Estão abertas as inscrições para o Prêmio José Reis de Divulgação Científica

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:3 de fevereiro de 2017
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou a 37ª edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica que premiará, em 2017, um jornalista profissional de destaque na difusão da Ciência, da Tecnologia e da Inovação nos meios de comunicação de massa.

As inscrições devem ser enviadas via Correios ao CNPq – Serviço de Prêmios e a documentação necessária inclui a Ficha de Inscrição, cópia do registro de jornalista, currículo atualizado em 2017 na Plataforma Lattes, justificativa que evidencie a contribuição do candidato à divulgação da ciência, da tecnologia e da inovação, e apresentação dos trabalhos mais importantes. A Ficha e mais informações podem ser obtidas na página do Prêmio na Internet: http://www.premiojosereis.cnpq.br/web/pjr/.

Os candidatos podem submeter sua inscrição até o dia 17 de abril de 2017.

O vencedor recebe uma premiação em dinheiro no valor de R$ 20 mil e diploma, além de participar da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em julho de 2017, que acontecerá em Belo Horizonte (MG).

O Prêmio somente poderá ser concedido ao mesmo contemplado após 10 anos, contados a partir da data da cerimônia de entrega do prêmio.

width=580

O Prêmio

Instituído em 1978, o Prêmio é uma homenagem ao médico, pesquisador, jornalista e educador José Reis, que teve uma grande atuação no fortalecimento da divulgação científica no Brasil, sendo um dos fundadores da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e de sua revista Ciência e Cultura e manteve, por 55 anos, uma coluna no jornal Folha de S. Paulo.

Anualmente, é escolhido um nome em uma das três categorias, que se revezam – Jornalista em Ciência e Tecnologia, Instituição e Veículo de Comunicação e Pesquisador e Escritor – que tenha contribuído, significativamente, para a formação de uma cultura científica e por tornar a Ciência, a Tecnologia e a Inovação conhecidas da sociedade.

A escolha é feita por uma Comissão Julgadora, designada pelo Presidente do CNPq, composta por seis membros, sendo 3 de sua livre escolha e 3 indicados pelas seguintes entidades: Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC, Associação Brasileira de Jornalismo Científico – ABJC e Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC.

Coordenação de Comunicação Social do CNPq

Continuar lendoEstão abertas as inscrições para o Prêmio José Reis de Divulgação Científica

Fapepi e Sebrae realizam Workshop de Inovação

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:3 de fevereiro de 2017
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

Na manhã desta terça-feira (31), foi realizado no Sebrae o Workshop de Inovação. O evento contou com a parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) e teve como ponto principal a discussão sobre Parques Tecnológicos no Brasil.

“Na prática, Parque Tecnológico é uma concentração geográfica de empresas, instituições de ensino, incubadoras de empresas, centros de pesquisa e laboratórios que criam um ambiente favorável à inovação tecnológica”, explicou o Prof. Afrânio Aragão Craveiro, Diretor Presidente da Padetec – Parque de Desenvolvimento Tecnológico, com sede no Ceará.

width=600

O Padetec possui atualmente 69 empresas incubadas e funciona sob a coordenação do Prof. Afrânio. Em sua palestra ele expôs como surgiu o parque e todo o processo para a sua instalação.

Mostrou ainda um panorama geral sobre os parques tecnológicos no Brasil: perfis, infraestrutura e apoio necessário para implantação desses modelos de desenvolvimento. “Com iniciativas modestas é possível sair de um parque hi-tech na China e suprir demandas locais”, afirmou.

O Workshop de Inovação funciona como o ponto de partida para se debater com os órgãos públicos e com as universidades, a implantação de um parque tecnológico no Estado do Piauí. Esses encontros reúnem autoridades no tópico que mostram experiências bem sucedidas e vantajosas desse tipo de projeto.

