1 – OBJETIVO 

Promover a formação de recursos humanos de alto nível, através da concessão de bolsas aos programas de pós-graduação stricto sensu, reconhecidos pela CAPES, visando contribuir para otimizar o nível de qualificação dos recursos humanos do Piauí.

2 – PÚBLICO ALVO

Estas modalidades de bolsa são destinadas a apoiar os Programas institucionais de pós-graduação Stricto sensu (mestrado acadêmico) devidamente reconhecidos pela CAPES vinculados a Instituições de Ensino e Pesquisa Superior Pública do Estado do Piauí, com recursos oriundos do Tesouro Estadual, e ainda, estudantes regularmente matriculados em Programas institucionais de pós-graduação Stricto sensu (mestrado acadêmico) de IES pública sediados no Piauí. 

3 – JUSTIFICATIVA

Buscando propiciar a formação de recursos humanos qualificados para a pesquisa científica, tecnológica e inovação, de modo a contribuir para o desenvolvimento social e econômico do Piauí, assim como desenvolver um ambiente de consolidação e interiorização de novos programas de pós-graduação no Piauí.

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Elevar o número de discentes qualificados com título de mestre.
  • Fortalecimento dos programas de pós-graduação piauienses, através do fomento de concessão e manutenção das bolsas de pós-graduação.

1 – OBJETIVO 

Despertar vocação para os campos das ciências e as carreiras tecnológicas, incentivando talentos potenciais entre estudantes da rede pública do ensino médio do Piauí, visando o fortalecimento do o processo de disseminação das informações e conhecimentos científicos e tecnológicos básicos, e do desenvolvimento de atitudes, habilidades e valores necessários à educação científica e tecnológica dos estudantes.

2 – PÚBLICO ALVO

Esta modalidade de bolsa está vinculada a projeto de pesquisa desenvolvido por pesquisador/orientador com título de Doutor ou de Mestre com vínculo efetivo em instituição de ensino e/ou pesquisa pública ou privada sem fins lucrativos, ou em instituição de ensino médio da rede pública estadual, sediadas no Piauí. A bolsas destina-se a estudante regularmente matriculado em escolas do Ensino Médio, Técnico ou Profissionalizante da rede pública de ensino do Estado, com idade inferior a 21 anos.

3 – JUSTIFICATIVA

Com a iniciação científica, o jovem sente-se mais à vontade para escolher uma profissão mais coerente com suas aptidões. Ela favorece a formação de cidadãos com uma visão pragmática de pesquisa que possa utilizá-la em sua visão de mundo e em sua prática profissional futura. Ao exercitar a prática da iniciação científica, no próprio ambiente onde se desenvolve a pesquisa científica, o jovem, uma vez inserido na atividade científica ele passa a vislumbrar novos horizontes para seu futuro profissional. 

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Formar cidadãos conscientes de seus direitos e deveres e capaz de exercer a democracia, lidando com o diferente e o antagônico no convívio acadêmico no âmbito da iniciação científica. 
  • Despertar vocação no jovem estudante para os campos das ciências e das carreiras científicas e tecnológicas.
  • Estímulo à formação dos estudantes criando possibilidade de identificar novos quadros para atuação profissional no campo do saber científico.
  • Contribuição para a difusão dos conhecimentos científicos, criando oportunidades de novas perspectivas ao ingresso no mercado de trabalho.

1 – OBJETIVO 

Instituir a cooperação técnico-científica entre a CAPES e a FAPEPI visando o fortalecimento do Programa de apoio ao desenvolvimento de programas de pós-graduação stricto sensu do estado do Piauí, através da concessão de cotas de bolsas pós-graduação nos níveis de mestrado e de doutorado, aprovados pela CAPES das Instituições do Piauí, assim como, conceder bolsas de pós-doutorado a Pesquisador visando o fortalecimento e a consolidação de programas de pós-graduação e o reforço e a ampliação da formação de recursos humanos altamente qualificados dos referidos programas piauienses. 

2 – PÚBLICO ALVO

Programas institucionais de pós-graduação Stricto sensu (mestrado e doutorado acadêmico) devidamente reconhecidos pela CAPES e vinculados a Instituições de Ensino e Pesquisa Superior Pública do Estado do Piauí. E, estudantes regularmente matriculados em Programas institucionais de pós-graduação Stricto sensu (mestrado e doutorado acadêmico) de IES pública do Piauí.

