Feira Nacional de Ciência e Tecnologia acontece esta semana em Teresina

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:4 mins read

Começa nessa terça-feira (18) a Feira Estadual de Ciência e Tecnologia do Piauí (PiauíTec). O evento tem o objetivo de disseminar a ciência no estado, estimulando empresas e estudantes a desenvolverem projetos na área de robótica, física, química e engenharia. A PiauíTec é também uma iniciativa que promove a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) que acontece em todo o país no mês de outubro.

A Feira vai acontecer no Shopping Riverside e sua programação será até o dia 20 desse mês. Haverá a exposição do que é desenvolvido nos laboratórios do estado, alcançando a educação básica, superior e demais instituições de pesquisa. Ao todo serão 210 projetos, 50 palestras de diferentes áreas, além dos minicursos e oficinas.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) é uma das parcerias da PiauíTec, que é também organizada pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet). Aos interessados em participar expondo trabalhos, devem realizar inscrição e cadastro do trabalho no site da secretaria, bem como os demais participantes que podem se inscrever nas palavras por esse meio digital. Para a divulgação das atividades de pesquisa e difusão das tecnologias geradas no Piauí, além de buscar popularizar a ciência, considero importante esta feira de Ciência e tecnologia no Piauí destacou Francisco Guedes, presidente da Fapepi.

A Fundação articulou palestras importantes como: “Novos desafios para a Ciência e tecnologia da produção animal e seus produtos” que será ministrada pelo professor Hermógenes Almeida de Santana Júnior; “Cenários e desafios da Segurança Alimentar Nutricional no Piauí”, com a professora Norma Sueli Marques da Costa Alberto e a palestra “Tecnologia e Inovação: a produção de alimentos no Brasil” como professor Firmino José Vieira Barbosa.

SAIBA MAIS SOBRE A SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Ela foi estabelecida pelo Decreto de 9 de Junho de 2004, é realizada sempre no mês de outubro sob a coordenação do MCTIC, por meio do Departamento de Difusão e Popularização da Ciência e Tecnologia (DEPDI/SECIS). Além disso conta com a colaboração de secretarias estaduais e municipais, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil.

Tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, promovendo eventos que congregam centenas de instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o País. A ideia é criar uma linguagem acessível à população, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema. O período oficial da 13ª SNCT vai de 17 a 23 de outubro de 2016.

Continuar lendoFeira Nacional de Ciência e Tecnologia acontece esta semana em Teresina

CNPq e PETROGAL lançam chamada conjunta nas áreas de óleo e gás

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:2 mins read

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a PETROGAL oferecem 13 bolsas de Mestrado Profissional no Exterior em Engenharia do Petróleo, no âmbito do Programa Ciência sem Fronteiras.

A chamada visa oferecer formação internacional de alta qualidade em áreas de interesse para a indústria de petróleo, gás e engenharias, por meio de bolsas de Mestrado Profissional no Exterior – MPE.

O CNPq irá coordenar o processo seletivo, bem como conceder os benefícios da bolsa, além de acompanhar e avaliar o projeto desenvolvido pelo bolsista.

O financiamento das bolsas de pós-graduação ficará por conta da Petrogal, que participará do processo seletivo e das atividades de acompanhamento e avaliação, conforme Acordo de Cooperação assinado em 16 de junho de 2015.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global de R$ 2 milhões oriundos da Petrogal Brasil S.A.

As inscrições devem ser realizadas via Plataforma Carlos Chagas até às 23h 59min do dia 07 de Novembro de 2016 (horário de Brasília).

Veja a íntegra da chamada.

Fonte: CNPq

Continuar lendoCNPq e PETROGAL lançam chamada conjunta nas áreas de óleo e gás

Fapepi apoia I Workshop da Pós-Graduação em Química da UFPI

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:2 mins read

Na manhã desta quinta-feira (06) teve início o I WORKSHOP da Pós-Graduação em Química com o tema “Energia, Cidadania e Sustentabilidade”. A primeira edição do evento tem o intuito de integrar a comunidade acadêmica do curso de química da Universidade Federal do Piauí (UFPI), além de divulgar as possibilidades na área de pesquisa trazidas pela instalação recente da pós-graduação desse curso na universidade.

