Curso capacita multiplicadores para manejo e aproveitamento da cajá

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:26 de abril de 2022
  • Reading time:3 mins read

A Embrapa Meio Norte, em parceria com o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural – EMATER e a Fazenda da Paz realizou o Curso de Processamento Agroindustrial do Cajá, que foi executado em duas etapas, sendo a primeira nos dias 31 de março e 01 de abril e a segunda, nos dias 07 e 08 de abril, na Comunidade Terapêutica Nova Esperança – Fundação da Paz.

A capacitação tem como público os internos da Comunidade Terapêutica Nova Esperança (Fazenda da Paz), moradores da comunidade, alunos da Escola Família Agrícola (EFA) do povoado Soinho (Teresina) e técnicos da Emater.

O curso é uma realização da Embrapa Meio-Norte, da Emater e da Fazenda da Paz e é uma das atividades do projeto “Geração de tecnologias para o cultivo sustentável da cajazeira” financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI).

O objetivo do curso foi promover a formação de multiplicadores em boas práticas no processamento do cajá, fruto encontrado facilmente na região e comercializado principalmente na forma de polpa, sorvetes e sucos.

Durante a capacitação, os participantes foram orientados sobre produção de polpa, geleia de cajá com e sem pimenta, iogurte saborizado com polpa de cajá e sorvete. As aulas foram ministradas por Márcia Ferreira Damasceno, extensionista e nutricionista da Emater, que também orientou sobre as práticas do processo de fabricação.

Foram também apresentadas informações sobre empreendedorismo e negócios, associativismo e impacto ambiental no âmbito do processamento do cajá. Essa parte foi ministrada por Geyson Coutinho Moura, extensionista da Emater.

Na última sexta-feira, dia 8 de abril, no final do curso, houve degustação dos produtos elaborados durante a capacitação.

Continuar lendoCurso capacita multiplicadores para manejo e aproveitamento da cajá

Finep e MCTI lançam chamada para apoio de projetos de inovação de Inteligência Artificial

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:25 de março de 2022
  • Reading time:4 mins read

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) tornam pública a presente SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/FINEP/FNDCT, cujo objetivo é selecionar projetos de inovação de Inteligência Artificial (IA) nas linhas temáticas Agro 4.0, Saúde 4.0, Indústria 4.0 e Cidades Inteligentes e Turismo 4.0.

Para fins desta seleção pública, entende-se por Inteligência Artificial: Tecnologia que simula, por meio de algoritmos computacionais, mecanismos avançados de cognição e suporte à decisão baseado em grandes volumes de informação. Seu funcionamento alicerça-se em outras tecnologias como machine learning, que consiste no reconhecimento de padrões a partir da análise de grandes conjuntos de dados, permitindo a construção de resultados de forma autônoma a partir desse aprendizado, mesmo sem estar formalmente programado para este fim; deep learning, um subconjunto de machine learning que consiste no uso de algoritmos complexos para estruturação hierárquica de dados não-lineares utilizando técnicas de redes neurais; Big Data Analytics, que consiste na análise de grandes bases de dados construindo análises descritivas ou preditivas; Processamento de Linguagem Natural, a qual envolve um mix de todas as tecnologias anteriores permitindo que agentes autônomos sejam capazes de receber e processar comandos e informações em linguagem natural; e Visão Computacional, que é a capacidade de reconhecer padrões visuais e de automatizar tarefas com base na detecção de imagens, objetos, pessoas ou quaisquer dados multidimensionais.

São elegíveis para esta chamada pública empresas brasileiras (proponentes), individualmente ou em conjunto com outra(s) empresa(s) brasileira(s) (coexecutora(s)), em observância ao disposto no art. 19, §8º, lei 10.973/04 e no art. 20, §2º, decreto 9.283/18. Não são elegíveis como proponente ou coexecutora(s), , as pessoas jurídicas sem finalidade lucrativa (associação, fundação, cooperativa); empresário individual e microempreendedor individual.

As propostas deverão ser apresentadas em arranjo institucional contemplando, no mínimo, uma interveniente cofinanciadora, instituição que visará adotar o conjunto de tecnologias a serem desenvolvidas no âmbito do projeto apoiado.

Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) somente poderão participar do projeto como prestadoras de serviços para as proponentes e/ou coexecutoras, devendo o cronograma de execução do projeto relacionar as atividades a serem executadas por tais instituições, com reflexo, ainda, na relação de itens do projeto, que deverá prever o pagamento do serviço de terceiros correspondente.

O envio das propostas e de seus documentos complementares indicados no edital deverá ocorrer, exclusivamente, até as 18h do dia 15 de junho de 2022, por meio do Formulário de Apresentação de Propostas (FAP) específico para esta Seleção Pública, disponível no Portal da Finep no endereço www.finep.gov.br.

A divulgação do resultado final da Seleção Pública no Portal da Finep na internet ocorrerá no dia 7 de outubro de 2022.

O prazo de execução do projeto deverá ser de até 36 (trinta e seis) meses, prorrogável, justificadamente, a critério da Finep. Para mais detalhes, confira a íntegra do edital: http://www.finep.gov.br/images/chamadas-publicas/2022/21_03_2022_Edital_IA.pdf

Continuar lendoFinep e MCTI lançam chamada para apoio de projetos de inovação de Inteligência Artificial

Embrapa realiza evento sobre projeto “Geração de tecnologias para o cultivo sustentável da cajazeira”

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:6 de abril de 2022
  • Reading time:9 mins read

A Embrapa Meio-Norte realizou na sexta-feira, dia 11 de março, uma apresentação a técnicos e produtores os resultados parciais de experimentos do projeto “Geração de tecnologias para o cultivo sustentável da cajazeira” durante dia de campo, no sítio Tuturubá, no Povoado Fonte Boqueirão, zona rural de Teresina, PI.

O evento teve início às 8h e foi dividido em cinco seções. Na primeira, contou com apresentação do pesquisador Lúcio Flávio Vasconcelos com o tema “Controle do crescimento do cajá por restrição radicular”. Esse experimento consiste em manter as cajazeiras com porte baixo para facilitar tanto a colheita como os tratos culturais, como poda e tratos fitossanitários. Na segunda seção, sobre Indução floral, quem conduziu a apresentação foi o pesquisador Eugênio Celso Emérito Araújo. Essa pesquisa, por conta da grande variabilidade do tempo da floração das cajazeiras, o que torna as colheitas mais desuniformes, visa regularizar e uniformizar a produção do cajá, trazendo a possibilidade de antecipar ou retardar sua produção. Outro resultado importante deste projeto foi a comprovação de que o hormônio vegetal etileno tem uma atuação importante no mecanismo de floração do cajá, o que traz a possibilidade de manipular a floração da cajazeira com o uso do etileno.

O pesquisador Lúcio Flávio também apresentou as informações sobre clonagem de cajá, onde foi apresentado 3 tipos de clones desenvolvidos com melhoramento genético. Um deles foi chamado clone Teresina, próprio para consumo in natura. Esse fruto é maior e apresenta uma polpa mais farta que o comum, baixa acidez e maior doçura. Outro clone é o chamado cajá ZLU, também com maior doçura e baixa acidez. E o cajá ácido, que embora não seja muito adequado para consumo direto, apresenta um grande rendimento para a fabricação de sucos.

Na quarta seção, foram apresentados os resultados parciais da tecnologia do processo de Fertirrigação e técnicas de adubação, apresentado pelo pesquisador Valdemício Ferreira de Sousa. Os resultados apresentaram um grande aumento de produtividade do cajá, com um aumento de 300% de rendimento. O evento também contou com apresentação de trabalhos relacionados ao controle de pragas e doenças, especialmente no combate à mosca-das-frutas, com armadilhas de baixo custo.

Finalizando o evento, o pesquisador Carlos César Pereira Nogueira mostrou aos participantes o funcionamento do Sistema de colheita com telas. Um dos problemas na colheita do cajá é a queda do fruto do alto da planta, o que causa rachaduras, perda de polpa e risco de contaminação. Esse sistema de colheita adiciona uma tela embaixo da cajazeira para o fruto não cair no chão, não causando danos ao cajá.

Esse projeto, é oriundo de uma parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) e já apresenta resultados consistentes. O evento foi idealizado para mostrar as vantagens do sistema e estimular outros produtores a investirem na produção dessa fruteira nativa.