3 – JUSTIFICATIVA

O fortalecimento dos programas de pós-graduação (mestrado e doutorado) sediados no Estado, além de contribuir para a formação de novos grupos de pesquisa e, consolidar os já existentes, com resultado direto nas unidades de ensino e pesquisa piauienses situadas no interior do Estado.

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Propiciar a formação de recursos humanos qualificados para a pesquisa científica, tecnológica e inovação, visando a formação de novos quadros para o sistema de pesquisa do Piauí, de modo a contribuir para o desenvolvimento socioeconômico.
  • Desenvolver um ambiente de consolidação e interiorização de novos programas de pós-graduação no Estado.
  • Propiciar a elevação do conceito CAPES dos programas emergentes que sejam estratégicos sediados no Piauí.
  • Promover a melhoria dos programas que atuem em áreas consideradas prioritárias para o desenvolvimento científico e tecnológico do estado, de modo a contribuir para o desenvolvimento social e econômico do estado.

1 – OBJETIVO 

Apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa cientifica, tecnológica ou de inovação conduzidos por pesquisador com título de Doutor, com o objetivo de estimular a fixação de recursos humanos com experiência em ciência, tecnologia e inovação e/ou reconhecida competência profissional em instituições ou empresas, públicas ou privadas, de ensino superior e/ou de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação, assim como diminuir as desigualdades nas instituições situadas na região Nordeste.

2 – PÚBLICO ALVO

Esta modalidade de bolsa destina-se a pesquisador com título de Doutor, com menos 05 (cinco) anos de titulação, oriundos de outras regiões, atraídos para instituições ou empresas, públicas ou privadas, de ensino superior e/ou de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação, desvinculado do mercado de trabalho, assim reconhecidas pelo CNPq e FAPEPI. Para regionalização, pela atração de doutores de outras regiões para áreas metropolitanas; e, na interiorização, pela atração de doutores para fora das áreas metropolitanas, permitindo a concessão da bolsa a doutor formado ou radicado no próprio estado (Ver Edital).

3 – JUSTIFICATIVA

Por apresentar um caráter estratégico no tocante à fixação de doutores de outras regiões do país para outros estados da federação, este programa torna-se também estratégico para os interesses do Estado, visto que estimula a criação de novos grupos de pesquisas e propicia a consolidação dos existentes. A manutenção e a consolidação de uma comunidade científica qualificada no Piauí são requisitos capazes de proporcionar a geração de expertises em diversas áreas do conhecimento. 

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Fixação de recursos humanos com experiência em ciência, tecnologia e inovação e/ou reconhecida competência profissional.
  • Reforço nos núcleos de pesquisa existentes, como na criação de novos grupos vinculados aos cursos de pós-graduação stricto sensu.
  • Crescimento da comunidade científica estadual de alto nível.
  • Aumento da produtividade científica e técnica no Estado. 

1 – OBJETIVO

Apoiar parcialmente a organização de evento científico e/ou tecnológico e inovação a serem realizados exclusivamente no Estado do Piauí, como congressos, workshops e outros eventos similares que contribuam para o intercâmbio do conhecimento científico e/ ou tecnológico e inovação, produzido por pesquisadores de instituições do Estado do Piauí. 

2 – PÚBLICO ALVO

Pesquisador, portador de diploma de Doutor ou de Mestre (a titulação obtida no exterior deve estar devidamente validada no Brasil) com vínculo efetivo em instituição de ensino e/ou pesquisa pública, ou privada sem fins lucrativos, sediada no estado do Piauí .

3 – JUSTIFICATIVA

Propiciar o intercâmbio do conhecimento científico e/ou tecnológico de docentes, em ações como: participação em eventos científicos e tecnológico nacional e internacional, na publicação e divulgação científica e na realização de eventos científicos e tecnológicos nacionais e internacionais. 

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Contribuir para fortalecimento do intercâmbio do conhecimento científico produzidos no Piauí com outros estados da Federação e de outros países.
  • Complementação extracurricular e disseminação do conhecimento técnico-científico ou cultural, promovidos por instituições de ensino superior, institutos de pesquisa e associações ou sociedades técnico-científicas.

 

1 – OBJETIVO

Financiar parcial ou totalmente publicação de artigo científico em periódicos ou de livros que exponham resultados originais de pesquisa científica realizada por pesquisador de instituições, sem fins lucrativos, sediadas no Estado do Piauí ou servidor público efetivo que possua graduação em nível superior.