A segunda rodada de conversas, ficou por conta do Gerente de Inovação e Tecnologia do Sebrae de Natal (RN), João Bosco. Em sua apresentação mostrou como fazer um planejamento para instalação de parques e as iniciativas que o Sebrae desenvolve e ajuda no Rio Grande do Norte nesse sentido.

width=750

O presidente da Fapepi, Francisco Guedes, se mostrou muito otimista com o evento. “com esta articulação que estamos fazendo buscando uma maior integração do governo com a academia e o setor empresarial, sob a liderança do Sebrae, fortaleceremos mais os nossos polos de desenvolvimento econômico e tecnológico, beneficiando com uma maior brevidade a população piauiense” finalizou Guedes.

width=750

Além de representantes da Fapepi, estiveram presentes na reunião representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), da Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí (ATI), da Secretaria de Estado da Administração e Previdência (Seadprev), da Câmara Setorial de Tecnologia da Informação e Comunicação do Piauí e de professores universitários.

width=750

Continuar lendoFapepi e Sebrae realizam Workshop de Inovação

2017 começa com liberação de verbas e novas parcerias na pesquisa científica do Piauí

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:30 de janeiro de 2017
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) começou bem o ano de 2017. No último dia 23 de janeiro o Governador do Estado, Wellington Dias, liberou R$ 464.000,00 (quatrocentos e sessenta e quatro mil reais) do Tesouro Estadual. Esse valor será aplicado nos três primeiros editais do ano, que a Fundação deve lançar nos próximos dias.

O presidente da Fapepi, Francisco Guedes, explicou que os editais são os mais aguardados pelos pesquisadores e também, juntos, são peças importantes no fomento à pesquisa no estado. Serão três editais: o primeiro é do Programa de Auxílio à Participação de Eventos Científicos que possibilita ao nosso pesquisador apresentar sua produção em outros estados e até outros países; o segundo edital é voltado para o Programa de Auxílio à Organização de Eventos Científicos e o terceiro é do Programa de Auxílio para Publicação Científica. Este último disponibiliza apoio financeiro para a publicação de livros impressos ou digitais. Em 2016 publicamos 23 livros e a nossa meta é dobrar o número este ano, destacou.

/

O ato foi oficializado durante solenidade em Oeiras, no auditório do Instituto Federal de Educação Tecnológica do Piauí (IFPI). Na oportunidade, o Governador também assinou os termos de outorga dos pesquisadores que tiveram suas propostas de pesquisa selecionadas pelo Programa de Fomento à Popularização da Ciência. Dos 7 projetos oriundos de escolas estaduais que foram aprovados, 6 deles são da região de Oeiras e seus representantes estiveram presentes no evento e receberam aplausos da população.

/

Outro passo que marca esse primeiro mês do ano para a Fapepi foi a oficialização, também pelo Governador do Estado, de uma parceria entre a Fundação, a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e o Banco do Nordeste. Neste acordo, o objetivo é a instalação de estudos para a revitalização do solo da plantação de milho no município de Santa Rosa do Piauí. A prefeitura do município bem como a Cooperativa Agrícola de Santa Rosa do Piauí são duas instituições locais que também estão em total sintonia com o projeto.

O Governo do Estado tem cultivado muito na área da pesquisa científica, já que os estudos são o caminho mais coerente para se desenvolver tecnologia própria e também deslanchar em geração de qualidade de vida e renda. Queremos, cada vez mais, apoiar os nossos pesquisadores e também que os resultados dessas pesquisas sejam não só vistos, mas aproveitados de forma benéfica pela população, comentou o governador Wellington Dias durante a assinatura dos termos.

Continuar lendo2017 começa com liberação de verbas e novas parcerias na pesquisa científica do Piauí

Ações da Fapepi são apresentadas no Encontro de Municípios com o desenvolvimento

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:30 de janeiro de 2017
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) participou no domingo, 22 de janeiro, do Encontro de Municípios com o Desenvolvimento. O evento foi promovido pelo deputado Assis Carvalho e aconteceu na cidade de Oeiras. O objetivo central foi a aproximação das principais instituições que atuam em linha de frente no desenvolvimento dos municípios.

/

Além da Fapepi, estiveram presentes instituições como a Embrapa, Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Secretaria Estatual de Saúde (Sesapi). A Fapepi abriu as apresentações no período da tarde e foi representada pelo seu presidente Francisco Guedes.

O presidente da Fundação preparou um demonstrativo com as principais ações da instituição bem como os avanços significativos durante o ano de 2016. Ao final, o presidente, mostrou as perspectivas e oportunidades junto à Fapepi para o ano de 2017. “Esse encontro é fundamental porque aqui nós podemos interagir diretamente com as necessidades dos municípios e encontrar novos caminhos de parcerias”. 

Continuar lendoAções da Fapepi são apresentadas no Encontro de Municípios com o desenvolvimento

Fapepi é homenageada no lançamento da 20º edição da Revista do Instituto Histórico de Oeiras

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:30 de janeiro de 2017
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

A 20º Edição da Revista do Instituto Histórico de Oeiras (IHO) foi lançada no sábado, dia 21 de janeiro, no Cine Teatro do município. A solenidade, que contou com a presença de várias autoridades e pesquisadores locais, também marcou a posse da nova diretoria do IHO para o biênio 2017-2018.