FAPEPI renova parceria e firma novo acordo de cooperação com a Embrapa Meio Norte

A Fundação de Amparo à Pesquisa no Piauí (FAPEPI) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária da região Meio-Norte (EMBRAPA-Meio Norte) assinaram, no segundo semestre de 2021, dois importantes convênios, uma nova parceria e uma renovação de cooperação iniciada em 2018.

O termo aditivo ao acordo de cooperação técnica referente a geração de tecnologias para o cultivo sustentável da cajazeira foi assinado no dia 25 de novembro de 2021, dando continuidade à parceria iniciada em 2018. O termo estabelece o incentivo à pesquisas e atividades que visem a criação de novas tecnologias para melhoria no cultivo do cajá no Piauí. O termo aditivo visa a prorrogação da cooperação por trinta meses, que
trata da integração de esforços entre as partes para execução de trabalhos de pesquisa
agropecuária, objetivando a geração de tecnologias para o cultivo sustentável da
cajazeira, bem como ajustes das formas do termo de cooperação.

O aditivo trouxe a inclusão de novos entes para a cooperação: O Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (EMATER) e a Fazenda da Paz Comunidade Terapêutica do Piauí, instituição não-governamental.

O novo acordo de cooperação entre as instituições, intitulado “Transferência de tecnologias e inovação em fruticultura irrigada para os polos prioritários do Estado do Piauí” foi assinado em 21 de setembro de 2021, que dentre outros objetivos, visa ao compartilhamento de tecnologias e novos processos no manejo de fruticultura irrigada, com foco para os polos de produção prioritários do Piauí. O objetivo geral é adaptar e transferir tecnologias de cultivo, manejo, de produção e de agregação de valor às fruteiras tropicais para o desenvolvimento integrado sustentável com inovação no segmento da fruticultura em polos prioritários do Piauí.

“No âmbito desses polos é fundamental contextualizar que, o relacionamento, mesmo que diferenciado, dos agentes da cadeia produtiva ao lado de características específicas do conjunto de produtores e instituições de apoio são importantes para ajudar na compreensão do relativo sucesso que esses polos haverão de alcançar. Aspectos como o nível tecnológico predominante, o padrão de cooperação entre os produtores e entre estes e as instituições de apoio tecnológico etc., serão decisivos para a expansão do nível de produto e de renda na região, atuando de forma sinérgica sobre o marco da inovação tecnológica na cadeia produtiva da fruticultura irrigada no estado do Piauí”, afirmam os idealizadores do projeto.

Também são objetivos da parceria realizar um levantamento e sistematização do acervo de tecnologias já desenvolvidos para as espécies: acerola, banana, goiaba, maracujá, e uva, com possibilidades de ajuste/adaptação e utilização; a instalação de Unidades de Referência Tecnológica em campo com vistas a ajustes e adaptação de tecnologias no âmbito das espécies frutíferas: acerola, banana, goiaba, maracujá e uva; ajustar estratégias de transferência de tecnologia nos polos de fruticultura irrigada, visando o aumento da produtividade e da produção de frutas com qualidade para atendimento ao mercado consumidor nacional e regional; estruturar e instalar, junto com o setor produtivo, ações integradas de transferência de tecnologias e desenvolvimento com inovação na fruticultura, capazes de impactar positivamente o desenvolvimento regional e capacitar, simultaneamente, técnicos e agricultores multiplicadores nas principais tecnologias e estratégias para aplicação e utilização das ações integradas de transferência de tecnologias.

Continuar lendoEmbrapa realiza evento sobre projeto “Geração de tecnologias para o cultivo sustentável da cajazeira”

CAPES abre seleção para pesquisas na Alemanha

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:9 de março de 2022
  • Reading time:2 mins read

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) tornou público o Edital nº 14/2022, referente ao Programa de Bolsas para Pesquisa CAPES/Humboldt. A parceria com a Fundação Alexander Von Humboldt (AvH), da Alemanha, foi divulgada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 07 de março de 2022.

