FAPEPI divulga resultado final da 1ª FASE do CENTELHA II PIAUÍ

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:18 de outubro de 2022
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), divulga nesta terça-feira (11) o Resultado Final da 1ª Fase do Edital nº002/2022 – Centelha II Piauí.

O Programa é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (FAPEPI).

O Diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (DDCT) da FAPEPI, Ciro Gonçalves Sá, ressalta que nessa primeira etapa foram selecionados 200 projetos para desenvolvimento de empreendimentos inovadores. Ele também destaca que ao todo 416 projetos foram submetidos na primeira fase.

“Chegamos ao final da primeira fase do Centelha II Piauí. Essa primeira fase, teve como intuito selecionar ideias inovadoras que buscam empreendimentos de sucesso no Piauí. Nesse primeiro momento, foram avaliadas as 200 ideias entre 416, onde se destaca projetos que englobam a educação, saúde, tecnologia da informação, entre outros projetos”, destaca Ciro Sá.

Como funciona

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

No endereço eletrônico, é possível obter mais informações sobre o programa e seu edital detalhado em todos os estados. 

“É importante destacar que, a partir de agora, os 200 projetos aprovados na primeira fase terão uma nova concorrência, e deverão novamente submeter seus projetos, identificando quais são as características importantes para um empreendimento de sucesso; como eles pretendem ganhar dinheiro a partir da sua ideia; e como o projeto será desenvolvido ao longo do Programa Centelha”, finaliza Ciro.

Continuar lendoFAPEPI divulga resultado final da 1ª FASE do CENTELHA II PIAUÍ

Centelha II Piauí divulga resultado preliminar de ideias aprovadas na Fase 1

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:23 de setembro de 2022
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

O Programa Centelha Piauí, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada no Piauí pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (FAPEPI), divulgou nesta sexta-feira (23) as 200 propostas de negócio aprovadas para a fase 2.

Confira o resultado final clicando aqui.

Como funciona

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

No endereço eletrônico, no qual é possível obter mais informações sobre o programa e seu edital detalhado em todos os estados.

Próximos Passos

Na segunda fase os 200 proponentes que foram selecionadas deverão, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

A terceira fase – pela qual passam até 100 das propostas ainda em jogo – consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas são oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio.

O Programa Centelha contribuirá para o estabelecimento da ponte entre academia e indústria no Piauí, já que muitas das ideias vêm de pessoas ainda na universidade, tanto de cursos de graduação como de pós-graduação. Além disso, o Programa Centelha abre espaço para participação de todos os cidadãos do estado, tanto para inscrever suas ideias como para interagir com os empreendedores e consolida uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador.

Acesse o Edital clicando aqui.

Continuar lendoCentelha II Piauí divulga resultado preliminar de ideias aprovadas na Fase 1

Programa Centelha II Piauí tem aumento na submissão de propostas em mais de 60% em comparação a 1ªedição

Read more about the article Programa Centelha II Piauí tem aumento na submissão de propostas em mais de 60% em comparação a 1ªedição
Dados de ideias submetidas por região. Fonte: Centelha II Piauí
  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:10 de novembro de 2022
  • Reading time:5 minuto(s) de leitura

O Programa Centelha II Piauí visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Brasil. A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI. No Piauí, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI), é a instituição responsável para a execução do programa que agora conta com sua segunda edição.

No Piauí, as inscrições encerraram nesta quarta-feira (31). Ao todo, 416 projetos foram submetidos e 1125 empreendedores participantes. Ciro Sá, diretor de Inovação da FAPEPI, destaca que um aumento de mais de 6O% na submissão de projetos em comparação à primeira edição. Os 416 projetos inscritos são de 37 municípios do Estado do Piauí e abrangem os temas: Tecnologia Social; Tecnologia da Informação e Telecomunicações; Robótica; dentre outros.

Os principais setores participantes foram Saúde, Bem Estar-Social, e Educação. Pelo menos 70% dos inscritos nesse programa têm idade entre 18 e 40 anos.