 

/

A publicação é financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) e trata-se de um grande projeto do Instituto Histórico que deixa um precioso registro histórico da cidade de Oeiras.

A professora Cássia Neiva, ex-presidente do IHO, não conteve a emoção durante seu discurso de lançamento da revista. “Para nossa gestão essa revista foi um marco indelével porque ela veio revelar a Oeiras na história, na literatura, na música, na arte, na religião. Então, enquanto presidente da IHO, conseguimos lançar duas edições da revista (19 e 20). E assim toda revista que conseguimos lançar é sinônimo de festejo porque ela revela Oeiras em páginas escritas, no olhar multidimensional de cada oeirense e até de outros escritores que não são naturais daqui, mas que conheceram e se apaixonaram por nossa cidade”, comentou.

/

Durante o evento o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, e a coordenadora do Núcleo da Fapepi em Oeiras, Daniele Savana, foram homenageados com um Diploma de Mérito do Instituto Histórico. O presidente da Fundação, que também é sócio do Instituto, ficou bastante surpreso com a homenagem e ressaltou o grande trabalho que a coordenadora Daniele esta fazendo naquela região.

“Com o trabalho da nossa coordenadora já obtivemos grandes avanços aqui na região. No ano de 2016 a Fapepi conseguiu financiar a publicação de 21 livros e nesse ano nosso objetivo é dobrar esse número, por isso é motivo sempre de muita alegria para nossa gestão compartilhar um momento de conquista como o lançamento de mais essa importante edição da revista do IHO”, disse Francisco Guedes durante a solenidade.

Continuar lendoFapepi é homenageada no lançamento da 20º edição da Revista do Instituto Histórico de Oeiras

Projetos de pesquisa aprovados no interior impulsionam processo de interiorização da ciência no Piauí

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:30 de janeiro de 2017
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) realizou na manhã do sábado (21) uma reunião com estudantes e professores do município do Oeiras. O encontro aconteceu na própria sede do Núcleo da Fapepi em Oeiras e teve o objetivo de instruir os pesquisadores, especialmente, aqueles com projetos aprovados em edital.

O presidente da Fundação, Francisco Guedes, fez a abertura da reunião compartilhando informações sobre as oportunidades de financiamentos nesse ano de 2017, logo após ele destacou a importância de ouvir de perto os pesquisadores para que encaminhamentos positivos sejam tomados. “Uma ótima sugestão que já destaco desse nosso encontro de hoje é a integração dos projetos com encontros a cada 40 dias. Essa interação provoca o amadurecimento e a solidificação das pesquisas no interior. Outra sugestão é que esse grupo se organize e realize seminários para apresentação de resultados que também fortalece o desenvolvimento das pesquisas”, ressaltou o presidente.

A reunião foi conduzida pelo diretor técnico-científico da Fapepi, Albemerc Moraes e a professora Daniele Savana que coordena o Núcleo da Fapepi em Oeiras. Assim, os pesquisadores tiveram a oportunidade de expressar suas dúvidas principalmente sobre a parte burocrática da execução dos projetos.

/

O professor Francisco Vieira do Centro de Ensino Médio em Tempo Integral Rocha Neto vai desenvolver o projeto “Análise da Associação da Atividade Física à Síndrome Metabólica em Adolescentes. Ele explica que a pesquisa é na área da educação física e vai envolver mais de 30 alunos diretamente, sem falar nos benefícios incalculáveis que o conhecimento produzido vai trazer para todos. “Essa reunião de hoje foi ótima porque tirou muitas dúvidas que a gente realmente precisava saber”.

Outra pesquisa contemplada por edital da Fapepi é a do professor Francisco Petrônio do Instituto Federal de Educação do Piauí (IFPI-Oeiras). Ele, que atua na área de física, vai construir um mini pivô central que é um sistema de irrigação no próprio campus do IFPI a base de energia solar. “A gente vai aproveitar esse potencial que o campus já tem na área agrária e aprimorar isso explorando uma energia renovável, nesse caso a solar”, explicou.