O Programa busca aprimorar a qualidade profissional e acadêmica dos pesquisadores brasileiros, por meio de atividades em instituições de ensino e pesquisa estrangeiras, ampliando o nível de colaboração e publicações conjuntas entre pesquisadores do Brasil e do exterior. Além disso, oferece oportunidades para atualização de conhecimento e incorporação de novos modos e modelos de gestão da pesquisa e permitem maior visibilidade internacional à produção científica, tecnológica e cultural brasileira.

Serão ofertadas até 15 bolsas em todas as áreas do conhecimento, em duas modalidades: pós-doutorado, oferecidas para pesquisadores no começo da carreira acadêmica, que tenham obtido o título de doutor há menos de quatro anos, e professor-visitante sênior, para aqueles com perfil de pesquisa definido, portadores do título de doutor há menos de 12 anos.

Seleção
O edital prevê oito processos seletivos. Agora, a Chamada vai receber inscrições até o dia 31 de maio. Seu resultado final será divulgado até 25 de novembro deste ano e as atividades devem começar entre março e novembro de 2023.

Os candidatos precisam fazer a inscrição nas duas instituições. Na página do Programa no site da CAPES, onde deverá escolher o link da modalidade de seu interesse, e também na página da AvH.

Continuar lendoCAPES abre seleção para pesquisas na Alemanha

Revista Brasileira de Pós-Graduação (RBPG) recebe submissões de artigos para edição especial relacionada ao Dia Internacional da Mulher

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:9 de março de 2022
  • Reading time:2 mins read

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), lançou nesta terça-feira, 8 de março, chamada pública para edição especial da Revista Brasileira de Pós-Graduação (RBPG) pelo Dia Internacional da Mulher.

Até 30 de abril, a CAPES receberá artigos que discutam ou analisem os papéis da cientista, da professora e da pesquisadora na construção da ciência, da tecnologia e da inovação no Brasil, bem como no desenvolvimento do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG).

A Fundação avaliará os textos recebidos no mÊs de maio, reservando o mês seguinte para edição e diagramação da revista. A publicação, que será de oito a 12 trabalhos selecionados, está prevista para julho.

As regras para submissão dos artigos constam nas diretrizes para autores do site da RBPG. Ao enviar o documento, é preciso identificá-lo como pertencente à edição comemorativa.

Sobre a RBPG

A RBPG foi criada como um instrumento para a disseminação do conhecimento científico desenvolvido na pós-graduação brasileira. Desde 2004, a publicação vem sendo consolidada como um espaço de debate sobre políticas públicas de educação superior no País, por meio da divulgação de artigos acadêmicos e científicos.

Informações da CCS/CAPES

Continuar lendoRevista Brasileira de Pós-Graduação (RBPG) recebe submissões de artigos para edição especial relacionada ao Dia Internacional da Mulher

CAPES lança edital “Família e políticas públicas II” com bolsas de mestrado e doutorado

  • Post author:
  • Post category:EditaisNotícia
  • Post last modified:23 de fevereiro de 2022
  • Reading time:3 mins read

A Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior (CAPES) tornou público o Edital nº 12/2022, referente ao Programa Família e Políticas Públicas no Brasil II. A iniciativa, promovida em parceria com a Secretaria Nacional da Família (SNF), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022. Esta é uma das ações previstas na Estratégia Nacional de Fortalecimento dos Vínculos Familiares e o seu Comitê Interministerial, instituída pelo Decreto nº 10.570/2020.

A seleção vai apoiar projetos voltados à formação de pessoal qualificado e ao desenvolvimento de pesquisa acadêmico-científica, no âmbito dos programas de pós-graduação (PPGs) stricto sensu acadêmicos, com foco no fortalecimento dos vínculos familiares. Os resultados dos projetos poderão contribuir para a formulação de políticas públicas.

O edital prevê investimento de R$ 2.027.200,00. À CAPES caberá o aporte de R$783.828,00 e à SNF R$ 1.243.372,00. A ação vai apoiar sete projetos, divididos por áreas temáticas. Cada selecionado receberá até duas bolsas de mestrado com vigência prevista de 24 meses, e três de pós-doutorado, por 12 meses. As inscrições devem ser feitas pelo Sistema de Inscrições da CAPES (SiCAPES), até o dia 11 de abril. O resultado final será divulgado a partir de 26 de julho e as atividades estão previstas para começarem em agosto deste ano.  

