21 Outubro, 2019 16:38

Fapepi participa de inauguração de sede da Academia Piauiense de Ciências

Aconteceu, no último sábado (19), a inauguração da sede da Academia Piauiense de Ciências. Fundada em 2002, a Academia passará a funcionar no prédio do Auditório Herbert Parentes Fortes, na Avenida Miguel Rosa, centro de Teresina.

Com atuação extensa na realização de feiras, jornadas e popularização da ciência, a Academia, agora com local fixo, continua a ser referência na discussão e divulgação científica no Piauí. Participaram da inauguração reitores da Universidade Federal do Piauí, Universidade Estadual do Piauí e Instituto Federal do Piauí, além de professores, pesquisadores, membros e demais convidados.

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), Antonio Amaral, presente na solenidade representando o governador Wellington Dias, destacou a importância da atuação da entidade. “A Ciência é o ponto chave do desenvolvimento. Pensar mecanismos que contribuam com a evolução da Ciência é pensar o melhor para a sociedade”, afirmou.

O atual presidente da Academia, o professor Jônathas de Barros Nunes, afirma que o Brasil precisa de mentes que estejam preocupadas com a Ciência e o desenvolvimento científico. “Hoje a Ciência passa por um momento difícil. Órgãos oficiais passaram a menosprezar a Ciência, a Tecnologia e a Inovação. Por isso temos que nos dedicarmos muito à essa questão”, defende.

A Academia Piauiense de Ciências foi fundada por um grupo de professores, profissionais liberais e pesquisadores, reunidos na sede da Academia Piauiense de Letras. Nasceu com o objetivo de divulgar e difundir a Ciência, a Tecnologia, a Cultura e Arte no Brasil, em especial no Piauí. Em 2015, foi declarada como utilidade pública estadual por meio da Lei nº 6.717/2015, e utilidade pública municipal através da Lei nº 4.822/2015.