“Isso demonstra o interesse do jovem piauiense no empreendedorismo”, comenta o diretor Ciro Sá, destacando que mais de 6O% das pessoas participantes no programa se autodeclararam pardas ou pretas.

O diretor Ciro Sá considera que é muito importante o apoio das instituições parceiras para a execução do Programa Centelha II Piauí, como Sebrae, Institutos de Ciência e Tecnologia, Incubadoras e Secretarias Estaduais do Piauí.

“A Fapepi pretende manter a regularidade a cada dois anos lançar o edital do Programa Centelha para cada vez mais incentivar o empreendedorismo inovador no nosso estado”, destaca Ciro Sá.

Aos projetos selecionados, o Programa oferece capacitações, recursos financeiros e outros tipos de suporte, a fim de impulsionar a transformação de ideias em negócios de sucesso, além do aporte financeiro para custeio das propostas, além de auxílio mensal para custeio dos participantes.

Continuar lendoPrograma Centelha II Piauí tem aumento na submissão de propostas em mais de 60% em comparação a 1ªedição

Inscrições para o Centelha II Piauí encerram nesta quarta-feira (31)

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post last modified:1 de setembro de 2022
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) está selecionando propostas para o programa Centelha com a colaboração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e da Fundação CERTI.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Piauí, por meio de capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. Em maio de 2020, foi lançado o primeiro edital onde 276 ideias foram submetidas, 821 empreendedores participaram das capacitações e 21 startups foram apoiadas. Cada startup recebeu um investimento de até 60 mil reais. As inscrições encerram amanhã às 18h, do dia 31 de agosto.

As inscrições são realizadas pelo site oficial do programa.

Na primeira edição do Centelha PI um dos cases de sucesso foi a startup EcoBfit. A empresa produz alimentos a partir do coco babaçu, derivado de estudos desenvolvidos pela nutricionista e doutorando em Biotecnologia, Lindalva de Moura Rocha. Com a execução do programa Centelha Piauí, a pesquisadora fez uso de suas pesquisas, apresentando uma proposta inovadora para o edital da primeira edição do Centelha Piauí. E com o apoio aprimorou o resultado das suas pesquisas para serem produtos comercializados.

Se você tem uma ideia inovadora, essa é uma grande oportunidade para alavancar a sua ideia e receber aporte financeiro de até R$53 mil. O objetivo é transformar as ideias selecionadas em empreendimentos rentáveis! Além disso, o Programa Centelha oferece bolsas de até R$26 mil, networking e capacitações. Não fique de fora.

Para mais informações acesse o edital.

Continuar lendoInscrições para o Centelha II Piauí encerram nesta quarta-feira (31)

Finep realiza visita técnica a empresas amparadas no Piauí

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:23 de agosto de 2022
  • Reading time:3 minuto(s) de leitura

A Financiadora de Estudos e Projetos – Finep, através de seu analista, o professor Luiz Antonio Coelho Lopes realiza essa semana visitas técnicas a empresas piauienses amparadas pelos programas Centelha I e TecNova II. As empresas contempladas pelo Centelha são Biotecnologia e Fábrica de Gênios. As do TecNova II, por sua vez, são a Vale do Leite e Biotec.

Tendo em vista que está em reta final a inserção de propostas para o Edital Centelha II, a equipe da Finep veio ao estado também com o objetivo de ampliar e qualificar a prospecção do projeto.

Com a visita foi possível constatar a importância das subvenções para apoiar e impulsionar o empreendedorismo inovador local. “O empreendedor ou quem pretende se tornar um não pode perder essa oportunidade. O Centelha é um programa que capacita as pessoas a transformar seus empreendimentos, isso traz mais desenvolvimento regional”, afirma Coelho.

O Tecnova é o programa de subvenção econômica da Finep que visa promover um significativo aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade das empresas e da economia estadual por meio de apoio a projetos de inovação, que envolvam significativo risco tecnológico associado a oportunidades de mercado para o desenvolvimento dos setores econômicos considerados estratégicos nas políticas públicas federais e aderentes à política pública estadual de inovação.