Áreas temáticas
Os projetos serão selecionados dentro de temas que envolvem diferentes aspectos das famílias brasileiras, como o atendimento e cuidados aos idosos, engajamento familiar na educação escolar dos filhos durante a  pandemia, relações, vínculos familiares e violência doméstica, entre outros.

Confira o edital completo aqui.

Continuar lendoCAPES lança edital “Família e políticas públicas II” com bolsas de mestrado e doutorado

IFPI e CIEPI realizam Workshop sobre ciência, indústria e inovação

  • Post author:
  • Post category:Notícia
  • Post last modified:21 de fevereiro de 2022
  • Reading time:3 mins read

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) e o Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI) realizam, nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2022, o workshop “Parceria IFPI/CIEPI: Ciência, Indústria e Inovação”, nas unidades do IFPI em Teresina.

O evento contará com a presença de diversos segmentos da indústria piauiense, empresários, mestres e alunos interessados pelo tema e discutirá temas como parcerias entre o público e o privado, bolsas de incentivo, proteção de dados, confidencialidade de dados, a parceria entre o IFPI e CIEPI experiências de pesquisas desenvolvidas em parceria, inovação dentre outros.

O Workshop é a primeira atividade do protocolo de intenções visando à cooperação recíproca em atividades de extensão, pesquisa e inovação assinada entre as entidades no dia 27 de janeiro.

De acordo com o presidente do CIEPI, Andrade Júnior, a parceria irá contribuir para que um dos principais tripés para a renovação da indústria do Piauí, a inovação, aconteça. “O ponto ápice da reunião foi a presença do reitor do IFPI, prof.º Paulo Borges, na concretização de um dos pilares da nossa gestão que é a inovação. A ideia é levar os mestres e doutores para as indústrias, nós acreditamos que essa ação irá contribuir para o desenvolvimento de melhorias no setor. É preciso ter um forte investimento público na tecnologia, ciência e pesquisa para se ter uma indústria mais pujante e desenvolvida”, disse.

“A integração com o setor produtivo é uma das prioridades da gestão. Estamos colocando a instituição à disposição da indústria com o objetivo de desenvolver melhorias no setor. O IFPI também ganhará, pois nossos alunos terão proximidade com as indústrias”, disse o reitor do IFPI, Paulo Borges.

O presidente do CIEP, Andrade Junior, destaca a importância da parceria com o IFPI: “Estamos felizes com essa parceria com o IFPI, que abre suas portas para nossas indústrias. Com esse acordo, ganha o IFPI e ganham as indústrias”, disse.

Confira aqui a programação do evento.

Continuar lendoIFPI e CIEPI realizam Workshop sobre ciência, indústria e inovação

Finep apoiará startups pelo Programa Mulheres Inovadoras 2022

  • Post author:
  • Post category:EditaisNotícia
  • Post last modified:21 de março de 2022
  • Reading time:6 mins read

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) tornou público o Edital do Programa Mulheres Inovadoras 2022. O Programa é uma iniciativa da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) para estimular startups lideradas por mulheres, de forma a contribuir para o aumento da representatividade feminina no cenário empreendedor nacional, por meio da capacitação e do reconhecimento de empreendimentos que possam favorecer o incremento da competitividade brasileira.

A Finep contemplará até 30 (trinta) startups para um processo de aceleração, e até 15 (quinze) startups para recebimento de uma premiação de R$ 120 mil (cento e vinte mil reais) cada, conforme critérios estabelecidos no edital. As startups irão concorrer regionalmente, sendo selecionadas até: 6 (seis) empresas de cada uma das regiões do Brasil (Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul) para serem aceleradas; e 3 (três) startups de cada região para serem premiadas.

Cada região do país terá 2 (dois) temas prioritários, que deverão ser selecionados
no formulário eletrônico, conforme a relação abaixo:

Nordeste:
Tema 1: Competitividade Produtiva – Inovações que ampliem a competitividade dos setores de bioeconomia, monitoramento, prevenção e recuperação de desastres naturais e ambientais, transporte e logística, agronegócio.
Tema 2: Qualidade de vida – Inovações em saúde, educação, saneamento, segurança hídrica e segurança pública ou privada.

