08 Junho, 2018 14:45

Fórum do Confap é realizado em Teresina

A Fundação de Amparo à Pesquisa Estado do Piauí (Fapepi), realizou na sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Meio-Norte), nos dias 07 e 08 de junho, o Fórum do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) que reuniu representantes das 26 Fundações de Amparo existentes no Brasil. A ação integra as comemorações dos 25 anos da Fapepi.

O evento contou com palestras, mesas redondas e apresentações sobre as dificuldades da pesquisa e inovação no Brasil e ainda com a assinatura de protocolos e termos de parcerias, o anúncio do lançamento do programa Tecnova 2 e do Programa Centelha.

O governador do estado, Wellington Dias, se mostrou feliz com a realização do evento.

“Estou muito feliz, aqui vejo a liderança do presidente da Fapepi, com todas as lideranças de todos os estados, a presença do Finep, de organismos internacionais com o objetivo de trabalhar essa integração das fundações de amparo à pesquisa de todo o Brasil e garantir que, com essa integração, se possa ampliar investimentos na pesquisa e inovação tecnologia. Esse caminho garante que a gente possa lidar com o desenvolvimento do presente, mas ter segurança que vamos que vamos seguir tendo desenvolvimento para o futuro, porque aquilo que estamos plantando hoje nessa área de pesquisa vai dar um bom retorno para as próximas gerações”, destacou o governador.

O evento contou com apresentações artísticas da Banda Tom Jobim da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, com o maestro Edson Queirós, e do cantor e professor Vagner Ribeiro.

O presidente da Fapepi, Francisco Guedes, falou sobre as possibilidades com o encontro.

“Esse é um evento importante, um evento em que a ciência, tecnologia e inovação do país, um dos ramos dele, que são as fundações de pesquisa dos estados se reúnem para discutir, trocar experiência e avançar. Aqui, queremos ampliar os horizontes tanto dentro das universidades como de institutos de pesquisa, como a Embrapa.

Nesse cenário de congelamento de investimentos temos um desafio muito grande de tocar a pesquisa, então é mais do que relevante estarmos reunidos. Em 2004 o Piauí tinha 187 doutores, dez anos depois (2014) temos 1.287 doutores. Então, aumentamos o investimento, as parcerias, a interiorização e internacionalização do conhecimento e por consequência, aumentou a demanda porque temos mais cabeças pensantes para pressionar e melhorar toda uma cadeia de pesquisa”, concluiu o presidente.

A abertura do evento contou com a transmissão ao vivo pelo youtube da Fapepi, e pode ser visualizada através do link: https://bit.ly/2sRwrFp

A presidente do Confap, Maria Zaira, da Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás, (FAPEG), falou sobre a alegria de participar da comemoração dos 25 anos da Fapepi.

“O Confap tem em seu estatuto o compromisso de realizar quatro reuniões no ano. Esta segunda reunião estamos realizando a convite e pelo entusiasmo, pela generosidade do presidente Francisco Guedes que propôs que viéssemos aqui e comemorássemos os vinte e cinco anos da Fapepi. E vinte e cinco anos não são poucos, hoje, a Fapepi está aí consolidada com muitos programas. Esses indicadores que o Guedes apresentou, sabemos que é fruto de um trabalho muito duro. Certamente que a comunidades científica piauiense, não se imagina mais sem a Fapepi”

 Além das apresentações culturais, os representantes das Faps fizeram uma visita aos laboratórios da Embrapa e conheceram os produtos feitos na Fazenda da Paz, que estiveram a venda durante o evento.

O Fórum é resultado de uma parceria entre a Fapepi, a Embrapa e o Banco do Nordeste.