Já o Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Brasil. O programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação CERTI.

As inscrições para o Centelha II seguem abertas até o dia 31 de agosto, através do site https://programacentelha.com.br/pi/.

Continuar lendoFinep realiza visita técnica a empresas amparadas no Piauí

Programa Centelha anuncia investimentos para estimular abertura de novas empresas no Piauí

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:26 de abril de 2022
  • Reading time:6 minuto(s) de leitura

FAPEPI também participa do programa, que irá aplicar R$ 5,2 milhões no desenvolvimento de novos negócios

A Ecobfit foi uma das empresas criadas após a primeira edição do Centelha

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) vai lançar, na próxima sexta-feira (29), em parceria com o Governo Federal, a segunda edição do Centelha, programa de investimento de R$ 5,2 milhões para estimular a criação de novos negócios inovadores no Piauí. Além da disponibilizar recursos, o Centelha também promove capacitação e suporte para os empreendedores.

A primeira edição do programa foi lançada em 2020. Das 276 ideias empreendedoras inscritas, 23 foram selecionadas e receberam cada uma até R$ 60 mil, além de mentorias e suporte. Várias dessas empresas entraram no mercado e já estão faturando. Ao todo, foram liberados R$ 1,2 milhões em recursos.

O diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da FAPEPI, Ciro Sá, explica que o programa é muito importante porque o investimento é quase todo do poder público.  No caso do Centelha, a empresa entra apenas com uma contrapartida de 5% do valor recebido. Ou seja, no máximo R$ 2,6 mil. “Não é raro que futuros empreendedores desistam de lançar sua ideia no mercado por falta de recursos. E o dinheiro do Centelha não é empréstimo, mas sim, investimento que será aplicado na ideia empreendedora. E a criação de um novo negócio gera desenvolvimento para o Estado, pois fomenta a economia, gera emprego e renda”, diz o diretor.

Ciro Sá, diretor científico e tecnológico da Fapepi

Na segunda edição, uma novidade: além do investimento no projeto, os empreendedores receberão também uma bolsa do programa, no valor de até R$ 26 mil em 12 meses.  “É como se fosse uma remuneração paga pelo Governo para o empresário investir em sua ideia”, compara Ciro Sá.

A empresa Mutiveículos.com, de Picos, uma plataforma on-line que vende carros usados vistoriados, foi uma das participantes da primeira edição do Centelha e já está faturando. Os sócios Felipe Moura e Thiago Bonfim não tinham recursos para levar a ideia adiante, mas após o investimento e capacitação do programa, a empresa está inclusive gerando emprego.

“A ideia estava em andamento, mas se aperfeiçoou por meio do projeto. Além dos recursos, as consultorias nos ajudaram a entender o mercado.  O programa encoraja muito quem quer empreender, visto que 80% dos empresários do Brasil não têm capital para começar o negócio”, afirma Felipe.

A Multiveiculos.com, de Picos, foi uma das empresas que recebeu recursos do programa Centelha

Muitas vezes o projeto já está pronto, falta apenas alguém para investir. É o caso de alimentos saudáveis feitos a partir do coco babaçu, derivado de estudos desenvolvidos pela nutricionista Lindalva de Moura Rocha, do Piauí. Ela usou os recursos do Centelha para levar seus produtos ao mercado e assim criou a empresa EcoBfit.

“O programa me permitiu captar recursos para comprar insumos e abrir meu próprio negócio. Também fiz bastante mentorias e muito network, que foram necessários para o sucesso da empresa”, afirma Lindalva. A EcoBfit também mantém o dinheiro circulando no Piauí, já que a matéria-prima é local.

A parceria da Fapepi, por meio do Centelha, inclui o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), a Fundação CERTI e a Sudene.