Vale ressaltar que essa nova demanda já é fruto do trabalho do Núcleo da Fapepi em Oeiras. Isso porque dos 7 projetos de pesquisa produzidos por escolas estaduais que foram contemplados pelo Programa de Fomento à Popularização da Ciência, apenas um foi da capital Teresina e os demais foram da cidade de Oeiras. O presidente Francisco Guedes também ressaltou que os resultados dessas pesquisas serão apresentados na Semana da Ciência e Tecnologia em Teresina, que acontece tradicionalmente no mês de outubro.

 

/

/

/

Continuar lendoProjetos de pesquisa aprovados no interior impulsionam processo de interiorização da ciência no Piauí

Fapepi entrega doação de alimentos ao CRIA

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:20 de dezembro de 2016
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) fez a entrega de uma doação de alimentos na manhã desta terça-feira (20) ao Centro de Reintegração Familiar e Incentivo à Adoção (CRIA). A doação foi fruto de uma mobilização interna da Fundação que se solidarizou com a campanha lançada pelo Centro.

width=555

A Gerente Técnica Científica da Fapepi, Eliana Abreu, esteve presente na visita ao CRIA e acredita que é missão de todos enquanto cidadãos cooperar. “As nossas crianças são todas preciosas, especialmente, àquelas que necessitam diretamente de ajuda e apoio. Não podemos nos dedicar à pesquisa e educação ignorando essa realidade de base. Portanto é uma grande satisfação estar nessa campanha e que este seja apenas um pequeno passo para oportunidades maiores de parceria social”, comentou.

Já a assessora da presidência da Fapepi, Anaice Coelho, reforçou que é dever de todo cidadão compartilhar de sua condição mais avantajada com o próximo. “Alguns dispõem de mais recursos, outros menos, e isso não nos diferencia. O que diferencia mesmo um bom cidadão é a capacidade dele de ajudar e se importar com o outro. Com certeza essas famílias sentirão o carinho por traz dessa pequena doação”.

Quem recebeu a equipe da Fapepi foi a própria coordenadora e fundadora do Centro, Francimélia Nogueira. Vale lembrar que o CRIA é uma Organização Não Governamental e sem fins lucrativos que tem como função desenvolver alternativas para reintegração familiar de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Os alimentos arrecadados serão destinados às famílias acompanhadas pelos programas da organização.

Para aqueles que desejam colaborar com a instituição as doações podem ser feitas durante todo o ano na sede do CRIA que está localizada na Rua São Pedro, 1841, Centro-Sul, de segunda a sexta-feira, preferencialmente de 7 h às 18 h. Outra oportunidade importante que o CRIA está lançando é o Bazar do CRIA. Serão comercializadas peças de roupas a partir de R$ 1,00. O evento vai acontecer no período de 18 a 20 de maio, das 8:00 às 17:00 na sua própria sede.

Continuar lendoFapepi entrega doação de alimentos ao CRIA

Simpósio de Química da Uespi abre discussões abordando ética na pesquisa científica

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:15 de dezembro de 2016
  • Reading time:4 minuto(s) de leitura

O II Simpósio de Química da Universidade Estadual de Piauí (SIMQUI/Uespi) teve sua abertura oficial na manhã desta quinta-feira (15) no auditório Geratec no campus Poeta Torquato Neto. O evento que iniciou suas atividades ainda na quarta-feira (14), segue até a próxima sexta-feira com uma série de trabalhos, palestras e a participação de professores especialmente convidados.

O coordenador do evento é o professor Dr. José Luís Silva Sá que contou com a colaboração de outros professores do Centro como o prof. Dr. Reginaldo, Dra. Rita de Cássia, Dr. José Luís e Dra. Valdiléia. Vale destacar a presença marcante de boa parte da equipe gestora da Uespi na abertura do evento. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), que é financiadora do evento, esteve prestigiando o encontro através da sua Coordenadora de Bolsas, a professora Regina Santos.

width=680

De acordo com o coordenador do SIMQUI a proposta desse ano deve ter surpreendido muitos. Isso porque havia tradição em realizar as “semanas de química”, mas desta vez a ideia foi retomar o simpósio, cuja primeira edição havia acontecido já algum tempo. “Esse é um evento com menos dias onde concentramos tudo em palestras. A maior novidade desse ano é que o II SIMQUI acontece em paralelo ao 1° Workshop de Pós-graduação aqui da Química. Portanto, concentramos as palestras de alunos somente para os alunos da primeira turma do mestrado e os demais alunos poderão apresentar seus trabalhos em forma de pôster”, explicou José Luís.