Outra proposta é debater temas atuais para a química, que englobam assim, os interesses da sociedade em busca de mecanismos que auxiliam diversos setores produtivos, além de possibilitar a troca de experiências entre docentes e alunos de maneira diferenciada.

Para Eliana Abreu, gerente técnico-científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), “é uma oportunidade em que os pesquisadores vão divulgar seus trabalhos em pesquisa cientifica e consequentemente atrair novos alunos para o curso e também dá visibilidade ao programa de pós-graduação”.

Essa perspectiva foi confirmada pela Prof. Carla Verônica Moura, coordenadora do evento. Segundo ela o principal objetivo é atrair alunos para o curso tendo em vista que ele já oferece doutorado no campus UFPI – Teresina. O workshop segue até hoje (07), com uma programação de palestras com diferentes temáticas.

Representantes da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), da UFPI, e do Instituto Federal de Educação (IFPI) estiveram presentes na ocasião. 

Continuar lendoFapepi apoia I Workshop da Pós-Graduação em Química da UFPI

Feira de Ciência Integrada leva cultura científica para rede pública de ensino em Oeiras

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:2 mins read

A cidade de Oeiras recebeu nesta quinta-feira, 06 de outubro, a Feira de Ciência Integrada das Escolas Públicas. O evento integra o Circuito das Escolas da Rede Pública de Ensino do Estado do Piauí, realizado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio da Superintendência de Ensino (Supen) e das Gerências Regionais de Educação (GRE’s), tendo a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) como parceira e financiadora.

O presidente da Fapepi, Francisco Guedes, prestigiou o evento assim como a coordenadora do Núcleo da Fapepi em Oeiras, Danielly Savana, o coordenador do Espaço da Cidadania de Oeiras, Hélio Adão, além de outras autoridades políticas e institucionais.

Francisco Guedes falou sobre a importância do incentivo ao interesse pela cultura científica desde criança e também destacou que a Fapepi é a agência de fomento ao desenvolvimento científico e tecnológico do Piauí, sendo assim um canal importante para que o estado explore seu potencial intelectual da melhor maneira possível.

Vale ressaltar que a Feira tem o objetivo de promover a cultura científica na comunidade escolar, realizando atividades que favorecem o letramento científico e a prática de processos investigativos entre estudantes e gestores. Durante a noite de quinta-feira houve ainda apresentações artísticas como o Coral Serenata de Oeiras (do IFPI) e alguns grupos de dança. Os alunos apresentaram seus projetos científicos em stands, envolvendo as diversas escolas municipais.

Continuar lendoFeira de Ciência Integrada leva cultura científica para rede pública de ensino em Oeiras

Fapepi participa do XIII Simpósio de História da UFPI

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:4 mins read

O XIII Simpósio de História e II Seminário da Pós-Graduação da Universidade Federal do Piauí (UFPI), teve início nesta terça-feira (04) no Cine Teatro da instituição. A conferência se encerra na sexta-feira (07) e traz como tema: “Passados, Presentes, Política, Gênero e Democracia”, onde reunirá importantes pesquisadores, conferencistas, ministrantes de minicursos, debatedores e coordenadores.

O evento que está sendo promovido pela UFPI com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), tem como finalidade a ampliação do conhecimento no campo da História, da Ciência Política e áreas afins, objetivando a investigação de um campo proveitoso de debates, discussões que associam a história política às identidades de gênero e o contexto do Brasil contemporâneo.

Johny Santana de Araújo, professor da graduação e pós-graduação do departamento de História da UFPI e um dos organizadores do evento, informou que a expectativa é que cerca de 1.000 pessoas participem diariamente durante os quatro dias de atividades. Ele ressalta que o apoio da Fapepi foi decisivo para que o evento fosse realizado.

“Esse encontro acontece todos os anos e tem como principal objetivo a integração dos alunos da graduação com os da pós-graduação. A ideia é divulgar os trabalhos que estão sendo desenvolvidos. Então, é de fundamental importância o apoio da Fapepi, pois é a nossa principal agência de fomento de pesquisa aqui no estado do Piauí. A atuação da Fapepi garante a plena execução do evento”, frisou.