A segunda edição do Centelha vai liberar recursos para até 61 ideias empreendedoras. Cada um dos projetos selecionados receberá até R$ 53 mil para desenvolver o modelo de negócio e até R$ 26 mil em bolsas e nove meses de capacitação. O prazo de execução dos projetos será de 12 meses, após a data da contratação.

Podem submeter propostas, pessoas maiores de 18 anos ou maiores de 16, se emancipadas. Desta vez, o edital permite a participação de servidores públicos, desde que não haja choque com a legislação da instituição empregadora.

O investimento global para a segunda edição do Centelha Piauí será de R$ 5,2 milhões, sendo R$ 2 milhões do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (concedidos através da Financiadora de Estudos e Projetos –  Finep), R$ 1 milhão da FAPEPI, R$ 586 mil da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e R$ 1,586 milhão em bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Fonte: Robert Pedrosa / Governo do Piauí

Continuar lendoPrograma Centelha anuncia investimentos para estimular abertura de novas empresas no Piauí

Três empresas apoiadas pela FAPEPI são selecionadas pelo SEBREA para participar do Rio Innovation Week

Três empresas apoiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí(FAPEPI), através de editais que fomentam o aprimoramento e criação de startups, foram selecionadas pelo Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (SEBRAE) para participar do Rio Innovation Week. As empresas são: PrimeGems, Fábrica de Gênios e AQUABIT, elas foram comtempladas no programa InovaPiauí, a primeira pelo edital Tecnova 2 e a última no edital Centelha Piauí.

A cidade do Rio de Janeiro vai sediar o mais completo evento de Inovação e Tecnologia já realizado na América Latina o Rio Innovation Week nos dias 13 a 22 de janeiro. O evento terá 15 palcos simultâneos, mais de 500 palestrantes convidados, 1000 startups e incubadoras fomentando negócios. Serão mais de 190 expositores apresentando inovações e soluções para os setores, mentorias, exposições, descarte de lixo eletrônico, workshops, networking e muitos negócios sendo gerados.

 O Sebrae custeará um estande para as startups selecionadas no Rio Innovation Week, o evento possui diversos espaços onde as empresas se dividirão de acordo com  seu mercado de atuação. A PrimeGems terá um estande no Espaço SDP Submit que reúne startups inovadoras em diversos setores  como Educação Financeira, Energia, Segurança Digital e Novos Mercados. Esse espaço conta com uma mega estrutura que contempla 3 palcos, workshops, VC Square e mentorias, essa área do Rio Innovation Week será, com certeza, uma das mais disputadas.

A startup AQUABIT ficará no espaço AgroRioTec, essa área do evento apresentará a agricultura do futuro, facilitando o acesso às novas tecnologias, fomentando negócios, entregando conhecimento e promovendo a inovação e novas ferramentas. Esse espaço do Rio Innovation Week terá a programação focada no ecossistema agro, com a presença de experts do setor, startups, empresas e o Ministério da Agricultura.

A empresa Fábrica de Gênios terá seu estande no espaço .Futuro que apresentará uma diversidade de pontos de vista e de experiências sobre as novas tendências das profissões, apresentando a evolução do profissional e das oportunidades no mercado de trabalho do amanhã. O futuro das profissões será debatido por executivos e representantes de empresas como Delorean, Resilia, Templo Consultoria, R2 Rio, Enel, Loreal, AIO, Regus/Space, Folha Dirigida, Daniel Law e Mox Digital.

 A Fábrica de Gênios é uma startup formalizada em 2019 e participa do Centelha Piauí. Hoje possui uma plataforma de cursos online na área de tecnologia, assessora alunos para entrar no mercado de trabalho e empresas a encontrar profissionais capacitados. “Conseguimos entrar no programa Like a Boss do SEBRAE e ficamos entre as três primeiras empresas destaque do do Piauí; participamos de uma batalha de startups ficando em terceiro lugar; participamos do Sebrae – ALI; Seu MVP; fomos aprovados no Inovativa e Catalisa e no final do ano nós surpreendemos  com a vocação para participar do Rio Innovation Week foi uma conquista muito boa para fechar 2021 destacando que nossa ideia tem um potencial muito grande”, Artur Veloso Empreendedor desenvolvedor da Fábrica de Gênios comenta sobre os avanços que aconteceram no seu projeto a partir do edital Centelha. 