O reitor, professor Nouga Cardoso, ressaltou a saudade da prática na área da química, que é a sua formação. “Por vezes, temos esses momentos de reflexão em casa, em pensar que você foi aluno de química, fez metrado, doutorado e hoje atua em uma área diversa. Porém, embora não estejamos com a mão diretamente no béquer, temos procurado promover o desenvolvimento não apenas dos nossos profissionais da química, mas de todos os outros cursos”, relatou o gestor.

Nas falas de abertura muito incentivo dos gestores para que os alunos se envolvam e aproveitam o máximo dos eventos científicos. A Fapepi recebeu homenagens pelo papel primordial que têm desempenhado junto à academia tornando a cada dia mais acessíveis momentos de interação e troca de conhecimento entre os pesquisadores.

width=650

As inscrições do simpósio foram limitadas ao máximo de 150 pessoas que remete à capacidade do auditório disponível. Após conclusão da abertura, houve uma palestra com a professora convidada Adrianna de Alencar Setubal Santos, que é mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Ela levantou a discussão sobre a “Importância da ética nas pesquisas científicas”.

 

Continuar lendoSimpósio de Química da Uespi abre discussões abordando ética na pesquisa científica

Resultado da Chamada Universal 2016 está disponível

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:12 de dezembro de 2016
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgou nesta sexta-feira, 09, o resultado da chamada Universal de 2016.

A lista contempla 4.587 projetos, totalizando um investimento de R$ 188 milhões. Nesse montante, estão incluídas 1.384 bolsas de Iniciação Científica e 761 bolsas de Apoio Técnico. Veja a tabela de aprovados.

Cerca de 31,3% foram destinados a projetos coordenados por pesquisadores vinculados a instituições sediadas nas regiões Norte, Nordeste ou Centro-Oeste. A região com maior número de propostas foi a Sudeste, com 2.032; seguida do Sul, com 1.051; Nordeste (917), Centro-Oeste (371) e Norte (216).

O objetivo da Chamada Universal é democratizar o fomento à pesquisa cientifica e tecnológica no País, contemplando todas as áreas do conhecimento. Para a edição de 2016, lançada em janeiro deste ano, foram submetidas 21.640 propostas, uma demanda total de R$ 1 bilhão, números recordes na história do Universal. Dessas, 12.499 foram recomendadas. A aprovação final seguiu o total de recursos previstos em edital de R$ 200 milhões, sendo R$ 150 milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (FNDCT) e R$ 50 milhões do CNPq.

Essa é uma das ações mais importantes e democráticas do CNPq e do MCTI, pois além de atender as diferentes regiões do País tem permeabilidade entre os pesquisadores mais jovens da Nação, apontou o Diretor de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde do CNPq, Marcelo Morales, ressaltando, ainda, que a periodicidade do edital é importante para garantir o desenvolvimento da base científica, tecnológica e intelectual. Isso reflete diretamente no desenvolvimento social e econômico do País, concluiu.

Os recursos disponibilizados para os projetos foram divididos em três Faixas, com valores de até R$ 30 mil na Faixa A, até R$ 60 mil na Faixa B e até a R$ 120 mil para a Faixa C. Foram aprovador 2.309 projetos da Faixa A, 1.321 na Faixa B e 957 na Faixa C.

O Diretor de Engenharias, Ciências Exatas, Humanas e Sociais Substituto, Alexandre Garcia também reforça a importância da Chamada para irrigar os grupos de pesquisa com recursos para suas ações de dia a dia.

O prazo de reconsiderações será aberto a partir de janeiro de 2017, quando também serão iniciados os procedimentos administrativo-financeiros para a contratação e o repasse de recursos, que deve acontecer no primeiro trimestre do ano.

Coordenação de Comunicação Social do CNPqwidth=493

Continuar lendoResultado da Chamada Universal 2016 está disponível

Conselho Superior da Fapepi define diretrizes para 2017

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:7 de dezembro de 2016
  • Reading time:1 minuto(s) de leitura

Nesta quarta-feira (07), o Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) esteve reunido na sede da fundação analisando as ações da Fapepi em 2016, bem como planejando as atividades prioritárias para 2017.

Na oportunidade, foi aprovada a proposta orçamentária da Fapepi para 2017, bem como foram apresentadas propostas de alteração da Lei n° 4.664, que rege a instituição, e do Estatuto da Fapepi.  Na reunião, ainda foi aprovada a criação de um programa de premiação ao Mérito Científico Tecnológico e de Inovação do Piauí. 

width=1032

width=1280

Continuar lendoConselho Superior da Fapepi define diretrizes para 2017