Para a representante da Fapepi, Helflyda Rocha, o intercâmbio de conhecimentos é fundamental para o crescimento e chamou atenção para a importância do apoio da Fapepi em eventos que estimulam a pesquisa.

“A Fapepi apoia à pesquisa, tanto a básica quanto a aplicada à Ciência, Tecnologia e Inovação. Eventos como este são importantes porque colocam em debate a forma como a sociedade de organiza, pensa e vem evoluindo. É um momento importante pois há um intercâmbio de experiências entre alunos, professores e pesquisadores de diferentes universidades”, concluiu.

O palestrante da noite, Dr. José Alves de Freitas Neto, que é professor do Departamento de História e coordenador do programa de Pós-Graduação de História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), discutiu o tema “Historiadores e a Democracia”.

“O debate trata-se de uma reflexão sobre os processos históricos, políticos, que nós estamos vivendo recentemente e que tradicionalmente atribuímos ao historiador, o estudo do passado, e é isso que fazemos, mas sem dúvidas esse passado dialoga com o tempo presente. Quero colocar uma reflexão em torno da maneira como dialogamos o passado, quais as grandes contradições em torno da democracia brasileira, a questão dos direitos humanos, do envolvimento da inclusão social, do respeito à Constituição. É um exercício de aproximação entre o passado da nossa história e o presente que nós vivemos politicamente e como que os historiadores se comprometem com isso”, explicou.

Continuar lendoFapepi participa do XIII Simpósio de História da UFPI

CNPq lança chamada na área de Segurança Alimentar

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:3 mins read

Pesquisas na área de Segurança Alimentar e Nutricional recebem apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) no valor total de R$ 4 milhões.

Está aberta a chamada pública nº 016/2016 na área de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Estratégias de Caráter Socioeducativas e Sociotécnicas em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional para os países da União das Nações Sul Americanas (UNASUL), com submissão de propostas até 19 de outubro.

Os projetos de pesquisa podem ser submetidos nas seguintes linhas de temáticas: Linha 1 – Direito Humano A Alimentação Adequada; Linha 2 – Antropologia Da Alimentação E Cultura Alimentar; Linha 3 – Politicas Públicas, Regulação, Monitoramento E Controle Social; Linha 4 – Sistemas Sustentáveis De Produção De Alimentos Saudáveis; Linha 5 – Gestão Pública Da Produção E O Abastecimento Alimentar; Linha 6 – Educação Alimentar E Nutricional (Ean); Linha 7 – Tecnologias Sociais E Inovação (Produção, Manipulação E Conservação De Alimentos Seguros E Saudáveis);Linha 8 – Qualidade Nutricional Dos Alimentos; Linha 9 – Controle E Prevenção De Agravos Decorrentes Da Má Alimentação.

Entre as ações previstas, está identificar e fomentar núcleos e grupos de ensino, pesquisa, extensão e apoiar a geração e difusão de conhecimento e tecnologias na área; integrar políticas públicas de modo a estimular a produção do conhecimento, as necessidades sociais e de gestão, produzindo o desenvolvimento social, segurança alimentar e nutricional, e inclusão social; alem da agricultura familiar, o abastecimento alimentar e compras institucionais até um consumo saudável.

As propostas devem ser encaminhadas ao CNPq exclusivamente via Internet, utilizando-se do Formulário de Propostas online, disponível na Plataforma Carlos Chagas.

Para saber mais acesse o edital da chamada.

Continuar lendoCNPq lança chamada na área de Segurança Alimentar

CNPq divulga Chamada RENAMA 2016

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:2 mins read

Estão abertas as inscrições para a chamada de apoio a projetos para estruturação da Rede Nacional de Métodos Alternativos (RENAMA). As inscrições seguem abertas até o dia 13 de outubro de 2016.

Esta Chamada objetiva apoiar a RENAMA por meio do fomento a projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País na área de Métodos Alternativos ao Uso de Animais em Experimentação.

