24 Abril, 2019 16:09

Reunião discute financiamentos a pesquisas com o Canabidiol no Piauí

Nesta quarta-feira (24), representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI), da Câmara Setorial de Biotecnologia e pesquisadores estiveram reunidos com o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapepi), Francisco Guedes, para discutir o andamento dos financiamentos às pesquisas voltadas a produção e beneficiamento do óleo medicinal extraído da Cannabis Sativa.

O projeto, que está em fase de análise pela assessoria jurídica do governador Wellington Dias, prevê a criação do Instituto de Biotecnologia e Centro Estadual de Biotecnologia, para que a partir deles sejam elaboradas parcerias público-privadas para a produção de medicamentos no Piauí.

“Esse projeto envolve todas as áreas de biotecnologia, tendo como prioridades o canabidiol, a carnaúba, a goma de caju e a bromelina, produto originário do abacaxi que tem utilidades medicamentosas”, explicou o presidente da Câmara Setorial de Biotecnologia, Rômulo Viera.

Canabidiol

O canabidiol é um dos princípios ativos da Cannabis Sativa, e é usado como medicamento para diversas doenças, que variam de epilepsia severa à fibromialgia. A pesquisa e produção da substância vai possibilitar que pacientes façam uso do medicamento de forma gratuita em todo o estado.