2 – PÚBLICO ALVO

Pesquisador, portador de diploma de Doutor ou de Mestre com vínculo efetivo em instituição ensino e/ou pesquisa pública ou privada sem fins lucrativos com sede no estado do Piauí, ou servidor com vínculo efetivo em instituição de ensino da rede pública estadual do Piauí.

4 – JUSTIFICATIVA

Propiciar o intercâmbio do conhecimento científico e/ou tecnológico de docentes, em ações como: participação em eventos científicos e tecnológico nacional e internacional, na publicação e divulgação científica e na realização de eventos científicos e tecnológicos nacionais e internacionais. 

3 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Contribuir para fortalecimento do intercâmbio do conhecimento científico produzidos no Piauí com outros estados da Federação e de outros países.
  • Complementação extracurricular e disseminação do conhecimento técnico-científico ou cultural, promovidos por instituições de ensino superior, institutos de pesquisa e associações ou sociedades técnico-científicas, 

1 – OBJETIVO

Apoiar a participação de pesquisadores com vínculo em instituições de ensino e/ou pesquisa do Piauí ou servidores públicos efetivos graduados em qualquer área, através da concessão de auxílio financeiro, para a apresentação de trabalho científico em eventos científicos realizados em outros estados da Federação ou no exterior. 

2 – PÚBLICO ALVO

Pesquisador, portador de diploma de Doutor ou de Mestre (a titulação obtida no exterior deve estar devidamente validada no Brasil) com vínculo efetivo em instituição de ensino e/ou pesquisa pública, ou privada sem fins lucrativos, sediada no estado do Piauí.

3 – JUSTIFICATIVA

Propiciar o intercâmbio do conhecimento científico e/ou tecnológico de docentes, em ações como: participação em eventos científicos e tecnológico nacional e internacional, na publicação e divulgação científica e na realização de eventos científicos e tecnológicos nacionais e internacionais. 

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Contribuir para fortalecimento do intercâmbio do conhecimento científico produzidos no Piauí com outros estados da Federação e de outros países.
  • Complementação extracurricular e disseminação do conhecimento técnico-científico ou cultural, promovidos por instituições de ensino superior, institutos de pesquisa e associações ou sociedades técnico-científicas.

1 – OBJETIVO 

Apoiar empreendedores com potencial para desenvolver, no âmbito de startups de base tecnológica, soluções tecnológicas e de inovação, preferencialmente, nas áreas prioritárias para o Piauí conforme suas potencialidades territoriais.

2 – PÚBLICO ALVO

Modalidade de auxílio destinado a apoiar Empreendedores com potencial para desenvolver startups de base tecnológica (Ver Edital).

3 – JUSTIFICATIVA

O apoio a projetos de desenvolvimento de tecnologia em negócio de base tecnológica, além de soluções tecnológicas de empreendedores, que queiram desenvolver startups de base tecnológica.

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Desenvolver soluções tecnológicas para as cadeias produtivas e nas áreas prioritárias do estado desenvolvidas por startups.
  • Aceleração do o ecossistema de tecnologia e inovação no Estado do Piauí.

1 – OBJETIVO 

Apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e inovação, com caráter interdisciplinar, nas áreas de energias renováveis no Piauí.

2 – PÚBLICO ALVO

Modalidade de auxílio a pesquisa destinada a apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa conduzido por Pesquisador com título de Mestre ou de Doutorado, com atuação na área de energias renováveis, com vínculo efetivo em instituição de ensino e/ou pesquisa pública ou privada sem fins lucrativos sediadas no Piauí.

3 – JUSTIFICATIVA

Por ser um setor relativamente novo e com uma cadeia que ainda não está completamente organizada, os investimentos ainda são escassos, assim o programa fomenta a pesquisa a fim de propiciai a alocação de investimentos por meio das políticas públicas, objetivando alavancar o setor de energias renováveis.

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Alavancar o setor de energias renováveis por meio do fomento a pesquisa.
  • Inserção do jovem estudante no processo de produção, transmissão e distribuição de energia elétrica através das fontes de energia renováveis. 
  • Realização de atividades de especificação, projeto, implantação, operação e manutenção de sistemas que utilizem uma dessas formas de energia.

1 – OBJETIVO 

Fomentar projetos de pesquisas visando despertar vocação para os campos das ciências e as carreiras tecnológicas através do desenvolvimento de pesquisa básica ou aplicada, a fim de incentivar talentos potenciais entre estudantes da Rede Pública de Ensino do Piauí.