Conquistas em 2021 da empresa Fabrica de Gênios apoiada pelo edital Centelha.

“O programa centelha foi essencial para criarmos coragem e botar o negócio para frente, sem o Centelha iríamos demorar muito mais a para conseguir chegar onde chegamos e ter maturidade e iniciativa. O programa[Centelha] ajudou a dar um start no nosso projeto de uma forma séria e robusta. Quando se tem uma ideia para empreender são muitos gastos e com o Centelha isso foi facilitado sem muito impacto financeiro e as consultorias do programa nos ajudaram ficar mais maduros e transformar essa ideia em um negócio de verdade, sou muito grato ao Centelha e a FAEPI. Espero futuramente participar de novos programas e recomendo fortemente que as pessoas  que têm ideias e querem empreender a participar dos próximos editais” Por fim Artur destaca a importância do apoio do Centelha e da FAPEPI na seu empresa. 

Continuar lendoTrês empresas apoiadas pela FAPEPI são selecionadas pelo SEBREA para participar do Rio Innovation Week

Segunda edição do Centelha Piauí será lançado pela FAPEPI em 2022

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) executa o programa Centelha com a colaboração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e da Fundação CERTI.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Piauí, por meio de capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. Em maio de 2020, foi lançado o primeiro edital onde 276 ideias foram submetidas, 821 empreendedores participaram das capacitações e 21 startups foram apoiadas. Cada startup recebeu um investimento de até 60 mil reais. No início de 2022 será lançado o edital da segunda edição do programa objetivando a captação de mais ideias inovadoras.

Um exemplo de sucesso da primeira edição é a startup EcoBfit.  A empresa produz alimentos a partir do coco babaçu, derivado de estudos desenvolvidos pela nutricionista e doutorando em Biotecnologia, Lindalva de Moura Rocha. Com a execução do programa Centelha Piauí, a pesquisadora fez uso de suas pesquisas, apresentando uma proposta inovadora para o edital da primeira edição do Centelha Piauí. E com o apoio aprimorou o resultado das suas pesquisas para serem produtos comercializados.  

Estande da EcoBfit na Expoapi

“O edital nos proporcionou transformar objeto que estava no campo acadêmico em produtos resolutivos que atende as necessidades do mercado e a ter uma visão mais ampla através das capacitações que nos deram suporte para desenvolver a startup. O programa oferece muitas capacitações que são cruciais para qualquer empreendedor desenvolver a sua proposta para ser submetida no edital. Com fomento do capital semente proveniente do Centelha, nós abrimos o CNPJ e desde então estamos realizando a execução do projeto”,  Explica Lindalva.

 EcoBfit desenvolve produtos alimentícios para o público geral e com restrições alimentares acessando um grande mercado consumidor, que de acordo com a Organização Mundial de Saúde(OMS), cerca de 70% da população mundial tem algum tipo de restrição alimentar relacionada à lactose. 

Por esse motivo, a pesquisadora participou também do Programa de Qualificação para Exportação(PEIEX) executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) com apoio Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). No PEIEX a EcoBfit foi qualificada para realizar o processo de exportação de seus produtos de forma planejada e segura. As empresas qualificadas pelo programa se tornam aptas a participarem de ações internacionais de promoção comercial organizadas pela Apex-Brasil e seus parceiros.

“Aquele pesquisador que desenvolve uma pesquisa que tem um grau de inovação e resolutividade procure o edital Centelha pois ele é uma oportunidade para toda pessoa que tem projetos que resolvem as dores da sociedade. Procure o site da FAPEPI e o programa Centelha, participe das mentorias, capacitações, leiam o edital atentamente e procurem participar pois ele é uma capital semente muito importante para desenvolver novos negócio”, destaca Lindalva Rocha.