Os projetos terão o valor máximo de financiamento de R$ 300 mil.

Os laboratórios contemplados serão integrados à RENAMA por meio de um acordo de cooperação técnico-científica com os laboratórios centrais. Neste edital, o Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS/Fiocruz) atuará como um desses laboratórios centrais da Rede.

A RENAMA busca integrar grupos que se dedicam a desenvolver, validar e certificar tecnologias e métodos alternativos para os testes de segurança e de eficácia de medicamentos e cosméticos, com objetivo de superar barreiras técnicas de exportação e agregar valor aos produtos brasileiros (cosméticos, saneantes, agrotóxicos, fármacos e outros produtos relevantes para a saúde humana).

Veja o edital completo aqui.

Continuar lendoCNPq divulga Chamada RENAMA 2016

Piauí se prepara para uma fase intensa de pesquisa e produção científica

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:9 de novembro de 2016
  • Reading time:4 mins read

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) prestigiou na última sexta-feira (30) o lançamento do edital EAD 2017 da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O evento foi realizado no Salão Nobre da UFPI e anunciou uma oferta de 9.310 vagas para 14 cursos de Graduação, distribuídas em 39 polos no Piauí e 2 polos na Bahia, além de vagas para dois cursos de pós-graduação.

Para o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, é uma grande satisfação ser um parceiro desse grande projeto de educação que é a Educação à Distância. “Considero de fundamental importância essa solenidade para a interiorização do ensino superior, ou seja, educação de nível superior em cada município. E a meta do governador é chegar em 2018 com graduação e pós-graduação em todos os municípios do Piauí. Estamos lançando agora mais 10 mil vagas aqui pela Universidade Federal e no dia 19 de outubro vamos lançar mais 2 .500 vagas pela Universidade Estadual”, comentou.

Ainda de acordo com o presidente da Fundação esse também é um marco para a área de pesquisa e produção científica do estado, já que mais cursos superiores, e em diferentes municípios, abrirá um leque de pesquisa e desenvolvimento que vai alcançar campos de pesquisa antes inexplorados.

O Governador Wellington Dias que esteve presente na solenidade, “Vamos ter a condição de ter em todo Piauí em 2017 o ciclo completo da educação, desde a creche até a pós-graduação. Todos os cursos são os melhores avaliados do Piauí e Brasil, tanto que o Piauí inclusive é campeão brasileiro nessa área de educação à distância. Isso significa desenvolvimento, significa mais profissionais se formando e permanecendo no lugar onde vivem, gente que parou de estudar, que apenas terminou o ensino médio e teve trabalhar, pode agora retomar sua formação”, explicou.

O reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, falou sobre o preconceito que a modalidade enfrentou no início. “Apesar do preconceito no começo é preciso que se diga que a qualidade do ensino não dependa da modalidade, mas da equipe que executa esse estilo de ensino, e a nossa equipe tem mostrado que é boa no que faz, então, a qualidade do ensino a distância tem a mesma qualificação do ensino presencial”.

Saiba mais sobre o edital EAD 2017

O vestibular inclui oportunidades para os cursos de Bacharelados em Administração, Administração Pública, e em Sistemas de Informação; e Licenciaturas em Computação, Filosofia, Geografia, Letras-Português, Matemática, Pedagogia, Física, Letras-Inglês, Química, Biologia e História. Para os interessados, as inscrições são realizadas no site UFPI de 3 de outubro a 3 de novembro. As provas, que ocorrem nos polos presenciais, serão aplicadas dia 11 de dezembro e as aulas iniciam em março de 2017.

Para o prof. Dr. Gildásio Guedes Fernandes, Diretor do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD/UFPI) uma característica dessa modalidade é que ela pode ser totalmente a distância ou híbrida, ou seja, uma parte presencial e uma parte a distância. “A nossa tecnologia é híbrida com 20% da carga horária totalmente presencial com professores em sala de aula em vários polos e 80% da carga horária restante de forma a distância na plataforma, no ambiente em sala de aula ou em outro meio de comunicação”.

Continuar lendoPiauí se prepara para uma fase intensa de pesquisa e produção científica