Norte:
Tema 1: Competitividade Produtiva – Inovações que ampliem a competitividade dos setores de bioeconomia, monitoramento, prevenção e recuperação de desastres naturais e ambientais, transporte e logística, agronegócio.
Tema 2: Qualidade de vida – Inovações em saúde, educação, saneamento, segurança hídrica e segurança pública ou privada.

Sudeste:
Tema 1: Competitividade Produtiva – Inovações que ampliem a competitividade dos setores de agronegócio, petroquímica, transporte e logística.
Tema 2: Qualidade de vida – Inovações em saúde, educação, segurança pública ou privada e mobilidade urbana.

Sul:
Tema 1: Competitividade Produtiva – Inovações que ampliem a competitividade dos setores têxtil, calçados, móveis, agronegócio, metalomecânica, transporte e logística.
Tema 2: Qualidade de vida – Inovações em saúde, educação, segurança pública ou privada e mobilidade urbana.

A opção por um dos temas prioritários regionais é responsabilidade da startup no momento da inscrição. Caso esta escolha não seja validada pela Finep, a startup será desclassificada. Se a startup não estiver segura de se enquadrar em um tema prioritário, poderá escolher a opção “Outras Inovações”.

O Prêmio Mulheres Inovadoras representa uma premiação, no valor de R$ 120 mil (cento e vinte mil reais), para até 15 (quinze) startups que passem por todas as etapas do processo de seleção, e sejam escolhidas, por banca avaliadora, como as
melhores startups lideradas por mulheres de cada região do Brasil. É requisito para o recebimento da premiação que a startup esteja em situação regular perante os cadastros legais indicados no edital.

A seleção se dará em duas etapas, Aceleração e Banca Avaliadora. A Aceleração é o processo que prepara as empresas, de forma rápida e eficaz, para se apresentarem competitivamente no mercado. A agenda de atividades inclui mentorias individuais e palestras. Para essa primeira fase serão escolhidas 30 empresas, seis por região do País. Como conclusão desta etapa, cada concorrente deverá fazer a apresentação de seu plano de negócio a uma banca avaliadora, que é próximo estágio do processo seletivo.

As bancas examinadoras serão regionais, como forma de melhor avaliar a aderência e viabilidade de cada proposta com base nos temas indicados no Edital, vis-à-vis o contexto local.  A Finep/MCTI busca projetos que desenvolvam regionalmente tecnologia e modelo de negócios inovador ou produtos, serviços ou processos marcadamente inovadores, produzidos a partir de novas tecnologias ou da integração daquelas existentes, mas que contenham desenvolvimento novo.

São elegíveis startups que possuam pelo menos uma mulher entre seus empreendedores em função executiva ou gerencial. Importante: Não basta um nome feminino figurando entre os sócios para que a empresa possa se candidatar.  Essa mulher precisa ter participação societária igual ou superior às participações individuais dos demais empreendedores. Se não tiver, a soma das participações femininas no empreendimento deve ser pelo menos igual à soma da participação dos demais sócios.  Além disso, as mentorias do programa Aceleração são dirigidas especificamente às gestoras e executivas. Homens nesse processo, só os analistas da Finep ou palestrantes.

As inscrições se encerram em 28 de março de 2022 e o resultado final está previsto para 16 de setembro de 2022. O cronograma e todas as informações estão disponíveis no Edital, que pode ser consultado no site da Finep.

O Prêmio Mulheres Inovadoras já agraciou, com R$ 100 mil, 15 startups em seus dois primeiros anos de realização. Este ano, o valor da premiação passa a ser R$ 120 mil e as agraciadas, que foram 10 na última edição, passam a ser 15. A mudança se justifica, como explica o Diretor Financeiro, de Crédito e Captação da Finep, Adriano Lattarulo: “em 2022, o valor da premiação e a quantidade de premiadas aumentaram devido ao sucesso da iniciativa que revelou valorosas startups lideradas por mulheres em cada região do Brasil” .

Fonte: Finep

Continuar lendoFinep apoiará startups pelo Programa Mulheres Inovadoras 2022

CAPES abre inscrições para bolsa de doutorado nos EUA

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:28 de janeiro de 2022
  • Reading time:2 mins read

A CAPES e a Comissão Fulbright lançaram nesta terça-feira, 25 de janeiro, o Edital nº 3/2022, do Programa CAPES-Fulbright de Doutorado Pleno nos EUA. Serão concedidas até 10 bolsas de doutorado, com valores anuais de até US$55 mil e duração máxima de seis anos, nas áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes.