Em 2022 será lançado o edital Centelha 2 onde mais empreendedores terão oportunidade de serem apoiados pelas capacitações, mentorias e receber investimentos financeiros ofertados pelo projeto que apoiará 61 novas startups.

Cada um dos projetos selecionados receberá até R$ 53 mil para desenvolver o modelo de negócio, até R$ 26 mil em bolsas e nove meses de capacitação. O prazo de execução dos projetos será de 12 meses após a data da contratação. Podem submeter propostas, pessoas maiores de 18 anos ou maiores de 16, se emancipadas. Desta vez, o edital permite a participação de servidores públicos, desde que não haja choque com a legislação da instituição empregadora.

O investimento global para a segunda edição do Centelha Piauí totaliza R$ 4,8 milhões, sendo R$ 2 milhões do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (concedidos através da Financiadora de Estudos e Projetos –  Finep), R$ 666 mil em contrapartida da FAPEPI, R$ 586 mil da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e R$ 1,5 milhão em bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Continuar lendoSegunda edição do Centelha Piauí será lançado pela FAPEPI em 2022

1º Edição do Centelha Piauí apresenta empresas contempladas pelo programa

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:22 de setembro de 2021
  • Reading time:7 minuto(s) de leitura

Ao longo da primeira edição, o Programa Centelha alcançou todas as regiões do Brasil e recebeu a submissão de mais de 14 mil ideias inovadoras, estimulando a criação de empreendimentos inovadores e disseminando a cultura empreendedora pelo país.

No Piauí, foram submetidas 276 propostas, e 28 projetos aprovados na etapa final. Os projetos aprovados tiveram aporte financeiro de cerca de 60 mil reais.

Dentre os projetos contemplados, selecionamos seis empresas para você ficar por dentro das novidades inovadoras que estão se transformando em negócios de sucesso!

Mulltiveículos.com

A multiveiculos.com atua como marketplace, servindo de conexão entre compradores e vendedores de veículos seminovos e usados. Nosso principal diferencial é a oferta de veículos vistoriados e a utilização de tecnologia de ponta para melhor experiência e comodidade dos usuários (compradores e vendedores).

O modelo de negócio contempla duas modalidades de oferta. A primeira é o leilão MV – exclusiva para lojistas (PJ) de todo o Nordeste. A segunda é o site multiveiculos.com, com ênfase na venda para particulares (PF).

Plastic Road

Um empreendimento que fornecerá produtos reciclados para fins na indústria de asfalto, sendo que a missão é ajudar a resolver dois problemas mundiais: epidemia de resíduos plásticos e aprimorar a qualidade do asfalto. O produto é comercializado em 3 tipos: MR6, MR8 e MR10, sendo cada um destinado ao local correto para o asfalto (ex: local em que o tráfego de carretas é maior, utiliza-se o MR10). Será feito acordo com usinas de asfalto, a fim de baratear o custo de produção e aumentar a qualidade e tempo de vida do asfalto. De acordo com os testes realizados, em comparação ao asfalto comum, as ruas de plástico apresentaram maior resistência à deformação, rigidez, resistência à ruptura e aumento do ponto de amolecimento do betume (maior resistência à temperatura) e elasticidade.

GestorClin

A Gestorclin é um SAAS voltado para clínicas e consultórios médicos.

Seu propósito é a otimização de tempo levando em conta a chegada do paciente à clínica até o processo de atendimento.

O procedimento de uso é definido em 3 passos simples e fácil de usar, a empresa preocupa-se com todo o corpo clínico e gera valor trazendo segurança e facilidade para gestão na área da saúde.

Hydrogels Tech

A escassez de água tem se tornado um problema cada vez maior e mais sério em todo o planeta. Pensando nisso, os hidrogéis têm se tornado um material cada vez mais utilizado, e versátil para aplicações que necessitam a utilização /reutilização de água. Este tema se encaixa em praticamente todas as ODS da Agenda 2030 da ONU.

