant-for-researcher-exchange.html.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail CGCIN@cnpq.br

Continuar lendoBrasil e Suécia lançam chamada para intercâmbio

Câmara aprova PL 135/2020 com impactos no FNDCT

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:4 de março de 2021
  • Reading time:2 mins read

Na quinta-feira (17/12), a Câmara dos Deputados aprovou o PLP 135/2020, de autoria do senador Izalci Lucas (PSDB-DF). O projeto, previamente aprovado pelo Senado Federal com 71 votos contra 1, obteve 385 votos a favor contra 18 na Câmara dos Deputados.

Considerada uma das maiores conquistas da Ciência brasileira, essa aprovação permite a liberação total dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT).

De acordo com esse projeto, o FNDCT, que é a principal ferramenta de financiamento da Ciência, Tecnologia e Inovação do país, passa a ser um fundo de natureza contábil e financeira e obtém aporte automático dos recursos não utilizados no exercício, sendo permitida a transferência desses recursos – não utilizados – para o ano seguinte.

Com isso, todo o recurso arrecadado no fundo, não sofrerá contingenciamento, ao contrário do cenário dos últimos anos. Durante o ano de 2020 foram retidos nos cofres públicos cerca de 89% dos recursos (R$ 4,6 bilhões) arrecadados para o FNDCT, restando apenas R$ 600 milhões para utilização em Ciência, Tecnologia e Inovação. O PLP 135/2020 segue agora para sanção presidencial.

Continuar lendoCâmara aprova PL 135/2020 com impactos no FNDCT

UKRI lança Chamada para Respostas Rápidas à COVID-19

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:24 de junho de 2020
  • Reading time:2 mins read

UK Research and Innovation (UKRI), instituição britânica parceira do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), lançou a Chamada de Pesquisa para Respostas Rápidas à COVID-19. A Chamada é financiada através do Global Challenges Research Fund (GCRF) e do Newton Fund. Esses fundos abordam os desafios globais por meio de pesquisa disciplinar e interdisciplinar e fortalecem a capacidade de pesquisa e inovação tanto no Reino Unido quanto nos países em desenvolvimento, fornecendo uma resposta ágil a emergências onde há uma necessidade urgente de pesquisa.

Pesquisadores brasileiros podem submeter propostas de pesquisa para a Chamada em parceria com pesquisadores britânicos para projetos de 18 meses de duração, com até 100% dos custos de ambas as partes financiados pelo UKRI.

A Chamada é direcionada para projetos de curto prazo que abordem e mitiguem os impactos à saúde, sociais, econômicos, culturais e ambientais do surto de COVID-19 em países de baixa e média renda, e que estão sendo mais impactados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Não há orçamento definido para esta Chamada. O UKRI está empenhado em financiar pesquisas de qualquer escala, que possam gerar impactos positivos, e que sejam compatíveis a duração do projeto e das atividades previstas.

Em razão da urgência causada pela pandemia, o início do projeto está previsto para acontecer em até 4 semanas após a divulgação do resultado das pesquisas aprovadas.

Acesse a Chamada de Pesquisa para Respostas Rápidas ao COVID-19 do UKRI

 Via: Confap. 

Continuar lendoUKRI lança Chamada para Respostas Rápidas à COVID-19

CNPq lança chamada para Bolsas de Produtividade em DT

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:24 de junho de 2020
  • Reading time:2 mins read

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou nova chamada para Bolsas de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora, as Bolsas DT. A data limite para submissão das propostas é 31 de julho. 

As bolsas DT visam valorizar pesquisadores que possuam clara participação em atividades de desenvolvimento tecnológico e extensão inovadora, associadas a uma prática regular e adequada de publicação cientifica dos resultados de seus trabalhos. É necessário, ainda, que atuem em áreas temáticas de desenvolvimento tecnológico e extensão inovadora coerentes com sua produção. As Áreas Tecnológicas abordadas nessa Chamada são: Tecnologias Médicas e da Saúde, Tecnologias Agrárias, Biotecnologia, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Tecnologias Sociais e Educacionais, Tecnologias Digitais, Tecnologias de Materiais, Tecnologias de Produção Industrial e de Serviços e Energia.

Para estar apto a receber Bolsa DT na Categoria 2, o pesquisador deverá possuir, no mínimo, três anos de doutorado completos até dezembro de 2020 ou experiência de pelo menos cinco (cinco) anos em atividades de desenvolvimento tecnológico, extensão inovadora ou transferência de tecnologia.

Para receber a na Categoria 1, o pesquisador deverá possuir, no mínimo, oito anos de doutorado completos até dezembro de 2020 ou experiência de pelo menos dez anos em atividades de desenvolvimento tecnológico, extensão inovadora ou transferência de tecnologia. O tempo de experiência será contado a partir da data de conclusão do curso superior.

Mais informações disponíveis na íntegra da Chamada CNPq Nº 02/2020 – Bolsa de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora – DT.

Continuar lendoCNPq lança chamada para Bolsas de Produtividade em DT

CNPq abre chamada para apoio à Realização de Eventos

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:24 de junho de 2020
  • Reading time:3 mins read

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) recebe, até 25 de junho, propostas no âmbito da Chamada CNPq/MCTIC nº 04/2020 – Auxílio à Realização de Eventos Científicos e/ou Tecnológicos. Alteração publicada nesta segunda-feira, 25, explicita a possibilidade de apoio a eventos realizados na modalidade à distância.

O objetivo da chamada é apoiar a realização no Brasil de eventos de grande porte, de abrangência mundial, internacional ou nacional, relacionados a ciência, tecnologia e inovação, tais como encontros, congressos e outros eventos similares, promovidos por sociedades ou associações científicas e/ou tecnológicas.

Embora houvesse entendimento de que a redação original da Chamada não impedia o financiamento a esse tipo de evento, a alteração visa tornar inequívoca a informação.

Sendo assim, foram inseridos no texto da Chamada os seguintes subitens:

1.4.   Considerando a necessidade de adoção de medidas de isolamento social relacionadas com a pandemia de COVID-19, poderão ser propostos eventos realizados nas modalidades presencial e/ou não-presencial, nas Linhas 1 e 2, desde que observadas as demais disposições desta Chamada.

Os recursos da presente chamada serão destinados ao financiamento de itens de custeio, compreendendo:

5.2.f. Despesas com pagamento de locação ou assinatura temporária de programas ou de serviços para realização de videoconferências ou reuniões à distância.

As propostas podem ser submetidas em duas Linhas:

LINHA 1 – Eventos mundiais que serão realizados n Brasil no período de 01/09/2020 a 30/06/2022;

LINHA 2 – Eventos Nacionais ou Internacionais que serão realizados no período de 01/09/2020 a 30/06/2021.

O valor máximo a ser solicitado por proposta é de R$ 150 mil. Mais informações estão disponíveis na íntegra da Chamada.

Continuar lendoCNPq abre chamada para apoio à Realização de Eventos