Para concorrer a uma das vagas, é preciso acessar o sistema de inscrições da CAPES. O resultado preliminar está previsto para 31 de maio de 2021 e a realização de entrevistas de 4 a 15 de julho de 2021. O resultado de admissão nas universidades americanas está previsto para 15 de abril de 2023. O início das atividades deve se dar entre agosto e dezembro. O período de inscrições será até as 17h do dia 31 de março de 2021.

Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES, destaca o novo edital como fruto do esforço para se manter os programas internacionais em meio à pandemia. “A internacionalização é chave para a ciência. Mesmo com as limitações das mobilidades acadêmicas internacionais, damos prosseguimento aos editais para que a pesquisa e a pós-graduação brasileiras não parem de evoluir”, afirmou.

Programa CAPES-Fulbright de Doutorado Pleno nos EUA tem como objetivo a maior visibilidade internacional à produção científica, tecnológica e cultural brasileira, além da formação de profissionais de alto nível nos Estados Unidos.

Continuar lendoCAPES abre inscrições para bolsa de doutorado nos EUA

CONFAP e Wallonie-Bruxelles International (WBI) lançam chamada para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre Brasil e Bélgica

  • Post author:
  • Post category:Editais
  • Post last modified:26 de janeiro de 2022
  • Reading time:4 mins read

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) e a Wallonie-Bruxelles International (WBI), anunciam o lançamento da Chamada CONFAP & Wallonie Bruxelles – Bélgica 2022, para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre o Brasil e a Bélgica.

Lançada no âmbito do Memorando de Entendimento assinado em setembro de 2020, pelo CONFAP e pela WBI, para Cooperação Acadêmica e Científica entre a região da Valônia-Bruxelas (Bélgica) e o Brasil, a chamada tem por objetivo apoiar projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação, missões, mobilidade de pesquisadores, seminários e publicações nas seguintes áreas: 

– Materiais Circulares;
– Inovação em Saúde;
– Inovações para Produção e Projetos ágeis e seguros;
– Sistemas de Energia e Ambientes Sustentáveis;
– Aeronáutica e Espaço; e
– Tecnologias Digitais.

Elegibilidade

Os candidatos brasileiros devem consultar as regras específicas de elegibilidade e modalidades de participação nas respectivas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) que aderiram à chamada (vide listagem abaixo). Projetos de pesquisa elegíveis devem contemplar as regras de elegibilidade do lado brasileiro, via FAP, e do lado belga, via Wallonie-Bruxelles International (WBI), (consulte aqui). Os projetos de pesquisa conjuntos aprovados serão financiados por um prazo máximo de dois anos.

Até o momento, dezoito Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) brasileiras aderiram à chamada e outras fundações ainda podem aderir à chamada.

Submissão de propostas

Após à consulta das regras de elegibilidade e modalidades de participação na FAP do respectivo Estado, os candidatos brasileiros devem preencher o formulário de submissão de propostas (disponível para download aqui); e submeter a proposta por meio da plataforma do CONFAP, disponível no endereço eletrônico wbi.confap.org.br

Para acessar a íntegra da Chamada CONFAP & Wallonie Bruxelles – Bélgica 2022 clique aqui.

Questões gerais e técnicas sobre a chamada podem ser esclarecidas com o Ponto de Contato Nacional do CONFAP: Elisa Natola (elisa.confap@gmail.com).

Cronograma

  • Lançamento da chamada: 25 de janeiro de 2022;
  • Prazo para submissão de propostas: 25 de março de 2022;
  • Avaliação das propostas: de 28 de março a 15 de maio de 2022;
  • Comitê Conjunto e seleção final de projetos: primeira quinzena de junho de 2022;
  • Comunicação da seleção final de projetos aos candidatos: segunda quinzena de junho de 2022;
  • Início das atividades dos projetos aprovados: agosto de 2022.
Continuar lendoCONFAP e Wallonie-Bruxelles International (WBI) lançam chamada para projetos conjuntos de Pesquisa & Inovação entre Brasil e Bélgica