Na escassez de água, os super hidrogéis é uma categoria de materiais com alta capacidade de absorção/liberação de água e de fluidos biológicos, com possibilidade de liberação de água na agricultura e em ambientes climatizados, e de fármacos, ocorrendo um intumescimento que pode ser associado a outras propriedades.

Dessa forma, soluções deste e de outros problemas podem ser propostas para ampliar as possibilidades de utilização de hidrogéis. Partindo da ampliação destas ideias, os problemas de saúde relacionados à obesidade têm aumentado, buscando-se métodos bem invasivos para perda de peso. Assim, pretende-se desenvolver cápsulas para saciedade e perda de peso.

Fábrica de Gênios

A plataforma possui um conjunto de cursos e projetos práticos para engajar os alunos no aprendizado orientado e objetivo, conforme o mercado demanda. Nela, cada aluno tem acesso ao seu currículo FG, ranking da plataforma, blog do FG e podem pegar ou não demandas externas relacionadas ao conteúdo abordado nos cursos advindas de empresas/clientes.

Masquil

Uma das principais demandas da aquaponia é por tecnologias que visam maior eficiência dos processos. Por isso, há a necessidade de monitorar e manter um controle mais apurado, pois a aplicação da automatização é fundamental para a aquaponia, já que diminui os erros, inclusive os voltados ao uso e reuso dos recursos naturais. Para uma maior automação da aquaponia o desenvolvimento de instrumentos e de sensores para medidas ou detecção de parâmetros ou de alvos de interesse se torna bastante relevante, isto aliado ao monitoramento da água em tempo real, permite que o produtor acompanhe remotamente, os parâmetros da água, permitindo ainda que os dados sejam filtrados por região de interesse e relacionados entre si, assim com o desenvolvimento de um sistema de monitoramento e controle remoto em aquaponia usando IoT, os processos operacionais de produção, podem ser monitorados, controlados e executados de maneira muito mais eficiente; desse modo, a automação exerce a sua função sobre os processos, para aumentar a produtividade do sistema e do trabalho; otimizar o uso de tempo, insumos e capital; reduzir perdas na produção e aumentar a qualidade dos produtos.

Para mais informações acesse o site do Centelha PI.

Continuar lendo1º Edição do Centelha Piauí apresenta empresas contempladas pelo programa

FAPEPI realiza reunião com parceiros para nova edição do Programa Centelha Piauí

  • Post author:
  • Post category:CentelhaNotícia
  • Post last modified:7 de agosto de 2021
  • Reading time:2 minuto(s) de leitura

Nesta sexta-feira (6), pela manhã, ocorreu uma reunião virtual entre a Diretoria Técnico-Científica (DDTC) da Fundação de Amparo à Pesquisa no Piauí (FAPEPI) e diversas parcerias do programa Centelha Piauí para a realização da 2ª edição, que terá edital lançado em setembro.

O encontro foi promovido para avaliar a execução de uma nova edição do programa. Até o presente momento, 20 empresas do Piauí receberam recursos de subvenção e capacitações promovidas pela FAPEPI e com isso, estão executando diversos projetos de inovação empreendedora visando o aprimoramento da produção de produtos desenvolvidos com novas tecnologias. Fazem parte das instituições parceiras o SEBRAE, o Instituto Federal do Piauí (IFPI), a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), a Uninassau, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e a A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Estiveram também presentes representantes do Senac com vistas a participar da parceria na segunda edição do programa que terá seu edital lançado no mês de setembro de 2021.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

Na primeira edição do programa, 28 ideias de projetos foram contempladas com até R$ 60 mil em subvenção do Governo do Estado, por meio da FAPEPI. Espera-se que na sua segunda edição, novas ideias possam ter a chance de serem executadas.

Continuar lendoFAPEPI realiza reunião com parceiros para nova edição do Programa Centelha Piauí