2 – PÚBLICO ALVO

Esta modalidade de auxílio a pesquisa destinada a apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa conduzido por Pesquisador com título de Mestre ou de Doutor, com vínculo efetivo em instituição de ensino e/ou pesquisa pública ou privada sem fins lucrativos, ou em instituição de ensino médio da rede pública estadual, sediadas no Piauí. A bolsas destina-se a estudante regularmente matriculado em escolas do Ensino Médio, Técnico ou Profissionalizante da rede pública de ensino do Estado, com idade inferior a 21 anos (Ver Edital).

3 – JUSTIFICATIVA

Estimular, por meio do fomento à pesquisas científica, a participação dos estudantes em ambientes de pesquisa e despertando a vocação para os campos das ciências, assim como expandir o fomento à pesquisas científica, que resulta no benefício direto tanto das unidades de ensino como das instituições de ensino e pesquisa piauienses situadas no interior do Estado.

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Inserção dos estudantes do nível médio Rede Pública em atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação.
  • Formação cidadãos conscientes de seus direitos e deveres e capaz de exercer a democracia, lidando com o diferente e o antagônico no convívio acadêmico no âmbito da iniciação científica. 
  • Contribuição para a difusão dos conhecimentos científicos, criando oportunidades de novas perspectivas ao ingresso no mercado de trabalho.

1 – OBJETIVO 

Estimular pesquisadores de alta competência e tradição em suas áreas de atuação técnico-científica (nível 1 e 2 do CNPq) para desenvolver pesquisas de relevância ao desenvolvimento do Estado e do país.

2 – PÚBLICO ALVO

Modalidade de auxílio a pesquisa destinada a apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa conduzidos por pesquisador pesquisadores bolsistas de produtividade do CNPq (nível 1 e 2), com reconhecida capacidade de desenvolver pesquisa científica e/ou tecnológica (Ver Edital).

3 – JUSTIFICATIVA

Apoiar grupos de pesquisa de excelência,  sendo portanto, um importante instrumento de estímulo à pesquisa e ao desenvolvimento científico e tecnológico do País, de forma continuada e adicional aos instrumentos hoje disponíveis a grupos de alta competência, que tenham liderança e papel nucleador no setor de sua atuação, sendo formados por pesquisadores e técnicos de alto nível, em permanente interação, com reconhecida competência e tradição em suas áreas de atuação técnico-científica.

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Incrementar a produção científica no Estado, e propiciar uma fonte geradora e transformadora de conhecimento científico-tecnológico para aplicação em programas e projetos de relevância ao desenvolvimento do setor produtivo do Piauí.
  • Propiciar aos Núcleos de Excelência uma melhor capacidade de funcionamento, enquanto fonte geradora e transformadora de conhecimento científico-tecnológico para aplicação em programas e projetos de relevância ao desenvolvimento do país. 

1 – OBJETIVO 

Apoiar atividades de pesquisa que visem à promoção do desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação em áreas da saúde consideradas prioritárias ao SUS, no Estado do Piauí por meio de projetos de pesquisa que promovam a formação e a melhoria da qualidade de atenção à saúde no estado do Piauí no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS), representando significativa contribuição para o desenvolvimento da CT&IS no estado do Piauí.

2 – PÚBLICO ALVO

Modalidade de auxílio a pesquisa destinada a apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa conduzidos por pesquisador Mestre e Doutor, denominados com vínculo empregatício ou funcional em instituição científica ou tecnológica que tenham sua sede e administração no Estado do Piauí, e apresente um dos seguintes perfis de instituição: a)Instituições de ensino superior, públicas ou privadas, sem fins lucrativos; b)Institutos e centros de pesquisa e desenvolvimento, públicos ou privados, sem fins lucrativos; c)Empresas públicas, que executem atividades de pesquisa em Ciência, Tecnologia ou Inovação (Ver Edital).

3 – JUSTIFICATIVA

Permitir a aproximação entre os sistemas estaduais de saúde e de ciência e tecnologia e a mobilização da comunidade acadêmica da área da saúde para o desenvolvimento de projetos de pesquisa em temas considerados prioritários, tendo como parâmetro as necessidades reais de saúde da população brasileira.

 4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Fortalecer as capacidades locais de pesquisa, por meio do apoio ao desenvolvimento de projetos que busquem soluções para os problemas e necessidades dos sistemas e serviços de saúde, desconcentrando o investimento destinado à Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde (CT&IS) e financiando pesquisas em temas prioritários nas áreas de gestão e atenção à saúde. 
  • Superar os problemas que efetivamente demandam de atividades de pesquisa e não podem ser enfrentados apenas por uma combinação de meios de intervenção já existentes e que estes aperfeiçoem e fortaleçam o SUS Piauí.

1 – OBJETIVO 

Apoiar a execução de projetos de grupos emergentes e permitir a consolidação de linhas de pesquisa prioritárias, induzindo a formação de novos núcleos de excelência, assim como dar suporte financeiro aos trabalhos dos referidos grupos, visando: a) Consolidar linhas de pesquisa prioritárias, através da indução da formação de novos núcleos de excelência no Estado; b) Ampliar e consolidar a capacidade científica e tecnológica instalada no Piauí; c) Incentivar a formação e capacitação de recursos humanos de alta qualificação. d) Fortalecer a infraestrutura de pesquisa das ICTIs, bem como o Sistema Estadual de C, T & I.

2 – PÚBLICO ALVO

Modalidade de auxílio a pesquisa destinada a apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa conduzidos por pesquisador com título de Doutor, entre 5 e 10 anos de obtenção do título, que se apresentem como líderes de Núcleos Emergentes e que tenham vínculo empregatício efetivo em instituições científicas e tecnológicas sediadas no Piauí, como: a) Instituições de ensino superior, públicas ou privadas sem fins lucrativos; b) Institutos e centros de pesquisa e desenvolvimento, públicos ou privados sem fins lucrativos; c) Empresas públicas que executem atividades de pesquisa em Ciência, Tecnologia ou Inovação.

3 – JUSTIFICATIVA

O apoio a grupos de pesquisa com alta capacidade de produção científica e tecnológica, mas que ainda não atingiram um status consolidado que permita a submissão de propostas em ações voltadas para grupos de pesquisa já estabelecidos. Trata-se de apoio a grupos emergentes de capacidade reconhecida ou em fase de implantação, por meio de ações comuns e complementares entre o CNPq e a Fap, sempre que possível, com o setor empresarial, buscando ampliar e consolidar a capacidade científica e tecnológica instalada de cada instituição, e o incentivo à formação de recursos humanos de alta qualificação concentrada em projetos e direcionada conforme as deficiências do sistema e prioridades estaduais. 

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • Apoio a novos grupos em implantação, em particular, àqueles que estão situados em unidades de instituições de pesquisa situadas no interior do Piauí.
  • Projetos de inovação, que possam obter ações cooperativas entre universidade e empresa, bem como a inserção nos sistemas locais de inovação, comercialização, impacto socioambientais.
  • O desenvolvimento de projetos de pesquisa que possam contribuir significativamente para o avanço e difusão do conhecimento em temas de deficiências do sistema e prioridades do Estado.

1 – OBJETIVO 

Apoiar a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica nas instituições de ensino superior e/ou de pesquisa visando dar suporte à fixação de jovens pesquisadores e nucleação de novos grupos, em quaisquer áreas do conhecimento por meio de atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação. 

2 – PÚBLICO ALVO

Esta modalidade de auxílio a destina-se a apoiar o desenvolvimento de projetos de pesquisa cientifica, tecnológica ou de inovação conduzidos por pesquisador com título de doutor, com até 05 (cinco) anos de obtenção título, que tenham vínculo empregatício efetivo com instituições públicas de ensino superior e/ou de pesquisa científica ou tecnológica do estado do Piauí e que nunca tenham obtido financiamento de projetos de pesquisa em seu nome no âmbito deste programa (Ver Edital).

3 – JUSTIFICATIVA

O apoio a projetos de pesquisa em múltiplos campos do conhecimento é uma ação estratégica das agências de fomento para novas investigações, bem como para a continuidade daquelas pesquisas cujos resultados somente são alcançáveis por meio de investimentos continuados. Assim, o fomento de novas pesquisas científicas é condição imprescindível à geração do conhecimento capaz de impactar positivamente nos produtos, serviços e processos e, consequentemente, na economia do Estado e na vida das pessoas. 

4 – IMPACTOS ESPERADOS

  • A formação de novos grupos de pesquisa, especialmente aqueles que estão situados em unidades de instituições de ensino e pesquisa situadas no interior do Estado.
  • O fortalecimento dos grupos de pesquisa já existentes. 
  • A geração de conhecimento por meio da diversidade de projetos de pesquisa apoiados.
  • Aumento da produtividade científica e tecnológica no Estado.